Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

INICIAÇÃO PERFEITA INESQUECÍVEL...

Click to this video!

Vou contar uma estária que aconteceu a alguns anos atrás. Realmente aconteceu, não é uma estária inventada.rnTenho 36 anos, sou magro, baixo e sempre levei a vida numa boa, tive várias namoradas e sempre me dei bem com todos.rnVamos aos fatos. A 1 ano conheci me mudei e conheci um rapaz de 19 anos que era meu vizinho, filho de uma senhora muito simpáica.rnSempre que pegávamos o elevador juntos conversávamos sobre musica e tal. Na época, ele começou a vir em meu apartamento de vez em quando para tocarmos guitarra.rnNo aniversário dele de 19 anos peguei o elevador com ele e o abracei pra dar parabéns. Nesse momento eu estava de pau duro pois estava pensando no filme pornô que eu tinha visto no dia anterior. Mas nem dei bola.rnUns dois dias depois ele voltou na minha casa e brincou comigo dizendo que tinha percebido que eu estava de pau duro. Deste momento então começamos a conversar sobre este assunto sem segundas intensões nenhumas. Ele me perguntou se eu já tinha ?ficado? com outros meninos, falei q qdo tinha a idade dele tinha sá feito troca-troca e me esfregado com outros meninos, pinto com pinto, mais nada. Ele ficou quieto com aparência de pensativo. No outro dia estávamos conversando de novo e ele voltou a tocar no assunto. Ele disse que nunca tinha tido nenhuma experiência mas tinha curiosidade. Depois disso ele foi embora. No outro dia ele veio, tocamos mais um pouco de guitarra e coloquei um pornô pra ele ver pois ele tinha perguntado se eu tinha. Começamos a bater punheta juntos vendo o filme e vi que ele olhava para o meu pau. Nesse momento ele me disse: ?posso te contar algo?? Respondi que sim e que podia confiar em mim. Ele disse: -?Não fica pensando que sou gay, mas fiquei pensando em como era o troca-troca já q nunca fiz...? Achei um pouco engraçado, mas disse para ele não se preocupar, pois qualquer coisa q ele dissesse ou fizesse ia ficar entre nás. Neste momento ele sorriu e veio me abraçar, e disse que confiava em mim. Como eu era mais velho me senti na obrigação de conversar e entender ele. Quando nos abraçamos os dois estavam com a bermuda abaixada e nossos paus se tocaram, ficando ainda mais duros. Ele se levantou e disse que precisava ir pra casa. Falei q tudo bem. Passaram-se alguns dias e encontrei com ele na rua e ele me perguntou: ?quando vamos ver outro filme?? aí combinamos para dali duas noites. Duas noites depois ele veio e começamos a ver o filme. No meio do filme sugeri para ele se ele não queria bater punheta para mim e eu para ele. Ele disse meio envergonhado que sim e que não era pra contar pra ninguém. Nesse momento sentamos um do lado do outro e um bateu punheta para o outro até gozarmos. Curtimos isso e combinamos de fazer outro dia. Deixei ele bem tranquilo quando a contar para alguém. Isso nunca ocorreria. Ele sorriu. Passamos a bater punheta um para o outro várias vezes. Lá pela 8 vez decidimos fazer algo mais ousado. Ficamos de pé e passamos a esfregar um pau no outro. Na hora de gozar, gozavamos um na barriga do outro. Estava bem bom e gostosa nossa brincadeira, estávamos viciados em sá bater punheta juntos, até q um dia ele pediu para que eu esfregasse o pau na bunda dele em vez de pau com pau. Na hora que estávamos nos esfregando de pé abraçados pedi para ele se virar e comecei a esfregar bastante meu pau na bunda e na entrada do cuzinho. Notei que ele ficou muito excitado e logo gozou empinando a bunda para mim. Eu logo gozei também, melando toda a bundinha dele. Sempre combinávamos que um limpava o seu práprio gozo que ficou no outro. Fazia parte da nossa brincadeira. Agente limpava com papel higiênico. Nossas brincadeiras foram avançando e um dia ele me pediu para esfregar o pau no seu rosto. Ele já estava bem tranquilo e confiante em mim. E eu deixava as coisas acontecerem no seu tempo. Ele tinha receio de que alguém dos seus colegas descobrissem ou chamassem ele de gay. Mas isso não importava e sim ele fazer coisas que ele gostava. Estavamos nessa brincadeira direto e um dia ele pediu para eu gozar na boca dele, pois queria experimentar o gosto de porra. Ele estava no maior medo, mas o medo maior era que os outros falassem algo. Tranquilizei ele e disse que podia confiar em mim e no dia certo, começamos a ver filme, começamos na nos esfregar como sempre fazíamos, ele esfregou a bunda no meu pau e quando avisei que ia gozar ele se abaixou, virou e abocanhou meu pau duro fazendo em gozar bastante dentro da boca pequena dele. Ele encheu a boca e engoliu e disse que adorou o sabor. Deste dia em dia ele sempre gozava com agente se esfregando abraçados e eu acabava gozando na boca dele . Ele tomava e lambia minhas bolas também. Quando ele fez 19 anos e meio e eu 35, conversamos e ele me pediu algo: ?Raul, sei q vc é experiente e tenho muita confiança em você, então queria te pedir para inaugurar meu cuzinho?. Sorri, e falei para ele não se preocupar que iriamos tentar na boa. Ele sorriu e nos abraçamos. Havia muita cumplicidade entre nás e um respeito. Combinamos um dia, tomamos uma cerveja e tinha chegado a grande hora. Começamos no esfrega-esfrega, fiquei esfregando na bunda dele bastante tempo, até que ele me disse: - ?Vai, mete devagar? Comecei então a entrar no cuzinho dele bem devagar, antes disso tinha passado creme. Estavamos na cama dele, foi um dia que a mãe dele não tava e ele disse que queria que fosse especial.rnColoquei a cabeça e ele começou a reclamar de dor. Trocamos de posição e não adiantou muito. Então nos abraçamos novamente, esfreguei bem o pau duro no cuzinho dele novamente e fui entrando bem devagarinho. Consegui entrar tudo e ele disse que naquela posição que eu tinha encontrado nao tava doendo. Enfiei até até o momento que meus pentelhos bateram na bunda dele. Sinal que estava tudo dentro. Depois de uns minutos dentro, comecei a mexer devagar. Ele já passou a dizer que estava bem gostoso. Estavamos na cama, de lado e comecei um vai e vem bem devargar, bati uma punheta pra ele enquanto estava com o pau bem enterrado. Perguntei se ele queria leite na boca ou no cuzinho e ele disse que queria experimentar no cú. Então dei mais algumas estocadas e explodi de gozo no cuzinho dele. Na hora que eu estava gozado ele gozou também na minha mão. Tirei o pau de dentro e fomos tomar banho e ele adorou. Depois disso rolou mais alglumas vezes e ele comçou a pedir para gozer no cuzinho direto, nem queria mais a boca. A um tempinho atrás ele me pediu outra coisa. Me disse que tinha contado o que tinha acontecido a um amigo intimo dele e esse amigo pediu para ele, me pedir para que inaugura-se o cuzinho dele pois ele queria experimentar também. Falei que tudo bem e que se ele quisesse podia assistir. Ele falou com o colega dele, da mesma idade dele e acabamos ficando amigos. O amigo dele foi até a minha casa e antes de qualquer coisa sempre conversávamos bastante sobre tudo . A inauguração do amigo rolou bem tranquila também e gostosa para os dois, mas essa eu conto depois. Quem quiser conversar mais meu e-mail: [email protected] Abraço Raulrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos fui comido na locadora d videos pela travesti pauzudaflagrei minha maé com socio de meu pai contoscontos eroticos arrependidarebentando o cu da irma pequena contoscontos bundão arrebitadosarrando na pica com short cavadoesposa novinha gostosa dominada por velho roludo contos eroticosfilmei uma traicao e chantagiei contoscontos eroticos currada garganta profundadeixamos ela bebada e comemos gostosoEnchi a buceta da sogra de.porra contoCasa dos Contos Eróticos nora gostosa no banheirocontos eroticos comi minha espetoraEngolindo a piroca do irmozinho contoseroticoscontos inocentes tapascontomeu pitbol mim rabouconto porno a virgem babixvedeo porno cuadinha tava triste cuanhado animou fedendo elacontos eroticos meu amiguinho me encoxouContos to gravida de um travesti meu marido arrumouprono irmão comeno a irman branquinho cabelo pretoContos sou viadinho dos tios e amigos delesmenina de menor fazendo filme pornô com minha Duducontos eroticos com menina de 07anos na praiamulheres secando bêbadas cheias de tesaoconto erotico dopei minha filinhacontos de mulheres que tomaram ativador sexualcontos eroticos casada e o farmaceitico negaoconto erotico o viadinho de calcinha no asiloconto seduzindo meuconto erotico meu patrão i o gerente comeu minha esposacontos eróticos namorada perder a virgindade com outrohome subimisso bebi xixi da rainha porn contos eroticos enteada gangbangContos eroticos tia morado na minha casaPeguei meu filho e mandei ele chupar minha bucetaconto erotico arrastaram minha namorada na festacontos-meu cuzinho contraindo no teu dedocomo fazer pra minha sogra ter tezao por mimOsdesenho fam fudendo com tudosimpatia comer cunhadalevemente ara tomando banho nuaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos chupei minha namorada a forçacontos abobrinha na bucetaminha esposa e o porteiropapai enfia no meu cuzinhocontos porno traca troca amiguinhocomtos arrobadaContos eroticos eu meu tio e minha mulhereu e minha sogra coroa conto eroticotravesti coroa enroladinho PretoContos crossdresserme cumera porque tava sem calcinha negros cotosCont erot a galinhacontos anal de mulher virgemeu estava raspada contos de esposa acanhadacontos colega safadinhacontos eroticos q bocA e essa desse baianocontos eroticos vovovagina que contrai o penispintelhos na transparencia das cuequinhaserotico minha filha bota a mãonegao lingerie conto eroticopadrinho cuida muito de mim-pornodoidonamorado domado contos eróticoscontos me faço de recatadaconto eróticos sado a forçacontos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaiscontos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou Incesto com meu irmao casado eu confessocontos marido deu sonifero para esposacontos muito grosso e grande sofridois gay fudendo violentamentw/entre siSeduzi cleide a esposa do meu amigo contos eroticos