Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MULHER DO MEU AMIGO

Click to Download this video!

Eram nove da manhã de hoje, domingo, 19 de janeiro, quando o telefone tocou. Fazia sol, tava um dia lindo. O Gerson me chamava para uma partida de sinuca em sua casa. Isso era comum. Ele mora aqui em Goiania, numa bela casa num condomínio fechado. Enquanto ele tomava a cerveja e cuidava do churrasquinho eu me deliciava com um suco feito por Neuzinha, sua mulher, que sempre nos acompanhava, visto que era super fã de sinuca.
A piscina era desfrutada por nás quatro, pois conosco também estava o Nelson, irmão da Neuza. Sua mulher estava na casa da mae, ele foi sozinho.
Tudo ia bem, se não fosse o celular do Gerson ter tocado. Por ser médico e estar de plantão, chamavam por ele no pronto socorro. Tinha acontecido um acidente de carro e precisavam que ele fosse imediatamente para proceder uma cirurgia, que era sua especialidade. Meio chateado, mas como era responsável, apenas comunicou que teria que ir ao hospital, mas que ficássemos à vontade que assim que terminasse viria correndo para continuar. Claro que não íamos deixar de aproveitar aquele resto de manha e a tarde deliciosa. Em quinze minutos saiu para o hospital.
Se era para ficar à vontade, como ele mesmo disse, fui direto à piscina e dei um delicioso e demorado mergulho. Sair do outro lado fui ver a pequena horta, que ele mesmo faz questão de cuidar. Seu hobby e prazer. Se orgulha e gosta de mostrar a quem o visita em casa.
Quando to voltando olho em direção ao galpão onde fica a churrasqueira e mesas o Nelson está abraçando a irmã por trás. Nada de mais se não fosse os carinhos que ele fazia e não se incomodou com minha presença. Ele alisava a barriga da irmã e beijava as orelhas dela, que afastava o cabelo e derreava a cabeça para o lado para melhor receber os carinhos do irmão. Ele quando me viu não se espantou e continuou até intensificando a esfregação na bunda linda que Neuzinha tem. Suas mãos passaram da barriga para os seus da irmã por ciima do biquíni, mas logo passaram a entrar por baixo, alisando diretamente os seios. Ela já gemia bem baixinho e vez ou outra me olhava como que pedindo a minha participação. Ainda tentei consertar a situação e sugeri que parassem, pois tavam me provocando. – não quero apenas te provocar, quero que ajude o Nelsinho. Brincou ela. Entendi, meio surpreso, não sabia que eles tinha tanta intimidade, que depois soube que eles transavam desde criança, mas que ninguém sabia disso.
Me aproximei pela sua frente e beijei sua boca sendo muito bem recebido. Lambi seu rosto e ela novamente procurou minha boca, enquanto seu irmão continuava alisando seus seios e beijando as laterais do rosto. Desci minha cabeça para chupar os seios. Levantei o biquíni e chupei com delicadeza. Minha outra mão foi para a xana, não quis atrapalhar seu irmão que mantinha-se ocupado esfregando a bunda com o cacete já fora da cueca. Desci mais para chupar agora a buceta doce e arranquei fortes gemidos dela, acho que foi o primeiro gozo. Esfreguei a a língua ao longo da racha da xoxota indo e vindo la dentro. Ela estava super lubrificada e colocou as mãos atrás da minha cabeça forçando para que eu afundasse ainda mais dentro de sua xaninha.
Nelson cortou o momento para nos chamar para uma espreguiçadeira ao lado. Ela foi como uma cadela com dois cachorros atrás. Ao invés de deitar-se de barriga pra ciima, ela com toda a tara do mundo foi ficando de quatro na cadeira e pediu: FODAM SEUS FILHOS DA PUTA. PONHAM CHIFRES NO CORNINHO, ENQUANTO ELE TÁ CORTANDO ALGUEM COM O BISTURI. Aquilo foi o bastante para meu pau doer de tão duro e me coloquei por trás. Já que ela dava a bastante tempo para seu irmão eu seria o primeiro a comer naquele momento e enfiei sem do, com ela pedindo para ir mais fundo. Meu cacete é comprido e grosso e ela parece que não se satisfazia nunca mas gozava e chorava. Praticamente gritava pedindo pica. E eu enfiava com gosto. Fazia uma cadencia rápida de vai-e-vem, cada vez entrando mais. Foram momentos que ainda não tinha imaginado. Nem mesmo de um dia fode-la, mesmo porque era esposa de um grande amigo, apesar de linda não me despertava tesão. Mas ela e seu irmão acharam por bem que eu participasse, pois to recém separado e sem ninguém,, no momento. Me deram esse presente. Ficamos mais de vinte minutos até que o meu gozo veio e veio com força. Foram jatos retesados devido ao tempo sem fuder. Uma porra quente, grossa e pastosa saiu junto com meu pau de sua xoxota. Tirei ainda sob protestos. Estava cansado, mas não tenho mais a vitalidade e energia de um garoto. Tenho que dá espaço de tempo de uma trepada a outra e hoje, foram três. Até o momento minhas pernas estão tremendo (risos). Foi muito gostoso. Sair antes que o meu amigo voltasse, mas tem uns dez minutos ele me ligou e marcou novo encontro para a semana que vem. Claro que eu vou. Provavelmente não vou poder foder sua mulher, mas na primeira oportunidade, ela vai gemer de novo na minha pica. Ela deve me ligar antes para marcar. Assim ficou combinado.
Mulheres ou casais de goiania que tiverem a fim de um coroa de cinquenta anos, que adora uma boa e discreta relação, é sá me escrever ou me adicionar no msn. Maridos que gostam de entregar sua mulher a outro será bem vindo. [email protected] . celular eu mando no primeiro contato.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos fui estudar a noite que professoracontos verdadeiro de filha de 10 aninhos dando o cuzinhocontos comi o cu da mamãecontos eroticos sou casada sobrinho prediletoele me encoxando e eu rebolandoContos de zoofilia de homem a fuder femiacomi um a menina de 14 contoconto erotico filho com vergonhacontos eroticos fiz megane com meu maridocontos eróticos mulher gostosa cuidando de menininhoscontos eróticos de bebados e drogados gaysConto erotico aos 60 anoa dei a buceta para o garotovou ja ja no meu bucetao gostosotia de saia safada contocontos eu meu tio e minha tiacontos irmâ da esposacontos encostei no onibusconto erotico masturbei primocontos punheta no negrominha esposa safada de saia deixo o vizinho a funda a xoxota delacontos coxudas de saiacontos eroticos minha sobrinha bucetudacontos eróticos minha prima foi dormir na minha casaporn marido enfachado no hospitalcontos de incestos e surubas com minha irma e minha mulher nudismo na piscinaconto erotico eu sempre te ameiconto erotico enteada brincadoviciei em cupa rola contosConto erotico esposa ver jardineiroflagrei minha mae em um dp conto eroticocontos eroticos chantagem de carnaval cunhada timidacontoscontos eroticps violada pelo papaicontos de transando com o genro timidocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos eróticos morando com filhomeu namorado me fez de putaContos virei putinha quando vi o pau duro sou homencontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaTransei com minha prima brincando de esconde escondepapai enfia no meu cuzinhoconto d patricinha c o borrscheirocontos eroticos com minha empregada nordestinairmaozinho gostoso conto gaycontos eroticos de corno no metrobolei um plano e comi minha enteada fingindo que estava dormindo contostia de saia safada contocontos eroticos espiando a senhoraadolecente perdendo a virgindade em aposta conto erotico gaycontos eroticos.sou evangelica e dei pro mecanicocontos eroticos sequestro eu e minha amigacontos eróticos teen apostacontos picante de casada sem calcinhacomo comecei a ser enrabada pelo meu cachorrocontosconto ertico lambendo buceta ela gem mtoconto erotico com meu sogro peladoquero ver um conto erótico do garoto bombadão da escola do pau de jumento transando no banheiro com amigooutro chupando os peitos da minha mulher. contosesconder esconde contos eróticos zoofilia contos eroticos homem fudendo co éguas.brconto tia velha gostosabucetadasaletecontoseroticosicontos eroticos bumda arebitadasler conto erotico fodendo mh maeminha iniciação gay contosvidios maridos foi avizado vai ser cornocoloquei ela de bruços contos de travestimeteu o dedo na minha bundinha contoconto eroticos minha mae o pedreiroporno traicao roludo conto pornocontos eroticos gosto de levar piça no cu e porradacontos cara comeu minha mulher devaga pra mim nao ver contosexibindo a esposa de biquini contosestava dando pro amante meu marido ligou casa dos contosBotei o pau na minha tia crentecontos eróticos sexo com menininhas traduzidosContos erotico amigas devendofilmando a minha sogra de saia limpando a casagorda gozando contoscontos a mulher do meu amigo queria um pau grandecontos eroticos um negro me arrombandocontos de incesto e estuproscontos eroticos vovô e netinhoscontos eroticos Fabianacontos eroticos mulhe conta.como deu a buceta eo cu