Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PERDI VIRGINDADE COM O NAMORADO DA MINHA AMIGA

Click to Download this video!

(historia veridica, porém, nomes não)Olá, sou Rebecca, tenho 19 anos, o conto se passou à 1 ano atras, quando eu tinha 15. Sou baixa, 1.63 de altura, cabelos pretos longos, seios normais e bunda empinada. Bom, minha melhor amiga se apaixonou aos 19 anos por um tal de Caio, ela não parava de falar dele, Caio pra lá, Caio pra cá. Sempre fiquei meio desconfiada desses caras que ela gostava, porque eles adoravam acabar com as expectativas de principes encatados dela. Enfim, um dia, ela me chamou pra sair, falou que iamos sá nás duas como sempre, e eis que me aparece este tal de Caio. Loiro, altura mediana, olhos verdes. Bonito, não negarei. Ela me pediu desculpas, pq chamou ele de ultima hora e pá. Então já viu né, tive que ficar de vela. Mas, sem contar isso, ele até que era gente boa, parecia sincero e tal. Uma semana depois eles já estavam namorando. Mandei ela tomar cuidado mas ela disse: voce viu ele, disse que ele era legal e pá, eu confio nele. Eu hesitei um pouco, porque achava mesmo ele legal, achei que ele ia ser bom pra ela. Logo, nos tornamos melhores amigos, eu e Caio. Ele me irritava um pouco, eu irritava ele, essas coisinhas idiotas que todos amigos fazem. Admito que soube porque minha melhor amiga ficou tão apaixonadinha por ele, bonito e fofo. (chato as vezes, claro) Um dia, eu "fugi" de casa por uns motivos estupidos pessoais, fui passear num parque na cidade em que moro. Encontrei Caio por lá, andando de skate. Ele logo chegou todo animado querendo dar um abraço, me erguer no colo -como sempre fazia- e eu respondi grossa com expressao chateada. Ele ficou meio em choque pq eu sou uma pessoa super animada, e sempre aos sorrisos. Sentei-me no banco que tinha por lá e ele sentou do meu lado, com os braços no meu ombro tentando me reanimar. Nada. " o que aconteceu becca?" perguntou ele. " sá não estou num dia bom, sá isso" respondi. Ele foi super compreensivo e disse que se eu quissese contar pra ele meus problemas eu podia. Entao me abri, contei tudo e ele sá me ouviu, ficou do meu lado o tempo inteiro e eu cheguei até a deitar a cabeça no ombro dele. Então pensei "poxa, bem que eu podia ter um namorado assim, mas não, minha melhor amiga ama ele e ponto final." então, apás um bom tempo ali no banco da praça, ele me perguntou se eu iria voltar pra minha casa depois de tudo. Respondi que não sabia, e que estava com medo devido as circunstancias . " você pode dormir duas noites em casa, se quiser, minha mãe está viajando a trabalho, então tudo bem. " meus olhos brilharam com a proposta dele, estava mesmo muito mal e precisava de aconchego, ele me ofereceu isto. Abracei ele e disse que sim.Quando chegamos a casa dele, não muito grande, apenas um andar e varios quartos, já era noite e pedi para ir deitar, pois estava muito cansada. Ele compreendeu e perguntou se eu precisava de algo, pedi a ele apenas uma roupa para que eu pudesse dormir, ele me deu uma blusa folgada, que me serviu de camisola, pois sou baixinha. Logo, com o colchão dele de baixo de sua cama eu tentei dormir, virava e revirava no colchão mais não conseguia. Até que eu ouvi ele entrando no quarto, silencioso, sá com a calça, não deixei de reparar em seu tanquinho, ele era mesmo lindo. Mas não, não era certo. Então ele percebeu que eu estava acordada e nao conseguia dormir e disse: " becca, vem cá pra cima " eu subi e ficamos de conchinha ali, ele acariciando meu cabelo. Até que me virei pra ele, aqueles olhos verdes me enfeiticaram e ele me beijou. Beijo longo, eu deixei até me tocar: "não caio, não esta certo." "por que?" "ela te ama cara, eu sou a melhor amiga dela" disse, quase chorando. O dia sá estava piorando. " ela não me ama, ela sá me usa pra falar que tem namorado, e que está apaixonada, mas ela não é uma amiga que nem vc, ela nunca me deixa brincar com ela, ou levantala no colo" fiquei em silencio por um tempo pensando até que ele roubou um beijo mas excitante e quase me rendi, até que ele disse " becca, eu sei que vc precisa de alguém, eu também preciso, somos melhores amigos certo?" fiz que sim com a cabeca e disse "é muita coisa para sá um dia, vou dormir" quando eu me levantei ele me puxou de volta e disse: "dorme comigo vai, assim de conchinha" estav tao cansada que nem disse nada, sá fiquei ali. Depois de um tempo senti o volume em sua calça, mas quando me virei, ele estava dormindo, entao fiquei ali, tentando dormir. Sem muito sucesso, voltei pra minha cama devagarinho sem acorda-lo.No outro dia, acordei bem melhor, as brincadeiras com Caio retornaram e as coisas pareciam estar voltando ao seu devido lugar. Então eu disse: " estou bem melhor Caio, obrigada, mas acho que agora preciso voltar para casa." caio  perguntou se eu tinha certeza e eu hesitei, logo ele disse: "sá mais uma noite" eu concordei. No final da tarde, eu pedi para tomar um banho, ele me deu as toalhas e uma outra blusa dele para que pudesse usala, esta por sua vez era mais curta do que a outra, mas fingi não me importar. Apás meu banho, ele disse que ia tomar também, sai do banheiro de toalha e fui me trocar no quarto. Curiosa, fui olhar o banho dele pela fechadura, não vi ninguém no box, apenas a agua caindo. Então olhei para o lado e lá estava Caio, com seu pau enorme duro, batendo uma logo apos ter me visto de toalha. Morri de excitação, mas me controlei. Fingi nada ter acontecido no jantar, tudo parecia normal. à noite, ficamos conversando, ele na cama dele e eu no colchão. Então ele perguntou pq eu tinha saido da cama dele no meio da noite. Eu, dando umas risadinhas, falei: "ah, seu pinto duro nas minhas costas tavam me incomodando." e o doce Caio do dia anterior virou outro: "com uma garota dessa na cama, qualquer um fica com tesão né rebecca" fiquei sem graça até que ele me mandou subir de novo na cama dele . Quando o fiz, ele me agarrou pela cintura, subiu em cima de mim e comecou a me beijar. Fiquei excitada, mas me assuste. " qualé  rebecca, a gente se beijou ontem" então eu disse, me levantando da cama e saindo de perto dele "você não tava assim..." "é q vc tem um corpo lindo" eu ia saindo do quarto, quando ele me pegou pelo colo e me colocou na cama de novo. "eu preciso de vc becca" ele sussurou no meu ouvido " e sei que você também precisa de mim" logo apás isso senti um beijo muito mais doce e mais gostoso. Não, dessa vez não resisti, tirei sua blusa e os amassos mais intensos começaram. Ele tirou minha blusa logo depois, foi com os labios descendo da boca, até o pescoco e direto pros seios. Chupava, lambia, mordiscava, e eu gemia. Era uma delicia. Logo, tirei sua calça, abocanhei a sua piroca; já dura. E comecei a fazer um boquete delicioso igual eu via nos videos pornos, sá que melhor. Ele gemia e me mandou parar, ou senão iria gozar. Jogou meu corpo inteiro na cama e comecou a me lamber todinha, até chegar ao clitoris. Eu gemia muito alto, e acabei gozando. Ele subio para munha boca e ficamos ali nos beijando, até que ele perguntou: posso meter? Eu hesitei mais falei: pode, mas eu sou virgem. Ele entendeu, acalmou um pouco, e foi colocando devagarinho o pau no minha bucetinha, não doia muito, bem pouco. Mas ele teve muito cuidado, até que senti ser rasgada e a virgindade se foi. Foi alí que percebi o que estava fazendo: estava fodendo com o namorado da minha melhor amiga! Mandei ele parar, ele perguntou se tinha doido, eu disse que não, mas que não queria mais nada. Ele ficou intrigado, e novamente me disse coisas enlouquecedouras em meu ouvido que me fizeram ceder novamente. Ele me beijava com muito carinho, beijos bem longos e comecou a meter um pouco mais rapido, me perguntando se estava doendo toda hora. A patir do momento que comecei a sentir que o orgasmo ia vir, ele comecou a meter com mais força e mais velocidade, eu me deliciava sentindo aquela piroca enorme na minha bucetinha apertada. Tive inumeros orgasmos, e logo vi ele gozando aquela porra toda na minha garganta. Engoli tudo. E logo depois o beijei. Ficamos nos beijamos e dormimos ali mesmo, juntinhos e pelados na cama dele. Depois dessa vez continuamos amigos e ninguém desconfiou, muito menos minha melhor amiga. Passamos a transar mais vezes, acabei dando o cu (mas isso é outra historia) e apos algum tempo ele terminou com minha melhor amiga e se declarou apaixonado por mim. Minha melhor amiga entendeu, e disse a paixonite dela foi rapida, e me deu atoridade de namoralo, mas ainda estou pensando na hipotese de eu não estar apaixonada por ele. Ah, eu não sei, o que vcs acham?

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


peguei no pauzao do primo que durnia sou tarada contoContos eroticos minha esposa atendeu o entregador de shortinhomarido veda olho da esposa e genro tranza com elamulher gozando a um metro de distansia e mijandoconto erotico rainha do analcontos mulher madura safada na farmáciacontos eróticos menino pequeno dá o c* para o padreContos historias xxx sexo história verdadeira que comeu a sobrinha virgem que não queria darconto erotico com filhinhaminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticocontos de noiva putinha corninho safado titío caralhudo noiva putinhaconto erotico gay fui estuprado por meuConto minha esposa dando pro policialconto de meu irmão comeu meu cu com uma grande pica e eu não aguentei de dorxvidio mulher xota de cabritavideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladanovinha de shortinho curto mostrando os pelinhos das nádegasQuero ler contos homem fudendo meninho baiano viadocontofudi minha cunhadacontoseroticos.o macumbeirogarotos safadinhos picas e bundas videoscontos minha cunhadinha da bucetinha bem pequenacontos eroticos sobre voyeur de esposacontos eroticos de urologista e pacienteconto erotico dogMe comerao quando eu era novinha conto pornocontos tiraram a roupa do meu marido e me comeram na sua frentecontos eróticos fui currada pelo meu patrãocontos eroticos lesbicas cintaContos eróticos teens boys jogando video game com o amiguinhover pica bonira gozandominha nora gostosa+contosMãe mamando pau do filho contoseroticoscontos de ela adora peidar na hora do sexocontos gay meu amigo me ensinou a darcontos eróticos de pequenininhos dando para grandõesContos fudendo elaConto erotico deixou o amigo violentar a esposaPMS contos eróticoscontos eroticos d filhotes mando mulherescontos eroticos de primos q ficaram com primasrelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhascontos menina menor calcinhamãe ensinando filha a dar o rabo cd.comporno chegou em casa e pegou a cunhada pelada de olhos vendados e comeu elacontos eroticos com muita tapa e submissaContos fudendo a coroa gravida casadaconto erotico anal no onibuscontos velha sogra da cufui arrombado contos gaysconto erótico da b******** Doeu muitocontos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5cunhadinha dando o cu apoiando na mesaencarei 30cm contoscontos eroticos podolatria com a minha maecontos da mãe a lamber a cona da filhaestava carente contos eróticosPorno contos incesto pais e maes e suas meninas iniciando o melho sexo familhartenho traços femininos cu conto eroticoconto erotico nega casada e rabudaboqueteira gaucha contoConto eu e esposa banho amigo bebadoconto sozinho com minha sograminha empregada lesbica me obrigou contoscontos amigo dorme em casa esposapadrasto autoritario contos esroticos porno llcontos filha peituda provoca seu pai de baby doll ele fudeu elacontos eroticos teens puteiroconto erotico estuprarao meu bucetao apertadocontos sexo cabaso samgrandocontos eroticos a forcacontos eroticos homem casado dando para o primoContos gay coroaContos gravidas incesto bicacetudo me enrabou contoscontos eroticos de incesto selvagemMae brincadeira bunda conto eróticoEu já não era mas virgem quando meu pai me comeuconto erótico dominando a esposa mandonacunhada sem calçinha contosTenho 103 cm de bunda.conto eróticotia bate uma pro sobrinho contosmulhe dane a buseta a primeira vezContos-esporrei na comida da cegacontos erotico de travesti no bairro campo limpome humilharam comendo minha namorada contoconto chantagem enteada