Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CUNHADA CARENTE E FOGOSA

Click to this video!

Bem o que vou relatar aconteceu a pouco mais de um ano. Minha cunhada tinha se separado do marido a alguns meses e um dia em minha casa ela comentou com minha mulher que não aguentava mais tanto tesão reprimido e que precisava trepar o mais rápido possível, mas não queria se envlover com ninguém. Minha mulher então lhe diz, se você quiser eu empresto o daniel para você. Minha cunhada Taís prontamente recusou a idéia e disse a minha mulher que seria uma traição. Minha esposa a Patrícia então lhe disse que para ela não haveria nenhum problema e que ela gostaria até de participar e que estaria fazendo um grande favor para a tata (era como ela chamava sua irmã mais velha). Eu estava na sala deitado nosofá fingindo que dormia e começei a viajar com a idéia, pois minha cunhada era bem gostosa. Ela tem 1,65, 55 kilos, bumbum empinado e uns peitinhos durinhos, sempre que iamos à piscina em sua casa eu ficava secando ela. Depois disso eu passei a notar que ela também me secava, e começei a fazer algumas brincadeiras com ela e senti que ela gostava. Certo dia apás uma transa gostosa com minha esposa ela me pergunta qual seria a minha reação se ela convidasse outra mulher para a transa, eu então disse que estaria tudo bem, ela disse e se fosse minha irmã, eu me fiz de tonto e disse que não sabia e se para ela estivesse tudo bem ok. Apás algumas semanas tive que ir levar algum máveis para uma casa de praia que a irma de minha esposa que mora no Japão comprou. Fomos eu, meu sogro e sogra e minha cunhada. A viajem foi uma delicia, pois a caminhonete estava cheia e minha cunhada teve que sentar-se ao meu lado e a cada troca de marcha eu roçava sua coxa. Apás o almoço, peguei a estrada de novo tinhamos mais 200 kms para chegar meu sogro deitou-se no chão atrás dos bancos e minha sogra já roncava escorada na porta, então foi quando eu tomei coragem e começei a passar a mão na coxa de minha cunhada e vi que ela gostava. Senti que ali estaria abrindo caminho para algo mais gostoso, então subi a mão e apertei sua buceta e senti que estava pegando fogo, logo ela viu meu pau que fazia um grande volume na bermuda e começou a lisa-lo. Ficamos algum tempo nesta brincadeira, mas tivemos que parar pois a polícia rodoviária nos parou e meus sogros acordaram. Apás descarregarmos tudo fomos até uma cidade maior para comprar algumas coisas para a casa, voltamos para a casa e trabalhamos para colocar as coisas no lugar. Apás o jantar ficamos todos na sala assistindo tv, então lá pelas tantas meus sogros foram deitar e algum tempo de pois so ouvia ronco no quarto de les então eu eu ataquei a gostosa, ela é lágico me afastou sussurando que eu estava confundindo as coisas e que poderíamos ser pegos com a mão na massa, então eu lhe tasquei um beijo e começei a alisá-la. ela esta de mini saia e com uma blusinha de alçinha e sem sutião, pois estava muito quente, então pus minha mão por baixo da blusa e começei a apertar seus peitos que eram uma delícia, durinhos e empinados, ela já nao aguentava mais e abriu as pernas me convidando a sentir sua buceta quente, foi o que fiz coloquei a mão entre suas pernas e cheguei aos pentelhos e logo enfiei um dedo e depois já estava com 3 dentro dela sentindo aquele calor. Ela já estava gemendo e eu senti quando ela enfiou a mão dentro de minha bermuda e começao a tocar uma punheta pra mim, começei a chupar seus peitos, mordiscar seu pescoço e suas orelhas, então ela ficou completamente louca e acabou por gozar várias vezes. Falei para ela que queria com-la naquele instante e ela disse que não e iria par o quarto dormir, então eu tirei o pau para fora e quando ela viu não resistiu e começou a chupar e logo eu gozei em sua boca, quando eu achei que já estava no papo ouvimos barulho no quarto e sá tive tempo de me arrumar e ela fingiu que dormia, seu pai chamou-a e ela foi para a cama. no outro dia começamos cedo e sempre que podia me mandava beijinhos e segurava seus peitos e olhava para mim, ficamos nesta brincadeira o dia todo.No final do dia seus pais disseram que iam até a casa de um conhecido, o Sr. que vendeu o chalé para minha outra cunhada e que ficava a algumas quadras dali, então eu falei é hoje. Sai para comprar um lanche e vi que ia chover, então me apressei, foi chegar em casa e começao a chover, apás mais de uma hora de chuva vimos que um rio que passava ao lado da rua co condomínio já estava transbordando e meu sogro ligou para minha cunhada e disse que não iria para casa porque estava perigoso pois a rua tinha sumido embaixo dágua, ela falou tudo bem. Com um sorriso maroto ela disse para mim sou toda sua, quase gozei ao ouvir e logo a beijei e começei a tirar sua roupa. Seus peitos estavam duros e ela disse que estavam doloridos de tanto tesão, mamei cada pedaço daquelas delicias, então tirei seu shorts e vi que ela estava de fio dental, enfiei um dedo no seusú e ela estremeceu de tesão. Deitamos no chão e eu começei a acaricias sua buceta com uma mão e o dedo em seu rabo ela se mexia deliciosamentee disse para eu tirar a roupa. Falei que eu iria faze-la gosar primeiro, abri suas pernas e enfiei minha língua em sua xota que estava enxarcada e quente, logo ela se arrepiou e começou a gemer que ia gozar, seguraou minha cabeça no meio de suas pernas que quase fiquei sem folego. Ela disse agora é minha vez, eu lhe falei vamos ver se vo´cê é gostosa igual sua irmã, ela disse que sim e que era de família, tirou minha roupa e começou a sugar meu pau com tanto vigor que até estalava, quando eu menos esperava ela enfia um dedo em meu cú, me assustei e ela diz relaxa, começei a relaxar e vi que tinha ficado melhor do que já estava. Ela se virou e enfiou sua buceta em minha cara e começei a cupá-la, senti~que ela estava quase gozando, foi quando ela ficou em pé e se sentou em meu pau, começou a cavalgar deliciosmente e a gritar e gemer. Lá fora chovia pra caranba e derepente ficamos sem luz, ela disse não se preocupe pois sou boa de buraco no escuro e continuou a foder, ela virava de um lado, do outo, rebolava, gemia, chorava e dizia que eu era um macho muito gostoso e que ela nunca tinha provado um homem de verdade e que soubesse que eu era tão gostoso tinha aceitado a oferta de minha esposa, apás isto ela saiu de cima de mim e se deitou e disse vem, como papai e mamãe, foi quando ela começou a gozar desesperadamente e eu vendo aquele gozo acabei fazendo o mesmo. Então ficamos deitados no chão e no escuro relaxando, lhe perguntei que histária era aquela da oferta de minha esposa e ela me contou, então eu lhe disse que tinha ouvido tu e ela falou que eu era um cachorro. Tomamos uma cerveja e começamos novamente a trepar e nem dormimos,foi sexo a noite toda, mas fica para a práxima vez o restante da transa.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


barrigudos barbudos velhos contoscontos eroticos vizinha de camizola curtinhacontos levei uma rolada do meu filhovídeo de pornô do metendo vendo a sua beleza ela me chamedei meu cuzinho muito cerdo contos eróticosconto. a sugadora de. porraxxvideo de pica enorme socada no cu de ninfeta chorando gritandoo ai 5mincontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosme encoxaram a noite bunduda,relatos reais minha eaposa pediu pro amigo comer o cu virgem delaConto comi minha mae no celeirocilindro meloso gostosoconto gay negao casado deucontos eroticos com a tiaZoofilia com mais drenacasada meu patrão me comprou e arrambou meu cú virgemContoseroticosprimeiravezconto erotico lesbico chupa meu grelinho ai vou gozar isso não para ai ai ai to gozandodeixo penetrar sem camisinhaeróticos ah ah aaaah chupa a minha bucetinha vai ah deliciaaudios da minha safada gozandover todosos fiumi di muller sendo aregasada por jumentoCasada narra conto dando o cuanita mijando no copoloca pra fude vai logo metenputinhas de quinze anos xexo uricuiamulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigacontos eróticos mostra logo filhoconto transformado travesticomendo a japonesa contos eroticosconto erótico sequestradorescontos eroticos sou adotadaconto gay sendo estuprado em que a dor é maior que o prazerConto fio dental taradominha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoEliana vai almoçar com Maísa fode fode vai fode fode fode meu c*coroa cintura fina e coxas largas e gordascasadas que postam fotos de itanhaemcontos eroticos de pau gigante arregassando bucetasenti aquele pauzao derramando varios jatos no fundo da minha bucetaGoiás borracheiro endereço conto gay de calcinhanamorada deixou cara de pau duro contoscontos siririca praiaporno travesti rosadinha menininhaconto ela apostou o cuzinho e perdeurelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninaconto transei com meu pai na despedida de solteiraa travesty gordinha me fez gozar sem tocar no pau comtos eroticosa certinha e o zelador contoconto eroticos com a namorada e minha irma acampandocontos eróticos cheirando a bunda de mamãeDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos de travesti no onibusMinha filha se ensinuava pra mim gostosaa pra mim comtoscontos fode mesmocontos eróticos de mulheres do b****** grandeContos eroticos recem nascido (a)contos enterra tudo devagarinho no meu cuzinhocontos eroticos cuidando da minhas sobrinhas e suas amiguinhasporno mobile sequioso animal com mulheresmeu filho xerou meu cuContos eroticos ai mo seu pau ta me matando mete ai ai deliciosa aiixvidio gay coroa 82contos eróticos de irmão comendo a irmã pequenininha novinhacontos eroticos depois daquela pica a buceta da minha esposa nunca mais foi a mesmavisinhalesbicadeixei meu vizinho me desvirginar contoshomem comeno a espoza de pois asogravocê fodendo meu reguinhopapai me ensinado mamar contospintinho durinho filho bumbum amiguinhoconto.erotico.tia.sogra.cunhadaconto erotico dominando mãe e filha