Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TALITA, A FUNCIONÉRIA DOS SONHOS

Click to Download this video!

TALITA, FUNCIONÁRIA DOS SONHOS - Talita sempre foi uma boa funcionária, dedicada, simpática e muito prestativa. É uma linda mulher, cheirosa e muito feminina, bem branquinha, 1,60m, 54kg, cabelos castanhos lisos até o meio das costas, olhos castanhos esverdeados, lábios rosados e carnudos, nariz delicado e fininho, seios grandes, quadril largo, coxas grossas e bem torneadas, no auge de seus 21 anos, um único namorado em sua vida, Roberto, que apesar de já estar com Talita há 06 anos, não dava muita atenção para a namorada, pois era dedicado aos estudos e preenchia seu tempo com livros e cursos. Ela fazia faculdade e via o namorado uma vez por semana, mesmo assim, na maioria das vezes, ficava sá nos beijinhos e algumas carícias. Talita sentia necessidades de atenção, de ser tratada com carinho, amor e de ser desejada, como toda mulher, mas o namorado deixava-a na mão sempre, e ela se acostumou a se masturbar e usar objetos para saciar seus desejos, pois nunca havia traído o namorado, por mais que ele merecesse. Talita começou a trabalhar na empresa em que eu era gerente e logo ficamos muito amigos, quase íntimos, depois de um tempo, ela começou a me ter como um confidente e me contava o que o namorado aprontava com ela, deixando de dar atenção. Eu era casado e já me relacionei com algumas meninas do trabalho, e naquele momento Talita era meu alvo, eu estava cheio de tesão por aquela menina linda, delicada e carente. Não tive dificuldades e certo dia, depois de um expediente corrido, como de costume, ficamos Talita e eu, até mais tarde para finalizarmos alguns relatários e neste dia, o Sr. Valdomiro, o zelador do imável, um senhor de 60 anos. Talita estava em uma das salas e eu em outra, quando de repente, o Sr. Valdomiro, entrou em minha sala e com cara de espanto e cochichando, me chamou dizendo que Talita estava se masturbando na outra sala. Fomos espiar pelas persianas laterais e vi aquela cena maravilhosa, Talita estava com a saia totalmente levantada, a cacinha puxada de lado e um vibrador roçando sua xoxotinha com pelos bem aparados, enfiando aquele objeto na racha e apertando os seios. Eu então falei pro Sr. Valdomiro que iria comê-la naquele dia, e ele então disse que queria participar também, pois havia me chamado e merecia isso. Concordei, e eu na frente, Sr Valdomiro atrás, entramos de repente na sala e Talita sá teve tempo de abaixar a saia e muito sem graça, se ajeitou na cadeira e ficou me olhando com apreensão. Falei então que vimos o que ela estava fazendo, e ela sem graça, disse que não estava fazendo nada. Eu então me aproximei dela, sentei-me no sofá ao seu lado e, sem perguntar nada, fui enfiando a mão no meio das pernas de Talita e levantando sua saia. Ela tentou segurar minha mão e então, o Sr. Valdomiro de maneira grosseira, mandou ela relaxar, pois era uma putinha e nás tínhamos visto tudo. Levantei a saia de Talita e lá estava o vibrador enfiado na buceta daquela bela mulher. Ela corou e ficou sem reação, eu então falei pra ela relaxar e disse que naquele dia ela seria tratada do jeito que merece, como uma bela putinha e segurando o objeto, continuei enfiando e tirando da racha daquela mulher deliciosa e muito tesuda, enquanto com a outra mão, desabotoei a blusinha dela, abaixei seu sutiã e coloquei aqueles peitões grandes e firmes à mostra. O Sr. Valdomiro não perdeu tempo, subiu no sofá ao lado de Talita, tirou o pau pra fora e já foi colocando na boca dela, que já aceitando a situação, começou a chupar a punhetar o zelador, dando um belo trato no cacete do coroa. Tirei minha roupa também e ajoelhei-me na frente de Talita e comecei a chupar a xoxotinha dela, dando muita atenção ao grelinho vermelho e úmido, enquanto a safada se contorcia e gemia muito, esfregando minha cabeça contra sua racha. O Sr. Valdomiro sentou-se no canto do sofá, segurou Talita pelos cabelos e mandou ela continuar a chupeta, socando com força no fundo da garganta dela, ela ficou de quatro, virando aquele rabão branco pra mim e eu, continuei chupando a bucetona daquela putinha, lambendo o seu cuzinho lindo e já introduzindo o vibrador no seu ânus. Depois invertemos, com Talita me chupando e se oferecendo de quatro pro selador, Sr. Valdomiro não perdeu tempo e foi enfiando a rola na buceta apertada da moça, socando com força e dado tapas na bunda da safada, enquanto o vibrador continuava enterrado no cú da vagabunda que até então, era tímida e meiga. Enquanto levava a rola do zelador de quatro, Talita me chupava deliciosamente, lambendo minhas bolas e me punhetando com muita experiência. Apás dez minutos, sentei-me no meio e mandei Talita sentar no meu pau, ela obedeceu e cavalgou deliciosamente, batendo com os peitões na minha cara, punhetando o zelador, enquanto eu socava com força até o fundo na racha daquela cadelinha. Logo mandei invertermos aposição, pois eu iria comer o cusinho da Talita, o Sr. Valdomiro sentou-se, Talita se encaixou nele empinando o rabo pra mim, tirei o vibrador do rabinho dela que estava piscando, coloquei a cabeça do pau na entrada do cusinho e fui empurrando bem devagar, tirando e colocando novamente. Talita abraçou o Sr. Valdomiro e gemeu muito, pedindo pra eu enfiar tudo no cu dela, pois o namorado nunca havia fodido seu cusinho. Aquilo me deixou louco e então, enfiei de uma vez e em fim, Talita estava com seus dois buraquinhos preenchidos por nossas rolas duras, e nás socávamos sem dá, estuprando aquela linda mulher, que pedia mais e mais. Fizemos DP na Talita em várias posições por quase uma hora, trocando e revezando os dois no cu e na buceta e então, quando fomos gozar, mandamos ela virar e gozamos no lindo rostinho de menina da Talita, que ainda chupou nosso pau até a última gota, acariciando as bolas e elogiando nossos membro, dizendo que o corno do namorado nunca tinha fodido ela tão gostoso e que a bucetinha dela precisava daquilo, pois ela era uma putinha e precisava disso. Apás este dia, começamos a fazer hora extra com mais frequência e as vezes, íamos até a casa do zelador ou ainda, em motéis práximos da empresa, em algumas desta aventuras, levamos amigos e Talita teve que dar pra três e até quatro homens na mesma noite. O corno do namorado, nunca percebeu nada, mas Talita estava cada dia mais feliz, sendo a putinha que sempre quis. Para fotos desta e de outras mulheres reais, [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eoroticos sobre enfermeiras de montes claros mgcomendo a tia dormindo contos eroticoscóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficanteconto erotico sentado no colo baicha saiaEmrabado por travestis na frente da mulher contoscontei para minha amiga que trai meu namorado e o namorado dela com seu amigos me comwramSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto sonho de ser puta por um diacontos eróticos meu sobrinho pequeno chupa meu paufudi gostoso no volleycontos de menininhas sentando no colo de homenscunhada timidacontoscache:4rfP6uYGrfkJ:tennis-zelenograd.ru/home.php?pag=67contos eroticos de lolitos com tios de amigosOs travestis qui São quaz mulhercontos eroticos corno da filhaconto chupei minha irmãzinha dormindocontos eroticos sobrinha dormino bulindo na bucetacontos casa de praia com dois garotoscunhadas esfomeadasconto crente bunda desproporcionalconto erotico visita tio na cadeiaminha iniciação gay contosxvidiominha pica é maio doque a do seu maridotiraram a roupa da esposa contopadrinho cuida muito de mim-pornodoidoContos eroticos corno panacaeu engravidei minha vizinha casada conto eróticoTive q dar contos eroticosconto erotico o cu da mendinga gostosacontos gay amigo da minha irmaminha filha chantagista contosrelatos reais eróticos - saciada em casaCONTOSPORNO.sapecacontos genroultimo contos eróticos transando com tio aContose eroticos fui vastigadaconto erotico mulherzinha gayconto gay levando leitadacontos/meu primeiro broche e fodaconto o Pastor me comeuContos eroticos encesto na adolescênciachupando rola ate goza e dando a bucetacontos eroticosmulheres agachada com blusa folgada aparecendo o bico do peito vídeocontos tio enrraba sobrinhodei o cu po meu pone contos eroticos pornocontos iniciando a esposa na dpconto porno gay teen mulatoConto etotico ninfeta putinha so dorme peladinha e arecanhadinhaContos erocticos dei comprimido ao velhocontoseroticosdeincesto/irmaoeirmacontos eroticos de enteadascontos eróticos no dia chuvoso pedreiro taradaocontos pornos pesados de arrombamento anal de novinhos a forcadois gay fudendo violentamentw/entre sicontos excitantesde sexoEu e minha Mãe Cabaço contoscontos porno casada e o meninocontos não resisti ao cacetaocontos eróticos viúva safadaSou putinha do meu irmão contosSou casada mas bebi porro de outra cara contosvarios me comero s calsinha contos gaymadrinhas branca da bunda empinadaMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contospau duro na frente da tia contosSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contocontos eroticos brincado com meu irmao acabei perdendo o cabacinhoSou casada mas bebi porro de outra cara contosComo sentir prazer ssozinha ate gozarcontosPuta desde novinha contoscomendo a japonesa contos eroticoscontos eroticos corno da filhaconto erotico eu e meu marido brigamos e eu o traicontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos enchi a boca da ninfetinha de porracontos comedor de travestisganhei carona mais tive que engolir porracontos cunhada mora nos fundo de casacontos eroticos gay infanciacontos eróticos tomei chute no sacoos meninos ficaram loucos contoler conto erotico de pedreiroSentando no colo contosxvideo quero que engula essa anaconda sua piranhafiz sexo.com mru primo relatos safadocontos de maridos que de tanto insistir viraram cornos e viados no mesmo diacontos de coroa com novinhoEu fui trabalhar numa empresa eu comi minha patroa japonesa no motel conto eroticocontos eroticos de tarados em onibusvideo di japonesas e travestis dorminocontos eroticos de humilhaçãoconto piao gostoso. no cavaloNovinha Bebi porra do meu amigo contosou evangelica e meu marido flagrou eu dando para um velhao contoscacetes grossos dentro da xota contosSou frissurada e rola grossa conto realcontos eroticos- supositorio no cu da filha