Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA TREPADA DIFERENTE

Click to Download this video!

Chegando em casa encontrei na cozinha, meu tio e uma mulata gostosa. "Essa é a Mirtes, filha do Tião. Ela ajuda aqui em casa e é uma excelente cozinheira" explicou o tio Fernando. Eu nem liguei de estar vestido sá de calcinha e como ninguem ficou reparando tambem, sentei na mesa daquele jeito mesmo. rn Durante o almoço, percebí pelo jeito deles que meu tio tava comendo a Mirtes.rn Depois tomei um banho rápido, fui pro quarto e abrí o armário da minha prima pra escolher alguma coisa pra vestir. "A Aline gosta de provocar" pensei olhando as roupas dela. Peguei um pijama que era um shortinho de tecido fino colado no corpo, com uma camiseta curta do mesmo tecido, os dois com estampa de ursinhos na frente e tudo branco atras, com babadinhos rosa nas pernas e nas mangas. Me olhei no espelho. O shortinho ficava enfiado, deixando metade da bunda pra fora. Deitei na cama e caí num sono profundo, sonhando com poneis de penis enormes, cobras pretas que me faziam carícias, borboletas coloridas e chuva branca, leitosa.rn Acordei com a voz do tio Fernando, o Bruno e a Mirtes conversando na cozinha. Já era noite. Sentei na mesa, tomei um lanche e fomos pra sala assistir um filme. Cada vez que eu levantava pra fazer alguma coisa, me davam tapinhas no bumbum.rn O Bruno logo foi dormir, e meu tio, quando a Mirtes terminou de arrumar a cozinha, foi com ela pro quarto. Ficamos sá eu e Roxy, o cachorro.rn Olhei os dvds que tinha e coloquei um ao acaso. Na verdade não tava afim de assistir filme nenhum. Fiquei olhando distraido pra tela até que começou uma cena picante de um casal se pegando e fiquei excitado. Deitei no sofá e começei a passar a mão pelo meu corpo. A cena foi ficando mais hot e eu acariciava meu corpo ficando cada vez com mais tesão. Pensei em acordar o Bruno, procurar o Tião ou até mesmo entrar no estábulo e mexer com o cavalo da Aline. Dei risada pensando nessa ultima idéia. Coloquei a mão por dentro do short, enfiei um dedo no cu e fiquei rebolando e gemendo baixinho. Foi quando senti o focinho do Roxy enfiado na minha bunda. Levei um susto. Me deu um arrepio louco, levantei e sentei no sofa. Ele chegou mais perto e acariciei sua cabeça.rn Roxy tinha o pelo curto, da cor amarelada naquele tom de cachorro vira-lata. Mas era mestiço de cachorros grandes, sendo ele era bem grandão e forte, com um porte que dava até medo. Mas era muito bonzinho com a gente.rn Ele apoiou a cabeça no meu colo e fiquei agradando. De repente ele se levantou de frente, colocou as patas dianteiras no meu ombro e começou a se esfregar nas minhas coxas como se estivesse me comendo. Com aquela cabeça enorme, a boca aberta arfando com a lingua de fora, soltando seu bafo quente na minha cara. Fiquei alí sem saber o que fazer.rn O cachorro se esfregava em mim e seu pau foi inchando, crescendo e saindo pra fora. No vai e vem rapido que ele fazia, as bolonas peludas batiam em mim tambem. Aí ele se esfregava com mais vontade e seu pau foi crescendo mais ainda. Ficou bem grandão! Tinha mais de 20 centimetros, grosso, todo vermelho, latejando. Começei a curtir aquilo e me esfregar nele também. Então olhei em volta e como não tinha ninguem por perto, resolví brincar um pouco. Tirei ele de cima de mim, me deitei com ele no chão e peguei aquela rola na mão. Acariciava seu pau e suas bolas. Roxy tava adorando. Abanava o rabo, me lambia o rosto e parecia estar me oferecendo a piroca. Apoiado no cotovelo, me enfiei por baixo dele e chupei seu pau. Era vermelho, com a pele fina, lisinha e no final, perto do saco ia ficando mais grosso. Fui chupando e punhetando o safado e ele cada vez mais excitado, espirrando uns jatinhos de porra na minha boca. Aí levantei, tirei o shortinho, me apoiei no sofá ficando de quatro com a bunda empinada pra tras, me oferecendo, sá pra ver o que acontecia.rn Primeiro ele encostou o focinho húmido e gelado no meu cu. Me arrepiei todo. Depois ele começou a passar a sua lingua grande, quente e cheia de baba. Empinei mais abrindo o maximo possivel minha bundinha. Ficou lambendo gostoso por um tempo, então ele montou em cima de mim como se eu fosse uma cadela e ficou esfregando o pausão duro na minha bunda. Peguei a rola dele e encostei no meu cuzinho que tava piscando de tesão. Entrou a ponta e o Roxy dando estocadas curtas e rapidinhas, daquele jeito de cachorro, foi enterrando até as bolas baterem na minha bunda e me fodeu gostoso. Seu corpo quente e peludo, montado em mim, me abraçando pelas costas. Sua cara encostada na minha, lambendo meu rosto, arfando e babando no meu cangote. Ele metia fazendo movimentos muito rapidos me fazendo gozar muito, seguidamente, gemendo de prazer e rebolando no seu pausão grosso. Então ele esporrou varios jatos de esperma quente. Saiu de cima de mim, lambeu minha bunda um pouco e deitou no tapete.rn Eu fiquei alí naquela posição, com a cabeça apoiada no sofá, de quatro, bunda empinada, quando ouví passos de alguem se aproximando. Era meu primo. Me deu um tapa na bunda e falou "O Roxy te pegou tambem? Foi a piranha da minha irmã que ensinou ele. Aquela vagabunda saía com o Jegão, com o Tião e outros meninos. E não satisfeita, trepava com o cachorro e com o cavalo tambem!" sentei no sofá e rí "As vezes ela passava a noite inteira com o Roxy no quarto" Minha prima Aline, devia ser fogo.rn O Bruno tinha levantado sá pra tomar um copo de agua, mas preferiu abrir uma latinha de Coca e ia bebendo enquanto falava, de pé, na minha frente. Ele tava de cueca boxer de cetim preto, bem larga. Aquele pausão grosso delineado na cueca, me tentava. Estiquei o braço e começei a acaricia-lo por cima daquele tecido gostoso. Sua rola começou a ficar dura, então olhei meu primo nos olhos, passando a lingua pelos lábios. Ele baixou a cueca e me ofereceu o pau. Começei a chupar com gula, acariciando-o com uma das mãos. Com a outra apertava suavemente suas bolas.rn Ele me pegou pelos braços, me virou e me colocou ajoelhado no sofá, com a bundinha virada pra ele. Pegou no seu pauzão duro, encostou no meu cuzinho que estava bem relaxado e mais do que lubrificado e começou empurrar. rn Enfiou a cabeça e foi fazendo um vai e vem rapidinho até enterrar tudo. Sentí um arrepio gostoso subindo pelas costas. Arrebitei o bumbum e começei a me abandonar todo languido, na delicia de ser comido. Ele metia sem pressa, numa cadencia deliciosa. Nem rapido, nem devagar. Sentia o seu pau maravilhoso entrando e saindo. Eu gosava gemendo baixinho pra não acordar meu tio. Ele foi bombando sua rola grossa até gozar gostoso varios jatos de porra quentinha dentro de mim. Depois ficou um tempo batendo com o pau ainda duro na minha bunda. Em seguida pegou sua cueca e foi pro quarto. rn O Roxy levantou e veio pro meu lado. Seu pirocão vermelho tava inchando e saindo pra fora. Acariciei sua cabeça larga, entre as orelhas felpudas, e ele parecia sorrir todo safado, com aquela lingua de fora. rn Fui pro meu quarto e ele veio atras, enfiando o focinho molhado no meio da minha bunda, o caminho todo, me causando arrepios. Num pulo ele subiu na minha cama, que na verdade era a cama da Aline, exibindo seu pausão vermelho, duro, todo pra fora, balançando imponente "A noite vai ser longa" pensei enquanto fechava a porta.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erótico da esposa do meu irmãoContos eroticos esposas e garotos caronafilha conto eroticoContos eróticos de bebados gayscontos eróticos com fotos de casadas fazendo zóofiliarelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhasmenina santinha contoMinha mulher me fez um viadinho contos eroticoscasei com meu filho contis eroticosVou contar como meu marido virou cornocontos do seu jorge pegando uma casadinhatraveco roludo patendo puenta derepente chega a mulher bem gostozacontos eroticos fui bem fodida igual puta e chingada de vadiacontos eroticos, dei a buceta na escola de sambaconto erotico a patricinha e o porteiro 4comtos de fodas com travetis e mai e pai e filhoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaConto erotico marido com duas mulherescontos eróticos esposa de 60anos com farra na camacontos eroticos comi a motorista da van escolarcontos eroticos casadas e pedreirosConto erótico sobrinha avó internadoconto erotico peguei minha mulher fudendo com os amigos que vieram passar o carnaval em casaouvido no quarto a irmã transandobebi demais e fui enrabada pelo mendigocontos eroticos incesto lesbicas zoofilia eu, minha mae e o cavalohumilharam meu namorado contosconto erotico meu pai comeu. minha mulher e eu ao mesmo tempmeu marido me flagrou com um pepino contos contos eroticos esposa com outroConto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elacontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigocu fudidos aregalados fotoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico sou crente mas sou safadinhaconto ela deu e se fudeuconto erótico da b******** Doeu muitoconto comeu mae feiafiz a minha tia mijar na minha cara contos eroticosfui currada na frente do meu maridocontos bdsm escrava virtual virtualContos gay perdi o cabaço com coroaMeu namorado virou corno contos teencontos de incesto vovó me ajudarcunhada mais velha casada contoscontos eróticos gay advogadoSou gay e tranzei com um travest contos eroticodepilada entrei nua no quarto contoscontos eroticos de incesto mae ver o pau duro do filho fica excitada e grande filhocasada lesbica com sobrinha contoo maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que deliriowww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadeconto sendo fodido por granaxvidio minha mina sai para tranpa e eu como Minha sogra xvidioconto erotico estudandovideo como eragotosaContos erocticos dei comprimido ao velhocontos eróticos reais de mulheres evangélicasquero ver um vídeo de graça de graça rouba pica bem grossa dentro da b***** entrando bem devagarzinho b************contos eroticos minha sobrinha bucetudacontos eróticos-leite condensadomecanico de pau duro conto eroticoconto de mulher sendo enrrabadacoroas de buceta quadril e coxas enormes dando para cachorroconto erótico buceta estuplada por pica jigante na frente do maridoContos erotico com equilina da minha patroamae e filha de fio dental na praia e do padrasto contofundura da buceta midindo pornoconto erótico peguie minha mãe no flacra tocando siririca lésbicascontos enteadas e padastroscontos mordidinha na bucetacontos eroticos menininha na viagemcontos zoo velha carentecontos eroticos meu patrãoCONTO ERROTICO EU ERRA FUDIDA PELOS MEUS AMIGOS NA ADOLECESIAConto erotico de mototáxi com a picona e meninaseu adoro meu macho zoofiliaconto erotico com meu sogro peladome comeram contos teenEsposa seu saciando com negrão contosconti gay minha tia me fagrou de calcinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaamarrei a gravida e mamei a força contosconto mulher arrombada choracontos escola sexosafada pediu pro tio pauzudo gosa dentromassagem tia corno contodespedida de solteira as amigas seguram pra ela toma rola na bucetinhavideos eroticos de castigadas com muitas palmadasabusada pelo filho conto