Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADA E GRAVIDA...DE QUEM - MEU PRIMEIRO CASAMENT

Click to this video!

CASADA E GRAVIDA...DE QUEM - MEU PRIMEIRO CASAMENTO

Ola, em primeiro lugar obrigada por recebido mais de 450 e-mail, moro em Sto André SP, vou contar minhas experiências sexual, eu tinha 19 anos e fui na casa do meu namorado, ele estava sozinho e começamos a dar uns garras, e logo seu pau ficou duro e eu fiz uma chupetinha, e não resisti mais e fiquei nua, com muito cuidado ele foi penetrando seu cacete na minha bucetinha virgem e fui sentindo ele todo dentro, ardia um pouquinho mas o tesão foi maior e transamos a tarde toda, ele gozou umas 3 vezes dentro de mim, fui para casa com a buceta ardendo e satisfeita, então repetimos por mais um mês nossas transas até que fiquei sabendo que ele contou para alguns amigos e como tinha um amigo o Celso, que queria me paquerar, ele era mais velho tinha 20 anos, resolvi me vingar dele transando com o Celso, e assim eu fiz, fomos para uma casa abandonada e la eu transei com ele, dei minha buceta até ele não ter mais forças para fuder, no outro dia ele quis mais e foi na minha casa a noite, sá que já tinha transado com meu namorado e falei que tava ardendo de tanto fuder, ele deu risada e me levou assim mesma para a mesma casa e lá ele me colocou de quatro e passou seu cacete no meu cuzinho, pedi para ele parar mas ele disse para relaxar e passou um creme no meu cú e no cacete dele e foi enfiando, nossa como doeu meu cu, ele enfiou todo seu cacete de 19 cm e quando já estava todo dentro, começou o vai e vem, metia e tirava, até gozar dentro e quando tirou o cacete para fora, saiu muita porra misturada com sangue, ele acabou com meu cú naquela noite, fui para casa tomar banho e vi pelo espelho o tamanho do estrago, meu cú tava todo inchado e arrombado, mas dormi contente e repeti mais umas vezes essa transa, de tarde com o namorado e a noite com o Celso, até que terminei meu namoro, então passei a namorar o Celso e também dei o troco, transando com outros garotos da minha escola, acho que transei com uns 19 garotos, e foi ai que fiz minha primeira DP, tinha 19 anos, na escola eu era a putinha, meu pai morreu e mudamos de bairro e de escola, então conheci o Roberto e namoramos um ano, ficamos noivos e casei aos 19 anos, e a vida de casada era cansativa, acordava, fazia o café, o almoço, a janta, transava e dormia, então uns 7 meses depois de casar, resolvi passear no período da tarde, ver lojas, shooping, conheci algumas pessoas, e um belo dia passando em uma loja de carros fui abordada por um vendedor dizendo que eu era muito bonita, sexy, essas coisa e minha buceta já ficou molhadinha, disse que queria experimentar um carro e saímos para o test drive e já no primeiro motel entramos, e transamos a tarde toda, ele parecia um cavalo puro sangue, meteu na minha buceta, no meu cú, gozou umas 4 vezes, até na minha boca ele gozou, até engoli um pouco de porra, quando saímos de lá, já era tarde, ele me levou práximo da minha casa e cheguei em casa, Roberto já estava, menti dizendo que estava na casa de uma amiga e ele nem ligou, e assim voltei a transar com outros caras, e tinha alguns caras que levava uns amigos e eu metia com os dois e até três caras me fuderam ao mesmo tempo, no nosso bairro ninguém desconfiava, mas no centro e outro bairro mais afastado, muitas pessoas sabiam que eu era uma putinha, quando me viam passar na rua já falavam, lá vem a vadia, na garagem eu era tratada com puta, cheguei a ajudar a vender carros e transar com clientes, meu marido já não transava mais como antes, era umas 2 ou 3 por semana e depois uma sá e pronto, nesse tempo conheci dois amigos dele, o Chico e o Fabio, eram primos, e não aguentei ver o cacete do Fabio, nunca tinha visto aquilo, grande, grosso e bonito, o do Chico era grande, meio fino e cheio de veias, foi no banheiro de casa, meio sem querer, meu marido chamou eles para assistir jogo na tv e beber umas cervejas, quando eles foram mijar deixaram a porta aberta e passei no corredor e vi aquelas maravilhas, eles ficaram sem graça, mas no outro dia eu liguei dizendo que podiam vir em casa mais vezes e que não ficassem com vergonha, no outro final de semana eles vieram e meu marido com o Chico foram na rua buscar mais cerveja, o Fabio ficou no sofá e quando meu marido saiu, eu sentei perto dele e passei a mão no cacete por cima da bermuda, ele ficou assustado mas não disse nada, então tirei aquele cacete par fora e chupei, ou tentei chupar, já que não cabia na minha boca, isso mesmo não coube na minha boca de tão grosso, eu fazia igual sorvete, lambia todo até meu marido chegar, disfarçamos e quando foram embora eu marquei com ele no outro dia de tarde e assim ele me encontrou e fomos num motel ali perto, nossa, seu cacete estava tão duro, fiquei lambendo e pensando, sou louca, vai rasgar minha buceta, mas o tesão foi maior e cavalguei aquela maravilha, (mulheres, devia ser direito de todas dar pra um cacete daquele), eu cavalgava e sentia entrando, rasgando, a cabeçona tocou meu útero e senti sua porra quente, então eu comecei a transar uma vez por semana como Fabio, e ficava dois dias sem fuder, para minha buceta voltar ao normal, ou quase ao normal, e também dei pro Chico, para os dois juntos, o do Chico eu aguentava no cú, tentamos o do Fabio, mas era impossível de tão grosso, nás já estávamos tão acostumados a fuder que nem íamos para motéis, transava na caso do Fabio, do Chico e na minha até que numa tarde o Corno do Roberto, meu marido chegou mais cedo e eu tava com o cacete do Fabio na buceta e o do Chico no cú, foi uma briga, discutimos e nos separamos, eu voltei para a casa da minha mãe.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto fala todas solteiro cornomulher casada crente relata que da o cu para outro/contos recentescontos eróticos com vizinhacontos eróticos de minininhas que adorava ser abusada dormindoDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos gemi grita olha corninhoContos Eróticos vi minha amiga sendo emrabada pelo maridão bem dotado fiquei com muito tesãoflagas de encesto com zoofolia contoscontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhoconto rebolo pau meu cunhadohistorias eroticas vovo come menima cuContos eroticos gosto de estupro seiosconto historia com lesbicameu amigo chantagia minha mãe. conto eroticotrai meu marido e ele ainda me chupou contoconto dominadora comi a bundinha dele novinho enfiei o dedocontos a pequena taradinhaContos eroticos comeu o cu da irmã q estava entalada debaixo da camaencesto mae envagelicacontos eroticos - esposa - massagista - pintudocontos de casadas quer menageempregada me masturbando nu contosgostosa.acarisiado.a.buseta.deibacho.da.mesacontos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaisgarotinha bucetinha estufada contosconto coroa casada da a bunda todo dia na ryaIncesto com meu irmao casado eu confessoContos dei para meu filho roludorelatos cuzinho na marracontos fui adotadagaroto.burrinha.zoofilia.contosou a cris, e esses fatos aconteceram quando eu tinha 20 anosQuale melhor foda com a minha namorada?contos eroticos gays viagem de ferias para fazenda com dotadoconto erotico chantageado namorada do meu amigoContos mulher estrupadas negroscontos gay o vizinho cadeiranteRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroscontos erotico-você me deixa safadaMe comeuporno contos eróticos eu ea minha esposacontos transei com travesti bem dotado tirando o c*****home subimisso bebi xixi da rainha contos eroticos buceta arrombadaAs 3 porquinhas do vizinho Contos eróticoscontos eroticos syrubasminha sogra ensinou a dirigir contos etoticosContos eróticos Seduzi o Motoqueiro bunda Grandecontos eroticos esposas arrependidasconto erotico mamãe sentando no meu colo no carro lotadoconto seduziu heterocontos eu comi a minha sobrinhaEncoxador contosfobtos trasado com as duastias gostosmeu marido me flagrou fodendo contosacabei comendo meu amigoIrmas casadas taradas carentes sendo enrabadasreboladas da titia contos eróticosmulheresporno da baladasirmatezudaConto erotico entaloupenis entandroCuidando do meu pai acidentado contos de incesto femininocontos eroticos mae filho filhacontos forçada a virar cadelaContos Deize pega rolaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorzoofilia cachorro montando com forçaComi minha sobrinha contos eroticoshistorias eroticas com saúnas masculinasremedio para durmi contoseroticoscontos eroticos incesto sutiameu professor meu namorado contos gayContos eroticos de mesticasflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contos