Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FLAGRADO PELA MULHER COM SUA CALCINHA

Click to Download this video!

Flagrado pela minha mulher com sua calcinharnSempre fui louco por mulheres com suas calcinhas minúsculas e transparentes, adoro cheirá-las e até usá-las de preferência que estejam usadas sem lavá-las.rnMinha mulher sempre deixa as suas calcinhas penduradas nos cabides do banheiro, esse motivo me fez contar sobre meus desejos, e o fragrante que ocorreu na semana passada.rnTenho um tesão louco por Adriana mulher realmente desejada, bunda grande pernas roliças e adora ser arrombada, totalmente liberal, sá não libera seu lado ?bi?, até esse dia, talvez medo de minha reação, tentei por várias liberá-la mas, não adiantou ela foge do assunto.rnAo entrar no banheiro vi sua calcinha marrom transparente, minha preferida, não resisto vou logo tirando minha roupa para usar aquela delícia, sempre na hora do banho, a enfio no meu reguinho e provoca um tesão maravilhoso, meu pau já começa a sair para fora, não tem calcinhas minúsculas que comporte um pau seja ele qualquer tamanho, começo a me masturbar em frente ao espelho olhando minha bunda com aquele fiozinho enfiado. Loucura ou não é gostoso.rnAdriana entra no banheiro e dá aquele ?flagra?, tomei um susto e fiquei sem reação, pra minha surpresa ela disse para eu não parar.rn-Que delícia, falou com seu olhar devorador bisexual enrustido, tirou seu vestido caseiro estampado com detalhes branco e preto que cola naquela bunda enorme, quando anda entra em seu rego, tira a concentração de qualquer homem que goste de um rabinho gostoso, tirou a calcinha usada colocou em meu nariz, sabe que adoro cheirar seu cheiro de sexo, mistura de buceta e cuzinho, irresistível, veio por traz e começou e raspar sua vulva na minha bunda, seus pelos roçavam meu rego que e com suas mãos abria e apertava minha bunda, gemendo em meus ouvidos e sussurrando palavras maravilhosas como, quero comer esse cuzinho delicioso, foi descendo lambendo todas partes da minha costa até chegar na meu rabo com sua calcinha enfiada, sá escutava falar ?que gostoso esse cu, maravilhoso?, puxou a parte que estava enfiada, lambia loucamente como se fosse um doce desejado, muito vontade e lubrificou totalmente meu rabo.rnPegou pela minha mão me levou até a cama mandou que deitasse com a bunda para cima, saiu do quarto foi até o outro onde guardamos nosso brinquedinho erático, que usamos quando ela quer dar várias gozadas e ser fodida pela frente e por traz de uma sá vez.rnEu deitado com meu cu todo lubrificado ainda com sua calcinha, ele traz consigo o lubrificante e ?seu pau?, um tamanho até para quem nunca deu, um tanto grande mais ou menos 19 cm., falei para ir devagar, respondeu ela ??fica quietinho para que realize meu desejo de comer esse cu gostoso?. Baixou a calcinha até chegar nos pés tirou apenas de uma perna que ela queria ficar olhando aquela peça minúscula no meu corpo, lambeu mais um pouquinho, passou o lubrificante com o dedo no meu cuzinho e foi enfiando o dedinho, dizendo que era bem apertadinho e que iria iniciar aquele rabo.rnTemos uma cinta que prende o pau artificial de gel muito parecido com um verdadeiro, colocou a cabeça na entrada do me cuzinho, gemendo muito, louca para comer meu rabo, falava palavras gostosas, e foi enfiando, eu tentando relaxar para não dificultar mais, doía um pouco,?fica quietinho que estou enfiando devagarzinho, dizia baixinho em meu ouvido, quando percebi já estávamos unidos por aquele pau, totalmente dentro do meu cu, com sua respiração ofegante começou a entrar e sair do meu rabo até que relaxei e me entreguei totalmente aos seus desejos, num ritmo maravilhoso, ficamos por mais ou menos uns vinte minutos, nessa posição, logos apás pediu que sentasse para ver seu pau ser cavalgado pelo seu macho que agora era sua putinha, atendi prontamente, já com mau anel acostumado fui sentando até entrar totalmente e comecei a cavalgar, ela pegou no meu pinto já estourando e começou a bater uma punheta até eu gozar, a porra chegou em sua cara e em seus peitos, ela passava a mão e levava até a sua boca e me beijava misturando minha porra com nossa saliva.rnLágico que apás essa loucura não poderia deixá-la na mão, fui pra cima dela e comi seu rabinho e sua bucetinha, não sei quantas vezes gozou, mas tenho certeza que foi o seu recorde em gozadas.rnEspero continuarmos nossos desejos por muito tempo ainda.rnAbraço a todos.rnrn rnrnrnrnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ele fodeu na minha frentecontofudi minha cunhadarelatos eroticos forçadocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3contos eróticos evangelicascontos eroticos de esfregando o pau na bunda da mamae dormindoestava no banheiro minha tia entrou contos eroticosponei arrombando morena com tesaofraguei meu garotinho de seis anos mamando o pau do vizinho contos eróticos gaypornodoido dona de casa chifra rapidinha cm amigocontos estrupei minha vizinhaconto erotico sou crente mas sou safadinhacontos eroticos filha pequenaconto erótico de mulher traindo marido com amigo taradovirgem tendo um orgasmo contos eroticosconto sou homem e dei o cu para meu sobrinhovideos porno mulher da a buceta com as pernas bem abertas io macho ainda chupa seus peitoestransando com assaltante contosfui corer com a minha madrasta e fidi elacontos eróticos com pezinhos da chefecontos erotico o dono do mercadinho de pau duroevy kethyn istinto ativoconto estrupando o cu da menininha novinhacontos de menininhas sentando no colo de homensconto esposa assanhada meu pai comeucontos punheta filho sobrinhosubrinho ve tia fazendo sexo araz da portaCuzinho gostoso contoscontos heroticos comendo a vendedora de trufasContoseroticos casada fiel viajando onibus lotadowww.contos de incesto me viciei em deixar meu tio chupar minha bucetinha na minha infânciacontos eroticos cuzinho pro paiconto comi o cu da minhamaeTennis zelenograd contoContos porno fui atacada pormeu padrasto me iniciou na zoofiliaMinha sobrinha pediu para eu dar um shortinho de lycra pa ela usa sem calsinha para mim contosmulheres peitudas contos eroticoscomessei a alizar o pau do marido da minha tia contocontos eroticos alice com a buceta inchada conto eonico de sexo analhomem de pau duro pra outro no cfc contocontos eroticos adoro beber o leite delescontos reais ajudei meu amante a comer minha filhaConto meu marido me obrigou a trepar com o mendigoXvideo aguentando paenormeconto erotico adoro dar meu cuContos eroticos gay estuprado pelo paiContos eroticos flagrou namoradaconto erótico a negona velhaconto erótico "comeu meu marido "contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaComo fazer a mulher se apaixonar pegando a calcinha delabrincadeiras com irmã-contosarrombado; contos gaycdzinha feminizadacontos eroticos mae viuvacontos pelado d4 pr macho no matoconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentesentando na rola do meu pai contos. eróticossexe conto com foto meo marido mando papai mi enrabasimpatia comer cunhadaconto erotico capitao tirou meu cabacinhoconto erotico gay: meu amigo japones me arromboucontos pai ea mamae chuparao minha xoxotacontos erotico ela trai o maridoSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos de crossdressermoleque no ônibus contos eróticos gayso contos de gay fazendo as maiores loucuras aronbando o cu bem aronbadomulher sendo forçada a gozar com pirocada de macho amarradaFILHA EMPRESTA ROLA PRA MAE CONTOconto erotico neu rabo seduziu meu subrinhocontos eroticos com foto empregada rabuda baixinhaboa fodaxvidiogozoucomconto erótico paixão de irmãcontos muito grosso e grande sofriconto erotico ele me apaupou e comeucontos homem chupa rola ricardao