Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SAFADA

Click to this video!

SafadarnConheci GZ em uma festa, ela é casada com um gringo que passa 50 dias viajando a trabalho e quando chega fica uns 20 dias e some no mundo, na nossa 1° trepada estávamos tirando a roupa ela me abraçou e foi logo dizendo, ?não peça nada, mande e me bata pra obedecer?.rnGZ é uma baiana muito safada, cresceu com o sexo norteando sua vida. Naquela fase de menina mulher os hormônios pululando, andava sá de shortinho e blusinha, estava deixando seu pai fora de controle, ela costumava sentar no colo do pai e ficar abraçada. O cara não ia aguentar muito tempo. Um dia ela fez xixi (fez até os doze anos) na cama e chamou o pai, ele foi ver se a menina estava muito molhada e viu a xoxota dela inchadinha e deu uma bulida com o dedo, ela fingiu que estava dormindo, o cara percebeu que ela estava excitada, a calcinha da menina toda molhada de mijo e tesão. Num outro dia ela de vestido, no colo do pai, calcinha aparecendo e com uma manchinha úmida ele não resistiu e passou o dedo, viu que ela gostou e começaram as caricias que foram ficando mais ousadas e ela safada, também começou acariciar o pau dele, o cabaçinho de GZ ele fez com os dedos num dia que na hora do gozo GZ se agitou e gemeu muito, o pai gozando junto, enfiou de vez dois dedos e já era um cabaço. As caricias com mais safadeza se intensificaram e ele começou a bolinar no cuzinho dela, onde encontrou grande receptividade, ela gozava mais rápido quando ele enfiava os dedos no cuzinho, a viagem dos dois era com as mãos, até que um dia ele não aguentando mais enfiou a pica dura e enorme de tezão no cuzinho dela, pois já estava todo lambuzado do mel da xoxota que escorria, ele deu umas pinceladas e enterrou, já estava dilatado por causa dos dedos que entravam e saiam, GZ gemeu de prazer e gozou sem se controlar fazendo seu pai gozar junto. Os dois passaram a ser amantes da sodomia as escondidos, ela safada atiçava falando pra ele quando estavam sás, ?come sua filhinha enquanto a mamãe não vem, goza no meu cuzinho gostoso... vem...?, o cara pirava.rnA sacanagem entre pai e filha foi até quando a mãe descobriu tudo e foi o maior bolo. A mãe botou o cara pra fora de casa e foi à maior confusão. Arrumaram um primo pra casar com a menina. O cara casou, pois ele vivia na casa da família no subúrbio de Salvador e ele sabia como ela era safadinha, de vez em quando ele tirava uma lasquinha, uma vez depois de ela bulir com o pai foi mostrar pra ele como ela estava toda lambuzada e ai acabaram trepando.rn Tiveram duas filhas, e o casamento foi ficando ruim, as filhas foram morar com a mãe dela. O marido gostava de comer as biscates do bairro do Uruguai em Salvador, GZ ficava puta com ele, mas gostava de saber como tinha sido a transa, à noite ou de manhã quando o casal ia dar uma, ela sá liberava se ele contasse como tinha comido a última piriguete, GZ se gozava se masturbando sá de escutar depois liberava pro marido, o cara sá gostava de gozar no cúzinho.rnO ex- marido de GZ foi caído nas baladas e deixando ela puta da vida e dura de grana, ai começou a botar corno nele, como a grana estava curta começou a fazer vida no apt° de uma amiga, virou garota de programa até que os dois se separaram. rnGZ começou a sair com um vizinho de rua, um tal de B., o cara era muito estranho e ciumento e quando iam para um barzinho e ela olhava pra alguém pra provocar (safada), o cara ficava muito puto e iam embora, depois na casa dele ele descontava a ira, amarrava, xingava, batia e depois trepava com ela, os dois se gozavam que nem animais, até o cachorro dele (um Husky) participava, ele dizia pro cachorro ?come que essa é cadela safada?, tinha dia que o cara colocava molho de pimenta no cuzinho dela e enterrava o pau, às vezes acendia uma vela e deixava a cera fechar o buraquinho dela para depois enterrar o cacete bem duro arrombando tudo.rnO cara gostava de usar as roupas de baixo dela e começou a virar mulherzinha na hora do gozo, gemendo e gritando como uma putinha e pedindo pra ela enfiar os dedos nele, depois cenouras e por fim quis um homem comendo ele, tinha vez que ela sá assistia se masturbando outras participava, acabou viciada na suruba.rnOs dois acabaram brigando (deu uma surra nela) por ciúmes, o ex- marido não desgrudava e ele não confiava numa garota de programa safada. Não se viram por uns tempos, nesse período ela casou num lance de sorte, pois estava fazendo a vida na ilha de Itaparica (se escondendo da polícia ou do B.?) em Aratuba numa barraca de praia, quando uma equipe de uma multinacional pesquisando gás passou a frequentar a barraca de praia onde GZ trabalhava. Um frances da equipe ficou louco por GZ, da 1° vez que transaram, ela o levou para o quarto dela e ficaram nas oito noites seguidas na putária, o cara antes de ir embora deu um dinheiro pra GZ e disse que não queria ela com mais ninguém e foi embora para o exterior e depois de uns meses voltou e procurou GZ e foram ficando, o cara bancava a grana dela. Ela logo arrumou um filho para se garantir e como o cara gosta de um corno o casamento e quase perfeito. Nas transas deles ele sempre quer saber o tamanho do pau dos caras que comem ela. E por conta disso GZ tem uma vida confortável, estuda Psicologia e cuida do filho, o resto do tempo faz programas eventuais para sustentar as duas filhas, que parecem que vão pelo mesmo caminho.rnEla reencontrou o ex-namorado, casado segundo ela com uma bobinha e desde então saem pra dar uma, às vezes com um tal de N. junto, outras com o F. (o namoradinho do B.), vão sempre pra motel de tarde e a suruba rola solta, todos gostam de dar o cú e chupar uma pica. Ela gosta de ser submissa a ele, faz tudo que ele manda.rnàs vezes a notava GZ toda arrombada, ela já me contava as coisas por alto, acho que queria tirar onda de patricinha, dondoquinha moderna, dizia também que me contava as coisas sá pra me dar tesão que sabia que eu era safado. Como estava a 4 anos trepando eventualmente com ela e encucado com a situação, coloquei um detetive e com sua ficha na mão fiquei sabendo até os motéis que ela frequentava, muitas vezes a três. O detetive não soube dizer se eram programas pagos, descobriu também que ela dava golpes em turistas e tem um inquérito de n°07399 na Delegacia de proteção ao turista de Salvador.rnUm dia no motel com GZ estávamos praticando BDSM, na hora que ela estava toda amarrada mostrei os fatos do detetive e fiz ela me contar em detalhes o que parcialmente estou descrevendo agora. Depois já desamarrada pediu pra eu comer ela como se fosse o pai (já sou coroa), ela se mijou varias vezes gozava e falava ?vai papai come sua filhinha enquanto a mamãe não vem me fode gostoso que eu quero gozar, vai papai come sua putinha?.rnDa última vez aqui em casa a safada perguntou (a mando de B) se eu queria transar junto com mais gente, que se eu gozasse no cuzinho dela o cara ia lamber a porra na portinha do cuzinho enquanto o outro comeria o cú dele, ele sabe que transo com ela (O coroa) e que fico com o pau duro e grande por muito tempo, está interessado. Se for vou querer ficar assistindo de camarote, depois vou mandar os caras embora e ficar com ela toda melada e arrombada, então vou amarrar ela todinha e...rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos comendo o cachorro da ruahomen dando cu para a gradeuporno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delacontos eróticos coni minha filha e seu amigo gaymalu gordinha alt 1.83contos eróticos vendadacomiminha filja lauraloirinha goatossa visO primo enterrou o pauzão de uma vez so tirou o cabacinhoesposa santinha liberando o cuzinho para o sogroconto com irma pegando na rola por debaixo da mesacontos fui comer o cu da minha esposa dormindo tava alagadocontos eroticos cunhadinhoscontos com a visnha casada escondido oacontos gay caminhoneiroporno produto gruda pinto na bucetacontos eritico papai colocou de castigoPor causa da zoofilia virei escrava 3contos eroticos flagrei minha namoradazoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazerpapai caminhoneiro conto eróticomeu marido me flagrou fodendo contoslésbicas chupando sopinhastravesti dotadu no rneu quero a mulher da b******* grande de fio dental na regata do c* da bundonanovinha deu o cu em casa q ficou esfolado contosesfrega conto heroticoconto eróticos sabrinacontos eróticos amigas passando a mão na bunda umas das outrasmelhores historias porno´ detalhe por detalhefrutinha viadinho bunda grande e arrebitada dando o cusou casada e contratei um travesti para me comer conto eroticotracei minha irmã contosconto erotico ele me encoxou no onibuschupei meu filho contos eroticosvídeo pornô com travesti travesti transando com a outra por amor todinho raiva da outraa casa dos contos eróticos-prima ThayaneVi minha namorada dando pra varios contos eroticosnão acredito que dei o cu contos eróticoscontos exitantes estava muito triste e carente meu cunhado chegou na minha casaEu tirei o cabaço da buceta da minha filha eu fiz um plano com ela era pra ela arranjar um namorado no colegio dela pra ela levar ele em casa pra ela fazer ele fuder a buceta dela pra ele achar que a buceta dela era cabaço conto eroticosogra chortinho provocando genro cozinha lavandoporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetaconto erotico loira casada aprendendo a trairConto minha mulher pegou eu dando o cucontos eróticos gays a primeira vez com 24 anosVirgem inocente contoConto eu metendo na vagabunda da minha tia e na vadia da sua amigacontos enrabada no chuveiroafeminando o corno contocontos eroticos de tias coroas mijonasconto mulher conta que que dois predeiro comeu seu cuzinho a força contos erticos/meus doi primos revesaran em mincontos eróticos fodida com sadismocontos eroticos domia ele cospi nu meu cucontos eróticos enrabando a namorada do meu sobrinho que tava babadaFui estuprada com penis de borracha contochupava a noite inteira ele amarradocasa dos contos eroticos com piscineiro taradoconto erotico viadinho pego usando calcinha no sitioconto erotico a boleiacontos picantes seduzindo o cunhado sem querercontos eróticos trai meu marido numa rapidinhacontos eróticos virei marido da minha irmãcontos eroticos esposa me deuMães chupando filho contoseroticoscontos eróticos eu meu melhor amigocontos eroticos dei pro irmao da igrejaconto gerou comer a sograconto peguei meu irmao assistindo filme porno