Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A ROLA GRANDE E GROSSA DO CUNHADO DO MEU MARIDO

Click to Download this video!

rnChamo-me Juliana, sou casada, 27 anos, branca, 1,75 de altura, pernas grossas, bunda arrebitada, olhos claros e cabelos lisos pretos. Moro em Brasília e tenho alguns parentes no Nordeste.. rnPois bem! Meu relato começa com uma viagem feita ao Piauí, quando eu estava em férias, neste janeiro que passou.rnTarde de s ábado, apás chegarmos (eu e minha família), fui à casada irma do meu marido, no litoral piauiense. Logo eu fui recebida pelo seu marido Renato: 1,95, branco,29 anos, e sempre discreto, sem falar em sua educação, coisa que sempre me chamou atenção. Não era bonito, mas simpático.rnConversa vai, conversa vem, logo quiseram ir ao encontro dos seus pais. Renato, porém, estava terminando um trabalho acadêmico, e não poderia ir. Acabei ficando, fazendo-lhe companhia. rnEu usava um short muito apertado, fazendo muito volume na frente. Comecei a notar que, Renato, estava desconfortável, porque, volta e meia, olhava pra minha buceta, fechava as pernas, colocando sempre a camisa por cima de seu short. Ao longo da conversa, pedi-lhe uma cajuína. Ele, um pouco apreçado, teve que se levantar, indo em direção a geladeira. Nossa! Eu nunca havia atentado para omeu concunhado : seu short estava esticado para o lado direito de sua perna. Quando veio em minha direção, não me contive e fixei o olhar guloso naquele rolão, a ponto dele perceber, chamando minha atenção:rn- Juliana... Juliana... Tudo bem? Tome a cajuína, rnFiquei com vergonha. Contudo, comecei a imaginar como seria aquela rola dura perto de mim, seu cheiro, tamanho e espessura. Minha buceta latejava e eu me contorcia suavemente...rnLogo, ele me disse que tinha de sair, iria tomar um banho. Falei-lhe que não havia problema. Não me contive: fui em direção ao banheiro dentro do quarto e fiquei lhe espiando, mesmo sem condições de vê-lo por inteiro, porque o boxe atrapalhava da cintura para baixo. Ao sair do banho, tive uma surpresa deliciosa: uma rola grande e grossa, no meio das pernas dele. Meu Deus, aquilo era demais pra mim. Ele, acanhado, tentou cobrir aquela jeba com a toalha, mas eu supliquei: nossa,cunhadinhadinho... que é isso...deixa...solta ela...porra de rola mais gostosa...deixa eu pegar nesse picão...rnAvancei, peguei na base da rola grande e quente. Comecei a punhetar aquela rolona; um delicioso cheiro de pica espalhava-se pelo banheiro, e meu cunhadinho soltou um ?Uh? que me deu tanto tesão, passando a punhetar a picona com mais velocidade. Minha mão não fechava direito, tão grossa que era a rola. Esfolava aquela rola como jamais fizera antes. Minha boca salivava como cadela faminta, rebolando o traseiro. Minha língua saía da boca involuntariamente, querendo lamber aquele pintão cheio de veias, de cabeçorra vermelha, uns 20 cm e muito, muito grosso. rnMeu cunhado estava trêmulo, boquiaberto, até dizer-me: - lambe...lambe minha rolona, minha putona de Brasília...me mostra como chupa um cacete grosso...safada tesuda...rnMinha língua parecia haver aumentado; passei a lamber da cabeça ao saco, que também era grande. Abri bem a boca e consegui apenas abocanhar a cabeçorra da rola, não dava mais para ir além da cabeça, de grossa que era. Assim mesmo chupava com força, esfolando, punhetando o cacetão de Renato, que pulsava e aumentava dentro de minha boca. Não aguentando mais, fiquei de quatro na cama, ao lado da porta da suíte, tirando o short, convidando meu cunhado piauiense para a foda: - ui... vem seu puto gostoso...vem atolar essa rola grossa na minha bucetinha, vem...atola essa picona, ui...rnPegando-me com força, Renato começo a colocar a cabeçorra na xota molhada. Senti uma pressão grande, quando começou o vai-e-vem. Puxando meus cabelos,Renato socava aquele cacetão em mim, dando-me palmadas no meu bundão branco, que rebolava, rebolava com uma tora grossa enfiada. Minha buceta parecia estar cheia de pica, nossa! Estava, na verdade, cheia de pica, uma rola muito grossa socava forte minha buça; os lábios iam e vinham (dava pra sentir isso), de forma que eu me sentia alargada, uma cavala sendo fodida por um jumento do picão grosso: - uuiiiii...fode jumentão...fode essa cavala de elite, fode...rnRenato suava tanto, que eu sentia os pingos em minhas costas. Pediu ele, depois, pra que eu o cavalgasse... Vir-me-ei rápido, observando aquela rola que me fodia tão gostosamente, coisa que meu marido não poderia fazer, pois adoro um pintão que saiba foder gostoso, como o de Renato.rnAo sentar naquele mastro grosso, senti-me arrepiada. Foi aí que eu pude verificar a grossura da rola de Renato, porque eu levantava e descia, sentindo-me cheia, uma coisa descomunal para mim, até então. Cavalgava gostoso, enquanto Renato mamava meus peitos, revirando os olhos. Comecei a gozar, gozava tanto que parecia não terminar. Ele começou a respirar forte, rapidamente, ainda revirava os olhos, quando liberou um ?Uhhhh?, dizendo:rn- pega leite de pica, pega...toma meu leite, safada...Consegui sair de cima e, punhetando a rolona, senti no rosto uma jorrada forte de gala quente, outra na boca, e outra nos seios, ficando um pouco ainda na mão que lhe punhetava. rnNossa! Porra de rola gostosa a dele. Dei-lhe um beijo gostoso, avisando-lhe que iria voltar em breve. Dois dias apás, lá estava eu com ele. Quando retornei à Brasília, senti saudades, conseguindo minimizar com umas fotos que eu pedi a ele(da rola grande, é claro!). Nunca esquecerei desta foda. E meu marido e minha cunhada nem imaginam que fudi gostoso com o cunhado dele e marido dela

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos lua de melcontos de estrupos no transportesmostrei meu sobrinho contosconto erotico de feriadosconto erótico- surpresa da mÃeminha tia atendeu a porta sem calcinha contos eroticoscomessei a alizar o pau do marido da minha tia contominha tesudinhavirando femea do macho roludo contocomendo a cunhada nojenta contomorena amiga da esposa contocontos levei uma rolada do meu filhoFiquei com minha sobrinha no colo a viagem toda contosCuzinhosatravestis comedo o cuzinho de homem amarrado e amordassandocontos eróticos de tirando o cabaço das cunhadasTravessa gostosa lavando a b***** em casa com cama escondidacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos com mulher alemoaesposa da o cu au marido sorindaacampamento com aluninhas 2 contos eroticoscasa dos contos de mae fudendo filho e filhaConto erotico garota do farolconto travesti com menina virgemnaturismo contostrai meu marido com o maninho contosai ai primo eu nunca eu vou me esquecer foi você que tirou minha virgindade da minha buceta no motel conto eróticocontos sexo tia dominando sobrinhocoroa dona de banca em teresina dando bucetaamiga inseparavel chupa a bucete uma da outracontos gays nas dunasvidio porno corno mulher da em cima do jsrdineiro e empregada ver e participaconto crente bunda desproporcionalcontos eróticos de bebados e drogados gayscontos catinga de cúConto erotico sou madura e vadiacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaquero ler conto erótico sogro f****** com a noraVidio de bucetas emchadas napica grosaContos to gravida de um travesti meu marido arrumouconto erotico patroa tarada passando mao na buceta lesbicconto erotico esposa olhava por marido e gemia com cara safadacontos eroticos gay me vesti de mulher pro meu machofui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casafui apraia e levei a filinha da vizinha conto eroticocontos eroticos caminhoneiro obriga meninasogra gordinha contos eroticoscontos eroticos vovò gostosa se depilando de perna aberta na frente dos netoscontos virei femea na republica gayViadinho Dei Pro Pastor Contos Eroticosconto erotico nega casada e rabudasalvando meu filho contosvideornpossconto cu esconde-escondeEnchi a buceta da sogra de.porra conto2 ome pega uma mulher afosa prafase pornocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigosexo Sátão garotas da noite prazer contos eróticos curiosidade com o patrão do meu maridocontos eroticos ladrao mete tudo ailoirinha gostosa fodendo direcionamento com buceta bem carnuda aos gritosConto de sexoEnfiando a cabeça da pica na buceta virgem filhaarregangou as pernasconto gay viciei na rola do negÃoFoderam gente contos tennsminha ex namorada tonta dando pra outro contosViadinho Dei Pro Pastor Contos Eroticoscontos eróticos comi minha cunhada que tinha raiva de mecontoseroticos comendo sebo e bebendomijo de picamulheres peitudas contos eroticoscumendo a buceta cuinhadaMae do amigo no msn conto eroticocontos veia magra acho ke rasguei o cu dela coroa pede gisa pra mim safadoNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos sexo minha tia queria leitefazenda fravia dan xeso anal lua demelesbarrando na bunda da tia e rola sexowww.contos heroticos..uma jujuba bem comida...conto erotico nega casada e rabudaconto erótico "comeu meu marido "viuva ecitada ver filho tomando banho e da pra eleEsposa com amigos na chacara contoscontos eroticos porno medinga deu cuComi minhas primas novinha e safadinha contome puxou pra sentar no colo dele - contos eroticosconto de casada com preso que fazer por uma pirocatomou calmante e tomou no cu contogay conto erotico taradao num cuzinho masculo de seis aninhosconto mulher e enteadacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidotroca de casais com vovô contodepilando o sobrinho pau duroCasada viajando contoscomi a adilhada novinha loira olho azul conto