Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA BUNDA ERA O BRINQUEDO DA GAROTADA

Click to Download this video!

MINHA BUNDA ERA O BRINQUEDO DA GAROTADA



PESSOAL, VOU DESCREVER AQUI, ALGUMAS ESTÓRIAS RELATIVAS à MINHA PESSOA. POR MOTIVOS PESSOAIS, VOU TROCAR MEU NOME, QUE SERÁ RAFA. MORO NO INTERIOR DE MINAS GERAIS, SOU ALTO, LOIRO, PELE BRANCA, OLHOS CASTANHOS, CORPO NORMAL, NADA EXAGERADO, MAS SOU BEM GOSTOSINHO, MINHA BUNDA É BRANQUINHA E SEM NENHUM PELINHO, ELA É DURINHA E UM POUQUINHO SALIENTE, MEU CUSINHO É ROSADINHO, BEM PEQUENINO E BASTANTE APERTADO, TENHO 23 ANOS. NUNCA FUI, NEM SOU, AFEMINADO NA RUA, MAS NA CAMA COM UM MACHO, VIRO UMA MULHERZINHA, UMA PUTINHA SEM IGUAL, REBOLO MINHA BUNDA BRANCA NO PAU DO CARA, GEMO FEITO UMA EGUINHA, PEÇO PICA, PISCO MEU CU COM A PICA DENTRO, PEÇO PRO CARA SOCAR O PAU BEM GOSTOSO NO MEU CUZINHO ROSADO E APERTADINHO, BOTO PRA FUDER MESMO! HOJE EM DIA, TENHO NAMORADA, QUE, É CLARO, NÃO SABE DO MEU PASSADO. POSSO DIZER QUE, APESAR DE SER TÍMIDO E BASTANTE RESERVADO, SEMPRE FUI UM SAFADO, GOSTO MUITO DE UMA SACANAGEM, SEXO DE QUALQUER TIPO ME DEIXA LOUCO. QUANDO CRIANÇA, TINHA MUITOS AMIGOS MEUS QUE VINHAM BRINCAR COMIGO. NESTA ÉPOCA, EU ESTAVA COM 19 ANOS, ESTAVA ME DESCOBRINDO, ERA UM VERDADEIRO PUNHETEIRO, ASSIM COMO MEUS AMIGOS. GOSTÁVAMOS MUITO DE BRINCAR DE ESCONDER, ÍAMOS PRA RUA SEMPRE PRA BRINCAR DISSO, POIS, ASSIM, PODERÍAMOS NOS ESCONDER EM LOTES COM MATAGAL E BATER UMA PUNHETINHA BEM GOSTOSA. SEMPRE ESTÁVAMOS EM GRUPO DE 5 OU 6 PESSOAS, CHEGÁVAMOS AO LOTE E JÁ ÍAMOS BAIXANDO AS CALÇAS PRA BATER UMA PUNHETINHA. COMO DISSE NO INÍCIO, MINHA BUNDA NÃO É IMENSA, MAS É SALIENTE E CHAMA MUITO A ATENÇÃO POR SER BEM BRANQUINHA E DURINHA, E ISSO ERA MOTIVO PRA MUITOS ELOGIOS E BRINCADEIRAS QUANDO ÍAMOS NOS MASTURBAR. CERTA VEZ, FOMOS ESCONDER-NOS NUM LOTE PERTO DE MINHA CASA, ONDE HAVIA UM MATO ALTO, MAS NO MEIO DELE HAVIA UMA ESPÉCIE DE CLAREIRA. QUANDO CHEGAMOS, ESTÁVAMOS EM 6, EU, LÉO, HU, FÁ, DIEGO E REI, TODOS FOMOS TIRANDO AS ROUPAS PRA BATER UMA PUNHETINHA GOSTOSA, ERA A PRIMEIRA DO DIA, EU FUI ESCOLHIDO PRA FICAR DE PÉ E VER SE QUEM ESTAVA NOS PROCURANDO, QUE ERA O PEDRO, PASSAVA. ENQUANTO OS OUTROS SE SENTAVAM NO TRONCO QUE LÁ HAVIA, EU FIQUEI DE PÉ OLHANDO PARA A RUA, ABAIXEI MEU SHORT ATÉ OS JOELHOS, PORÉM MINHA CUECA NÃO DESCEU JUNTO DO SHORT, ELA ESTAVA PRESA NO MEU REGO, ESTAVA QUASE TÃO ATOCHADA QUANTO UMA CALCINHA, POIS ERA UMA CUECA PEQUENINA, QUE EU USAVA QUANDO ERA BEM MAIS NOVO, MAS TIVE QUE USAR NAQUELE DIA PORQUE TODAS AS OUTRAS ESTAVAM SENDO LAVADAS. LEVEI O MAIOR SUSTO QUANDO OUVI GEMIDOS DE ADMIRAÇÃO, “AAASSSHHHH! QUÊ ISSO!”, OLHEI PRA TRÁS E VI TODOS SENTADOS NO TRONCO, COM O PAU DE FORA, BATENDO PUNHETA E OLHANDO PRO MEU RABO. FIQUEI VERMELHO NA HORA, MAS PARECE QUE DE ALGUMA FORMA, AQUILO MEXEU COMIGO, POIS CONTINUEI COM A BUNDA VIRADA PRA ELES, OLHANDO PARA SEUS PAUS E BATENDO MINHA PUNHETA APENAS COM A PARTE DA FRENTE DA CUECA ABAIXADA. SENTI QUE MEU PAU CRESCEU ASTRONOMICAMENTE AO VÊ-LOS ADMIRANDO MINHA BUNDA E SEUS PAUS DUROS POR CAUSA DELA, ENTÃO ME VIREI PRA OLHAR A RUA E EMPINEI MINHA BUNDA. DESSE MOMENTO EM DIANTE, PASSEI A IR COM MINHA MÃE PARA EU MESMO COMPRAR MINHAS CUECAS, POIS SEMPRE AS COMPRAVA MENORES, PARA PODEREM ENTRAR NO MEU REGO E TODO MUNDO VER MINHA BUNDA GULOSA. MINHA MÃE ESTRANHOU O TAMANHO DAS CUECAS QUE EU PEDIA PRA COMPRAR, MAS EU INVENTAVA SEMPRE UMA DESCULPA E ELA ACREDITAVA. EU ERA O MAIS NOVO DA TURMA, TINHA 19 ANOS, SÓ O PEDRO ERA DE MINHA IDADE, OS OUTROS TINHAM DE 19 A 19 ANOS. TODA VEZ QUE ÍAMOS BRINCAR, EU AGORA ME OFERECIA PRA FICAR DE PÉ E VIGIAR A RUA, BRINCAMOS DURANTE VÁRIOS DIAS E EU SEMPRE ME OFERECENDO PRA OLHAR A RUA. NISSO, FICAVAM TODOS SENTADOS NO TOCO, OLHANDO MINHA BUNDA, COM A CUECA SEMPRE ATOLADA NO REGO, E BATENDO PUNHETA. MEU CUSINHO SEMPRE FICAVA BABANDO DE TESÃO. O DIEGO, QUE ERA O MAIS VELHO DE NÓS, TINHA 19 ANOS, TAMBÉM ERA O MAIS SACANA, APROVEITAVA-SE DA GENTE POR SERMOS MAIS NOVOS E MAIS FRACOS, NOTOU QUE EU ESTAVA ERA OFERECENDO MINHA BUNDA PRA ELES, ENTÃO, QUANDO ÍAMOS AO PIQUE NOS SALVAR, ELE SEMPRE FICAVA POR ÚLTIMO COMIGO, POIS, ELE PASSAVA A MÃO NA MINHA BUNDA E DIZIA, “QUE CUZINHO GOSTOSO, AINDA VOU COMÊ-LO!”, TODOS, INCLUSIVE EU, LEVÁVAMOS NA BRINCADEIRA AQUILO, MAS PELO OLHAR QUE ELE DAVA PRA MIM, EU SABIA QUE HAVIA UM FUNDO DE VERDADE. UM DIA, ESTRANHEI QUANDO TODOS FORAM A MINHA CASA ME CHAMAR PARA BRINCAR, POIS, SEMPRE IAM UM OU DOIS APENAS. TOPEI EM IR. ERAM 5 HORAS DA TARDE, JÁ ESTAVA MEIO ESCURO. AVISEI A MINHA MÃE E FUI. NESTE DIA, EU USAVA UM SHORT VERMELHO, DE UM TECIDO FINO, UMA CUECA PEQUENA, PRETINHA E ESTAVA SEM CAMISA. COMO O TECIDO DO SHORT ERA FINO, ELE ENTRAVA DENTRO DO MEU REGO JUNTO COM A CUECA, EU JÁ TINHA TOMADO GOSTO POR ISSO, PÓIS GOSTAVA DE SENTIR A CUECA COTUCANDO MEU CU QUE FICAVA SE MELANDO E PISCANDO. APÓS PASSAREM EM MINHA CASA, FOMOS à CASA DO PEDRO CHAMÁ-LO, ENTÃO FOMOS BRINCAR. NESTE DIA, EU FUI O PEGA, ENTÃO TODOS FORAM SE ESCONDER. A BRINCADEIRA, NA VERDADE, ERA SÓ MOTIVO PRA BATER PUNHETA, POIS, O ESCONDERIJO ERA SEMPRE NO MESMO LUGAR. DEPOIS DE CONTAR ATÉ 100, ENTREI NO MATO, EM SILÊNCIO, à PROCURA DELES. AO CHEGAR PERTO DA CLAREIRA, OUVI GEMIDOS “AAAHHH, UUUHHHH!!!”, ENTÃO PENSEI: “ELES DEVEM TA NA MAIOR BRONHA!”, FIQUEI NA ESPREITA, E VI POR ENTRE OS ARBUSTOS QUE ELES ESTAVAM TODOS ENFILEIRADOS, FAZENDO TROCA-TROCA, O PEDRO ERA O PRIMEIRO E O DIEGO, QUE ERA O MAIS VELHO, O ÚLTIMO DA FILA. NOTEI QUE CONSTANTEMENTE, ELES MUDAVAM DE LUGAR, APENAS O DIEGO PERMANECIA SEMPRE EM ÚLTIMO, E QUE OS GEMIDOS ERAM SEMPRE DE QUEM ESTAVA EM SUA FRENTE. OUVI ELES DISCUTINDO ENTRE SI, NINGUÉM QUERIA FICAR NA FRENTE DO DIEGO, POIS QUEM JÁ TINHA FICADO DIZIA QUE DOÍA MUITO, MAS ELE, MALANDRO COMO ERA, DIZIA: “QUE ISSO, VOCÊS SÃO MULHERZINHAS? VÃO AMARELAR? EU PROMETO IR MAIS DEVAGAR! VEM LOGO!”, ENTÃO, ELES IAM NOVAMENTE E SEMPRE QUE ELES QUERIAM PARAR, O DIEGO OS CONVENCIA DO CONTRÁRIO. MUDEI O ÂNGULO E DESCOBRI O PORQUE DOS GEMIDOS. É QUE, COMO TODOS ÉRAM MUITO NOVOS, OS PINTOS DELES NÃO CHEGAVAM A PENETRAR O CU DE QUEM ESTAVA à SUA FRENTE, JÁ O DIEGO, TINHA ATÉ UM PAU AVANTAJADO PRA SUA IDADE, ERA UM PAU FININHO, MAS LONGO. TODOS TROCAVAM DE LUGAR RAPIDAMENTE, MAS QUEM ESTAVA Á FRENTE DO DIEGO IA SAINDO BEM DEVAGAR “AI, ESPERA AÍ, AI, TA DOENDO UM POUCO, JÁ VOU SAIR! AI”. EU VIA O PAU DELE SAIR DE DENTRO DO CU DOS GAROTOS QUE FAZIAM CARETA DE DOR. NESTA HORA, EU JÁ ESTAVA ME MASTURBANDO FEITO UM LOUCO, ENTÃO FIZ BARULHO. ELES PARARAM E FICARAM OLHANDO NA DIREÇÃO DE ONDE FIZ BARULHO. LEVANTEI MINHAS CALÇAS E IA SAINDO BEM DE FININHO, ATÉ EU OUVI BARULHO DE ALGUÉM CORRENDO E QUANDO IA FAZER O MESMO, JÁ ERA TARDE, O DIEGO ME SEGUROU PELOS BRAÇOS E ME LEVOU ATÉ A CLAREIRA, ONDE OS OUTROS ESTAVAM. “OLHA QUEM ESTAVA ESPIANDO GALERA! E TAVA DE PAU DURO TAMBÉM. ACHO QUE O RAFA QUER BRINCAR!”. ELES ESTAVAM à MINHA VOLTA, ENTÃO, O SAFADO DO DIEGO DISSE; “OLHA, A BUNDINHA DELE TA ENGOLINDO ATÉ O SHORT HOJE”, ENTÃO ELE ABAIXOU MEU SHORT DE UMA VEZ MAS MINHA CUECA CONTINUOU ATOCHADA NO REGO, ELE DEU UM TAPA NA MINHA BUNDA E DISSE: “QUE RABO GOSTOSO, VOU METER MEU PINTO NELE”, EU NÃO ESBOÇAVA REAÇÃO, MEU PAU TAVA DURINHO, E O PAU DOS DEMAIS TAMBÉM. O DIEGO DISSE: “ESSES CARAS TÃO RECLAMANDO DO MEU PAU, MOSTRE PRA ELES COMO SE ENGOLE UM!”, ELE ME FEZ TIRAR MEUS CHINELOS E ME AJELHAR SOBRE ELES, DEPOIS, TODOS SE ENFILEIRARAM E EU IA CHUPANDO O PAU DE CADA UM. O PAU DO DIEGO NÃO TAVA SUJO DE MERDA, MAS TAVA COM UM CHEIRO DE CU MUITO FORTE, MESMO ASSIM, EU CHUPAVA O PAU DELE COM MUITO GOSTO, SEMPRE ME LEMBRANDO DOS FILMES PORNÔS QUE EU ASSISTIA ESCONDIDO EM CASA. CHUPAVA AQUELES PAUS SEM PÊLOS COMO SE CHUPASSE UM PICOLÉ, LAMBIA AS CABECINHAS, CHUPAVA OS OVOS, CUSPIA NELES E BATIA UMA PUNHETINHA. ENQUANTO EU CHUPAVA UM, BATIA PUNHETA PRA DOIS E ASSIM FUI, ATÉ TODOS TEREM SIDO CHUPADOS. O LÉO VEIO POR TRÁS DE MIM E PUXOU MINHA CUECA PRA BAIXO, ME PÔS DE 4 E METEU A LÍNGUA NO MEU CU “QUE CUZINHO BONITO RAFA, É PEQUENINO E ROSA!”, AGORA, ENQUANTO EU CHUPAVA OS QUE ESTAVAM SENTADOS NO TOCO à MINHA FRENTE, VINHA UM POR TRA´S E TENTAVA ME PENETRAR. SÓ TENTAVAM MESMO, POIS OS PAUS DELES ERAM PEQUENOS E NÃO ENTRAVAM, ALGUNS CHEGAVAM à PORTINHA DO MEU CU, MAS NÃO ENTRAVAM, ENTÃO EU SENTIA AQUELES PAUZINHOS APENAS SE ESFREGANDO NO MEU REGO. O DIEGO MORRIA DE RIR, ENTÃO ELE DISSE, “TODOS VOCÊS, VÃO BRINCAR COM O CU DELE ENQUANTO ELE CHUPA MEU PAU, DEPOIS VOU MOSTRAR COMO SE FODE UM CU.”. TODOS OBEDECERAM NA MESMA HORA E PASSARAM PARA TRÁS DE MIM, ELES ESFREGAVAM SEUS PAUZINHOS EM MINHA BUNDA, ME CHAMAVAM DE PUTINHA GOSTOSA, CUSPIAM NO OLHO DO MEU CU, ENFIAVAM OS DEDINHOS FININHOS LA DENTRO E DIZIAM QUE ERA PRA O PAU DO DIEGO ENTRAR LEGAL, EU DIZIA: “TA, MAS VAI COM CALMA QUE MEU CU É APERTADO”. ENQUANTO ISSO, EU LAMBUZAVA O PAU DO DIEGO COM MINHA BABA, CHUPAVA TÃO AVIDAMENTE QUE JÁ ESCORRIA BABA PELO MEU QUEIXO E PELOS OVOS DELE. TAMBÉM JÁ SENTIA O CUSPE DOS MOLEQUES ESCORRER POR MINHAS PERNAS. PASSADOS UNS 19 MINUTOS, CHEGOU A HORA. O DIEGO SE LEVANTOU E PEDIU PRA ALGUÉM ABRIR MEU CU. O REI SEGUROU MINHA BUNDA E ABRIU MEU RABO, O DIEGO VEIO E ENCOSTOU A CABEÇA DO PAU NO MEU CU, QUANDO EU SENTI-O PRESSIONAR, TENTEI SAIR, MAS O FÁ, O HU E O PEDRO ME SEGURARAM, EU ME DESESPEREI E PEDI PRO DIEGO PARAR, MAS ELE CONTINUOU A METER E EU COMECEI A CHORAMINGAR E GEMER “AI, AI, AI, TA DOEENNDDOOO, AAAIIII!”, E ELE IA METENDO MAIS, ATÉ QUE SENTI SUA BARRIGA BATER EM MINHA BUNDA. ELE FICOU PARADO UM TEMPINHO, MAS LOGO COMEÇOU O VAI E VEM “AI, QUE CU APERTADO CARA, TA MACHUCANDO MEU PAU, AI QUE CU GOSTOSO!!” ELE IA AUMENTANDO O RITMO E EU GEMENDO, AGORA DE DOR E PRAZER, POIS MEU CU HAVIA SE ACOSTUMADO “AI, VAI, OH, CALMA, AAAIII, UUUFFFF, OOOHHH!!”, APÓS ALGUM TEMPO, O DIEGO SE SENTOU NO TRONCO E MANDOU EU SENTAR NO SEU COLO, SENTEI-ME BEM DEVAGAR E COMECEI A CAVALGAR, SUBIA E DESCIA BEM GOSTOSO NAQUELA PIROCA. OS OUTROS OLHAVAM E SE MASTURBAVAM, DE VEZ EM QUANDO, ALGUEM COLOCAVA O PAU PRA EU CHUPAR OU BATER PUNHETA. MEU CU TAVA ARDENDO. O DIEGO ENTÃO DISSE QUE IA GOZAR, “OOOHHHH, AAAIII, OOOHHH!”, SENTI AQUELE QUENTINHO DENTRO DE MIM. QUANDO IA ME LEVANTAR, ELE MANDOU EU FICAR LA ATÉ O PAU DELE AMOLECER. EU OBEDECI E ENQUANTO ISSO, CHUPAVA UM PAU AQUI, BATIA UM PUNHETINHA PRA ALGUÉM ALI. QUANDO O PAU DELE SAIU DE DENTRO DO MEU CU TODO MOLE, EU ME LEVANTEI E SENTI A PORRA DO DIEGO, QUE ERA BEM RALINHA, ESCORRER PELO MEU CU. TIVE QUE BATER PUNHETA E CHUPAR O PAU DOS OUTROS ATÉ TODOS GOZAREM, ELES NÃO ESPORRAVAM, SAIA APENAS UMA AGUINHA DA CABEÇA DO PAU DELES QUE EU LAMBIA, ERA SALGADINHA. DEPOIS, VESTI A ROUPA E FUI EMBORA, ASSIM COMO TODOS. CHEGANDO EM CASA, CORRI PRA O BANHEIRO, POIS MEU PAU TAVA DURO. QUANDO TIREI A CUECA, VI UMA MANCHINHA DE SANGUE NELA, POIS ELA ENTRAVA NO MEU CU E TAMBÉM A MANCHA DA PORRA DO DIEGO. TERIA QUE JOGAR A CUECA FORA, COMO FIZ, E LAVEI MEU CU QUE ARDEU DEMAIS. BATI UMA PUNHETINHA E FUI DORMIR. DAQUELE DIA EM DIANTE, MINHA VIDA MUDARIA, PASSEI A SER A MULHERZINHA DA TURMA. MINHA CASA É DE GRADE, TEM ÁRVORES NA FRENTE, O QUE A DEIXA BEM ESCURA à NOITE, NA RUA DE MINHA CASA NÃO HÁ MOVIMENTO à NOITE POR SER UM BAIRRO DE CLASSE MÉDIA-ALTA, TODOS OS OUTROS GAROTOS ERAM MEUS VIZINHOS. O DIEGO VINHA à MINHA CASA TODA NOITE APÓS AS 19 HORAS, QUANDO MEUS PAIS JÁ ESTAVAM DORMINDO, EU FICAVA APENAS DE SHORT ESPERANDO-O. ELE NÃO ENTRAVA EM CASA, FICAVA DO LADO DE FORA DA GRADE. EU ABAIXAVA A PARTE DE TRÁS DO SHORT, EMPINAVA MEU RABO BRANCO E ABRIA-O COM AS DUAS MÃOS, DEIXANDO MEU CU ROSADINHO Á MOSTRA, ENCOSTAVA MEU BUMBUM BRANCO NA GRADE E O DIEGO VINHA, ABAIXAVA APENAS A PARTE DA FRENTE DE SUA BERMUDA E METIA O PAU NO MEU CU. FICÁVAMOS ESPERTOS PARA O CASO DE MEUS PAIS OU ALGUÉM APARECER. GEMIAMOS BAIXINHO “OOHH, IIISSSOOOO, OOOHHH, AAAHHH, UUUUFFFF, HHHUUUMMMM!”, ATÉ QUE ELE GOZAVA E MELAVA MINHA BUNDA E MINHAS PERNAS OU FICAVA COM O PAU ATOCHADO DENTRO DE MIM ENQUANTO EU ME MASTURBAVA E GOZAVA, FAZENDO MEU CU PISCAR E APERTAR O PAU DELE. ISSO O DEIXAVA LOUCO E ELE ME COMIA DENOVO. DEPOIS DE UNS TEMPOS, ELE PASSOU A GOZAR NA MINHA BOCA E EU SORVIA TODO AQUELE LEITINHO NUTRITIVO ATÉ A ÚLTIMA GOTA. OS OUTROS GAROTOS, SABENDO DESSAS AVENTURAS, PASSARAM A VIR ME VISITAR TAMBÉM. O DIEGO VINHA E CADA DIA TRAZIA UM COM ELE DE FORMA QUE TODOS REVEZAVAM, SÓ O DIEGO VINHA TODOS OS DIAS. COMO ELES NÃO CONSEGUIAM ME PENETRAR, EU FICAVA DE LADINHO NA GRADE E ENQUANTO EU BATIA UMA PUNHETINHA PRA ELES, ELES ENFIAVAM O DEDINHO NO MEU CU. DEPOIS QUE ELES GOZAVAM COM A PUNHETINHA, EU CHUPAVA-OS E FAZIA-OS GOZAR DE NOVO. ENTÃO, DEPOIS DE ESTAR LACIADO, O DIEGO VINHA E ME FODIA GOSTOSO. REALMENTE, VIREI O BRINQUEDINHO E A PUTINHA DA GAROTADA. EU AMAVA LEVAR ROLA. ELES, àS VEZES VINHAM PRA MINHA CASA, DIZÍAMOS QUE ÍAMOS JOGAR VÍDEO GAME NO MEU QUARTO E EU FICAVA A TARDE TODA LEVANDO ROLA. APÓS NOVE MESES NESTA BRINCADEIRA, MEU PAI FOI TRANSFERIDO E TERÍAMOS QUE NOS MUDAR PRA OUTRA CIDADE. TENTAMOS MANTER CONTATO, MAS COM O TEMPO, PARAMOS DE NOS CORRESPONDER. TENHO OUTRAS AVENTURAS QUE DURARAM ATÉ MEUS 19 ANOS. TENHO VONTADE DE REPETIR AVENTURAS ASSIM. MEU CUSINHO ROSADO AINDA É APERTADO E TENHO A BUNDA BRANQUINHA E SEM PÊLOS. QUEM QUISER ME ESCREVER, O E-MAIL É: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos padresela chupeu monhas bolas a noite inteiraContos eroticos marido vira fêmeaCasada voltou bebada e sem calcinha em casa contosContos eroticos chupando pezinho no escritoriocontos eróticos com irmão de santoMinha sobrinha pediu para eu dar um shortinho de lycra pa ela usa sem calsinha para mim contosconto erotico eu e meu marido brigamos e eu o traicontoswww.contoseroticosenfermeirascontos recentes incestuosas encoxada segredos flagradosSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos de insesto fatos.comreaisconto meu marido choro quando o negao me estrupocontos eroticos dentro da pisciname larga lençou bom diaSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontoesposanuacontos eroticos casada pau pequenocorno cu veado negao conto erotico esposa dedos no cu consolonão sei como ela aguenta toda no cu e na boca está pica gigantemulher chama homem pra chupar sua b***** dela já foi gozar e alguns amigos queridosquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandoconto erptico na mesaminha sogra pediu pra ver meu pintoContos eroticos coroa tarada chama dois travesti pra tomar banho d piscina em casafui dormir na casa do meu primo e ele acordou de pau duroContos eróticos atolei no cuzinho da mamae no onibus lotadoContos euroticos de meninas q tiveram a primeira vez com primos mais velhos que primasComi minha amiga bebada contoscontos eroticos corno e amigo mesmvideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadaMinha mulher viu o pau do menino - contosContt erot menino na casa da sogrinhajaponesinha novinha dividindo o quilo do pai e chupando pornôconto erotico sodomizado bicontos eróticos vovóconto de incesto iniciando os filhos a arte do.incestomuile fudeo nacaxueracontos heroticos comi meu tio chupando o pau e.lambendo o cinema caraPorn contos eroticos na casa do tio ricocontos erotico eu minha esposa e meu primoconto comendo viuvacontos eroticos mulher casada se evcontos eroticos maduras bundao cuzaoeu trinquei o meu pau na mão dela contos eróticosdei contosxvideo zoofilia muleke pintudo arregaca cadelinhaparou na borracharia pra arrumar o pneu e levou pau gay fudendoconto erótico de empregada lésbica bolinando a inocenteconto erotico sou vadia e meu marido nem desconfiaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas deliciosas fingindo que esta dormindocontos erotico ela trai o maridoconto erotico de menina virgem de sete anoscontos eróticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a gentePornô.de4.na.anacondaQuale melhor foda com a minha namorada?conto erotico com meu sogro peladocontos gay travesti apostaninfetinhhas dando o cuzinho pra padrastos pai avo padrinho tio cunhado.contos nora tomando sol na piscina peladacontos comi a irma gravida gostosa rabuda peludaMoreno olhos verdes gay uberabapprn contos eroticos casada se prostintuindoconto sendo p*** da empregadaContos.eroticos.me.dava.banhocontos depois de velha fui arrombadaMinha namorada deu a bucetatodos gozarao na minha bucetacontos eroticos incesto sutiaContos gays estrupados na obracontos eroticos minha esposa mi deu de presente a sua sobrinhaContos eroticos homens estuprano gravidasContos eroticos de safada sendo estrupada por venhos barrigudosarombei o cu da minha sogra e minha esposa chupava sua buceta contos eroticosDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos safados mae casada filhas traem com homens dotados juntas Desvirginando a sobrinha de 18 anosconto eróticos eu mãe e irmã no hotelcontos eróticos tenho um caso com minha sograbucetao arombada de adivogada conto erotico