Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DANDO PRO MEU IRMÃO MAIS VELHO

Sempre tive um desejo pelo meu irmão mais velho, o Julio. Moreno jambo, alto, ele não fequentava academia, mas tinha um corpo lindo. Na época eu tinha 19 anos e ele 27. Eu não tinha um corpo definido de mulher como tenho hoje, mas meus seios, bunda e coxas já eram bem definidos. Julio havia brigado com a mulher dele, com que era casado há 2 anos e voltou pra casa dos meus pais, percebi que ele estava triste com a briga porem no deixava o bom humor típico dele cair. Semanas se passaram e meu pai precisou ir para uma viagem de negácios pelo Nordeste, aproveitando a ocasião convidou minha mãe para fazer a segunda lua-de-mel, minha mãe não pensou duas vezes e aceitou o pedido, ou seja, eu ia ficar sexta, sábado, domingo sozinha com meu irmão em casa era a chance que eu tinha de tentar algo com ele. Formos levar eles ao aeroporto e na volta pra casa viemos conversando no carro:

- Nanda?

- Oi Julio!

- Vai sair hoje à noite?

- Não, por quê?

- Por nada sá queria saber mesmo, pois agora quem tem que cuidar da bebezinha sou eu.

- Oh coitado ainda pensa que eu sou uma bebê ( dei uma risada maliciosa já atentando contra a curiosidade do meu irmão )

- Então minha maninha já é uma adulta? Será?

Foi ainda que minha risada maliciosa aumentou, coloquei minha mão no cabelo olhando pela janela pensando nas maneiras de demonstrar isso. Chegamos em casa, já era um pouco da noite, eu disse a ele que ia dormir no quarto do meus pais por causa do calor e que qualquer coisa ele chamasse. Fui ao meu quarto peguei uma camisolinha branca de algodão que tenho vesti totalmente sem calcinha e fui dormir no ar-condicionado. Peguei no sono facilmente, sá que acordei no meio da noite com uma mão grossa a passear na minha coxa e uma respiração ofegante no meu pescoço. Fiquei fingindo que estava dormindo, porém minha buchetinha já estava ficando molhadinha com aquela mão percorrendo meu corpo e subindo minha camisola deixando minha bundinha a mostrar. De repente sinto algo grosso roçando devagar na minha bundinha e a mesma mão indo em direção a minha buceta, automaticamente abri minha perna para que a mão sentisse o melzinho que melava toda minha buceta, ele pego forte a minha perto e a levantou mais ainda enquanto isso sentia a cabecinha de um pau a brincar na entradinha do meu cuzinho que já estava piscando loucamente pedindo aquela rola. Quando o pau começo a entrar no meu cuzinho foi ai que acordei e percebi que era sá mais um sonho dos vários que eu tenho quando vejo meu irmão. Quando olho no relágio é 2:47 da manhã de sábado resolvi levantar ir até a cozinha e tomar um pouco de água, sai do quatro vou em direção a cozinha quando passo pelo quatro do Julio vejo que a luz está acessa e a porta entre aberta quando olho pela brecha vejo ele nu punhetando forte vendo um filme pornô, fiquei em choque a ver aquela rola grossa, grande e totalmente dura pulsando de tesão, não êxito e fico tocando um siriri na mesma velocidade das punhetadas dele. Minhas pernas começam a ficar bambas de tanto tesão, fico soltando alguns gemidos baixos me controlando o possível para não chamar a atenção, mas não consegui quando ia gozar solte um grito alto e fino e gozei loucamente foi quando ele percebeu minha presença pro trás da porta ele correu e abriu, foi quando viu a cena que eu estava com a minha mão na bucetinha e chão molhadinho do meu gozo. Ele ficou me olhando sem reação ai foi quando passei meu dedos melados de mel na boca dele e chamei:

- Será que meu maninho que provar minha bucetinha?

Aquela cara de sem reação mudou totalmente para uma cara de safado. E sem mais me respondeu:

- Quero sim mana linda, deixa eu ver se essa bucetinha ta gostosa?

Foi quando ele me levou pra cama me deitou abriu minhas pernas deixando bem a mostra minha buceta. Passou 2 dedos nela pra conferir e os enfio com devagar, senti um prazer imenso que me controlei inteira, para me judiar mais ele foi com a língua e começo a me chupar. Descontrolei outra vez ao sentir sua língua quente em mim, segurei forte na cabeça dele fazendo pressão contra a minha buceta, não demorou muito e gozei novamente, ele safado limpou tudo com a língua de baixo pra cima.

- Que delicia de buceta mana... Agora quer sentir meu caralho?

- Quero seu puto, fode a irmã fode...

Ele pegou a cabeça e foi empurrando devagar, fui sentido um misto de dor e prazer imenso quando deu por mim a rola tinha entrado toda em mim, senti aquele caralho me rasgando por dentro, foi quando eu olhei pra ele e ele estava admirando o seu pau dentro de mim, foi quando começo a meter bem devagar pra que eu acostumasse, fazia um vai e vem gostoso que eu estava totalmente entregue a aquele macho. Depois de meter muito em mim tirou o caralho e ordenou que eu chupasse:

- Vem limpar maninha...

Como uma faminta cai de boca, chupava, lambia tudo e brincava com as bolas dele. Ele também estava fora de si, pois urrava gostoso e me chamando de puta. Depois deixar o pau dele todo babado ele novamente me jogou na cama agora pediu pra que eu ficasse de 4:

- Fica ai de 4 maninha, mostra teu cuzinho pra mim.

- Tá vendo maninho? Ele ta piscando querendo você. Vem se o primeiro a comer meu cuzinho.

Ele chegou mais perto começo a passar a cabeça do pau na entrada do meu cuzinho que piscava loucamente, foi com os dedos e pegou um pouco do meu mel que saia na minha buceta e passou lá, logo em seguida abriu meu cu e cuspiu dentro dele. Ele colocou as minhas duas mãos na minha bunda pedindo pra que eu abrisse mais. Foi quando eu sinto uma enorme dor, ele tinha botado tudo de uma vez por maldade e ficou bombando com força, chorei de dor em sentir aquele caralho em mim. Ele metia e dava umas tapas e ainda falava:

- Chora puta, pra você aprender ...

Eu gritava de dor e prazer, ele lá bombando com força sem parar, mas eu gostava até cheguei a rebolar com ele dentro de mim ele por sua vez dava uns puxões de cabelo e metia mais e mais. Até que ouço ele gritar e um jato quente dentro de mim. Ele tinha gozado muito, senti meu cuzinho todo cheio de porrinha não aguentei e deitei na cama cansada e ele sentou do lado perto da minha cabeça.

- Ai Julio, você acabou comigo to fraca.

- Vem tomar leitinho que sá tu fica boa.

- Seu safado .. ( dei uma risada maliciosa )

- Quem mandou mexer comigo? Agora vou querer te comer sempre.

Voltei a chupar o resto de leitinho que saia dele ficamos assim até amanhecer o dia, quando dormimos de conchinha, foi bom dormir sentindo finalmente aquele caralho roçando na minha bunda.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mulheres no salão chupando e se masturbando com dançarinocontoscomsograscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacafetao metendo na minha filha conto eroticosprimeira vez com meu namorado contos gayUi ui meu cu contocontos podolatria irmacontos a delicia de ser submisso do macho alfa da esposatica dani buceta gistosacontos de putarias gays/ flagrei o meu amigo comendo o cu de seu filho veadinhocontos porno sou puta dos meus cachorrosporno contos eroticos comeu priminha inocente nas feriasvideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversáriocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaMeu+irmau+arrombo+meu+cu+a+fosa+conto+eroticome estruparam e me obrigaram a dar para o caseiro do sitioestrupada contoscontos eroticos negao estuprou eu e meu maridocontos eroticos meus primos me arregacaram o cucoroas peladas e muita manteiga nelascontos eróticos gay encarado na escolacontos eróticos mamarcoloco sobrinha no colo contonem peitinho teen grita na pau do vocontos eroticos entregadorme comeram contos teenConto porno ui ui ui metecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaimagens de conto de afilhado macho transando com amigo do padrinho machobotou tudo nela bebadacontos eróticos fudendova esposa e a filha do amigo minha tia greluda de biquínicontos eroticos mulher do primocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eroticos lesbicos massagista enfia dedo.na buceta da clienteContos eróticos/meti no rabo religiosacontos eroticos papai pipiconto erotico a buceta enorme da minha esposaesposa vou o sitio e dei o cazeiro contoconto porno gay putinha de várioscontos eroticos pai filha e genroconto vi arrebenta cu meu maridoContos eroticos rocacontos homem chupa rola ricardaomeu pai me comeu contos eroticoscontos eroticos separou pra levar picacontos eroticos.sou evangelica e dei pro mecanicoconto meu sogro assedioucontos de cú de irmà da igrejacontos eroticos de menina adolecente transando com homem maduro e bem dotadoconto zoofilia o pone me quando cai estrupoucontos eroticos na piscina com a famila todos nus no reveiongolpe de mestre porno contocontos caipiras amadores bucetas conto curto de travesti com hermafroditeConto erotico Gay gozei dentro do cua minha prima rabuda me deu seu cu conto eróticoscontos tias putascontos gay bundinha com marquinha de biquinitransando com meu brotherhistorias eroticas vovo come menima cuconto de botei a minha irmã bem novinha pra chora com a pica grande no cu virgecontos a mulher casada aiiiiiiiiiiii meu cuuu ai vou fala para meu maridoMEU CORNOEU QUERO ESSA PICA TODA DENTRO DE MIM, SEM CAMISINHA QUERO SENTIR ELA GOZANDO BEM NO FUNDOconto erotico sou casada safada adoro andar com fiosinho e rebolando no meu trabalho adoro fuderContos eróticos de vovó com netinhos engravidadotitio querido contos eroticosContos eróticos gay de calcinha brincando de esconde esconde no sítio do tiu e deusexo porno safada do sitiotudo no cuna casa a praia com a cunhada casada contoscontos eroticos gratis, casadinha rescem casada e ficando safadinhao maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que deliriocontos eroticos embriaguei meu marido e dei o cuzinho do lado delecontos eroticos testemunha de jeovasobrinho pelado dormino e tia assusta com.../contoseroticoscontos eroticos meu dono mama meu leitemeu marido me arombou a xoxotaPiroca de 25cm - conto eroticogozando pela primeira vez conto gayconto erotico mostrei minha calcinha por dinheirocontos eróticos namorada safadabrinco com tio levou no cuzinhocontos eroticos fui bem fodida igual puta e chingada de vadiacontos coroas primas do interiordei sonifero pra minha avò e transei com elalouco pelo bumbum da minha irma contos eroticosxvideo quero que engula essa anaconda sua piranhafudendonosiver filme porno com massagista se a susta com o tamanho da piroca do clientes e pede para tocar uma pueta e pede para ela bater um pueta ele goza na boca de dela