Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O DIA EM QUE FODI MEU LEITOR...

Click to this video!

Olá pessoal meu nome é Lucas, sou gaúcho da região central do estado, tenho 37 anos, casado a 19 anos, moreno claro com pelos espalhados pelo corpo, cerca de 1,80 cm e corpo bem distribuído, não sou malhado mas digamos que estou satisfeito comigo mesmo. Minha esposa é professora em uma cidade vizinha então ela passa os dias fora eu sou engenheiro e tenho uma empreiteira... rnrnAo escrever o primeiro conto nunca imaginei onde ele poderia me levar e nem como conheceria tanta gente legal que dividiu comigo experiências, duvidas, desejos enfim, historias de vida. Esse conto é justamente sobre uma destas pessoas que acabei conhecendo aqui: Ricardo!rnrnFoi dele o primeiro e-mail que recebi, muito gentil e educado dizendo que havia gostado muito do conto etc. e tal... Passei contatos para ele afim de que pudéssemos nos conhecer e formar uma amizade. Ele se descrevia como um rapaz de 35 anos de uma cidade práxima a Porto Alegre, mas que aparentava cerca de 25 anos, ?inchadinho? de academia, e com uma vontade imensa de ir pra cama com outro cara, pois não tinha experiência tirando alguns sarros de infância com um amigo, e falava também que devido as contingências do dia a dia e da sociedade nunca passava disso: vontade ! Ele sempre deixava claro que gostava de mulher, inclusive já tinha ate morado com uma ex-namorada e não dispensava uma boa xaninha. Eu o entendi perfeitamente afinal também tenho a mesma situação, ficamos naquele bate papo que invariavelmente acabava nos deixando de pau duro e terminava em punhetas deliciosas...rnrnNeste feriadão de páscoa recebi a noticia que minha irmã que mora em Lageado cidade práxima à dele precisaria passar por um procedimento cirúrgico e me pedia pra ficar na casa dela enquanto estivesse hospitalizada, aceitei na mesma hora, já pensando em unir o útil ao agradável, pois minha esposa queira ir visitar a mãe dela em Poa na páscoa. rnrnEntrei em contato com ele e perguntei se gostaria de vir a Lageado no sábado pra gente sair tomar alguma coisa e ver no que dava... Notei um certo receio da parte dele afinal a gente sá se conhecia de msn mas acabou aceitando. Combinamos que ele viria de ônibus e eu o pegaria na rodoviária. Assim aconteceu, passei em Porto Alegre deixei minha esposa lá na sexta feira e no sábado a tardinha lá estava eu de coração na mão esperando um cara que não conhecia na rodoviária de Lageado. Quando o ônibus que vinha da cidade dele parou liguei o meu radar pra captar a presa kkkkkk, quando vejo um belo rapaz descer com uma mochila nas costas, aqui vale a pena descreve-lo para que vocês possam ter uma noção de como era o diabo: moreno claro, cerca de 1,77m, uns 70 kg, magro porem com o tárax forte braços definidos sem exageros, cabelos crespos pretos, cortado quase ao estilo militar batidinho dos lados e despojado em cima fazendo estilo ?to nem ai? mas que a gente sabe que quem usa passa horas tentando arrumar kkkkkk... e os olhos, ah os olhos!! Moreno de lindos e profundos olhos verdes que dependendo do jeito que ele olhava pendiam para o azul, enfim olhos de perdição como eu defini mais tarde kkkkkkkkkk, ele usava uma calça jeans dessas que estão na moda levemente apertada que ressaltava as coxas e uma bundinha arrebitada de dar água na boca e uma camisa da ellus, branca justinha, estilo ?papai to fortinho?, kkkk quem visse ele assim estilo garotão diria que ele era meio marrento, um típico garotão sem nenhuma pinta de gay, fiquei meio na duvida se seria ele mesmo me aproximei e chamei seu nome:rn-Ricardo?!rn-Lucas?!rnCumprimentamos-nos ainda meio tímidos, pela situação, e o convidei pra irmos pra casa, ele entrou no carro e começamos a conversar no trajeto.rn-Nossa você parece muito mais novo do que se descrevia, disse para ele pois apesar dele ter apenas dois anos a menos que eu ele realmente aparentava bem menos idade.rn-Todo mundo diz isso, ria ele ainda um pouco embaraçado.rn-E ai? Nervoso? Perguntei.rn-Bastante.rn-Calma não vai acontecer nada que você não queira, tentava tranquiliza-lo, já bastante excitado pelo ambiente e por aquele cheiro amadeirado proveniente do perfume dele... Passei minha mão na coxa dele, apertadinha naquela calça justa, notei que apesar dele estar nervoso já estava de pau duro também...rn-Eu sei, é que a situação é nova pra mim...rn-Também não sou tão experiente assim Ricardo mas deixa rolar gatinho você vai gostar, te garanto!rnChegamos em casa depois de uns quinze minutos de conversa intercalada de investidas minhas e bate papo normal...rnQuando entramos ele ficou esperando enquanto eu trancava a porta, e quando me virei ficamos frente a frente, dava pra sentir o clima de tesão crescendo no ambiente aquele olho dele de garoto assustado me deixava doido de tesão, esqueci que ele era um homem já e desejava aquele garotão, meu pau endurecia sob o tecido da minha calça ficando impossível não ser notado, tenho 18cm de pau, bem grosso e cabeçudo totalmente desenhado no tecido, estava com tanto tesão naquele cara lindo, que não hesitei dei um passo pra frente colando ele contra a parede impossibilitando qualquer tentativa de fuga da parte dele, senti a respiração acelerada dele o hálito de menta, segurei as mãos dele pra cima na parede e suguei o pescoço dele com força como se fosse um vampiro enlouquecido, ele derrubou a mochila e gemeu, entendi o gemido dele como um sinal afirmativo de que podia continuar, e não me fiz de rogado levantei a camisa dele e chupei o peitinho dele mordendo seu mamilo, notei que seu peito era liso delicioso, gostoso, cheiroso, sua barriguinha era levemente definida dava pra sentir os gominhos por baixo da pele, pele que agora eu explorava sem o mínimo pudor.rnArranquei minha camisa, colando pele com pele, sentindo o calor dele no meu peito, aquele garotão marrento e machinho, se entregava.rn-Vou te fazer minha puta! Tua vai ser minha mulherzinha essa noite...rn-Eu quero! Dizia ele gemendo com minhas investidas...rnAbri meu zíper e sem tirar minha calça puxei meu cacete pra fora e coloquei a mão dele em cima.rn-Pega moleque, punheta teu macho...rnSenti que ele apertava meu pau, sua mão não conseguia fechar em torno dele, ele estava de olho fechado, senti ele tracionar a pele do meu pau arregaçando a cabeçona babada, o cheiro de sexo estava espalhado no ar...rnAli estava eu: em pé na entrada da casa de minha irmã, numa cidade que não era a minha, com um garotão segurando meu pau me punhetando e gemendo.rnrnComo ainda estávamos encostados na parede segurei sua bunda por baixo e mesmo sendo praticamente da mesma altura levantei ele colocando-o a cavalo no meu cacete, ele prontamente enlaçou minha cintura com suas pernas, ficando cara a cara comigo, sentia meus pelos arrepiados devido ao contato com aquela pele dourada e lisa exalando aquele perfume gostoso...rnSem pensar duas vezes colei minha boca na dele que não esboçou qualquer reação contraria, com volúpia deixei minha língua desbravar aquela boca quente e umida, senti suas unhas cravarem nas minhas costas ...rn-não me arranha safada ...rnEle apenas sorriu sacana, como que dizendo: hoje você é meu também...rnLarguei ele no chão...rn-me chupa...rnEle ficou parado, a minha frente me olhando firme como a me desafiar.rn-Vai! Chupa teu macho, putinha!rnA mão dele em volta do meu pau punhetando lentamente, coloquei minha mão no ombro dele e fui abaixando ele na minha frente, meu pau em riste apontando pra cima, a cabeça brilhando, meu corpo estremeceu quando senti os lábios dele envolverem a cabeça do meu pau, ele sugava como quem chupa um pirulito, forçando os lábios como se a cabeça fosse uma chupeta enquanto punhetava meu pau com uma mão e a outra deslizava em minhas costas so com as pontas das unhas...rnEstava no céu com aquele garotão dominado, de joelhos, na minha frente mamando meu cacete que mal cabia em sua boquinha, até que ele me surpreendeu, segurou fortemente meus quadris e engoliu o maximo que podia meu cacete, senti a glande tocar sua garganta, nossa! Quase gozei, de tanto prazer!rnrn-Isso minha vadia, engole tudinho, arranca leite do teu macho, vai...rnLevei-o até o sofá, retirei sua calça expondo sua cueca branca totalmente esticada pelo volume de seu pau muito duro. Puxei pra baixo libertando um pau lindo de uns 19 cm grosso, pois mal conseguia fechar minha mão ao redor dele, levemente inclinado para a esquerda com pelos aparados bem curtinho deixando ver a pele, em torno da rola dele...rnDeitei no sofá puxando ele pra cima de mim, num belo 69, ele avidamente buscou meu pau engolindo a cabeça e deslizando sua língua em toda sua extensão, chupando e babando muito nele.rn-Isso minha putinha baba bastante que assim vai entrar melhor ! Sacaneava elern-Quero todo teu pau dentro de mim Lucas .rn-Vou te deixar arrombado meu putinho, vou te deixar arregaçado!!!rnrnComo eu estava com a cabeça apoiada no braço do sofá com ele deitado sobre meu corpo chupando meu cacete tinha uma visão ampla daquele cuzinho tão desejado... Aproveitei pra preparar o terreno para minha investida, abri bem a bundinha e tive uma linda visão do seu botãozinho, apertadinho, piscando rodeado de pelinhos ralos, não tive duvida cai de boca. Ao acertar a primeira linguada bem no meio do seu cuzinho senti ele curvar o corpo todo, como se tivesse sentido um choque, acompanhado de um gemido alto, me entreguei ao trabalho de abrir aquele moleque pra lhe dar todo o prazer possível, chupei aquele cuzinho, sentindo cada piscada dele na minha língua, forçava a minha língua contra sua entrada e vi que ele estava gostando muito pois abocanhava meu pau com muita volúpia quase me levando ao gozo. Ao mesmo tempo que forçava a entradinha dele introduzia meu dedo naquele buraquinho virgem .rn-Perai que trouxe uma surpresinha pra você meu putinho.rnFui até o quarto e voltei trazendo um plug anal pequeno e um tubo de lubrificante, coloquei ele de 4 em cima do sofá e lambuzei bem o rabinho ouvindo ele gemer baixinho, a visão era linda: ele de quatro, com aquele rabão empinado pra cima, aquele cuzinho já inchadinho de tanto tesão, piscando sem alivio, lubrifiquei o plug e introduzi nele fazendo ele se arcar de dor e prazer, rn-calma gatinho isso vai facilitar as coisas, relaxa e aproveita, disse a ele enquanto retirava e tornava e colocar o plug nele, sá vendo aquele cuzinho ir se dilatando cada vez mais ...rn-Ai meu macho, fode esse cu, vai me deixa arrombado..rn-Putinha safada, toma nesse cuzinho, se abre pro teu macho...rn-Ta gostoso, enfia mais vai ...rnDizia ele já fazendo movimentos de rebolar no consolo e punhetando meu pau com uma das mãos.rnQuando achei que ele já estava no ponto, encapei meu pau que a esta altura babava sem parar, lubrifiquei o bicho e encostei na portinha do cuzão, que apesar do plug ainda estava muito apertadinho. rnEu em pé ele, de quatro no sofá.rn-Morde a almofada garotão sou socar esse teu rabo agora...rnDisse empurrando a cabeça do pau rabo adentro...rn-para! Ta doendo muito...rnPedia ele choramingando, se ele soubesse que isso sá me dava mais tesão teria ficado quieto kkkk.rnColoquei uma das minhas mãos nas costas dele empurrando a cabeça dele para baixo e com a outra segurava a pica na entradinha do cuzinho que tentava resistir ao invasor...rn-Relaxa gatinho sá dái a cabeça ...rn-Ele gemia com a cabeça enfiada na almofada e aquele bundão empinado pra mim, que visão linda, aquele machinho marrento do inicio de queixo erguido sendo subjugado pelo meu cacete. Não queria machucar ele, sabia que meu pau era grosso, mas o tesão não me permitia deixar a presa escapar... Era tarde pra voltar atrás...rn-Relaxa meu putinho, abre esse cuzinho que não dái...rnA cabeça entrou, senti o esficnter anal pressionar meu pau logo abaixo da cabeça e como apertava, tinha que me controlar pra não gozar, pelas contrações daquele cu... Esperei ele relaxar e a dor aliviar, quando senti ele dar uma mexidinha vi que era hora de consumar o ato, segurei as ancas daquele potro xucro me firmei, e empurrei firme ate o final, sá parando quando senti o saco encostar naquela bunda gostosa, o anelzinho dele estava dilatado ao maximo, escorria uma lagrima daquele lindo olho verde, colei meu corpo ao dele ficando quieto, sá beijando seu pescoço, sua nuca,, sentindo o cuzão morder meu pau, esperando o momento certo de bombar meu garotão marrento, que gosta de bucetinha mas a partir de hoje também ia curtir um rolão no rabinho ...rnSenti ele mais relaxado, comecei um movimento leve de vai e vem, ele gemiarn-Aiii meu cu seu puto ? me diziarn-Calma gatinho, relaxa seu cuzinho agora, a dor vai passar,, - falava e ia pistonando de leve ...rnQuando senti ele empurrar a bunda em direção ao meu corpo entendi o recado, ele queira pau...rnComecei a acelerar os movimentos, coloquei mais lubrificante no cuzinho dele e bombei pra valer, quando puxava tinha sensação que ia virar o macho pelo avesso e empurrava de novo sem aliviar a pressão.rnEle gemia de tesão ...rn-Ai me come, me fode, empurra esse caralho pra dentro do meu cuzinhorn-Viado safado, gostoso, toma rola, seu puto gostoso, que cu apertadorn-vou te deixar sem sentar viado, sua puta safada...rn-Meu gostosinho, mexe no meu cacetão pede pau pede ...rnEle transformado gemia na vara como uma piranha safada, tomando rolarn-soca tudo meu gostoso, me enraba, quero sentir teus saco batendo no meu rabo!!!! Pedia ele, Fode com força!!!rnSem tirar meu pau de dentro virei ele de frente pra mim num belíssimo frango assado, onde podia beijar aquela boca que até agora a pouco me desafiava a lhe possuir...rnMexe meu putinho gostoso, abre esse cuzão, que vou te encher de porra ..rnEstocava fundo, enfiando e tirando rapidamente, quase saia pra fora e tornava a enfiar fundo, beijava aquela boca linda com voracidade e luxuria, éramos dois demônios do prazer, fodendo como dois animais no cio, estoquei fundo e senti ele se contraindo. Estava gozando sem tocar no pau, o movimento da cabeça do meu pau pressionando sua prástata, induzia aquele homem ao gozo pleno e total, seu liquido seminal escorria fartamente, o barulho do meu pau naquele cu era algo louco, era o som do prazer mais intenso que dois corpos poderiam alcançar, as contrações do cuzinho dele no meu pau, apressavam meu gozorn-Ahhhhhhhhh tesão!!!!!! Isso ... Shhhhhhhhh ........ aperta o pau do teu macho, morde o cacete do teu homem......!!! mexe mexe minha puta........rn-me fode, Lucas, me abre ao meio, enfia teu cacete em mim.rn-Vou gozaaaaarrrrrrr!!!!!!!!!!!rnEstoquei fundo, ele sentiu a dor, pela expressão em seu rosto, mas não era so dor ele havia alcançado o orgasmo novamente me abraçando com suas pernas cruzadas no meu quadril me puxava pra dentro dele com se quisesse que eu entrasse inteiro dentro dele, cravou suas unhas em minhas costas e urrou de prazer, eu estava alucinado, esporrei uma, duas, nem sei quantas vezes dentro dele, achei que ia estourar a camisinha, o cuzinho dele estava inchado, vermelho, aberto, numa palavra : lindo!!!rnO trabalho tinha sido feito!rnMeu pau pulsava dentro dele amolecendo devagarzinho... escorregando pra fora daquele ninho quente e gostoso, Ricardo amoleceu e pela primeira vez na noite ele tomou a iniciativa e me beijou, beijo quente molhado e cheio de tesão.rnO meu machinho marrento, era minha putinha agora... rnOlhei para ele sorrindo e disse:rn-Poxa vida, e agora como vou explicar as costas ? kkkkkkkkrn-Te vira, porque a noite ainda não terminou e eu quero mais, falou ele com o sorriso mais sacana do mundo, olhava para ele e via um homem satisfeito, consciente de suas escolhas, mas agora aberto também a novas possibilidades, mas como ele disse a noite apenas começara, e não pretendia desperdiçar aquele cuzinho recém estreado, mas esta é uma outra historia...rnrnFIM!!!!!!!!rnrnQuem gostou, vota no conto!rnQuer mandar sua sugestão de conto ou apenas conversar manda e-mail para [email protected]ç a todos!!!rnrnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos chupando o pau do tio da creccontoseroticos desde pequena adoro dar o cuzinhocache:AQRime9uCcEJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria_9_5_zoofilia.html cnto mulher de ssia entra no cineporno pela primeira vez e deu para variosemtiada fas sexo e masseje em padratocontos eroticos mulher feiaFamília contos eróticosrelato erotico meu filho gosa nas calcinha minhascontos porno dei boa noite cinderela para meus pais e comi minha maeeu punhetei um estranhonovinha de calcinha fudendo com velho contoscontos eroticos comi toda a familiaconto erotico estupardocontos eroticos noivas.boqueterasso contos de gay fazendo as maiores loucuras aronbando o cu bem aronbadocontos eróticos de empregadasAi ai minha bucetinha contoscache:AYqusiFpMvIJ:tennis-zelenograd.ru/conto_17477_minha-infancia-com-minha-prima-.html conto erotico minha vo ficou de sutiasentando no colo da irma sem cueca-contosviadinho loirinho bundudo minha mae putinha contos eroticospegado carona um casal com camionero contos eroticoMinha filhinha conto eroticocontos eroticos hospital a tiacontos eroticos de sogra carenteConto carona de trabalho leva amiga da minha mulhercontos eróticos chuva molhadafudendo as eguinhas e.novilhas na fazenda contos eróticoscontos porno esposas estuprados submissosconto peguei putinha van escolarComto erotico picanti de Padre lanbendo xanacontos eroticos crente coroa peidando no pauhistoria erotica conto uma estoria verdadeira como meu sogro me comeu gritei ele era cavalo me comeuafilhada carente contogozando na mão da menina - contos eroticosconto gay tio paciente comendo o novinho devagarinhoContos eroticos cofrinho pique escondeNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos eroticos comi duas professorascontos reais/viciei minha priminha pros amigosFui confessar e comi a madre contoscontos eroticos senhora do quadril largocontos eroticos fudendo a mae travesticontos eróticos​, praia de nudismoContos fiquei bebada e pedi pro meu marido me levar no puteirocolocando devagar na bundinha vestidinhofingi que estava dormindo e cimetam meu cuTatuagem na xoxota contosContos eróticos picantes pecadoscontos gay descobri a mulherzinha que havia em mimmeu marido é um corno muito especialdividi minha mulher com outro comto eroticocontos mais exitantes q ficamos exitadissimosswing porno mulheres vao sem calcinhacontos coroa 58 anos pau grossomalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contocontos quase birelatos eroticis minha esposa eu e nossa amiga LuJoão e chupando piru mesmo tempocontos eróticos esposa tímida no swingvideos de sexos melado de margarina no cucontos eroticos de namorada fazendo sexo pelo celular com o namoradocontos eróticos mete um milho na bucetaconto erótico cabecinha do greloxvideos.an.tigos.minha.entiada.miprovocacontos eroticos comendo cu da amiga e da mae delasem cadastro zoofilia sai mijando leitecasada pelada em lugares movimentados contoscontoseroticos comi minha mae dopada por mimconto erotico meu patrão i o gerente comeu minha esposaconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticosmulher sentando na embragem com o cu e buceta contos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.contos gay sentou no colobeto cunhado contos eroticosmulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigaContos mulher estrupadas negrosContos eróticos/meti no rabo religiosaconto erotico dentista doutoura anaContos eroticos... Minha doçe titiahttp://googleweblight.com/i?u=http://tennis-zelenograd.ru/conto_27758_tudo-comecou-no-colo-pra-me-ter-no-colo-do-p....html&grqid=FXxSLOdv&s=1&hl=pt-BRrelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhasmenina defisieti dado ocu e chupadocontos anal de mulher virgemcontos de coroa com novinhocontos eroticos viadoTrai meu marido ele dormindo e eu sendo comida bem ao lado dele porno contoContos lambendo cu cagadoConto da prinha na primera transa