Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMEIRA VEZ COM UM PASTOR ALEMÃO.

Click to Download this video!


Oi, meu nome é Kathy tenho 20 anos, tenho 1,73m de altura e peso 60 kg bem distribuídos, tenho longos cabelos castanhos e olhos cor de mel.
Tudo começou uma tarde, estava em casa traquila, esperando meu marido chegar em casa do trabalho. Fiu no canil nos fundos de casa alimentar meu cahorro, um pastor alemão, de dois anos e meio de idade.
Ele sempre foi muito brincalhão, e quando me abaixei para colocar a ração na vasilha ele pulou nas minhas costas e me derrubou de quatro no chão, na hora achei engraçado e comecei a rir. Foi então, que ele subiu em mim e senti a ponta do seu pênis na estrada de minha vagina (sempre fico nua e casa), quando tentei levantar ele investiu fortemente e me penetrou até a base, eu prendi a respiração com o susto.
Ele começou a investir freneticamente, cada vez mais forte, eu comecei a gemer prestes a chegar no orgasmos, ele me fudia cada vez mais forte, suas mãos estavam firmemente me segurando pelos quadris, suas unhas entrando na minha pele, a dor foi se mesclando com o prazer e a sensação foi ficando insuportável.
Seu pênis era descomunal, tanto de tamanho quanto de grossura, eu gemia como uma louca, as sensações estavam me matando, de repente ele investiu violentamente e enfiou na minha vagina o ná de seu pênis do tamanho de uma bola de tênis. Urrei de dor e prazer mesclados, e nesse momento cheguei ao orgasmo, que me rasgou em duas, o prazer foi violento e nem bem este orgasmo tinha acabado outro já começava a se formar no meu ventre, quando senti ele começar a gosar isso me levou ao ápice e fez com que eu chegasse novamente ao orgasmo e este com uma intensidade ainda maior que o primeiro.
Ele ficou gosando durante sem parar durante alguns minutos, seu sêmen enchendo meu utero e logo comeou a escorrer quente pelas minhas pernas, então ele se virou e ficamos de bunda com bunda, depois de um tempo senti seu pênis começar a diminuir de tamanho, logo ele o puxou e este saiu de mim com um som oco.
Eu estava tremendo, então ele começou a lanber seu sêmen das minhas pernas e logoda minha vagina, me dixando exitada novamente, ele ficou lambendo minha vagina e ânus durante alguns minutos, eu já começava a me contorcer de tesão, foi quando vi que seu pênis começava a endurecer novamente.
Ele subiu em mim de novo, e investiu fortemente, me pentrando com apenas uma estocada, ele começou a me comer com força e logo enfiou o ná na minha vagina. Eu gritei, gosando intensamente.
Me sentia como se fosse a sua cadela no cio, eu queria que ele me comece a tarde inteira, eu gemia e rebolava no pau dele querendo mais e mais, ele me agarrava forte pela cintura e metia com cada ve mais força. Eu coloquei o rosto no chão e comecei a fazer movimentos circulares sobre meu clítoris, cada vez mais rápido e gosei forte com um grito.
Depois comecei a massagear as bolas do meu cachorro, nesse momento ele começou a gosar e eu gosei novamente, fiquei com o corpo tremente e mole. Mintuos depois quando ele se desgrudou de mim, eu desabei no chão, exausta virei de barriga para cima e abri bem as prenas para ele me lamber.
Apás algum tempo ele veio pra cima de mim querendo mais, quando eu não fiz nenhum movimento para ficar na posição de quatro novamente, ele mostrou os dentes e começou a rosnar, fiquei com medo dele e briguei com ele mandando ele parar.
Isso sá serviu para irritá-lo mais, ele arrepiou os pelos das costas e rosnou mais alto, eu resolvi fazer o que ele queria, fiquei de quatro e ele me montou novamente.
Transamos mais quatro vezes, até que ele ficou satisfeito, sá depois pude entrar em casa, tomei um banho deitei na cama e dormi. Meu marido chegou algum tempo depois, acordei amarrada na cama com os braços e pernas bem abertos e ele estava observando minha vagina bem de perto. E esta estava bem vermelha e inchada de tento o nosso cachorro fodê-la durante a tarde.
Eu prendi a respiração de medo nesse momento, ele desviou o olhar de mim e olhou para a parede oa nosso lado, segui seu olhar e soltei fortemente a respiração que estava contendo. Na pare haviam pendurados vários chicotes e pás de maeira de diversos modelos e tamanhos...
Mais essa é uma outra histária que contarei em breve a vocês!
Bjão.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay mentalmulher pohen o muscolu da buceta pra foraContos vovó no banhocontos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5porno amador em festinhasparticularescontos da mãe que leva na cona e no cu do filhopegando a cunhadinha casada muito linda e gostosacontos eroticoscontos erotoco menininha na trilhaghupa ghupi porncontos de big rolaconto meu marido fez eu da para meu paiquero ler contos eróticos lojista gostosacontos eróticos vestido de langeriesContos eroticos estrupei minha filha renata por ver filmes porno de pai e filha no meu computadorcontos de esposa dando pro cunhadosafadinha dava ocupado na escola contos eróticosTrai meu marido cm minha melhor amiga contos eroticos cantos historias transei com minha sobrinha de 11aninhosContos eroticos com o rodo do banheirocontos amigo so folho pintudocontoseroticos minha sobrinha novinha gosava em silênciosobrinho punheta contoDormindo ao lado da cumhada x vcontos eróticos com bucetas grandesconto erodico holhando a visinha e tocando punhetavideo porno lanche na boca. deitada no colo do sogrocontos sexuais de jessica no carroconto erótico meu tio gosou dentro da minha bucetinha guando eu tinha sete anoscontos anal com pau animalescocontos gay meninoscontos chavecando o cuzinho da coroacontos eróticos insertos tialer contos eroticos de bucetinhas virgenscontos eroticos na viagem comi sogra e mulher no carrogazar na vagina da sogra xvidiosO amigo dele me comeu contosas gostosas passando bronzeador no seu corpinho nadacontos eroticos sasuke e sakura minha doce virgemcontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadrecontos eroticos a coroa submissacontos eroticos adoro tomar leitinho do papaihttp://transei com meu primo da roça gay contos eroticosMinha mae e minha irma se chuparam contoscontos porno travestis estupros sadomazoquismoconto sobrinho engravida tia casadacontos amante da diretora casadatiradp o cabaso da novimhacontos eroticos incesto experimentei uma cueca do meu pai pra ficar bundudaContos esposacontos eróticos putinha na madrugada na ruacontos comi a irma gravida gostosa rabuda peludaNovinha Bebi porra do meu amigo contoo p****** do metrô mulher relata conto eróticocontos pornos irmas cadelascontos eróticos Mãe Grávidas contos de menininhas sentando no colo de homenscontos eroticos com foto empregada rabuda baixinhaconto erotico pai tio e seus meninosminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contosconto supreza minha mulher coloco pirc na bucetacontos eróticos múltiplos orgasmosEu e minha sobrinha de 19 anos de idade no motel conto eroticofogosá taradao amigo hetero me dominoucontos de incesto menininhatracei a minha patroa coroaconto erotico flaguei meu marido masturbando nosso dogcontos eroticos com escravas sendo humilhadao amigo hetero me dominoucontontos eroticos fui levar meu amigo bebado en casa tracei a mulher escandaloza delecontos eroticos gemi no cacete do marido da minja amigaContos eróticos de viados que berraram nas rolasdominado corno dedos no cu conto