Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A BRIGA DO CASAL

Click to this video!

Olá amigos! Estou aqui mais uma vez prá contar mais um conto verídico que se passou comigo.rnFoi neste carnaval de 2012...Estava meio cabisbaixo com uma brigas com minha esposa e como ela foi passar o carnaval com a mãe dela e levou as crianças, eu fique chateado, porém livre.Liguei prá um amigo meu que falou de um churrasco na casa de uma amiga em comum nossa. Marcamos e fui lá buscar ele no local combinado e partimos para casa desta amiga. Chamarei ela de Magna (fictício), Mas ao chegarmos, levamos cervejas, colocamos ascervejas no freezer, e ficamos pela festa; Haviam algumas pessoas que não conhecíamos. Fato que eu e a Magna já havíamos nos pegado algumas vezes, mas no entanto, estava de olho em outras pessoas por lá. A festa foi rolando maneira e fomos devidamente apresentados aos demais e começamos a brincar com todos. Havia uma menina, Andressa( fictício), que estava com o namorado, e ficavam sempre juntos, daí começou a rolar um funk e as meninas começaram a dançar e requebrar até o chão...O namorado da Andressa não gostou muito, pois a rapaziada estava de olho.Com o passar das horas e o papo rolando, ela resolveu pegar no meu pé dizendo que eu não dançava, que estava meio paradão, então quando começaram as músicas dos anos 90, comecei a dançar com a galera, depois colocaram um funk novamente, e o namorado dela havia ido buscar mais cervejas juntamente com o marido de Valkíria, Eu continuei na pista dançando, mais pelo fato de ter bebido e com isso ela veio em minha direção e ficou de costas prá mim e dançando. rnteve uma hora que a música começou um tal de ? empina, empina?, e ela sem a menor cerimônia colocou as mãos no chão e sem encolher as pernas ficou esfregando a bunda na minha rola, que no mesmo instante deu sinal de vida, com ela esfregando a bunda em mim...rnFicamos dançando e ela esfregando, quando o namorado dela chegou e viu a cena. Nossa o cara fez um puta carão de bravo, chamou ela e foram pro lado de fora e meu amigo, veio me falar que tava feia a coisa que o carinha estava puto, que ela vacilou coisa e tal. rnfiquei na minha e os dois voltaram, mas percebi que ela não sentou ao lado dele e que foi se achegar com a Valkíria, depois foram prá dento da casa da Valkíria e o carinha se despediu da rapaziada e foi embora...rnMas a festa continuou rolando e meu amigo já se pegava com a Valesca, uma loirinha gostosa prá caceta, mas estavam nos beijinhos e passadas de mãos de boa...rnMe deu uma puta vontade de ir ao banheiro e Valkíria me indicou o de dentro da casa, então eu fui entrando e me direcionei ao banheiro. Ao sair depois de mijada, passando pelo corredor, escuto uns choramingados e vou dar uma olhada, e era a Andressa, deitada de bruços com o bundão empinado dentro de um shortinho jeans. Perguntei prá ela se se podia fazer alguma coisa e ela pediu que eu conversasse com ela, pois estava se sentindo chateada e coisa e tal. Falou que o namorado dela havia terminado com ela, que ficou puto de ver ela dançando comigo e tal...Sentei-me na cama e coloquei a cabeça dela em meu colo e fiz uns cafunés, falando que isso é maior bobeira, mas que depois com calma os dois se entenderiam...Ela então falou que não queria mais se entender com ele, e eu falei melhor, pois havia dado conta do que queria...rsrsrs. Enfim voltamos prá festa e continuamos dançando, mas desta vez ela resolveu dançar e se soltar comigo...daí então ela olha prá mim e diz, Você que foi o culpado da minha separação, pois eu fiquei louca de tesão, ainda mais com que a Magna me falou de você. Então ela me deu um beijo na boca, mas rápido, não deu nem tempo de reação. Quando colocaram um pagodinho, ela veio e me abraçou e colou o corpo junto ao meu e começamos a dançar e foi inevitável minha ereção, ela percebendo se esfregava ainda mais e começamos a nos beijar deliciosamente...Eu sentia a língua dela dentro de minha boca buscando a minha língua. Ela disfarçadamente desceu a mão e procurou minha pica que estava dura como ferro, e deu uma apalpada sentindo ele duro e disse em meu ouvido: Nossa, que delícia, vamos lá dentro...rnEla saiu como se fosse ao banheiro e entrou, uns minutinhos depois eu fui...Encontrei ela no corredor e ela me disse vamos pros fundos, pois tem casal no quarto ( era meu amigo que estava comendo a loira, a Valesca), mas ao chegar nos fundos, em uma área de serviços, ela foi me empurrando prá um sofá velho que estava ali e me colocou sentado ali e subiu em meu colo e ficamos nos beijando e acariciando. Fui passando minhas mãos nos seios dela (pequenos, mas deliciosos), e os tirei de sua blusa e comecei a chupar os biquinhos, e ela beijava meu pescoço, minha orelha, com as mãos eu passava no bundão gostoso dela, que ficava esfregando em mim . Eu a coloquei deitada no sofá e desci beijando seus seios, barriguinha,e deparei-me com a bermuda jeans, que desci junto com uma calcinha preta de renda. Beijei a virilha dela que contorcia e jogava o quadril de encontro ao meu rosto. A bucetinha dela rosadinha e bem molhadinha, me dava uma visão maravilhosa.Enfiei minha lígua na bucetinha dela que gemeu forte e com uns cinco minutos comigo chupando a bucetinha e passando minha língua no grelinho dela ela segurou forte minha nuca e puxou de encontro a buceta dela e começou a tremer e gemer coisas desconexas tipo...Aiiiiiiii chupa! to gozando na sua boca!!!! Chupa delícia!!!!!! Aiiiiiiiiiii AHHHHHHHHHHHHHHHH!! rnE começou a dar solavancos com os quadris de encontro a minha boca e depois caiu molinha no sofá... Tirei minha bermuda e coloquei meu pau duro como rocha e bati no rosto dela e disse chupa gostoso, vai...Ela abriu a boca e engoliu a cabeça da minha rola e deu uma chupada forte que nooossa! Então ela segurou na base do meu pau e começou a passar a língua por todo ele e enfiava na boca e tentava engolir todo, mas acabava engasgando. Ela salivou ele bastante e chupava tudo deixando limpinho, então eu a virei de costas prá mim, com o rosto prá o encosto do sofá...Ela empinou a bundinha, Nossa que visão era aquela, uma bocetinha rosadinha e um cuzinho depiladinho, hummmmmrnDei uma chupada da buceta até o cuzinho e ela olhando prá trás dizia : Enfia, vem fode essa putinha!!rnColoquei a cabeça da rola encostada na entradinha da bucetinha e deixei ir deslisando devagarinho prá dentro.rnEla começou a rebolar e gemer: Ahhhhhhhhh!! Isso fode essa buceta, fode!Soca forte! Forte!! Machuca essa bucetinha Hummmmm Ahhhhhhhhh!!!rnEu cadenciei o ritmo das estocadas e segurava ekla pelo cabelo puxando forte fazendo ela ficar sá com os joelhos apoiados no sofá. E ela gritava e pedia prá fuder forte...Até que ela começou a ficar mole...sentia o corpo dela não respondendo mais as minhas estocadas..Ahhhhhhhhh! to gozandooooooooooo!!!Ahhhhhhhhhh!! Issooooo Ai iiiiiAhhhhhhhhhhhhhhh! rnEntão ela se jogou prá frente, apoiando o corpo no encosto do sofá e olhando prá trás dizia, eu sabia que você era gostoso (palavras dela),Estou molinha!!!rnE eu ali com a piroca dura sem ter gozado...Olhei pro cuzinho dela que piscava por causa do gozo forte e meti minha língua, e comecei a lamber aquele cuzinho delicioso. Ela voltou a gemer e rebolava aquele bundão, falando: Ahhhh! Safado! você não sussega!AhhhhhhhhhhhhhhhrnEla então falou: Vem come esse cuzinho, mete tudo!!!Seu safado!!Fode esse cuzinho!rnNão esperei outra ordem, me posicionei atrás dela e apontei a cabeça da rola pro cuzinho dela, e fui forçando...Ela então olhou prá trás e com uma carinha de carente disse: Shiiiiiiiiiiiii aiiiiiiiiiiiiiiii devagarrrrrrrrrmmmmm!!!rnQuando a cabeça passou, ela deu uma rebolada e eu fiquei ali imável, fazendo um carinho nas costas dela...Ela então depois de uns dois minutos rebolando jogou o corpo prá trás e fez minha rola sumir inteira no cuzinho dela, com um gritinho abafado..ahhhhhhhhhhhhh!rnSegurei nos cabelos dela com força e fui enfiando e tirando, havia vezes que deixava sá a cabeça dentro e voltava com tudo prá dentro daquele cuzinho que apertava minha pica, parecendo mastigar ...Ahhhhhhhhhh!! Que pica gostosa! Fode esse cuzinho, fode!!! Isso Aiiiinnnnnnnnnn! Huuuuuuuuuuushhhhhhh!acariciava o peitinho dela e as vezes dava apertões nos mamilos, até que não aguentandio mais avisei que ia gozar...ela saiu rápido da minha pica e sentou segurando minha rola e abrindo a boca...Enfiou sá a ponta da cabeça na boca e despejei uma quantidade enorme de porra na boca dela, que sugava na busca da última gota. Nisso olho pro lado e vejo Valkíria chegando a porta, e sem graça disse: Pô foi mai!! e foi saindo novamente...rnNos recompomos e voltamos prá festa, onde a galera ficou zuando, onde vcs tavam heim???rnMeu amigo também já havia voltado.. e a festa foi rolando e depois ainda fomos prá um bloco perto do centro de Campo Grande- RJ.rnAté a práxima!!!rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


lalargado na bucetacontos uma menina me seduziuacabei comendo meu amigoa calcinha toda travada no rabocomo enraba uma colega. de trabalhocontos Surpreso em ver tia sem calcinhatenho traços femininos cu conto eroticoContos eroticos corno submissoconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhaConto minha filha so anda de fio dental em casaConto erótico me deu sonífero comeu minha bucetacontos eroticos diversos safadeza e assanhamentoContos não consigo deixar de pensar naquele pau enormeconto peguei a coroa dona do cormecioContos de novinho chupando kct de caminhoneiroconto gay fui feliz em salvadorMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,fotos de fodas de buceta gostosa do precinpio ao fim todas as coloca?.conto erotico amigas chupei cunhadacontos de coroa com novinhominha prima malcriada contofudendo a empregada rabuda negra com fotos contoascoroa cintura fina e coxas largas e gordascontos eróticos gordinhas na ginecologistacontos eroticos cuspe punhetapernas grossas dosexocontos eroticos na piscina com a famila todos nus no reveionchupando até ela gozar dirá cx aodcontos fidi minha cunhadinha de onze anosvideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosocomi minha sogra rabuda q meu sogro nao comemulheres que estejam dispostas a fazer zoofilia que mora no Rio Grande do Sulcontos eroticos peguei minha cunhada dormindoconto erotico cachorro lambe pauanus enrabadoChantagem com mulher de salto conto eroticocontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeovápornô com cavalos mangalarga fazendo com mulheres no cavaletefui comida feito puta e chingada de vadiaporno de tia cabelo cachaedo loira meia idade peluda com sobrinhoprovoquei o velho e fui fudidacontos incesto de cumadreOs travestis qui São quaz mulhercontos eróticos orgias bicontos fui banha no rio e minha tia foi atrazcontos suruba inesperada com a esposa e travesticoroa me rasgou contocontos eroticos fui comida pelo meu inimigoContoseroticosprimeiravezcontos xupo pau desde novinhocachoro da familia gozando detro da buseta da mulhetava me masturbando e meu namorado chego e me chupoucontos minha tia viuva sua amiguinhacontos eroticos glaucia cdContos de putas safadasmendigojumentocontos eroticos flaguei minha mae dando também quis cumer sua bundaPapai derramo leitinho na minha cara contos eróticosf****** e chupando pela primeira vez seu namorado na estrada desertacontos eroticoslingua no cucontos eeroticos peguei minha sogra no flagracontos eroticos mamem fudendo com filho na fazendaContos eróticos picantes pecados na igreja com padresru e a amiga da minha esposa contoContos eroticos chiando na fodaemcabeçando no cu bucetacontos eroticos de cornos bravoscontos eroticos gays zoofiliameu cachorro mecomeu a forcacontos de negão advogado comendo loira clienteContos eroticos de padreContratei um travestir e ele comeu meu cu