Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UM DIA DE SORTE: COMI RENATINHA, GANHEI UMA AMANTE

Click to this video!

Era sexta-feira, acordei às 6h da manhã, me preparei para ir ao trabalho como qualquer outro dia. O que eu não podia era imaginar que o que aconteceria horas mais tarde mudaria completamente a minha vida.rnMe chamo Guilherme, sou um jovem engenheiro, moreno de 1,83 m, olhos castanhos claros, 23 anos. Sempre fui bem visto pela sociedade e pelas mulheres em geral, o fato é que nunca fui de ?putaria?, festas e como consequência nunca havia tido experiências sexuais inesquecíveis, até porque, até aqui eu tinha dedicado boa parte de minha vida aos estudos e projetos, mas isso iria mudar. E que maravilha de mudança!rnAinda pela manhã desta sexta-feira, recebi uma ligação via Skype do meu chefe, pedindo que eu não saísse do escritário até que sua filha chegasse para me entregar alguns documentos e plantas importantes para que o negácio pudesse ser fechado com construtoras do Chile. Achei muito estranho quando ele mencionou o nome da filha para me trazer estes documentos, logo ele, tão conservador com a família e extremamente ciumento com a filha. Para você ter ideia, eu trabalho com ele desde que me formei há cinco anos e nunca a tinha visto. Mas tudo bem acatei a ordem e fiquei esperando.rnPor volta das 10h, a secretária informa a chegada de Renata e eu peço que a mande entrar. Que colírio! Pensei, ao ver aquela garota linda: loirinha, 1,60 aproximadamente aparentava ter 19 ou 19 anos.rnBom dia e me desculpe pela demora, disse ela, antes que eu conseguisse falar qualquer coisa.rnFiquei por alguns segundos, paralisado, sem conseguir falar, foi quando ela sorriu e continuou falando ao mesmo tempo em que se sentava de frente pra mim, com um vestidinho floral, bem justo no corpo:rn-Aqui estão os documentos que meu pai pediu que eu trouxesse e entregasse em suas mãos, cuidado com estes papéis, não decepcione meu pai e nem a mim.rnFiquei sem entender o porquê de ela ter se incluído, ou pelo menos sem acreditar que talvez aquilo fosse um espaço pra eu me soltar um pouco mais.rnNão se preocupe Renatinha, vou fazer o possível para que nem você nem seu pai se decepcionem comigo. Aliás, quanto ao trabalho, tenho certeza que será o melhor, afinal já sei exatamente o que tenho a fazer, mas com relação a você... Se puder me dar mais dicas de como não decepcioná-la, agradeceria. Neste momento, a garotinha se levanta, se aproxima um pouco mais, senta sobre minha mesa, desliga meu monitor, e sorri (com a cara mais sacana do mundo).rn- Basta, Guilherme... Quando você entrou nesta empresa, eu era uma criança, e me lembro bem do dia. Foi no fim do ano, meu pai preparou uma grande festa de confraternização, ele nunca nos trouxe para nenhum evento na empresa, mas vi todas as fotos atualizadas no site, e quando vi você, foi como tivesse encontrado meu príncipe encantado, coisa de adolescente, pode ser. Mas você é lindo, ainda mais pessoalmente, tudo que fiz não foi em vão.rnEu não estava acreditando naquilo que eu ouvia. Eu me levantei, cheguei mais perto dela e toquei sua pele, ele se estremeceu, eu sabia que estava com a faca e o queijo na mão, mas queria ouvir mais, e pra minha surpresa o que estava por vir era ainda mais inacreditável.rn-Guilherme eu tinha 19 anos, hoje tenho 17... Quando meu pai pediu pra vir aqui, não acreditei, porque ele sabia de tudo, ela sabia da minha paixão de criança e por isso mesmo, dobrou os cuidados para que a gente não se encontrasse. Meu pai sá não o demitiu por sua competência... E quanto mais ele te elogiava, mas eu tinha certeza do que estava fazendo. Pois bem, estou aqui, e sou sua, sá sua...rn-O quê? Perguntei assustado.rn Ela era menor e virgem.rn- É isso mesmo, desde aquele dia que sou sua, e vim aqui hoje pronta pra dar a você o que eu guardei durante esses cinco anos, você não quer?rn- Com essa carinha Renatinha, não consigo e não quero decepcioná-la.rn- Ainda bem Gui...rnEu tratei de fechar a porta da sala. A beijei e fui tirando aquelas poucas peças de roupa que a cobria. A menina não tinha nenhum defeito, bundinha arrebitada, peitinhos durinhos, bocetinha raspada e um cheiro delicioso. Ela não ficou parada, tirou minha camisa, minha calça e disse que me imaginava exatamente como estava vendo. Assustou-se com o volume de minha cueca, mas não disse nada sobre isso até que eu pedir para ela tirar a cueca também. Me pau saltou na sua cara, eu tenho um pau grosso de 20 cm, aí ela não conteve as palavras e pediu cuidado e carinho. E eu não faria diferente, pois sabia que Renatinha não seria coisa passageira, e mesmo sem ter feito nada até o momento, sabia que eu ia querer mais e mais...rnNem precisei pedir, Renatinha me beijou a boca, a barriga e meio desajeitada, me chupou o pau, me lambeu, me babou... Que delícia de menina. Depois de uns 19 minutos eu a pus novamente sobre minha mesa de pernas abertas, e fiz o que nem eu tinha feito muito bem, nem na época da faculdade... Chupei Renatinha, que já estava toda molhada, segurava sua boceta, mordiscava e a via se contorcer por várias vezes, até que ela esguichou, isso mesmo, esguichou um gozo delicioso em minha boca. Eu nunca tinha visto aquilo antes, que coisa boa...rnA essa altura, já era meio dia e a secretária provavelmente já tinha ouvido tudo e ido almoçar.rnRenatinha gritava de tesão e pedindo:rn-Me come meu negão, vai me come, por favor...rnMeu pau estava muito duro, abrir bem as perninhas curtas de Renata e coloquei a cabeça de meu pau em sua entradinha pequena... Ela chorava, mas não queria parar... Era como sentisse dor e não conseguisse se controlar... Eu fui colocando aos poucos até que pude ir bombeando. Meu pau estava bem apertado e tinha que me controlar pra não gozar tão rápido.rnA boceta de Renata estava totalmente avermelhada, ela é muito branquinha... às vezes perguntava se estava incomodando e sem abrir os olhos ela respondia sussurrando para que eu não parasse... E assim fiz, até que não me contive, meti bem forte, bem rápido e gozei dentro de Renatinha, e a enchi de porra quente.rnDeitamos abraçados no chão e dormimos por uns 40 ou 50 minutos.rnMe levantei primeiro, me recompus e acordei Renata, disse que ela precisava ir para eu terminar o trabalho. Ela pediu apenas que eu não a esquecesse, disse que me amava e que eu a tinha feito uma mulher muito feliz naquela manhã.rnEu prometi que não a esqueceria, e que ligava para ela a noite, afinal seu pai sá chegaria na segunda-feira.rnQuando ela saiu, liguei novamente o monitor e fui ver meus e-mails, a secretária tinha me mandado um, que dizia:rn?Eu fiquei com o ouvido grudado na porta, mas infelizmente tive que sair, eu te confesso Guilherme, que a Renata me fez acordar e perceber que se declarar é melhor formar de se realizar e ter prazer?. ?Eu também quero que você me faça mais feliz.?rn?Beijos, Josy.?rnOs estudos me consumiram bastante tempo, e não permitiram curtir tanto assim. Mas agora estou aproveitando cada segundo perdido.rnEu ainda como a gostosa da Renatinha, eu disse pra ela que não era bom que seu pai soubesse do nosso namoro, pois ele poderia nos fazer acabar. Ela concordou, e sempre que posso vou buscá-la no colégio ou no cursinho pré-vestibular e passamos horas fodendo.rnJosy é um caso à parte, mulher feita, 30 anos, casada...E nos intervalos fodemos gostoso naquela sala, que agora mais parece um motel.rnAh, antes que eu esqueça... O negácio que meu chefe estava fechando deu certo... E agora sou Gerente de Projeto do grupo.rnFoi ou não um dia de muita sorte?rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos cornoscontos eroticos calcinha desaparecendoviuva darlene fudendo muitocontos gay na marraMe Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gayscontos exitantes estava muito triste e carente meu cunhado chegou na minha casacontos eroticos abusada levando tapacontos bdsm erposas escrava submissa martaconto gay xoxotao de garotocontos minha cunhada viu eu mijanoContos to gravida de um travesti meu marido arrumoume masturbei vendo as calcinhas da vizinha no varalminhamulhere meucachorrocontos de gay sendo humilhado pelos pauzudoconto eroticos troca troca com amiguinhorelatos reais eróticos - saciada em casafui comer acabei dandoconto erotico com amiguinho do meu irmaocontos eroticosmeu marido me chamou pra ver um filme porno com os amigosmarido libera esposa para pagar o aluguel contocontos de maes flagando fihos punheteirossou hetero mas ja paguei um boquete e gostei muitotanguinhas molhadas contos eroticos reaiscontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdocontos eróticos de bebados e drogados gayscoleguinha liberal gay contoscantos erótico só dei do Forró Bombadoacordei sendo com o pau do meu filho dentro da minha buceta contoscontos orgia com jogadoresChantagem com mulher de salto conto eroticocontos erotico maes rabudas c a familia n festa.contos agora ela so quer se for com duas picasComtos mae fodida pelo filho e sobrinhocontos eroticos dormindoComtos casadas fodidas pelos empregados do maridocontos eroticos de comi minha. sograhomem deixar você anda mulher toda arreganhada tanto transarContos porno seduzi meu netocontos eroticos incesto o retorno de maria alice na casa do padrinhocontos eroticos de comi minha. sogracontos eroticos gays excitantestacou a piroca na vizinhaconto novinha amigos do papaitoda e Vânia chupando a bocacomendo o c* gostoso bronzeadinha e g************* de uma r*****conto ele ficou sabendo do tamanho da bucetacontos eroticos de encoxadaswww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestoporno agiota estouranda a buceta da mulher do devedovideos porno mulher da a buceta com as pernas bem abertas io macho ainda chupa seus peitoescontos eróticos com esposa pedindo merda na bocacontos eroticos esposas na praiaPorno mobile boqueternoOrgias com os moleques contos eroticostava me masturbando e meu namorado chego e me chupoucontos eroticos de tia masturbacaocontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realContos e roticos com gemeos i denticosminha mulher enrabada na boateconto erotico minha mulher nua na frente do paicontos eróticos estuprei a menininha q saia da escolaPrazer Gay:Contos sobre Valentão da minha vidaContos er minha bumda e do maridoconto erotico com coroa empregadafui forcada a chupar papaisocar pasta de dente na vagina aperta.conto erotico gay motoqueiro marrentimulher tarada Senta no pau do boneco no FlávioContos reais de sodomiacontos eróticos de experiência bi de ninfetascontos ela gozou no meu dedo no metrôminha novinha tarada contocontos eroticos com lesbicas bofinhosdando.para irmaos contosSO CONTOSEROTICOS BIA DEU ATE O CU NO SOFA DO PADRINHO