Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHA AMIGA OBRIGADAS A FUDER COM 2 HOMENS.

Click to this video!

Olá. Meu nome é Alice, tenho 19 anos, sou loira, muito bonita de corpo e de rosto. Tenho cabelos longos, corpo escultural por sempre ter frequentado academia, seios médios e durinhos, bumbum arrebitado e coxas torneadas. rnMoro em Belo HorizonteMG.rnO que vou contar agora, é verídico e aconteceu comigo numa cidade vizinha que se chama Santa Luzia, quando eu tinha 19 anos.rnFomos eu e uma turma de pessoas para um hotel Fazenda muito conhecido aqui em Bh. Ficaríamos por ali todo o final de semana. De sábado de manhã, até o domingo à tarde.rnBom, tudo estava muito legal. O lugar era lindo. Tinha muita comida, muita bebida, (apesar de que eu não bebia) muita gente bonita e etc. O ambiente estava átimo.rnQuando chegamos, fomos para quarto guardar nossas coisas e trocarmos de roupas. No quarto ficaríamos eu e minha amiga, Alessandra. rnAlessandra era morena. Linda! Tinha 19 anos e por onde ela passava, chamava atenção de todos.rnComo o sol estava bem quente, resolvemos colocar biquíni e ir pra piscina que já estava cheia quando descemos. Claro que eu escolhi um lindo biquíni, daqueles bem pequenos que sá tampava mesmo o bico dos meus seios e a parte debaixo era um lindo fio dental. Eu fazia questão de me exibir. Adorava quando eu via que os homens ficavam me olhando, inclusive os casados. Ficava excitada em perceber que eles, mesmo procurando disfarçar, não tiravam os olhos de mim.rnDescemos para a piscina, sob o olhar desejosos de alguns homens que estavam por ali. Ficamos brincando e conversando até a hora do almoço.rnà tarde, o hotel disponibilizaria cavalos pra quem quisesse andar. Claro que todo mundo quis, inclusive eu e Alessandra.rnFomos todos pra área reservada pra essa atividade. Estávamos todos empolgados. rnMas, o que realmente me deixou empolgada foi quando eu vi os rapazes que nos ajudariam com os cavalos. Eram homens ali da cidade mesmo e dois desses homens eram muito bonitos, os outros eram normais, nem feio, nem bonito. rnPercebi que um deles não tirava os olhos do meu decote, pois, eu estava com uma blusinha que eu havia colocado em cima do biquíni, mas era uma blusinha bem decotada, deixava meus seios quase todo à mostra e um short curto e bem apertadinho que ficava bem enfiado no rego do meu bumbum, além de deixar minha bucetinha rachadinha. Mas, eu gostava assim, pois sabia que os homens babavam.rnQuando percebi que aquele homem, aparentando mais ou menos uns 30 anos, não parava de me olhar, comecei a imaginar um monte de sacanagem, pois eu adorava essas coisas desde novinha.rnComo tinha algumas pessoas pra andar à cavalo eu e Alessandra decidimos ficar por últimas.rnAté que chegou nossa vez. rnFicamos por ali, ora andando, ora batendo papo com os rapazes, que nesta hora sá ficaram dois: Fábio que tinha 32 anos, moreno, altura mediana, não era muito bonito, mas tinha um corpo definido e dono de um belo sorriso e um olhar sedutor, que me fazia perder o controle, e Enzo, 34 anos, negro, alto, lindo e um pouco calado, ficava mais nos observando.rnConversa vai, conversa vem, perguntei se eles tinham namoradas e ambos responderam que não... rnFoi então que Enzo perguntou se a gente não queria ir um pouco mais longe com os cavalos, rapidamente eu e Alessandra respondemos que sim, pois estávamos querendo outras coisas.rnMontamos cada um em seu cavalo e fomos... Seguindo os rapazes por um caminho que nos levava até uma grande área cercada por matos e árvores. Andamos por volta de 19 a 20 minutos, quando chegamos práximo à um lago, rodeado por rochas. Que lugar maravilhoso! rnDescemos dos cavalos e decidimos nadar um pouco. Enquanto eu tirava minha roupa, percebia os olhares gulosos do Enzo, que nem procurava disfarçar.rnEu e Alessandra pulamos na água, enquanto Enzo e Fábio conversavam algo que não dava pra ouvir.rnAlessandra chegou perto de mim e disse que estava querendo ficar com Enzo, mas notou que ele não parava de me olhar, que então ficaria com o Fábio.rnChamamos os rapazes, para entrarem na água pra brincar conosco, foi então que Enzo respondeu que queria brincar, mas outro tipo de brincadeira e que iríamos gostar muito mais.rnPensamos que eles entrariam na água, mas não. Eles ficaram fora da água e pediram que eu e Alessandra nos aproximássemos uma da outra... Ficamos empolgadas. Quando chegamos perto, ele disse pra tirarmos a parte de cima do biquíni. Tiramos... Aí eu pensei: Agora eles vão entrar na água e a festa vai começar.rnMas, não era isso que aconteceria.rnFábio olhou para Enzo e disse: rn - Que visão maravilhosa, hein. Acho que isso pode melhorar.rnFoi aí que ele pediu para que eu e Alessandra nos beijássemos. Ficamos indignadas e disse que não faríamos aquilo porque não curtíamos essas coisas. Mas, o que nos deixou mais indignadas ainda, foi ouvir Enzo dizer, que se tivemos coragem de acompanhar dois estranhos sem saber para onde estavam nos levando é porque estávamos ali pra fazer qualquer coisa, caso contrário não nos arriscaríamos assim.rnSá que o tom da voz dele, não era o mesmo de antes. Senti um tom ameaçador. Comecei a ficar com medo e percebi que Alessandra também estava.rnEntão, Fábio falou:rn - Estamos esperando o beijo das duas beldades, temos todo tempo do mundo, mas quero que seja agora.rnFoi quando eu olhei para Alessandra, sempre a achei muito bonita, sua boca era linda, grande, seus dentes branquinhos e perfeitos, mas querer beijá-la... jamais! rnOlhei para eles e disse que não rolava, mas Enzo foi tão ríspido ao dizer que se não nos beijássemos, que passaríamos toda a noite ali, que rapidamente resolvemos tentar. Demos um beijo rápido, sem língua... Na verdade, um selinho. Mas, os meninos queriam mais e disse que aquilo não era beijo e queriam algo mais excitante e nos obrigou a beijarmos de novo. Sá que desta vez tinha que ser um beijo de língua.rnPensei: Fazer o que...? Vou fazer logo o que eles querem.rnFoi então, que fechei meus olhos e comecei a beijar Alessandra, que logo retribuiu, por causa do medo.rnQuando toquei meus lábios nos lábios dela, percebi como eram macios, quando dei por mim, estávamos nos beijando com vontade. Senti sua língua dentro da minha boca e isso começou a me excitar e eu comecei a chupá-la. Assustei-me, pois eu realmente estava gostando de beijá-la e percebi que ela também gostava do que estava acontecendo.rnFomos interrompidas pelos meninos que disseram que estávamos indo bem, mas que eles queriam algo mais excitante, ainda. Foi quando Enzo me pediu para chupar os seios de Alessandra. Olhei pra ele, como quem diz ?vc não está falando sério??, mas ele percebeu e disse que queria que fosse naquela hora.rnEntão, comecei a chupar aqueles seios. Alessandra tinha um belo par de seios. Durinhos e de um tamanho ideal.rnComecei a chupá-los, meio tímida, mas estava tão gostoso que comecei a chupá-los com prazer. Pude sentir que ela estava excitada. Seus biquinhos começaram e enrijecer. Como aquilo podia estar acontecendo? Como eu podia estar gostando de chupar os seios de minha melhor amiga, amiga desde a infância?rnMeus pensamentos estavam divididos entre a excitação e ao mesmo tempo na culpa de estar gostando daquela situação.rnPeguei em seus seios e chupava cada vez mais, alternando entre um e outro. Senti que eu estava molhada, mas não era sá a água da lagoa. Eu estava com muito tesão, a ponto de sentir minha buceta toda meladinha. rnEu estava adorando aquilo que estava acontecendo.rnMas, os meninos pediram pra eu parar e disse que era a vez da Alessandra fazer o mesmo comigo. Já não estávamos nem aí pra nada. Aquilo estava uma delícia. Quando Alessandra começou a chupar meus seios, senti mais tesão ainda e não pude segurar um gemido que saiu entre meus lábios. Aquilo estava muito bom. Alessandra chupava um dos meios seios, enquanto com a outra mão, ela segurava e alisava o outro. De repente ela segurou meus dois seios e chupava um e o outro. Como aquilo era excitante. Mesmo se os rapazes fossem embora e nos deixassem ali, continuaríamos com a brincadeira, pois estávamos gostando muito.rnComeçamos a nos beijar novamente. O prazer e a excitação tomou conta de nás.rnMas, novamente fomos interrompidas pelos rapazes que nos mandaram sair da água e ir para a beirada da lagoa. Obedecemos!rnQuando chegamos fora da lagoa, Enzo veio em nossa direção, me pegou por traz pela cintura e começou a beijar meu pescoço e a dizer ao meu ouvido que desde o momento em que ele me viu chegar que tudo que ele queria era me fuder gostoso, pois via na minha cara que eu era uma vadia. Ele ia falando e me beijando. Eu podia sentir seu cassete duro e enorme roçando no meu bumbum. Ele continuava me beijando e passava suas mãos grandes em meus seios. Eu, que sá estava com a parte de baixo do biquíni.rnEu estava descontrolada de tesão, principalmente depois que ele puxou a calcinha do meu biquíni para o lado e enfiou seu dedo na minha buceta que já estava encharcada. Eu já não tinha força pra mais nada, o que ele quisesse fazer comigo ali,eu faria.rnQuanto mais ele enfiava seu dedo mais eu gostava. Pedi a ele que metesse mais um dedo e ele logo obedeceu. Enquanto estávamos ali nesse sarro gostoso, comecei ouvir Alessandra gemer do meu lado. Olhei e a vi deitada e Fábio chupando sua buceta e ela gemendo e se contorcendo. Vendo aquela cena fiquei mais excitada ainda. Aquilo tudo era uma loucura, mas era a loucura mais gostosa que eu já tinha feito.rnDe repente, Fábio para e me manda chupar a buceta da minha amiga. Não pensei duas vezes, caí de boca naquela bucetinha. Alessandra tinha uma bucetinha linda. Depiladinha, com apenas um filete de cabelos bem aparadinhos e com aquele grelinho, estava tendo uma bela visão... Ela estava deitada e eu fiquei por cima dela, apoiando meus joelhos no chão. Comecei a chupar aquela buceta, alternando em chupar seu grelo e em enfiar minha língua lá dentro. Alessandra gemia e se contorcia. Nunca pensei que poderíamos gostar tanto, mas estava bom demais. Quanto mais eu chupava, mais eu gostava e mais ela gemia e me pedia mais.rnDeitei ao lado dela e pedi pra ela fazer o mesmo comigo, enquanto os rapazes olhavam extremamente excitados.rnAlessandra ficou na mesma posição que eu estava e começou a me chupar. Que chupada gostosa era aquela da minha amiga. Podia jurar que ela já tinha feito isso antes. Como ela me chupava gostoso. Estava descontrolada de prazer, quando vi Enzo se aproximar da Alessandra com seu pênis enorme pra fora da cueca, que nessa hora eles já não estavam mais com as calças. rnEnzo parou atrás dela, se ajoelhou e começou a pincelar sua buceta com seu cassete. Alessandra ficava chupando minha buceta e vez ou outra ela parava e gemia. Aquilo tudo estava excitante demais. rnDe repente, Enzo mete aquele cassete na buceta da Alessandra. Ele a segurava pela cintura e metia sem dá.rnFábio se aproximou de mim, se ajoelhando ao meu lado e veio logo metendo aquele cassete na minha boca. Ergui-me um pouco e comecei a chupar. Ele tinha um pau muito grande e bem grosso. Mais grosso do que o do Enzo. Chupava com gosto. Ele enfiava aquilo tudo em minha boca, que quase nem cabia. Eu chupava seu cassete, passava a língua naquela cabeça enorme, chupava até as bolas. Estava louca de tesão. rnEnquanto isso, Enzo continuava fudendo Alessandra, que não parava mais de gemer.rnEnzo, estava quase gozando, foi então que ele me mandou levantar e me levou para uma grande pedra e me colocou sentada com as pernas abertas. Ele olhou minha buceta por alguns instantes, e antes de começar a chupá-la ele me disse, como eu era toda linda e gostosa. Enzo pediu pra que eu abrisse mais as pernas, foi quando eu fiquei com elas totalmente arreganhadas. Enzo teve uma visão totalmente ampla da minha bucetinha. Aí, ele não aguentou e começou a chupá-la como louco. Sentia aquela língua quente no meu grelo e dentro da minha buceta... era gostoso demais. Estava louca de prazer, enquanto Enzo me chupava, eu ficava olhando Fábio comer Alessandra. Não sei se me concentrava no Enzo ou na foda deles.rnTudo ficou mais excitante ainda quando vi Fábio tentando botar aquele pênis grande e grosso no cú da minha amiga. Pensei que ela não aguentaria, Fábio forçava aquela cabeça enorme pra dentro até que entrou, e ela deu um grito, não sei se de dor ou de tesão. Mas, sei que ela estava gostando, pois não parava de rebolar aquela bunda linda que elaa tinha, no pau de Fábio, que metia sem dá. Quanto mais ele metia, mais ela pedia, dizendo que estava quase gozando. E Fábio falava: - ?Rebola no meu pau sua vadia. Mexe gostoso, sua cachorra.? E minha amiga obedecia. Quanto mais ele falava, mais ela rebolava, até que ela não aguentou e gozou. Gozou muito. Fábio vendo ela gozar, não aguentou e gozou no cú de Alessandra. rnEnquanto eles descansavam ali na grama perto de nás, Enzo me virou de costas pra ele e meteu aquele pauzão na minha bucetinha. Comecei a rebolar naquela vara deliciosa que entrou na minha buceta de uma vez, sem nenhuma dificuldade de tão melada que ela estava. Enzo puxava o meu cabelo com muita força e batia na minha bunda. Eu gostava. Eu rebolava, eu gemia, eu pedia mais...rnEnzo chamou Fábio, porque ele queria realizar uma fantasia: Não sabia qual, mas nem me importava, sá queria continuar aquela loucura.rnFábio deitou no chão e pediu pra que eu me sentasse no seu cassete, enquanto Enzo metia no meu cu. Não me hesitei e prontamente o obedeci.rnO pau de Fábio era mais grosso do que o de Enzo e eu percebi a diferença, porque ficou mais gostoso ainda. Enzo então ficou atrás de mim, segurou minha cintura e começou a enfiar seu pau no meu cu, a princípio estava doendo um pouco, mas depois foi ficando extremamente prazeroso. Aqueles dois me fudendo ao mesmo tempo, me deixou louca. Alessandra se aproximou e começou a me beijar e eu totalmente dominada pela excitação simplesmente correspondia.rnEu sentia o cassete de Fábio na minha buceta, entrando e saindo, entrando e saindo. Eu não conseguia mais me segurar. Ia gozar. rnPedi a Enzo que enfiasse sua vara toda no meu cu, porque era assim que eu gostava. E ele obedeceu, claro. rnFoi quando eu não aguentei mais e avisei que ia gozar. Aí que eles meteram mesmo. Enfiavam tudo. Sentia suas bolas batendo em mim. Comecei a gemer alto e eles começaram a meter mais rápido, e eu gemia loucamente, até que não aguentei e gozei. Gozei muito. Estava sem força, mas os meninos continuaram a me fuder, até que também gozaram. Senti o jato de porra do Enzo dentro do meu cu. Fábio não quis gozar dentro da minha buceta e pediu pra que eu chupasse seu pau e eu fiz um boquete naquele cassete, até que ele gozou em minha boca. Engoli tudo. Sem deixar nem uma gota do seu esperma.rnEstávamos exaustos.rnQue foda inesquecível!rnDeitamos ali por alguns instantes, antes de nos recompormos e irmos embora de volta pro Hotel.rnNunca vou me esquecer desse dia... Muitas coisas aconteceram entre eu e Alessandra depois disso. Mas isso é um outro conto que contarei num outro momento.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico mulher rabudacontos eroticos marido violentando esposaminha professora nao usa calcinhas contos eroticosfudendo as eguinhas e.novilhas na fazenda contos eróticoscontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosbobadinho condo o priminho gayadoro ser fodida com força. conto eroticocontos eróticos teen apostaesposametenocomoutro.comContos eroticos seduzindo meu sobrinho com roupas provocantesconto hertico meu vizinho me arrombou sem minha prrmissaoConto erótico com neg contos eroticos exibindodespedida de solteira com noiva pegando no pau dos stripscontos de sexo a chupada da minha maepezinhos da minha mulher conto eroticoConto so caminhoneiro dei carona uma freira loiraconto a coros e o jardineiro pauzudochupando buceta com gosto como se beijase uma bocacontos eróticos longos viagemConto erotic castiguei meu irmao gaiconto erotico foto mae que cu arrombado da senhoraxvidio mocinhacontos o porteiro me comeua primeira f*** com travestiContos Mamadas no paizimfoidento do cuzinho xvideocontos eróticos pequenaeu fui arrombadoWww.videos porno contos hestoricos de novinhas violadas.comcontos eróticos vi ele com pau inchado falou que tinha machucado contos eroticos comendo a velha horrosa dormindocontos aprendendo o que e uma buçeta com a mamaecasada resebe proposta indecente contoestuprado pelo pai na infancia gay contoler contos pornô de incesto durante um assaltanto eu fui obrigado a fuder minha mãeque enteada pernadaGostosas nao aguentam o tesao e traem em contosviciadopor bundas super rabudascasa dos contos eroticos adoro levar ferroe Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinaconto erotico meu cunhado fez meu cu sair sangueContratei um travestir e ele comeu meu cucontos eroticos a filhinha da empregadacasa dos contos eroticos com piscineiro taradocontos eroticos a coroa mulher do sr antoniosou cadela pratico zoofiliaconto erotico minha mulher nua na frente do paicontos selvagens arregacei o rabo da minha esposacontos eroticos meu cunhado mim pergo su cumenda amulhe deleconto sexo gostoso rebola gato gayconto cavala loca por sexominha sogra pediu pra ver meu pintoporno conto relava aquele peito em mimloira coroa tirando a calcinha de ladinho solange para exibir sua xanaconto erotico barzinho depois servicoBucetas aregaladas e raspadibhaConto erotico bunda a enteada mas velha.contos meu marido adora me ver sendo chupada por outra mulhercontos coroa 58 anos pau grossodei de perna abertarelato conto: meu me incentiva a usar roupas provocanteseu confesso meu sobrinho me comeuconto erotico meu compadrer e minha esposacontos eroticos/comeu novinha peludinhacontos eroticos srntar no colo inceztocontos eroticos reais de mulheres casadas crente que ja enfio o pepino no.cueu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoMeus ex primo viuvo rico sou sua mulher conto erotico"comi uma caloura"Contoseroticoscomsogrocontos eroticos homem barbudo e peludo fudendo bucetapornodoido provando da minha melhor amiga continuaçãover contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionáriosconti erotico a massagista enfiou o dedo no meu cu e chupadei viagra feminino para minha cunhadacontonaturismoamamentar o pedreiro contosContos mamae é a puta da familia e dos vizinhosNayara chupando contoAdoro dar o cu para o papa contosamigo do meu marido dano de bom frenre dele e mim chatagiado contos eroticocontos eróticos de gay comi a bunda do irmão do meu colegacontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinho