Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMEIRA VEZ, AGORA COMO GAROTA DE PROGRAMA!

Click to Download this video!

Essa é uma histária real que vivi, não é uma ficção ou invenção... rnrnrnrnComo já havia contado no conto anterior, me tornei garota de programa por influência de meu maridinho tarado.rnrnrnrnMe chamo Aretusa, mas assumi o nome de guerra de Miyuko Casada, Miyuko significa agradável alegria em japonês e é exatamente isso que eu quero passar e ter com meus amigos.rnrnrnrnRecebi a ligação de meu primeiro cliente um homem educado e de voz sensual. Marcamos e fui ao motel. Lá chegando era um homem de boa aparência, alto, simpático. Apás os cumprimentos, pedi a ele para me acompanhar. Eu estava usando uma mini-saia e blusinha de malha como da primeira vez.rnrnrnrnEu entrei na frente dele e apás ele fechar a porta, já me segurou entre seus braços e disse que me queria como namoradinha, e naquele momento eu não era mais uma garota de programa e sim sua namoradinha.rnrnrnrnEle começou ali mesmo a beijar meu pescoço, minha boca e começou a deslizar as mãos pelo meu corpo, parando nas coxas, onde ficou alisando. Subiu em seguida e começou a alisar meus seios por baixo da blusinha. Em seguida levantou a blusinha e começou a beijá-los, passeando a língua principalmente pelos bicos, que neste momento, claro, já estavam durinhos...rnrnrnrnClaro que eu não fiquei parada e fui abaixando as mãos até encontrar o volume que já estava formado dentro da calça dele. Passeando as mãos pela extensão, percebi que já estava duro...rnJá estávamos excitados ali, mas eu sugeri que fossemos nos despir na cama e depois nos banharmos. Fomos para a beirada da cama e ele gentilmente tirou minha blusinha de vez e abaixou minha saia, me deixando somente de calcinha vermelha. Novamente saboreou meus seios. Do meu lado, depois que ele se sentiu satisfeito, eu fui abrindo a camisa dele e depois, comecei a morder levemente seu pau por sobre a calça. Podia sentir que se tratava de um pau enorme e grosso. Sendo sincera eu nunca curti paus enormes, sou abertadinha e em minhas experiências com namorados anteriores isso sempre me machucava e não me dava prazer, mas, já que estava ali eu tinha que satisfazer meu cliente e deixar que ele usa-se me corpo como quisesse. Então abrir a calça, começando pelo cinto e depois abrindo botão e zíper, bem devagarzinho. Ele me ajudou um pouco e em pouco tempo, estávamos eu somente de calcinha e ele somente de cuecas. Começamos de novo a nos esfregar ele retirou minha calcinha e passou a mão me minha bucetinha extraindo meu líquido que já ensopava os lábios de minha bucetinha. Desci e comecei a morder seu pau enorme por cima da cueca, fazendo uma pressão na cabecinha daquela rola enorme que deveria ter bem mais de 20 cm. Rapidinho estávamos já sem nada... Percebi então que o volume que eu havia sentido antes se comprovava no tamanho do pau dele. Era grande, grosso, e tinha veias enormes pela extensão. Mais uma vez deixo bem claro que não curto homens de pau grande, mas, aquele pau era grande e me deixava excitada. rnrnrnrnSegurei suavemente e ele ficou delirando de prazer. Fiquei brincando um pouquinho e falei no ouvido dele que eu iria tomar uma ducha. Ele resignou-se e me deixou ir, mas não sem antes saborear de novo meus seios.rnrnrnrnEnquanto eu tomava um banho rápido ele ficou deitado. Voltei e foi a vez dele ir.rnRapidamente estávamos novamente na cama e comecei a fazer minha massagem relax, com ele de bruços primeiro, sentindo meu corpo todo nú passeando pelo corpo dele. Na massagem uso mãos, boca, seios e tudo que possa proporcionar prazer ao cliente. Depois de fazer a massagem nele de bruços, pedi que se virasse e comecei novamente a massagem, sá que dessa vez ele estava vendo tudo... eu subia e descia minhas mãos, depois meus seios e quando chegou a altura do rosto dele, ele não resistiu e começou a sugar os bicos dos meus seios. Achei aquilo muito bom.rnrnrnrnGentilmente, fui dando beijinhos no pescoço, no tárax, barriga e fui descendo, passando levemente minha língua pelo pau dele, seguindo caminho pelas coxas... meus seios ficaram encostando no pau dele, que já estava absolutamente duro.rnrnrnrnFui voltando minha língua, em direção ao meio das pernas dele. Levemente, comecei a dar beijinhos no saco dele, passeando a língua suavemente, somente para senti-lo delirar. Depois de algum tempo, fui subindo minha boca pela extensão do pau dele que parecia não ter fim, até alcançar a cabeça, que coloquei com prazer em minha boca. Suguei um pouco e depois fui passeando minha boca, indo e vindo por toda a extensão daquele pau duro.rnrnrn rnrnEle já não aguentava mais de tanto prazer e então, definitivamente, coloquei a cabeça do pau na minha boca e fiquei fazendo movimentos de vaivém, usando primeiro somente a boca e depois usei as mãos juntamente em movimentos coordenados, masturbando e fazendo oral ao mesmo tempo. Não conseguia engolir tudo, na verdade mal conseguia engolir metade! Eu colocava minhas duas mãos no pau daquele homem e ainda sobrava espaço para que eu enfiasse bastante de seu pau em minha boca.rnrnrnrnSenti que se continuasse, ele iria gozar e perguntei a ele se ele queria que eu continuasse ou parasse. Ele pediu que eu colocasse a camisinha. Coloquei e ele pediu que eu me sentasse no pau dele. Eu então me posicionei de tal forma que o pau dele ficou atrás de mim, com a cabeça encostada na minha bundinha.rnrnrnrnColoquei minha mão para trás e peguei o pau dele e posicionei na portinha da minha bucetinha e fui forçando para entrar. Devagarzinho a cabeça foi entrando e em movimentos suaves, fui encaixando o pau dele lentamente, era muito grande e grosso, estava me sentindo rasgada, a penetração ainda que lenta, ardia em minhas entranhas, mas com carinho e devagar fui sentado naquela rola monstruosa até ficar toda sentada com ele inteiro dentro de mim. Ele começou a forçar ainda mais e em determinado momento ele estava tirando metade do pau dele e socando... Tirava metade e socava. Eu sentia a cabeça de sua rola tocando meu útero.rnrnrnrnEu estava muito excitada e ele percebeu rnisso, pois veio sugar os biquinhos dos meus seios que estavam durinhos. Depois ele me puxou para ele e eu fiquei quase de quatro, de rosto colado no rosto dele, em cima dele ainda e ele começou a penetrar forte, dobrando as pernas e socando. Tirava quase tudo e socava de uma vez. e foi aumentando o ritmo, socando... tirando...socando..tirando e eu sentindo o pau dele bater no fundo da minha bucetinha... Naquele momento me sentia estuprada porém, aquilo que causava um tesão absurdo que nunca senti em minha vida... Surpreendendo a mim mesma senti uma vontade incontrolável e um tesão absurdo... Avisei olhando para ele que se ele continuasse eu iria gozar....ele deu um sorrisinho e disse: "..Goza no meu pau..goza" ....e eu comecei a gemer e gozar.rnrnrnrnEle então, pouco depois, suavemente deu uma paradinha para que eu descansasse. Mas continuou encaixado em mim. Depois de um minuto, ele pediu que eu me virasse de bruços e encaixou de novo o pau dele na minha bucetinha, deitando-se em cima de mim. Fiquei com aquele homem deitado em cima de mim e empurrando cada vez mais o pau dele até que senti que tinha chegado ao fim da minha bucetinha e então ele ficou pressionando todo o pau encaixado em mim e fiquei lá, toda penetrada por um pau enorme, grosso e bem duro. Era uma sensação muito boa. Senti-me "entalada"...rnrnrnrnEle então se apoiou nos braços e ficou socando de novo, com força, mas não de forma violenta. E fiquei lá, deitada, sentido aquele pau grande entrando e saindo da minha bucetinha, que, claro, estava ensopada de prazer.rnrnrnrnEle então deu uma paradinha e pediu para eu ir me levantando e continuando encaixado, me posicionou de quatro e colocou as mãos em meu quadril e começou de novo a enfiar o pau dele em movimentos de vai-vem, inicialmente de forma lenta e depois acelerando e me pegando forte, socando tudo dentro de mim.rnrnrnrnEu comecei a gemer e ele perguntou se eu estava gostando. Eu estava de frente para o espelho e olhei para ele pelo espelho e disse que estava adorando e dei uma apertadinha com minha bucetinha no pau dele, que estava todo lá dentro. Ele adorou e perguntou o que era aquilo que ele havia sentido... Disse a ele que era um beijinho no pau dele com a minha bucetinha e repeti mais duas ou três vezes, em uma técnica de pompoar, sugando o pau duro dele com minha bucetinha.rnrnrnrnComo eu disse tudo aquilo estava sendo visto por nás dois, pois eu estava de frente para o espelho, vendo aquele homem encaixado atrás de mim. Ele então começou a se levantar, sem tirar o pau de dentro e ficou realmente trepado em mim, montado, quase de pé e começou a socar, enfiando sempre de forma cuidadosa, mas de forma bem forte, batendo lá no fundo sempre.rnrnrn rnrnEu fiquei lá, acompanhando o ritmo dele com meu corpo e ele começou a ir cada vez mais forte, agora pra ser franca, me sentia cutucada por dentro e um leve incomodo me deixava um pouquinho incomodada... Ele disse olhando para mim no espelho que iria gozar... Eu sorri e pedi a ele para gozar tudo naquele momento e ele começou a gemer e gozar, trepado e enfiando tudo até o fim.... Em seguida deitou-se em minhas costas e fomos ambos deslizando, até eu ficar de bruços de novo e ele deitado em cima, ainda com o pau duro dentro de mim.rnrnrnrnFicamos assim por uns minutos e depois ele deu um beijinho no meu pescoço e foi se lavar. Em seguida eu fiz o mesmo e voltamos para a cama, onde ficamos conversando um pouquinho. Minha bucetinha queimava ainda por ter recebido algo além do que eu estava normalmente acostumada... Ela estava ardidinha e inchada, muito inchada! Eu estava ao lado dele e coloquei minhas mãos nas coxas dele, roçando de leve seu pau, mas sem nenhuma intenção maior naquele momento. Fiquei brincando com minhas mãos e pouco depois peguei o pau dele e escutei um gemidinho de prazer. Como não fazia nem 19 minutos que havíamos acabado de transar gostoso, fiquei somente massageando o pau dele, e ele me disse brincando que se eu continuasse assim ele não se responsabilizava e teria de começar de novo... eu sorri e perguntei a ele se poderia dar uns beijinhos...ele disse que eu poderia fazer o que quisesse.rnrnrnrnEu fui então até o pau dele e comecei a lamber a cabeça, que naquele momento estava grossa e dura... Fiquei passando a língua em toda a extensão do pau dele, indo até as bolas e voltando... ele gemia de prazer...até que enfim eu engoli o que foi possível daquele pau enorme e comecei a fazer movimentos sá com a boca de vai-vem e depois de algum tempo comecei a usar as duas mãos, sugando e masturbando ao mesmo tempo, em um ritmo perfeito que aprendi. Ele gemia de prazer... eu fui aumentando o ritmo e ele gemia cada vez mais alto até que avisou que se eu não parasse ele iria encher minha boquinha de gozo... Sem tirar o pau da boca, dei um gemidinho de satisfação como aprovação... Aí ele não aguentou e disse que iria gozar....comecei a sentir sair o gozo indo direto para minha boca.rnrnrnrnrnE era uma quantidade bem razoável de leitinho morno que foi enchendo minha boca... Esperei ele parar de gozar e ai sim, engoli tudo, saboreando então as gotas que ainda teimavam em sair da cabeça do pau dele e eu dava espremidinhas leves e pegava com a ponta da minha língua.rnrnrnrnFiquei ainda com o pau dele em minha boca durante um tempo, sá agasalhando, sem fazer movimentos e depois fui deitar-me ao lado dele de novo e descansamos um pouco.rnNosso tempo estava se esgotando e enfim, com promessas de repetirmos em breve, nás nos despedimos.rnrnrnrnNaquela noite, cheguei em casa com minha bucetinha deflorada, inchada, ardida e dilatada por aquele pau enorme me comera durante o fim tarde.rnrnrnrnMeu marido chegou e como de praxe dái logo perguntando como foi meu dia... Ao relatar o que havia acontecido ele pediu pra ver minha bucetinha. Ao tirar a calcinha era nítido... Minha bucetinha estava inchada e muito avermelhada devido ao entra e sai carinhoso mas vigoroso daquela rola que tinha 23 cm confirmados pelo seu delicioso dono.rnrnrnrnMeu marido vendo aquilo, inexplicavelmente caiu de boca lambendo e sugando minha bucetinha que ainda latejava. Ele dizia que cuidaria de mim e que ver minha bucetinha dilacerada daquela forma era um pecado... Foi a cozinha, pegou algumas pedrinhas de gelo e começou a esfregar no meu clitáris e nos lábios da minha bucetinha.rnrnrnrnA sensação era deliciosa... O pau de meu marido estava endurecido e latejante. Ele me sugava e me lambia continuamente me chamando de putinha... Era um tesão. Logo ele apontou seu pau na direção da minha fendinha dilatada e ainda ardida e pincelou várias vezes a cabecinha de seu pau em minha rachinha. Não aguentei, abracei seu corpo com minhas pernas e puxei de um sá vez para dentro de mim... Meu tesão era tão grande que em pouco minutos eu estava me esvaindo em gozo. Meu marido dizia o como era bom ter uma putinha em casa e dizia como era maravilhoso poder me amar.rnrnrnrnEu mal havia começado e já me sentia maravilhosa e sedutora... Nunca pensei que me tornar puta me daria tanto prazer e traria tanto tesão a minha vida.rnrnVotem em minha histária de vida... ficarei muito feliz. E quem sabe me animo a colocar outras aventuras.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos peguei minha mulher dando pra outro.contos de cú de madrinhacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos de incesto - despedida de solteiro foi com minha linda irmãpeguei meu amigo f****** as tetas da minha esposa na cozinha contos eróticosCuzinho gostoso contosfudeu e gozou dentro do cuzinho do barbeiroconto gosto de ser putinhacontis eroticos peguei minha esposa enfiando a buceta na cabeceira da camacomi minhairmãzinhade criação.com conto eróticochorei mas dei o cu contoscontos eroticos de vizinhos afeminadosvesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gayconto porno gay teen mulatoengravidei minha vizinha casada se chama marcha nos contos eróticosconto erotico no colo do vovoseios da esposasaindo fora da blusa no sexoboqueteira gaucha contocantos eroticos de casada dando o cu vergiContos eróticos putaría no casamento noiva fode com todos os seus padrinhosporno com tio acorda subrimha pra fufet com elecontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãoconto erotico comi minha mae emquanto ela estava trancada na janconto erotico bem picanteconto guarda roupa da lingerieincesto furapornoconto fui na casa do patrinho e ele comeu meu cuLora dismaiando no cu no anal em tres minutosvidio antigos onde duas mulher chamos alguns homen pra transaren no sulper mercadinho xvidioboqueteira gaucha contocontos eroticos ousados com muita excitacaoMulher se bastubou na frente do padastro e levou picacontos gay menino hormonio virou mulherxvidio louco desejo vizinha mulata sainha mostrandovídeos porno negras barriguda caidaGozar nos pés contocontos eroticos punhetasRabuda negra sendo enrabada em pe conto erotico contosfudendo a morena gravida tesao chefe quero eleprimeira vez com meu namorado contos gaypassei a mao na menina conto erticocontos eu brico de papai e mamae .com minha priminnChantageei minha tia escrava lesbica contocontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdoconto gay virei garota do sogropodolatria com a mulher do meu amigo conto eroticoduas irmas com peitinhos crescendo e o irmao chupandoencaixando na buceta meladavideos porno enfiando a mao nao buceta da egua zoofiliadesabafo sou casada trai meu marido com eletricistafilho da vizinha contos gay heterominha esposa e sogra garente contos eroticossexo contos eu e meu filho adotivo fizemos sexohistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadaconto de transa com o amigo do meu paicontos eroticos tenho 23 cmContos eroticos meti na buceta e meu amigo no rabao de minha esposaTennis zelenogradconto erotico de faxineira casada safadameu policial chupou meus seios gostosome encoxaram a noite bunduda,contos eróticos primo de nanevideo pono pequano aprima do midoContos eroticos fudendo gravidafilha de diplomatas conto heroticocontos eroticos ele massageia arrombando o bundudocontos eroticos comendo cu da amiga e da mae delaContos tarados por cu de bundudafotos derabudas na academia roupa brancaminha esposa meteno com outro q delicia Melhores contos eroticos sobre bem.dotadocontos eroticos reais minha cunhada me seduziu e eu comicontos heroticos meu amigo hetero dormi e eu aproveito quando ele ver mim bate e depois mim comeucontos eróticos eu quero te fuder mas aqui vão vercontos eróticos tio f****** sobrinha casadacontos eroticos madrasta lesbica obrigo eu da u cuConto eroticos no beco escuroincesto real mãe gostosa da coxa grossa e quadril largocontos erotico goi arrumar o chuveiro e me comruconto+fui+arebentada+negro+meu+maido+adorouNamorada puta conto eróticoconto erotico bunda amiga da maecontos gay afeminadoscontoos de estupro no onibuscontos porno esposas estuprados submissosCasada viajando contoscontos dentistas safadaMe comerao quando eu era novinha conto pornoadultas com seios e bundas fartas eu miha sogra e minha esposa contos eroticoiscontoseroticosextrasconto eroticos vendo a foder minha irma no papai betinhacontos gay chupei o pau do borracheiroconto erotico primeiro dominei o marido