Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENRABADA PELO PAI DA MINHA AMIGA

Click to Download this video!

Olá, rnHoje venho contar mais uma de minhas aventuras, lembrando que são fatos reais, experiências maravilhosas que eu vivi, dessa vez com o pai da minha amiga. Utilizarei nomes fictícios. rnEu e a Ana somos amigas desde infância. A Aninha é filha de pais separados e sempre morou com o pai. Sempre foi um hábito uma dormir na casa da outra. Quando eu tinha uns 19 anos, já via o pai dela, o ?tio Luciano? ? era assim que eu o chamava - me olhando de forma diferente e eu até gostava, mas não entendia direito.rnOs anos foram passando e nos tornamos jovens mulheres, eu com 20 anos e a Aninha com 19, sempre que saíamos de balada o ?Tio Luciano? ia nos buscar e sempre fazia questão que eu dormisse na casa deles, para fazer companhia para a Ana que é filha única.rnO Tio Luciano tem 42 anos, é dono de um sorriso encantador, moreno, pele queimada do sol, cabelos, castanhos escuros e lisos, 1,80m e uns 85kg distribuídos em braços fortes, pernas grossas .rnHá uns 2 anos vínhamos trocando olhares mas um nunca dizia nada para o outro... Todas as vezes em que a Aninha pedia que eu fosse a casa dela, eu me produzia toda sempre com as melhores roupas, sapatos, perfume, etc com objetivo de chamar a atenção do tio Luciano. rnEis que um dia, ao sair da balada com a Aninha, lá estava o Tio Paulo a nossa espera... Fomos direto para a casa deles. A Aninha estava tão cansada que disse que iria dormir no banco de traz e que era para eu ir na frente ...rnAo entrar no carro o tio Paulo nos disse, olhando para mim: Vocês estão lindas! Vamos para casa, já esta tarde... ou melhor já é cedo? rnNaquele dia eu estava com uma saia curtinha, rodada, de renda preta, uma blusa meio transparente branca justinha, e uma sandália de salto de uns 10cm. rnFomos direto para casa e os olhares do Tio Paulo alternavam entre minhas pernas e o volante... sá de ver o desejo nos olhos dele, já me enxia de tesão, então não pensei duas vezes... peguei a uma das mãos dele e coloquei sobre as minhas coxas, dizendo que estavam doendo por ficar muitas horas dançando de salto... Ele me olhou de forma devoradora e não disse nada, olhou no retrovisor para se certificar de que a Aninha estava dormindo e continuou com a mão na minha coxa e começou a alisá-las. Então, eu sentei com as pernas entreabertas e ele começou a subir a mão a quase chegar na minha bucetinha que a essa altura já estava molhadinha e até latejava de tanto tesão...rnEnquanto isso eu comecei a passar a mão no pau dele, que estava duro e dava para sentir cada vez que latejava o que me enlouquecia ainda mais... ambos estávamos loucos de tesão então coloquei a mão dentro da calça dele e comecei a acaricia-lo... apenas por cima da cueca pois tínhamos que ter cuidado, por causa da minha amiga que dormia no banco de traz.rnChegando em casa, acordamos a aninha que foi tomar um banho antes de dormir... O quarto da Aninha era uma suíte então enquanto ela tomava banho de portado banheiro fechada eu comecei a me despir com a porta do quarto aberta para que o Tio Luciano me visse... Ele parou em frente a porta do quarto e ao vê-lo me olhando eu comecei a acariciar os meus seios o que encheu o tio Paulo de tesão e então, ele me arrastou até a cozinha pelos cabelos fazendo gesto de silêncio e me encostou na parede de costas para ele e meteu aquela rola gostosa no meu cuzinho. No começo doeu um pouquinho mas eu estava com tanto tesão que esqueci da dor... Ele metia aquele pau imenso inteirinho no meu cu... com movimentos cada vez mais bruscos o que me dava mais tesão ainda... Minutos depois a Aninha desligou o chuveiro, e estava tão cansada que do quarto mesmo falou em voz alta: Ka, vc está aí? Então eu respondi ?Estou na cozinha tomando um café e já estou indo dormir?, ela respondeu: OK, não vou te esperar pois estou com sono, boa noite? Eu apenas respondi ?Boa noite? Enquanto falávamos ele metia o pau de var no meu cuzinho, mas no momento em que ela disse que estava indo dormir e ao ouvirmos que a porta do quarto havia sido fechada ele tirou aquele cacetão do meu cu e disse, ?vem dar um beijinho vem... minha putinha? e eu comecei a mamar naquela rola gostosa enlouquecidamente depois ele se sentou em uma das cadeiras e eu sentei naquela rola gostosa, enquanto eu cavalgava ele beijava e lambia meus peitos aquilo me encheu de tesão e eu gozei... deixando aquele cacete ainda mais molhado, então ele me colou de quatro e disse: Eu vou encher seu rabo de porra, sua putinha! Então ele começou a comer meu cuzinho novamente, com muita força e eu gemia baixinho, num misto de dor e tesão o que o deixava cada vez mais excitado... eu conseguia sentir aquela benga latejando no meu cuzinho... pouco tempo depois senti aquele lentinho gostoso encharcar meu rabo e escorrer até minha bucetinha... rnEstávamos satisfeitos... então, fui tomar banho e dormi feito uma pedra... Na manhã seguinte apenas me restavam as lembranças de mais uma noite sensacional, fechada com chave de ouro!rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Dei minha buceta para meu genro na presença de minha filha contos femininocontos eroticos submissa chantagem casadaspornô doido p*** fazendo fio terraeróticos ah ah aaaah chupa a minha bucetinha vai ah deliciaComi minhas primas novinha e safadinha contomulhe chupa caserte do jeguecontos eróticos ele colocou o vibrador na potência máxima na minha bucetanao contive quando minha vizinha passou a bunda em mim contoscontos fui estudar a noite que professoracontos erotico frentistacontos eróticos meu marido me levou numa casa de swingcontos cornos forumcontos eroticos fui leva a gostosa da cumade beba na casa delacontobucetavirgemseduzudo e fudido contos gaycontos eroticos de casadas traindo com sogronoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos de coroa com novinhoTennis zelenograd contocontos incesto troca de filhasgosto de porra na boca contos eróticosMeu irmaozinho caçula me te penetroucontos eroticos de corno no metroconto erotico adoro da pro meu filho com a buceta sujaconto erotico meu padrinho passando a mao na minha bucetaestoria porno a fantasia do meu marido e c cornocanto erótico amiga da minha esposa dormir em casasubmetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticoconto erotico machucando o esfíncterler contos eroticos transei com miha sogra velhaconto erotico jogando game com o garotinhoprimeira vez com o primo gay contocontos eróticos infânciacontos eroticos submissa chantagem casadascontos eróticos dando por ex namorado depois de casado entrei na piroca grossa e viciei contosconto erotico pedi um desconto para o gerente e ele me encoxoutransparente e coladinha bucetinhagozei na minha sobrinha conto eroticocontos de cú de madrinhaconto erotico meu avoconto brincando de cachorrinhoConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoocontos eroticos o pastorcontos de encoxadas reais porto alegrecontos fudi minha filha evangelicafui currada na frente do meu maridoContos minha esposa com velhinhosvideo porno miss bubum da o cu e chora com o cuzinho doendobuceta de crente parte2 contocontos fui passear com minha esposa na casa de um amigo e virei cornoestou sendo chantageada mas não posso contar meu marido quantos eróticospapai traindo mamae comigo contos eroticoscomtos eroticos bebo porra de veilinhoDotado arronbando garota 19 aninhosvidios de zoofilias mostra homem acariciando uma jumenta com a mão na buceta delacontos esposa evangélica e cunhadacunhado pauzudo fudendo a sogra e a cunhada,contos e relatos eroticosContos namorada velho caminhoneirosono no cu das duas safadascontos eroticos adoro mijar na calcinhaO amigo dele me comeu contosmeu cu aberto e ardido de picacrente carente de porra na bucetacontos meu vizinho taradoSou gay e tranzei com um travest contos eroticoconto porno tempos de senzala gayo meu padrasto me arrastou pro matagal contosconto eróticos do sobrinho do meu maridocontos eróticos a enfermeira velhaContos comi a mulher de amigo bebadacontos de mulher insatisfeita com marido