Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO MINHA CUNHADA

Click to Download this video!

Tenho uma cunhada com a qual convivo desde meus nove anos de idade. Sempre fomos muito amigos. Ela é uma mulher de 1,70, loira pintada, olhos cor de lilas, seios mais lindos e tesudos que ja vi. Com o passar dos anos ela formou-se em decoração de interiores e eu em engenharia de Software. Mas minha vocação sempre foi para advocacia e a vida no campo. Meus pais tinham uma fazenda em Sorocaba cuja sede da fazenda era uma do seculo 19 e que precisava de restauração. Com a morte de meu assumi a direção da fazenda e combinei com ela de restauramos a casa para que eu pudesse transforma-la em escritário da fazenda que produzia leite, milho, girassol e tijolos, pois tinhamos barro proprio para sua fabricação. Marcamos então uma segunda-feira para ela ir até Sorocaba onde iria busca-la na rodoviaria. Katia, nome ficticio, era uma mulher delicada e acostumada com a vida da alta sociedade de São Paulo. Eu trabalhava em uma multinacional e nos fins de semana dedicava-me à fazenda. Havia eu passado o ultimo fim de semana pois a plantação de milho e girassol estava perto da colheita e minha presença nesta época era importante. Ás 10:00 horas eu estava na rodoviaria para apanha-la. Ela chegou e pediu para para passarmos na casa de minha tia que residia na cidade há variois anos. Logo apás tomamos o rumo da Fazenda. Como esta era sua primeira vez la, mandei a caseira preparar sua suite com todos os requintes da cidade e prepara um almoço caipira feiro no fogão de lenha. A fazenda fica há dez quilometros da Rodovia Raposo Tavares e é uma estrada de terra mal cuidada, mas que para meu Jeep 4x4 não é problema.

Chegando a sede da fazenda, Maria havia preparado um lanche com queijos, doces, leite, sucos, com produtos produzidos na fazenda. Apás lanche, Katia trocou de roupa e fomos dar uma pela lavoura, curral, pois eu crio gado de leite e corte e suinos e equinos de raça. Quando chegavamos ao curral meu garanhão estava tentando cruzar com uma egua e sua britadeira enorme estava de fora. Katia viu e ficou sem graça mas não tirou os olhos. O garanhão cobriu a équa e logo apás ja estava pronto para outra. Katia me perguntou: Nenem, meu apelido pois sou o filho caçula, é sempre assim? ele não descança? respondi que esse garanhão era muito fogoso e muito que não acobertava.

Katia ficou toda descontolada e eu notei uma certa exitação em seu rosto. Continuamos nosso passeio. Katia usava uma blusa jeans por cima de um top de seda, uma calça jeans e botas de cano longo, pois eu não permitia outro tipo de calçado na fazenda pois la tinha muita cobra e aranha.

Notei que os bicos de seus seios estavam gritando dentro do top e como nossa relaçao é muito aberta perguntei se o que tinha assistido a havia excitado? Katia ficou corada e respondeu que sim, ja que a muito não se relaciona mais com meu irmão. Aquilo me deixou em ponto de bala pois desde criança eu sou apaixonado por ela e por isso não me casei. Mandei meu empregado encilhar meu cavalo e um outro mais velho para Katia. Os cavalos chegaram e convidei Katia para um passeio pela plantação de milho. Ela relutou dizendo que não sabia montar e eu disse que era minha especilidade ensinar mulher bonita "montar". Katia notou minhas intenções e topou. Montamos e fiz com fossemos para uma areas proximas da divisa onde tem um rio e o lugar não é muito frequentado nessa epoca. Sorocaba é uma terra muito quente ou muito fria, não tem meio termo e nesse dia sol estava torrido. Katia acostumada com ambientes refrigerados não se continha de calor e tirou a blusa ficando sá de top. Aquela visão me pegou em cheio. Senti meu pau ir as nuvens.

O restante contarei no capitulo 2.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos gozando até chorarbelas picas brancas rosinha gozando gaysnegoes jegudos na punhetacontos eroticos chantagiei meu padrastopus um cinto de ligas para fodercasa de banho conto eroticoganhei carona mais tive que engolir porracontos eroticos de casais realizando fantasia com comedorConto de Uma dívida com meu genro e teve que dar o c* para eleconto viajando com a maninhaputinha corninho contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaTrai meu marido com meu vizinho pauzudo, contosconto.erotico minha tia baiana velhamae coroa mechama pra viaga com ela e durmo com ela insexto gostosa pornocontos eroticos amigo do meu paicontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html comendo o cuzinho da jogadora de volei contohistorias pra gozar minha menima dd 19 aninhose delirarcontos gay cunhado marido da minha irmachantagiei o professor gostosominha professora nao usa calcinhas contos eroticosEcoSport motel e transa com minha sograconto amante do manoFui vendida como escrava sexual para um negaocontos eróticos - praia de nudismoporn marido enfachado no hospitalcomendo a boca da prima contocontos eroticos namorado e amigo mesma camaconto de gozei gostoso naquela bucetafilme porno tia gostosa faz uma viajem dormi com saudade do sobrinho da cucontos tesão por calcinhaconto erotico dopei minha espos e comi ela de todo geitoconto cu largocontos bebe safadafui olhar a rola enorme do professor e virei viado no vestiario contosconto, fodida pelo vovô e primos nas fériasconto tirei do cu e comi a bucetahomem casado,sendo penetrado gostoso no frango assado.conto erotico fazia tudoque meu tio mandavatroca troca entre amigos e muito grosso contosescutei a conversa da titia com a mamae sobre sexo anal contosminha sogra minha esposa duas vadia contos eroticoscache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html transando com minha cunhada ela chupando meu pau aquela boca vermelha de batomcontos eroticos cachorro cheirando minha rolacontos fudi com o zelador do prediocomi o cuzinho da bezerra contoshttp://tennis-zelenograd.ru/mobile/conto_24204_fodendo-na-sauna-com-o-grandao.htmlPau gigante.arrombando o cu da inocência. Jcontos eróticos meninas de 20 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhoesposa seria se bronzeando em casa contolésbicas se ralando incerta com bucetaconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorSou gay e tranzei com um travest contos eroticoadoro dar para o nosso cachorro contos eróticosConto erótico com neg meninas curiosas sentado no colinho contos eróticosmeu padrasto fou no meu quarto vcontoscontos eroticos so casadinhas e velhinhoscantos eroticos muitapica no meu cutetudas sogras ninfentas contos"comi uma caloura"strip poker contoporno pesado arrombando relatostomando banho de rio com titio contos gaycontos di novinha no sitiocontos eroticos homem casado dando ocucontos eroticos colega da faculdadediana sentindo pica pela primeira vezcontos eróticos babá garotinhocontos de coroa com novinhoquero ler conto erótico f****** com a noraconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucontos eroticos esposa velhoContos eroticos : Aticei o porteiro e ele me pegou de jeitoconto erotico com meu sogro peladometeu vara no bundao do viadinho contoscontoseroticos as 2 filhas daminha visinha vierao brincar com minha filhinha wuen brincou foi euconto gay xoxotao de garotoContos eróticos:meu querido professorcontos dormi com minha irmãcontos dei o cu e saiu merdano motel com o amigo do meu filho contosdividindo a cama conto bicontos de corno. bipassivosfoi buscar a cunhada para a festa e meteu gostoso nelavirei puto do bar conto gaymulheres aguachadas com as pernas abertas so de calcinha fotoscontos eroticos a travestir que eu perdi a virgindade da pica contos erótico so na bundinha