Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOGRA PEGOU NO FLAGRA E ADIVINHA O QUE ACONTECEU?

Click to this video!

Olá pessoal, estou de volta aqui, sou o ?Tourão?, 27 anos, moreno jambo, 1.74 de altura, cabelos pretos curtos, olhos castanhos escuros, pernas grossas, braços fortes. rnVou contar uma histária que aconteceu em meu penúltimo namoro. Vou chamar essa ex namorada de Vaninha, era morena clara, peitos muito fartos (ainda adorava usar decote), cabelos pretos compridos, boca carnuda, olhos negros e brilhantes, bunda grande, gostava de dançar lambaerábica e de cinema. Vaninha adorava sexo, fazia de tudo para poder me dar todos os dias, nem que fosse apenas por alguns minutos, ela era tão viciada em sexo que quando estava menstruada fazia questão de me dar o cuzinho, para eu não ficar sem comer ela por causa desse detalhe, e me dava em qualquer lugar, eu mesmo não me recordo de todas as fodas, de todos os lugares que já comi ela, sei que na minha casa eu já comi ela na sala vendo filme embaixo do edredom (mesmo com alguns amigos e amigas também vendo o filme, demos um jeito de meter), já comi ela na varanda, no carro, na garagem, as vezes a gente fingia que ia na cozinha pegar algo para comer e eu é que comia ela, ela já andava sempre de vestidinho e com calcinha pequena para facilitar e me dar o cu e a bucetinha em todos os lugares possíveis, no ônibus, no trem... enfim, mas vou me concentrar nas aventuras que ocorreram na casa dela.rnEu frequentava a casa dela pelo menos 3 vezes por semana, mas a gente se via quase todo dia, já na intensão de transar, e na casa dela morava o irmão que nunca ficava em casa e a mãe que já era viúva, a mãe dela vou chamar de Rose, devia ter uns 45 anos, inteiraça, um peito farto igual o da filha, uma bunda maior ainda, meia cheinha porém bem distribuída, era loira e tinha olhos verdes. Na casa da Vaninha eu sempre comia ela, é claro, mas lá era meio mecânico a estratégia, pois a mãe dela sempre ficava conosco na sala vendo TV até uma certa hora e depois ia para cozinha jogar caça-palavras, nessa hora a gente não pensava duas vezes, já botava a Vaninha de 4 no sofá, levantava o vestidinho, chega a calcinha simbálica e minúscula para o lado, posicionava a cabeça do pau na portinha da buceta que nessa altura já estava ensopada e empurrava com força minha vara, eu metia sem pena dela, sabia que gostava de fuder então eu usufruía dessa vantagem para castigar ela na piroca, eu metia muito, o som da TV era alto e não dava para escutar o barulho do meu pau fudendo aquela buceta molhada, não dava para ouvir meu saco batendo na bunda dela a cada socada fortíssima que dava sem dá da Vaninha, ficava metendo muito, eu em pé e ela de 4, as vezes botava ela de 4 no chão, as vezes era no papai e mamãe mesmo, ali sá não dava para inevtar muito porque a mãe dela estava na cozinha e eu sempre ficava em uma posição estratégica para ver a entrada da cozinha, qualquer coisa eu tirava o pau de dentro da buceta dela e o retornava ao short, por várias vezes precisamos fazer isso, eu notava que a mãe dela sabia que eu comia a filha na sala sempre que ia lá, pois meu pau ainda ficava duro nessas interrompidas inesperadas e eu notava a sra. Rose prestando atenção na minha rola dura, as vezes sem disfarçar, inclusive um dia eu fiz meu pau ficar pulsando por dentro da calça e ela deu um leve sorriso, que não entendi direito o motivo.rnUm certo dia comendo a Vaninha nás percebemos que a Sra. Rose estava lavando o quintal, então tínhamos mais liberdade, neste dia eu maltratei a Vaninha, comi muito o cu dela, a buceta, puxei o cabelo dela e gozei na cara toda deixei ela toda lambuzada, tive que fazer ela ir no banheiro se limpar e tudo, e nesse dia a Sra. Rose viu eu comendo sua filha (apesar de achar que ela já deve ter visto outras vezes ou percebido algo), eu vi que ela estava olhando a foda e disfarçando com a vassoura, mas tomei coragem e continuei comendo a vaninha, fazia inclusive movimentos acentuados para ela ver a rola entrando, os movimentos de vai e vem naquela foda, ela ficava olhando e rindo, e quando a Vaninha foi no banheiro se recompor a Sra. Rose entrou na casa e me pegou de pau duro de novo, mas dessa vez eu não fiz questão de disfarçar, pois eu já estava olhando minha sogrinha com outros olhos, eu fingi que ia beber uma água na cozinha e esbarrei o pau duro na perna dela passando no corredor, nessa hora ela falou: ?me deixou com água na boca, eu também quero!? e na hora respondi: ?vou te arrombar mais do que quando estou comendo sua filha?, eu não perdi tempo, já botei o pau para fora e mandei ela dar um beijinho, mas minha sogra era gulosa, já engoliu o pau até o talo e ficou lambendo meu saco, com o pau inteiro na boca dela, chamei ela de puta safada na hora e ela riu e começou a mamar mais forte, segurei a cabeça dela e comecei a fuder a boca da minha sogra, a Vaninha é muito caprichosa no banho, com o cabelo dela e tal, sempre linda e cheiora, então ela demorava bastante no banho, as vezes mais de meia hora, então aproveitei, foram mais de 20 minutos de mamada da sogrinha, tirava o pau todo babado e dava na cara dela, esfregava o pau na cara dela, ela chupava feito uma esfomeada, engolia com prazer o pau era uma mamada intensa, eu puxando o cabelo, xingando ela e ela sá mamando, dava ate uns tapinhas na cara dela, batia com o pau duro e ela sá mamando até que eu não aguentei e gozei, o primeiro jato foi na cara e os outros ela direcionou na boca para engolir todo o leite que saiu, ela ficou reclamando que queria mais leite então fiquei passando o pau na cara dela levando o leite que tinha espirrado no rosto até a boca e depois dei o pau lambuzado para ela terminar de se fartar...rnDepois desse dia eu comecei a ter um trabalho dobrado, tinha que comer a filha e a mãe quase todos os dias... depois conto como foi a primeira foda para valer na sogrinha, deixei ela ardida de tanto dar o cuzinho e a buceta.rnAté o práximo conto, MSNE-mail: [email protected] rnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


podendo com a sograleitinho piruzinho bucetinha contocontos eroticos - isto e real. parte 2contos porno autoriza por no cu delaconto.minha esposa deu para 5comi ela na pia da cozinha/contoContos gay me iludiu e me comeuas meninas brincaram com meu pau contoscontos erotikos menina de menor dando o cu a troco de balanamorado mega dotado contos eroticosVilma metendo dos friston sem ser em desenho o vídeo erótico metendo sem ser em desenhocomi minha irman dos pezinhos lindos contos eroticosfotos de adoráveis travestis pirocudas nuasContos eróticos putaría no casamento noiva fode com todos os seus padrinhosminha iniciação gay contosconto meu amor meu sobrinhocasa dos contos mamaram meus seios no meu tiocontos o pedreiro me fez mulherContos eroticos gordinha gostosabem novinha virgem chorando najeba gigante contoscontos eroticos de mulher casada que gosta de trair o mardo com negoes e levar tapas na cara na frete do corninhocontos eroticos jogo de cartas com a cunhada e a sogra juntasaniversário mãe filho contos eróticosassistir agora porno alargador de buceta pica grossa e enormeapremira vez da fenandinhaanus enrabadoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto erotico tentei comer o cu delaporno gey pegando priminho adolesente e jovem tanbemconto erotico a gorda pagabdo a apostacontos erótico Parámassagem no jogador conto bissexuaisconto prima virgem da buceta ensopada dormindo na minha camaconto zoofilia neroseduzudo e fudido contos gayContos safadesas com o pedreiro novod contos eroticos incesto orgamos titioMinha noiva exibida e gostosa na academia - Contos Eróticoschorei mas dei o cu contoscontos eroticos maduras eu e minha amiga gostamos daquela piça pretacontos eroticos me comeram na frente da minha casaengravidei de outro conto eroticocontos putaria de crentesmulher casada crente relata que da o cu para outro/contos recentescontos eroticos empregadinhas cagando no pau do prataobuceta inchada da cunhada...contoscomo convenci minha filha me dar sua virgindade conto eroticopassinho de várias lésbicas se chupando uma volta sem pararmae me seduziu de calcinha conto eroticodei minha buceta pra pagar os pedreirosconto erótico comendo o passivo de calcinhanovinho da pica gigante atolando no mulequeinhocontos gay o menino que era um femea escondidocontos eu dancando funk para o titioconto erotico com pedreiro velho coroa grisalho peludoconto me vingando do namoradocontos erotico encesto femino eu cgupo minha filha desde os 2 aninhismeu pai fogoso contocontos eroticos - arrombando cuzinhoporno mobile sequioso animal com mulheresConto tia a massageava o pau contos eroticos de sao joaocontos eróticos vovó me comeuconto erotico barbudo fudendo bucetaConto sogra magrelinha gosta de orgiacontos eroticos abuzei de minha irmazinha com ela dormindocontos d cachorros mamandowww.filha caçula da cu pro pai pauzudovideo porno miss bubum da o cu e chora com o cuzinho doendocontos eroticos abuzei de minha irmazinha com ela dormindoassisti vídeo porno de mulher de chortinho curto depano fino ela dentro de casachantagiei a colega de trabalho e comi ela contoscontoseroticos comi minha mae dopada por mim