Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O QUE UMA MORDIDINHA NA BUNDA NÃO ASCENDE

Click to this video!

Certa vez alguns amigos me convidaram para passar um fim de semana em um sítio. Além deles, iriam algumas colegas de um grupo de estudo do qual eles participavam.rnrnChegando lá logo me chamou atenção uma negra linda: Carla, aparentemente com uns 20 anos de idade, uma bunda grande e arrebitada que chamava atenção apesar de ela estar usando uma saia longa, e peitinhos firmes e empinados.rnrnEstávamos deitados no chão sobre algumas almofadas, conversando, e um amigo, de brincadeira, deu uma mordida na bunda dela. Mesmo sem ter intimidade com a garota, enquanto ela reclamava e ria, aproveitei a oportunidade e também mordi aquela bunda deliciosa. Ela continuou rindo, mas me olhou com uma cara de safada.rnrnTarde da noite, todos estavam indo dormir. Eu já arrumava meu colchonete em um canto da sala quando Carla passa para a cozinha e me olha com um sorrisinho. Enquanto ela pegava água na geladeira, encostei por trás e segurei firme na sua cintura. Ela me diz: "hum, quer dizer que você não sá morde, não é"?rnrnRespondi com um beijo, enquanto já esfregava meu pau duro na sua bunda. Fomos para a sala e continuamos nosso beijo no chão. Ela de cácoras em cima do meu pau, e eu acariciando com força aquelas carnes duras. Levantei sua blusa e caí de boca naqueles peitinhos, que logo ficaram durinhos. Enquanto acariciava sua bunda, senti que ela usava uma calcinha tipo fio dental, o que me deixou ainda mais louco. Levantei sua saia e a coloquei de 4. comecei lambendo e mordendo suas coxas até enfiar minha cara naquele rabo. Ela que também já saía do controle, sá soube me puxar pelos cabelos e apertar ainda mais minha cara naquela bunda. sentindo aquele cheiro delicioso, fiquei tentando pegar o fio da calcinha com os dentes e com a língua, mas não consegui. Desci sua calcinha com as mãos mesmo e caí de boca naquela boceta molhada, enquanto seu cuzinho piscava no meu nariz. Quando lambi seu cuzinho, ela quase deu um pulo (acho que ninguém tinha feito isso com ela até então). Segurei novamente aqueles quadris e vim passando minha língua por aquela bunda, devagarinho, até chegar novamente no cuzinho. Dessa vez ela começou a gostar da brincadeira e a rebolar na minha cara. Desci para o grelinho e comecei a chupar até ela gozar.rnrnColoquei meu pau pra fora e ela começou a chupar desde as bolas até a cabeça. Coloquei uma camisinha e parti para aquela boceta que já estava toda molhadinha. Apás algumas bombadas comecei a acelerar o ritmo e gozei naquela bocetinha quente.rnrnDepois conto o que aconteceu no dia seguinte. Quem quiser comentar escreva para [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


me larga lençou bom diahomem deixar você anda mulher toda arreganhada tanto transarpapai traindo mamae comigo contos eroticosContos eroticos meti na buceta e meu amigo no rabao de minha esposarabinho impinadinho em fio dental da irmacontos Eroticos com 3Homems e uma mulhercontos de fudendo coroas dos seio bicudo de maiscontos de quen comeu coroas dos seios bicudospornô grátis boa f***.com só contos preta peituda transando com genroq p* gostoso ham hammulher enfiando chave de fenda no pênis do homem xvideosXvidio carona estrada desertaquero tua jeba rasgando meu cucontos eroticos esposas no swingaprendi dar o cu com meu genro contoscontos de coroa com novinhocontos eróticos brincadeira de meninascontos arregacamos minha esposaminha tia atendeu a porta sem calcinha contos eroticospornor contos e videos liberei o cu virgem para meu irmaocontos erotico mulher experimentando um travestiContos eróticos primeira vez colégioContos eroticos submisso amarrado engravideimulher aguentamdo casete de cavaloPau gigante.arrombando o cu da inocência. Jcontos eroticos gay ainda menino virei putinha do velho me fazia de menininhacontos freirinhahistorias de meninas q foram estupradas e gostaramcontos erotico gay negro dando pra brancomenina abrindo a buceta saindo gosoGozando nas tetinhas contos eróticoscontos gays inicio da puberdade.gay de zorbinha enfiado no regoconto erótico com professora de filosofiavídeos pornô de avô sentando a netinha de sainha curtinha no coloconto irma casadacontos minha mulher transava e me beijavaconto de enteadatesudas contocomi minha sograegozei na bocar delacontos eroticos fortao trepado menininhaa minha primeira vez com sexo canino contoscontos de coroa com novinhocontos eroticosensinando o virgem de como meterContos eroticos cadela da cachoradafotos cim zoom so de cacetes duros melado de porravideos dos cara que tem ho pau enorme arrebentando bucetas de branquinhaspornô de Juazeiro meninas gostosinhas na realidade lado da cidade de Juazeiro da Bahiadei com muito amor conto separacaocontos caipiras amadores bucetascontos eróticos de cunhadas e subrinhascontos eroticos gay ainda menino virei putinha do velho me fazia de menininhacontos amigo dorme em casa esposaWwwcasa dos contos meu marido e rasistacontos eroticos chatagiada a beber espermasquero sentir sua porra quente dentro no cuEscravo de minhas cruéis donas (conto )Relatos sexuais me encoxando na cozinha e o corno na salasexe conto com foto finji dormi e papai mi enrabosogras e madrasta fazendo boquetes rapidosContos gays o colega pauzudoComi minha amiga bebada contoscasado contos eróticosvidio porno gay em hotéis ospede e garconconto erotico virei escravo de minha professora safadaporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhxoxotao capusaoconto erotico cuzinho virgemcontos eroticos chantagiei a o amigo do meu marido para me comebati uma siririca pra meu cunhado contosme fode me arromba seu velho safadomeu namorado masturbou me na descoteca contoscontos de corno acampandopraia pousada a buceta e o cuzinho virgem da tia fofinha contosconto erotico enbebedou e enrabou a casadinha carente