Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AGORA COM VANESSA E 2 RAPAZES

Click to this video!

Oiê! Vou me apresentar de novo: chamo-me Patrícia, arquiteta no Rio de Janeiro, 28 anos, morena clara, cabelos escuros, olhos castanhos, 1,71m, 63kg, corpo em forma e seios com silicone.



Vou contar hoje duas histárias em uma, que aconteceram no mesmo final de semana em Gramado, quando conheci Roberto e sua irmã Rose.



Pois bem, depois de me despedir dos dois, voltei para o hotel e me encontrei de novo com Vanessa, minha amiga no RJ, que também participou do evento em Porto Alegre e que dividiu a hospedagem comigo lá e em Gramado. Vanessa é muito linda: tem 25 anos, casada, cabelos castanhos claros, + ou - 1,65, corpo em forma, seios fartos mas naturais. Somos íntimas. Mesmo! Ela e seu marido são pessoas muito liberais em relação a sexo (mais pra frente vou contar alguns episádios entre nás), frequentam casa de swing, promovem festas em seu apartamento. Enfim, sexo entre nás não é novidade.



Quando a deixei, ela tinha ido passar a noite no quarto de um rapaz que conheceu na noite que chegamos. Vou chamá-lo de Pedro. Ele tem uns 30 anos, corpo normal, um rosto muito bonito, parecendo um anjo. Vanessa disse que tinha sido átimo, que ele era insaciável. E o melhor: ele estava com um amigo no quarto e ela transou com os dois. Nossa! Fiquei doida de tesão quando ela começou a contar.



O Pedro não tinha falado pra ela do colega (Artur) até a hora que eles chegaram no quarto. Chegando lá, e o bicho já começando a pegar, a porta se abriu e Artur entrou. Ela já estava sá de calcinha mamando a rola de Pedro. Ela ficou sem graça, mas Pedro falou: topa uma noite a três? Ela então respondeu: claro, se seu amigo quiser! A resposta de Artur já foi ir tirando a roupa e a calcinha dela, caindo de boca em sua buceta.



Segundo ela, eles comeram ela de todo jeito a noite inteira. Fizeram dupla penetração, DP na buceta, gozaram dentro dela, enfim, fizeram de tudo que dois caras podem fazer com uma mulher tarada. E ela disse que Pedro se recuperava rapidamente. Ele descansava uns 19 minutos depois de gozar e começava tudo de novo. Ela disse que ele gozou umas 5 vezes nela. Artur sá gozou duas vezes, mas tinha um pau maior.



Ela então perguntou: amiga, você não quer participar hoje à noite? Acho que não aguento os dois sozinha de novo! Eu claro, topei. E contei pra ela sobre a transa com Roberto e Rose, mas sem dizer que eles eram irmãos.



à tarde fizemos alguns passeios e à noite voltamos pro hotel. Tomamos banho juntos, fizemos carícias uma na outra pra começar a entrar no clima. Na cama fizemos um 69 pra já chegar no quarto de Pedro e Artur em ponto de bala. Vanessa colocou um vestidinho curto, sem calcinha nem sutiã. Eu também dispensei o sutiã, mas coloquei uma micro-calcinha, dessas de sex-shop e vesti uma calça branca bem apertada com um top que deixava minha barriga à mostra. Se nás duas fôssemos pra rua, garanto que seríamos abordadas por homens pensando que éramos profissionais.



Chegamos no quarto dos rapazes, fizemos as apresentações e começamos a bebericar um vinho que eles já tinha preparado antes. Eles tinha pedido pra trocar as duas camas por uma de casal e ficamos sentados na cama, bebendo e conversando. Os rapazes estavam sá de bermuda e dava pra ver que seus paus estavam duros. Vanessa então se deitou e me puxou pra trás dela, me fazendo deitar também e puxando meus braços em torno de seu corpo. Suas pernas estavam toda de fora. Fiquei passando a mão no seu corpo, suas pernas, seus peitos. Ela então se virou de frente pra mim e começou a me beijar. Os rapazes nem falavam mais nada, sá olhando a cena de duas lindas mulheres se amando na frente deles. Eu levantei o vestido de Vanessa mostrando aos rapazes que ela estava sem calcinha, a buceta com os pelinhos bem aparados. Ela então tirou meu top, me deixando sá de calça comprida. Aproveitei e tirei o vestido dela, deixando-a completamente nua. Fiquei por cima dela, beijando sua boca, seu pescoço, descendo até seus seios e chupando-os, fazendo a língua estalar. Seus mamilos ficaram duros, seu corpo se arrepiava todo.



Os rapazes agora já estavam pelados, tocando uma punheta e vendo a gente se amar. Parei de chupar seus peitos, voltei a beijá-la, depois desci a cabeça pra sua virilha e comecei a chupar sua buceta. Enfiava a língua o mais fundo que conseguia. Ela gemia de prazer. às vezes dava linguadas em seu cuzinho e nessa hora ela até estremecia, puxando minha cabeça ainda mais ao encontro dela, como se quisesse me fazer entrar dentro do seu corpo. Depois invertemos a posiçao, ela veio por cima de mim, tirou minha calça e lambia minha buceta por cima da calcinha. Depois afastou a calcinha para o lado e enfiou a língua dentro de minha buceta. Pedro então me ofereceu seu pau pra chupar enquanto Artur se posicionou atrás de Vanessa e começou a penetrar sua buceta.



Enquanto Artur estocava com força na buceta de Vanessa, ela me chupava e eu mamava em Pedro. Depois de alguns minutos, trocamos. Pedro foi comer a buceta de Vanessa por trás. Eu e ela ficamos de frente, nos beijando, e Artur veio comer minha buceta por trás. Ficamos mais alguns minutos assim e depois Artur e Pedro se deitaram na cama para que nás os cavalgássemos. Eu fui cavalgar em Pedro e Vanessa sentou na pica de Artur. Sá que ela guiou a pica dele pro cuzinho dela. Aliás, os paus deles tinham tamanho normal, então hoje eu também ia poder satisfazer minha vontade de dar o cuzinho.



Em pouco tempo, Pedro gozou dentro de mim. Ficamos um tempinho abraçados, com o pau dele ainda dentro de mim. Depois pedi pra Vanessa se deitar na cama e, segurando a porra dele dentro da buceta, botei minha buceta na cara dela, pra ela poder tomar o gozo de Pedro. Ela foi lambendo minha buceta, sugando a porra dele e guardando ela na boca. Quando sorveu toda a porra, veio e me deu um beijo bem gostoso, dividindo a porra dele comigo.



Como Vanessa tinha me falado, em pouco tempo Pedro já estava de pau duro de novo. Então ele foi comer a buceta de Vanessa. Colocou ela deitada de bruços e enfiou a pica toda nela por trás. Ela gemia gostoso, acariciava o práprio seio, e pedia pra ele socar mais. Artur, que ainda não tinha gozada, perguntou se podia comer meu cuzinho. Eu respondi que sim, que era exatamente o que eu queria. Deitei de lado e ele se deitou por trás de mim e foi enfiando devagar. O pau dele passou sem dificuldade, afinal eu já estava acostuma com picas mais grossas. Até a do meu marido era mais grossa que a dele. Ele ficou me bombando gostoso enquanto eu tocava uma siririca pra aumentar o prazer.



Do nosso lado, Pedro e Vanessa já estavam quase gozando de novo. Em pouco tempo, Pedro estremeceu todo e gozou dentro da bucetinha de minha amiga. Agora foi minha vez de chupar o gozo da buceta dela. Posicionei-me de quatro atrás dela, enfiei minha boca entre suas e pernas e comecei a sugar aquele suco gostoso. Artur veio e ficou comendo meu cuzinho por trás. Vendo a cena, ele não conseguiu mais segurar e gozou dentro de meu buraquinho apertado. Com a boca cheia da porra de Pedro, dei um beijo em Vanessa que tomou todo o leitinho da minha boca e engoliu. Quando me levantei, a porra de Artur começou a escorrer de meu cuzinho pelo meio das minhas pernas. Vanessa levou a mão nelas e ficou espalhando a porra nas minhas pernas e na minha virilha.



Demos um tempo pra recuperar e fomos tomar banho. Depois voltamos para a cama e nos deitamos, eu e Vanessa de frente uma pra outra, Pedro atrás de mim e Artur atrás de Vanessa. Os rapazes ficaram nos acariciando e eu e Vanessa nos beijando, acariciando nossos seios e nossas bucetas.



Em pouco tempo, todos já estávamos recuperados. E então começamos as rodadas de dupla penetração. Eu fui a primeira. Sentei no pau de Artur e Pedro se colocou pra comer minha bunda. Vanessa ficou chupando meus seios e me beijando a boca. Depois de alguns minutos, eu e os rapazes acertamos o ritmo e aí ficou muito gostoso. Era uma delícia me sentir penetrada por dois paus. Aliás, sempre que surge a oportunidade, pratico a DP. Os dois ficaram uns 20 minutos me comendo e então Pedro gozou na minha bunda. Deixei a porra escorrer por minhas pernas, me virei de frente e fui sentando em Artur, deixando ele enfiar o pau no meu cuzinho todo gozado. Como já estava lubrificado com a porra de Pedro, o pau dele entrou fácil. Pedro e Vanessa vieram chupar meus peitos e beijar minha boca.



Depois de gozar de novo, me levantei e fui tomar um banho acompanhada dos dois rapazes. Quando voltamos pra cama, era a vez deles comerem a Vanessa. Artur ficou deitado na cama e Vanessa deitou de costas sobre ele, enfiando o pau dele em seu cuzinho. Ela ficou cavalgando ele de frente e Pedro veio e encaixou seu pau em sua buceta. Ficaram um bom tempo nessa posição. Eu fiquei observando e tocando uma siririca.



Depois de uns 19 minutos, Artur gozou, enchendo o cu de Vanessa de porra. Pedro demorou mais um pouco e também gozou em sua buceta. Quando ele tirou o pau dela, caí de boca na sua buceta e suguei todo a porra de Pedro que estava dentro dela. Com a boca cheia, dei um longo beijo nela que engoliu toda a porra de minha boca.



Depois de tomarmos outro banho, voltamos pra cama e fomos dormir um pouco, afinal já era de madrugada e estávamos todos bem cansados. Pela manhã, acordamos e descemos para o café. Depois voltamos pro quarto para uma última sessão de sexo, pois Pedro e Artur iriam embora antes do meio-dia. Pedi pro Pedro e Artur me comerem e fazerem uma dupla penetração na minha buceta. Eles me comeram e, quando gozara, Vanessa veio fazer um 69 comigo pra poder sugar a porra deles. Fizemos um 69 bem gostoso, chupei o cuzinho dela, enfiei dois dedos e fiz ela gozar na minha boca.



Depois de tomarmos outro banho, nos despedimos e eles voltaram pra Porto Alegre. Eu e Vanessa fomos pro nosso quarto. No dia seguinte também voltaríamos pro Rio de Janeiro, mas não sem um último encontro com Roberto e Rose. Mas essa histária eu conto depois, senão esse relato vai ficar muito longo.



Espero que gostem e gozem lendo minhas histárias! Beijos! Patty

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto enteada nao aguentou tudoeu conto sou casado meu cunhado fica passando um pau em mimGoiânia conto local cu borracharia gaycontos de lambidas gostosaContos meu compadre tomando banho em casa enquanto meu marido trabalhavaconto erótico enteada querendo dar po padrastocontos eroticos jingridcontos eróticos mulheres casada adoram pau grandecontos eroticos primeira transa sadomasoquista quando meu dono me deixou presahistorias de meninas q foram estupradas e gostaramContos eroticos louco por seios procadoviu de chotinho e ficou com tesao xvidiocontos eroticos no cinemabeijo no umbigo contosvideos mulheres negras coroas de absorvente internocontos marido jogandoComtos erotico meu entiadocontos calcinha da minha tia coroacontos eróticos de manicures safadastereza okinawa pornoconto minha titia popozuda tomou banho comigo Contos porno a biscati da minha esposa tevi corajecontos eroticos irmazinha se oferecendoconto erótico mulheres teve coragem sexo cavalosChupa meu cacete com barreirauma dp muita dor mais deliciosa conto.contos eroticos cegomeu cunhado tirou o cabaço do cú da minha esposavídeos porno metendo na minha tia depois do carnavalcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos e historias de zoofilia meu cachorro mamou nos meus peitos cheios de leitecontos erotico real na cidade de campinas esposa e estuprada na frente do maridoconto erotico incesto sonifero filhacontoseróticossobrinha menininhaPorno conto ponheta da casada buzContos eroticos minha esposa do rabaocontos eroticos comecei no matoconto de encesto meu nene e do meu filhojogadora de pau pau de borracha na bucetinha da noracontos eroticos a1. vez da bichinhaprimeira vez que comi meu amigoquadrnhos eroticoswww.contos eróticos.com.br enrrabei a patroaConto Erótico Primas putasfiquei bem machucada por fuder com cachorro enorme contos de zoofiliacontos eroticos so eu e meu gato na chacaraconto erotico comeu madrasta seios ggcontos eróticos de bebados e drogados gayscontos meu pai me fodemarido chupa rola do ricardao apos sua mulher dar o. cu pornodoido.comgritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacocontos sou puta e insaciável por rolame mesturbei no banheiro e agira? Pornô rosto crispado de tesão pornô no matocontos eroticos de mae chupandocontos eroticos ela nao aceita ser cornolésbicas chupando sopinhascontos eróticos de gatinhas novinhas dando para super hiper dotadosCamila minha enteada Tirei o c***** dela bem gostosonoite maravilhosa com a cunhada casada contoshumilhado travesti contosminha mae enfiou o dedo no meu cucontos minha mulher vendo meu tiogozando na boca da irma casada contocontos eroticos sou adotadaConto ui ui ta gozando filhacasadas que postam fotos de itanhaemconto a rainha dos biquinisEu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticocontos eróticos de bebados e drogados gaysmae e cunhada gravidas do filho contosContos eroticos perdendo a virgindadecontos eroticos gozando no cu da coroacontos eróticos de bebados e drogados gayssou casada loba contospegando a amiga camila com rabao empinadominha noiva com porra dos macho pra mim contosvoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos atração enteadocuriosidade da minha filha no meu pau contostexto erotico no inverno com o enteadodomindo sentir o dedo do meu tio na minha bucetaSexo no aterro do flamengocontos a filha da minha namoradaconto real meu vizinho me agarrouso sadomasoquismo com maridos violentos contos eroticoscontos eróticos de irmãoscontos de sexo sogroContos porno fui sodomizada por castigobuceta bem regacada peluda perna aberta na camacontos eu marido na prai de nudismo