Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOU CASADO MAIS FUI DOMINADO ? 6

Click to this video!

Sou Casado mais fui Dominado ? 6 Carnaval.rnOi pessoal!rnBom depois de um tempo sem escrever, já que o que vinha me acontecendo não era nenhuma novidade, apesar de toda semana acontecer uma chupada ou uma enrabada gostosa na casa dele. Mais já tinha dito que escreveria se acontecesse algo diferente, e nesse carnaval aconteceu, sem eu nem imaginar que ia acontecer. Eu moro no litoral e o carnaval aqui não é nenhuma maravilha é praticamente sá show a noite na praia com bandas pouco conhecidas. Mais as tarde tem em salão para as crianças e a turma aproveita o clima de festa pra fazer um bloco todos vestido de mulheres. E da sempre uma bagunça muito grande, cerveja demais todos caem na festa e se solta.rnTodo ano a gente pega a sede do time enche de cerveja e ali acaba sendo nosso ponto de partida.rnQuando chegamos no salão tem uma parte dividida para as crianças e outra pros adultos festas. E nessa bagunça estava eu o Paulo e mais oitos amigos todos vestidos de mulher. As roupas variavam de vestidinhos, saia, blusinha, perucas e aquela maquiagem bem horrível na boca e cara, cada um mais feio que o outro.rnNo salão muita bagunça, dança aqui, dança ali, sempre tem amigos vestido de homens e acaba aquelas brincadeira de agarra aqui ali e tudo vai em festas. Mias depois de certo tempo foi feito mais um trenzinho e dessa vez Paulo veio atrás de mim, e como estava muito cheio era um enconchado no outro. Eu e Paulo estávamos de vestido, nosso vesti8do era de um tecido fino e leve e eu estava com um calção sem cueca e logo senti o pau do Paulo endurecendo bem no meio de minha bunda. Como o tecido era fino e ele segurava a minha cintura e forçava seu corpo no meu e podia sentir seu pau rosando bem no meu cuzinho. E dançando aquelas machinhas de carnaval eu praticamente rebola no pau do Paulo, e ainda tinha que evitar encostar demais na bunda do meu amigo porque meu pau já estava duro. Esse trem durou uns 19 minutos e foram 19 minutos no meio de uma multidão e com o pau do Paulo encaixado no meio da minha bunda. Parecia que alguém ia ver, isso misturado ao álcool me deixava mais excitado ainda. Paulo ainda tentava me falar: nunca pensei que esse bloco ia ser tão gostoso assim! E tu tas gostando? Fiz que sim com a cabeça. Eu sei que estas! Tas até rebolando no meu pau já! E ficou rindo. Tu é foda né Paulo. E assim o trem seguiu.rnAté que o trem parou e nos desengatemos rsrsssssss e fomos nos reabastecer pegando mais cerveja, e mal entra já tem que sair e fomos pro banheiro ficando eu e ele lado a lado, meu pau já tava praticamente mole e de canto de olho olhei pra pau do Paulo que tava no meu lado no canto e Paulo tava com o pau duro, quando notou que eu tava olhando deu aquela balançada e deu aquele risinho sacana. Hoje vai ser todo seu! Olhei meio assustado mais quem tava ali nem podia entender. E assim voltamos pra junto da turma e as brincadeiras continuaram até 6 horas. Dali voltamos pra cede onde tinha mais cerveja e onde tínhamos deixada as nossas roupas.rnChegando na cede a bagunça continuou e num certo momento Paulo me convidou pra ir no vestiário onde fica os banheiros. Enchemos os copos e fomos a cede fica atrás de uma das traves enquanto os vestiários ficam no meio do campo e pra ir até lá tínhamos quer por dentro do campo e nesse caminho ele deixou eu passar na frente e ficou me seguindo atrás no que parei pra ele ficar no meu lado, ele falou: não para vai na frente que ta gostoso demais ver tua bundinha nesse vestidinho, já to de pau duro. Para com isso Paulo já não bastou no salão? Lá foi sá o começo e sei que estava gostado muito! Cara tu é foda mesmo! Foda é o que vou te dar se tu tirar esse vestidinho.rnEntremos no vestiário e como já imaginavas não tinha ninguém. Carlos faz o seguinte tira seu calção e vamos pro ultimo vestiário onde já te comi um dia, se alguém chegar a gente é sá tu colocar o calção e faz que tas dando uma vomitada. Fiz o que ele mandou e entremos no ultimo vestiário e deixei o calção pendurado o trinque da porta. Paulo já veio cheio de fome e me agarrou por trás, já sentir seu pau duro no meio da minha bunda, e ficou um pouquinho assim e logo tirou seu calção e levantou o vestido e me fez chupar. Não vai pensar porque estou de vestido que sou uma mulher... hahahaha mais chupa o macho que tu adora chupar. E eu assim fiz, meio bêbado e naquele vestiário de novo tudo dava medo e tezão e assim me concentrei naquele pau e chupei gostoso, fazendo pau se encostar na parede pra se manter equilibrado. Humm Carlos que delicia essa boca ta cada vez mais safada. Tu gostas de chupar com perigo nem? Fiz que sim com a cabeça e percebi que me tava mais tezão aquele perigo e isso me deu até certo medo. Então pau me mandou levantar, nisso e vestido caiu e tapou seu pau deixou aquele volume que era até lindo de ver. Paulo me virou pra parede, puxou minha bunda pra ficar empinada e puxou um pouco o vestido pra cima e como demorou pra me penetrar e olhei pra trás. Calma minha puta to olhando essa bunda que o vestido tampa a metade e deixa a metade de fora e ta um tezão vou meter como nunca. E nisso foi encaixando a cabeça depois empurrou mais um pouco segurando minha cintura eu podia sentir que ele ficava com a cabeça pra trás, então me virei um pouco e ele falou: nossa que visão mais linda ver meu pau entrar nessa bunda meia tampada nesse vestidinho. Aaaaaaaa minha puta isso ta bom demais. E começou a meter, metia até o saco bater na minha bunda e tira e metia de novo e assim seguia nesse ritimo, tinha momento que ele botava tudo e forçava seu corpo contra o meu me empresando na parede me deixando na ponta dos pés.rnDepois ele encostou-se à parede e me vez vim de bunda contra seu pau e encaixou o pau no meu cuzinho que a essa altura já ardia e queimava com as forte estocada que ele dava. Nisso ele fazia eu me curva pra frente e fazer um vai e vem com a bunda no pau dele. Isso Carlos me fode, fode meu pau com essa bunda gostosa e seu fudia aquele pau. Paulo foi ficando mais excitado e começou a baterna minha bunda. Com aquela voz trincada que ele fica quando ta muito excitado. Isso minha puta fode meu pau rebola vai, isso rebola bem e batia na minha bunda e eu rebolava de vestido no pau dele era loucura e tezão de mais ao mesmo tempo.rnPaulo foi me puxando cada vez com mais força contra seu pau suas mão seguravam com mais vontade minha cintura. Vai minha puta, vai rebola mais, vai e batia com mais força na minha bunda, e o estralo era cada vez maior, e seu fui rebolando com mais vontade e so deu tempo de liberar meu pau do vestido e acabei gozando como nunca gozei.rnComo meu gozo meu cuzinho foi se contraindo bem mais e sentir o primeiros chatos de porra invadindo meu cuzinho, fazendo meu cuzinho ferver cheio de porra, enquanto Paulo respirava ofegando eu ia sentido seu pau amolecer dentro de mim até sair e nos trazer de volta a realidade.rnVamos rápido antes que eles pensam que nos morremos.rnVoltamos pra festa e voltamos a tomar e pareceu ninguém sentir nossa falta, mais eu ainda tava com o cuzinho queimando e cheio de porra.rnAbraço a [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto de estupro de colegiaisdei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidacontos eroticos cavalo leitecontos de crosdresseresvou começar com Vanessa bucetacontos eroticos de sogras na faixa 47 anosEstupro gay conto gay pedreiroescravo conta como leva sua dona ao gozo com a língua na bucetaporno mamei tanto o peitinho q inchoucontos eroticos ninfeta aventureiracomigo vamo mulher do meu irmão meu irmão viu como um laser transar entre família comigo a mulher do irmãocontos eróticos de vibradorcontos eroticos arrependidafilme de sexo nacionais deixando gozar dentro da buceta dela MambucabaContos eroticos dois macho chupando minhas tetascontos calcinhacontos eróticos vítimacontos eroticos o porteirominha sobrinha pediu para mim gozar na calcinha dela contos eróticoscontos eroticos ela não queriaCíntia irmã de Johnnyfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos bem quente de casada e sua intida lesbicavideos chupando a xoxota uma da outra o clitores bem lisinhocontos eroticos da minha tia amadorasvi ele comer ela/contorecem casada safada contos eroticosContos filha fica de calcinha perto do paicontos muito grosso e grande sofriminha esposa nega mas eu sei que sou cornoSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininoesposa seria se bronzeando em casa contogritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacoconto cutuquei pai na bundia delabuceta bem regacada peluda perna aberta na camacomendo a empregada contodei minha filha p meu amante pauzudo desvirginar contosdesabafo sou casada trai meu marido com eletricistaCaralhogigantedentrocontos eroticos comendoa crente no trabalhoNovinha e chantageada.contoscontos eróticos de bebados e drogados gaysconto erotico ajudando minha tia no encanamentocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosvoyeur de esposa conto eroticoconto erotico quando era pequenaconto erótico chantagem putinha pobre cu colocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosminha namoradinha me provocou pra fuder brasilwww.contos de a primeira gozada no incestoconto eroticos troca troca com amiguinhoconto novinha devendocontoseroticosrolameus tios uma historia real 1Comtos casadas fodidas pelo filho e o sobrinhoconto erotic pegand a calsinha da sograeu tenho uma irmã muito gostosa eu tava me depilando e ela pediu para terminar depilaçãocontos eróticos novinha no ônibusContos eroticos com esposas que foram arrombadas pelo tio do maridodescabaçando um hetero contodomindo sentir o dedo do meu tio na minha bucetaporno puxo o cabelo dela de quatro e arregaço sem docontos de crossdresserContos de masturbação com objetos no ginecologistaContos erótico novinhas vigem sedo arobada pelo vizinhocontos reais/viciei minha priminha pros amigosgays chupando cu de macho caretasexo no arpoador conto eroticovendo a cunhada depilando a buceta contoscontos eroticos menininhaconto peguei no bulto do amigofotos de coroas branvas.dr sutian e.causinha na camsescurdo bucetona arreganhada foto delaslésbicas esfregando pernas de rã veridicocasada meu patrao me comprou e arrobou meu cu virgem contos eroticos