Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CONHECI O MEU MARIDAO

Click to Download this video!

eu, depois da mudanca dos irmaos alemaes, fiquei sozinha, sem ninguem, desde os 19 anos, simplesmente sendo a puta de dois irmaos, acostumada a dois paus ao mesmo tempo por quatro anos, meu corpo clamava por sexo, me masturbava diariamente, mas nao apagava o meu fogo.rncom 18, entrei na faculdade de odonto, me concentrei nos estudos, mas minha ansia por uma rola, me consumia. em um dia, durante um grupo de estudo, conheci o Carlos, ele tinha 23 anos na epoca, alto, moreno, lindo, ligeiramente musculoso, cabelos ligeiramente enrrolados, notei um calor em meu rosto e na minha chana sedenta ( estava a 6 meses sem sexo ), toda vez que eu olhava ele, pegava ele olhando para mim. sou uma mulher interessante, tenho cabelos longos e loiros, seios pequenos, cintura fina, 1,76, bumbum e pernas trabalhadas a duras penas em academia, mas confesso, estava muito precisando de um homem. Bom, neste dia, no intervalo, ele me convidou para tomar um cafe com ele na cantina, eu fui. comecamos a conversar, e logo de cara, percebi que temos varios assuntos em comum, ele, sempre falante, conduzindo sempre os assuntos, voltamos a aula, mas apos o fim, ele novamente se aproximou de mim, perguntando sutilmente, vc esta com fome ?? aonde vc vai almoçar ?? eu respondi que sim, mas que iria almoçar em minha casa. mas ele insistiu, almoce comigo em minha casa, adoro cozinhar, deixe eu te preparar uma massa, aposto que vc vai gostar. Eu normalmente recusaria este convite, ir a casa de uma pessoa que acabei de conhecer, nao estava em meus planos, mas aceitei simplesmente e fomos para o apto dele.rnrnChegando la', achei tudo lindo, um apartamento limpo, organizado, 3 quartos, totalmente montado, ele, super gentil, me perguntou o que eu queria para beber, eu pedi simplesmente agua, ja tinha bebido, mas nao era na altura, acostumada a bebidas alcolicas, ele me propos, deixe eu te preparar um drink, eu aceitei. ele cuidadosamente fatiou o limao, misturou vodka e acrescentou agua tonica, numa mistura leve e refrescante, comecei a ficar mais solta, ele me perguntou ??? vc tem namorado ??? eu disse que nao, ele sorriu, apos alguns goles, ele me beijou, naquele momento, a casa caiu dentro de mim, senti uma avalanche de tesao, meu corpo clamava, ja a 6 meses sem homem, e ele sempre muito cuidadoso, me beijando devagar, descendo pelo minha orelha, percoço, nao consegui resistir aquele homem lindo e fogoso, e ele comecou a tirar minhas roupas, pedi um tempo, estava fervendo, mas antes, precisava de um belo banho, ele aceitou, tirou cuidadosamente peca por peça, me deixou nua, me conduziu ao banheiro, me deu ama tolha limpa e cheirosa, me levou ao box, abriu o chuveiro, e começou assim, a me lavar, centimetro por centimetro, cuidadosamente. e eu aquela altura, deixei ele fazer tudo que queria, o seu penis era simplesmente imenso, o maior que tinha visto ate aquele dia, me lembrei dos varios dias, em que eu era simplesmente a puta de dois irmaos, nao resisti, cai de boca naquela pica, enchi a minha boca, mas nao consegui engulir-lo. saimos do box, encharcados, ele cuidadosamente, me secando, mas sem parar de me tocar. me enrrolou na toalha, me pegou no colo e me levou ate a cama, tudo magico, sem pressa.rnele voltou a beijar, me chupando os seios, a barriga, me mordendo lentamente, mas me levou a loucura total, me chupando, quase que como uma tortura, lentamente, a minha buceta derretendo de tesao, alternando entre meu clitoris, minha vagina, meus anus. e me fez gozar como uma louca, logo em seguida, colocou a camisinha e me rasgou a carne, com aquela pica voraz, socando absolutamente tudo dentro de mim, e eu gozei de novo, ele percebendo isto, continuou a me fuder com vontade, metendo e tirando, ate que, aos urros, ele gozou, eu nao resisti, tirei ele dentro de mim, joguei a camisinha fora, e chupei a porra que ainda sobrava em seu pau, chupei ate a ultima gota, ele se deitou ao meu lado, meio que pegando um folego, mas sempre me acariciando, me dizendo palavras doces e adormeceu rapidamente. e eu ali, nua, naquele apto, totalmente saciada, vendo aquele homem lindo, dormindo como um bebe, com a pica a meia bomba, caida para a esquerda. eu tambem adormeci.rnacordamos com uma baita fome, ele como prometeu, fomos a cozinha, ele cortou os temperos, preparou uma bela massa, abriu uma garrafa de vinho, comemos, bebemos sempre nos olhando, nos tocando, nos acariciando, o tesao veio de novo, ele me levou a sala, no sofa, me pos de quatro, lambendo cada centimetro, rodava com a lingua, o meu anus, minha vagina, meu clitoris, meu deus, o que estava fazendo ali, com um rapaz que tinha acabado de conhecer, permitindo tudo, sendo de novo, uma puta, que sugava cada centimetro daquele penis enorme, tudo dentro de mim, eu gozei pela terceira vez, locura total.ai ele apontou a cabeça em meu anus, pulei na hora, nao gostava, sentia dores incriveis, nao permiti, ele cuidadosamente, saiu de minha vagina e me pediu, me chupa de novo entao, aquilo sempre foi a minha especialidade, cai de boca nele de novo, chupei suas bolas devagarzinho, lambi entre o saco e o anus dele, ele enloqueceu, seu pau, estava duro que nem pedra, comecei a chupar mais rapido, mas parando de vez enquando, so' para enlouquecer-lo, e chupava rapido de novo, ele nao resistiu, gozou em minha boca, chupei rapidamente a cabeça com força, ele foi a loucura, chupei cada gota da porra maravilhosa dele, e ele desfaleceu novamente. desde aquele dia, todos os dias nos encontramos, descobri realmente o que era amar um homem, nao simplesmente ser um objeto de desfrute como eu era dos irmaos alemaes, descobri o sexo voraz acompanhado de um amor profundo, bom dialogo, companherismo, nos casamos quase dois anos depois de nosso primeiro encontro. mas ate hoje, sou uma verdadeira puta dele, ele sai do banheiro molhado do banho, e eu abocanho o pauzao dele, sou especialista em chupar a porra dele, ele me enrraba com frequencia, depois que trouxe um gel lubrificante, aprendi a gostar de dar o cu, começa sempre desconfortavel, mas bem lubrificado, ele socar ate as bolas, faz o que quer comigo, me fode a hora que quer, se esta cansado, me manda chupar e eu sempre obediente, assumi ser sua serva

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fui arrombado contos gayscontos eroticos matoconto erótico puta mini saia cadelacanto erotico levei rola do meu vizinhocontos lesbico radguei as calcinhas de minha maede menor dormino e o padrasto foi la e comeugostaria dever filha cupano apica do pi dorminoconto erótico gay com muito estuprocontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carrominha mae e esposa gemendo com minha pica de 23cm no cu contos eroticoscontos eroticos meu donodepois da depilacao conto eroticoNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultome mesturbei no banheiro e agira?contos eroticos padrasto pausudo com menininhascontos gay fudendo com o desconhecido no terreno baldioConto hot irmãozinhocomer minha tia gostosa meu melhor presente contoscontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eroticoscomendo.sograsesposa e pintudo e corno olhando tristeconto erotico no colinhocontos chupando rola em terreno baldiocontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elajogo de puta buçetadaContos eróticos minha prima dica qué seu namorado não dava contagabriel o hetero proibido conto eroticos gaycontos "olha como * meu cuzinho"ver coroas no baile de Carnaval chupando pau passando a língua no sacocomendo a cunhada linda das coxas grossas e peitos lindos contos eroticoscontos eróticos no carro com meu paiconto erotico professo negaoConto erótico filhinha querendo o pintão do papaisou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contoscontos eroticos guri faz buraco para ver vizinhacontoseroticos obrigaram minha esposa a usar drogasela me contou que estava toda assada de fuder a noite todavideos mulheres negras coroas de absorvente internoprimeiraveznabundinhaquero ver um conto erótico do garoto bombadão da escola do pau de jumento transando no banheiro com amigocanto erotico levei rola do meu vizinhotirando a calcinha no banheiro toda meladinha visgandocontos ajudei meu marido a comer minha sogracontos eróticos de mulheres casadas tirando a virgindade da sobrinha bucetudaRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosconto erotico tarado come o viadinho de calcinha a forçaBdsm truco contoConto erotico negra com negroai meu neto rasga a buceta da vovo conto eroticpRabuda negra sendo enrabada em pe conto eroticoprimeira vez com travesti contos eroticosContos um garota me ensinou oque era uma punhetacontos eróticos de professoras gostosas transando muito gostosoconto erotico eu e sil sua mae viu tudoSou casada mas bebi porro de outra cara contosmuhleres quecavalo tramsa com animalcontos eroticos menina cuzuda na fazendaporno mulheris con a perna meia canbotacontos eróticos gays irmãostravesti bem dotado chupando o c****** da mulher do cumolicesFlagrei minha cunhada chorando em cima de kct contosmalhadinha de cabelo vermelho malhadinha malhadaconto porno com vizinhoContos erticos trouserao meu marido bebado pra casanovinho da pica gigante atolando no mulequeinhocontos enfermeira casada e safadaconto hetero dei o cu na academiacontos eroticos namorada brava e virgemcontos eróticos-meu pai me fez gozarEu e meu ex primo viuvo conto eroticoContos eroticos peguei minha mulher dando pra outro.desde pequena pratico zoofiliaContos eroticos de amigos q fuderam as amigasvideo porno de garotinhas com olhinho vidradogreludinha minha menina chupei ate virar um piruzinho contos de incesto