Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI A ENFERMEIRA DO HOSPITAL

Click to this video!

Olá primeira vez postando um conto da um nervoso mais a historia que vou contar é pra quem tem sangue frio e gosta de aventuras...
Tenho 28 anos moreno e não sou um tipo atlético mais deixei de ser complexado com isso e passei a perceber que nem todas as mulheres querem um saradão mais sim um homem que saiba fazer elas gozarem e realizem seus desejos,e a partir daí comecei a passar mais cantadas e também a conseguir muitas mulheres que no ditado popular diriam ser muita areia pro meu caminhão.
Meu pai estava hospitalizado e eu fui passar o final de semana com ele como acompanhante, no mesmo quarto aviam mais dois senhores internados, um desses senhores tinha uma família bem de grana que pagou uma enfermeira particular para ficar lhe acompanhando. Ela chegou por volta das 18hrs de sábado e ia ficar até as 19 hrs de domingo,no quarto tinham duas cadeiras uma ao lado da outra o que nos obrigava a estar lado a lado, ela me cumprimentou e começamos a conversar,logo ela percebeu que eu não tirava os olhos dos seu lindos peitos e que peitos,e mesmo percebendo não se inibiu e continuou conversando comigo .Falamos de tudo um pouco e eu comecei a apimentar a conversa e ela apimentava ainda mais isso foi me deixando louco até o momento em que disse a ela que estava louco de tesão e que queria beija La,ela rapidamente me chamou de louco que alguém poderia entrar e nos pegar em flagrante, eu não estava nem ai e assim que ela parou de falar lasquei um bjão nela o qual foi prontamente correspondido,os beijos continuavam mais tinham que ser bem planejados porque a todo momento um enfermeira entrava na sala para verificar a medicação dos pacientes teve até uma que desconfiou e brincou dizendo que a noite ia ser boa naquele quarto...
Como estava frio pegamos uma coberta e nos cobrimos ai sim estava feita a festa comecei a alisar o seu corpo seus peitos até chega a sua xaninha que a essas alturas já estava molhadinha e assim foi a noite inteira, ao amanhecer eu ia dormir um pouco e minha irmã ia ficar no meu lugar,quando sai pra fora a enfermeira saiu atrás de mim até me assustei quando estava ligando o carro e ela bateu no vidro,abri a porta e ela entrou me deu um beijo e desabafou comigo pedindo que eu não fosse embora sem comer ela,que seu casamento estava em conflito e que estava a um mês sem dar a bucetinha,fiquei mais louco ainda e naquele momento percebi pq gemia tanto quando eu acariciava sua buceta,eu disse a ela que seria difícil atender seu pedido pq ela sairia dali as 19 já para outro serviço e como ela mesmo havia dito seu marido é que vinha buscala mais a disse que voltaria mais tarde para pelo menos dar uns pegas no meu carro se ela quisesse.
Quando voltei a tarde ela já tinha armado tudo, ligou para o marido e disse que a patroa iria buscala e para a patroa falou que chegaria 4 hrs mais tarde pq o marido estava doente.Quando ela me contou oq tinha feito meu pau já latejava de tesão dentro das calças,ao dar 19 hrs eu estava já La fora esperando ela assim que ela entrou no carro sai como um louco procurando um motel logo achamos um e entramos nem bem entrei no quarto e ela já foi pegando em meu pau e tirando para fora já caiu de boca me fazendo urrar de tezão chupava como se estivesse mamando uma mamadeira era delicioso logo pedi para parar pq naquele ritmo ia gozar logo coloqueia de costas na cama ecmecei a lamber todo seu corpo uns peitos que até hj não vi igual não em minha frente ao vivo né...mamei como uma criança naqueles peitões ai fui direto para aquela que nessas alturas já estava pingando de tão molhada fui sugando aquela buceta e nem 2 minutos depois ela começou a gritar e gozar como louca,também né 1 mês na seca ninguém merece.Ai comecei a fazer o que mais gosto de fazer e que pelo jeito a maioria das mulheres adoram comecei a enfiar meu pau em sua buceta e a chamala de puta safada que dava a buceta pra qualquer um na primeira vez ela gemendo concordava meti uns 20 minutos e a mandei ficar de quatro o que me deu outra visão maravilhosa um cuzinho digno de ser comido com muita vontade pois era maravilhoso,continuei fodendo a buceta até que tirei o pau e encostei no buraquinho rosado ela não esboçou reação e isso foi o aval para meu pau invadir aquele buraco gostoso ela começou a rebolar e eu fui enfiando a cabeça do meu pau até que quando ela relaxou dei a estocada final ela gritou de dor e ao mesmo tempo pediu pra fodela bem gostoso que gostava de dar o cu mais o seu marido não a comia por traz fui metendo com força aumentando o ritmo comecei a bater em sua bunda e novamente a xingala disse que ela era uma vadia que não tinha vergonha de estar dando a bunda enquanto o marido estava cuidando dos filhos em casa e ela como uma vagabunda falava que seu marido era um corno e que depois de eu fodela bastante queria que gozasse em sua boca eu não aguentei aquilo que ouvi, aumentei o ritmo e logo já estava em ponto de bala tirei meu pau de seu cuzinho e coloquei na direção de sua boca pensei que ela ia abrir a boca e eu gozar de fora pra dentro mais ela abocanhou meu pau e começou a sugar logo comecei a lançar jatos de porra e gritar de tanto estase ela bebeu tudo e ainda limpou meu pau antes de ir para o banho desde então como ela uma vês por mês e a vagaba adora leitinho na boquinha essa é minha histária falou galera.....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


DESDE GAROTINHA GOSTAVA DE SENTAR NO COLO DELES CONTOScontos eróticos comendo a minha filha caçula na viaconto erotico chupando pau desde cedoContos olhando a mãe dacontos eroticos incesto vovô e titio me fuderamcontos eroticos minha tia tomando banho de solContos.eroticos.crentizinha.abusada.no.cuzinhoesposa comvemceu maridu deixa. ela da para outro..comtos eroticosContos erotico dei pro meu amigo ra comer a namorada deleENFERMEIRA  contos eróticos de mulheres casadas q já treparam com travestidespedida de solteira com noiva pegando no pau dos stripscontos de putinhas casadaconto erotico paraense en salinas paracontos eróticos com comadreContos eroticos chamo vitoria dei pro meu cumhadocontos minha mae gravida de baby doll me chupandocontos gay na marracomendo cuzinho de elanygay de rio preto de calcinhaminha primeira traiçãocontos eróticos novinha gostosa d********* para o primo gordinhosou cadela pratico zoofiliameu filho me encoxaram a noite bunduda,comendo agostoza da irpregada iu marido ligandoContos.encestos.mae.no.campo.de.futebolcontos eroticos filho fez chantagem e comeu a maeputinha submissa do tiocu atolado vestido voyeurvidios mulheres pelada mais o amigo e diz a ele pra bater ponheta na boca dela e derama galaokinawa-ufa.ru chantageadaconto chupei a bucetinha da minha sobrinha de sete anos que ficava na minha casaConto gay comendo a porquinha zoofiliacontos eroticos na praiabucetas lindascontos lesbicos princesa chupa princesacorno ver mulher gemendo dando cu aoutro casa dos conto eróticosSe masturbando conto com fotocontos amigas carentesContos fingindo dormirConto eu dei buceta para um gaycontos eróticos com vizinhameu filho mete o dedo no meu cu e eu gostoconto erotico gay meu amigo rasgou meu cucontos meire me dominaconto erotico humilhei meu maridocontos meus dois amantesvi minha tia nua contossubi a saia da e comi minha empregada vadiaprofessora recatada pagando boquete pro colega de servico contoshistória verdadeira de sexo entre homens bi sexual no banheiro metrô trem ônibusconto porno com vizinhominha cunhada uma p*** contos eróticosconto erotico homem andando fay de cueca pela.casacontos eróticos de gays novinhos bonitos loiras namorado com muitos beijos nacontos eróticos de professoras gostosas transando gostosoContos eroticos dei pro leke magrelo chamado Ricardoencoxador no tremtacou a piroca na vizinhacontos gay chupei o pau do borracheiroconto erotic pirocudo na praia de nudismogozei com a minha.irma no meu colocontos eroticos linguada no cugritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacocontos colocando menina pra. mamarrola na madrinha/contoconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigamulher crente traindo o marido conto eróticosobrinho punheta contofotus de zoofiliacontos eroticos um negro me arrombandocontos eroticos esposas arrependidasContos de incesto familiarnoiva orgia contoscontos er tioxvidiocontos eroticos novinhaleitinho no copo. contosestuproconto