Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA TEVE QUE DAR PARA O PORTEIRO

Click to this video!

Somos um casal muito bonito e saudável, ambos com 35 anos, corpo bem definido e bonito.rnEla (chamarei de Ana), 1,70, morena, pernas grossas, cinturinha fina e bunda redondinha, peitões siliconados, cabelos pretos compridos, além de muito bonita. Acho que ja dá apra imaginar o quanto ela é gostosa.rnEu (usarei Beto), tenho 1,78m, moreno, corpo bem definido, pernas grossas e musculosas (faço maratona). Também sou bonito, o tipo de homem que costuma ser admirado pelas mulheres na rua. rnrnNuma sexta-feira, depois de uma semana cansativa e de muito calor no RJ, marquei com minha esposa de sairmos para beber um pouco e descontrair. Nada de jantar, apenas bebericar em algum barzinho mesmo, de short ou bermuda.rnComo malhamos sempre a noite, ja saímos de casa, quase 19 da noite. Ficamos num barzinho por perto de casa, eu fui de short, camiseta e chinel, e ela, de sainha jeans, bem curtinha, blusa baby look e tamanco alto, pois assim suas pernas ficam ainda mais bonitas.rnBebemos, conversamos e rimos bastante, como sempre fazemos pois temos um bom astral. Ja quase 1 da manhã, ja estavamos rindo a toa com as caipirinhas que bebemos, e nosso assunto era sá sobre sexo, visto que ambos estavam com tesão. Avisei que iria pedir a saideira e a conta para irmos para casa para podermos fuder. Ela me olhou com sua cara de sacana, levantou, me deu um beijo e falou no meu ouvido que queria mesmo chegar logo em casa pois estava doida para fuder, e foi ao banheiro.rnQuando ela voltou ja havia chegado a caipirinha e eu estava pagando a conta, com o garçom a nossa mesa.rnEla, olhou para o garçom, pediu licença e me entregou sua calcinha vermelha, dizendo que estava morrendo de calor por isso teve que tirar a calcinha. Tudo bem que a calcinha dela é minúscula, mas não teve como o garçom não ver e ouvir, pois ela fez questão de falar alto. Como não fico para trás, perguntei logo porque ela não havia tirado então o sutien, e ela disse que ficou com medo de ficar transparente. Perguntei ao garçom se havia algum problema, e ele sem entender nada e com os olhos pulando da cara, falou que por ele não havia problema algum. nisso Ana voltou ao banheiro e voltou com o sutien na mão, me entregando. É claro que o garçom não havia saído da nossa mesa, esperando por ela. Ela, ainda de pé me perguntou se estava transparente a sua blusa. Eu falei que ja havia bebido muito e nõa estava enxergando muito bem. Perguntei ao garçom o que ele achava e o mesmo disse que com todo o respeito, ela estava linda.rnAna, sacana que sá ela, segurou os peitos com as duas mãos como se tivesse colocando-os no lugar e agradeceu.rnEla sentou, acabamos de beber a caipirinha e levantamos para ir embora. O garçom ainda veio tentar nos convencer a ficar mais pois eramos muito bem aceitos na casa. Rimos, agradecemos, eu apertei sua mão agradecendo e Ana por sua vez, fez questão de dar dois beijinhos no rosto dele, claro que roncado os peitos dela no dele e fomos embora.rnDemos muitas gargalhadas até em casa com a aflição do garçom e como o mesmo deveria estar desesperado. Na garagem ja começamos a nos agarrar e meti logo a mão na boceta dela e como imaginei estava ensopada de tesão. No hall, esperando o elevador, nos beijavamos e as mãos não paravam. Quando o elevador chegou, Ana ja entrou de saia levantada e coloquei ela apoiada no elevador e fui chupando a boceta dela té nosso andar.rnEntramos em casa ja sem roupa e logo que fecho a pota o porteiro interfona dizendo que as cameras haviam registrado o que fizemos na garagem e no elevador, e pediu desculpas mas não teria como deixar de registrar no caderno do condomínio, senão iria prejudica-lo. Fiquei sem saber o que falar, apenas pedi a ele para dar um pulo no meu apartamento na hora do revezamento dele, e ele disse que subiria em 19 minutos.rnFiquei pensando no que isso poderia repercutir no condomínio inteiro e falei com Ana. Ela falou para eu não me preocupar que dariam um jeito quando ele subisse. Dito isso, a campainha toca e o Carlos (porteiro) chega.rnMando ele entrar e fecho a porta e pergunto a ele se nao teriamos como fazer alguma coisa para isso não chegar ao síndico e ele me explicou que iria acabar prejudicando a ele. Ana, chega entra na conversa e pergunta o que apareceu na camera. Carlos disse que Ana estava sem roupa e que eu estava fazendo sexo oral nela. Ana perguntou se chegou a dar para ele ver quantas tatuagens ela tinha. Carlos disse que não, então Ana tirou a saia e falou para ele. rnOlha aqui, tenho esta aqui em cima da bunda, esta no umbigo e estas flor bem aqui na virilha. Qual você gosta mais?rnCarlos sem saber o que fazer, disse que eram todas lindas, nisso Ana se aproxima de Carlos, e fala:rné melhor vc olhar de perto apra ver qual fica melhor. Nisso ela pega a mão dele e vai puxando ele até o sofá, ela senta no sofá de pernas abertas e puxa Carlos para cima dela mandando ele começar a analise pela flor da virilha.rnCarlos sem jeito olha para mim, e eu para deixar ele a vontade, digo que a da virilha é a mais gostosa, pois é uma flor com cheiro de boceta, e completei:rnCheira sá apra ver se não estou falando a verdade.rnCarlos entendeu e começou a passar a mão na boceta de Ana que ficou rebolando e gemendo. Daí ele começou a chupar sua boceta. rnPronto, agora estava dada a largada. Carlos chupava a boceta da Ana com uma vontade que parecia que ia arrancar ela do corpo dela. Ana gemia pra caralho e dizia: nossa, que chupada gostosa.rnEu que estava com o pau duro, tirei minha roupa e levei meu pau até a boca da Ana, que chupava como uma louca de tanto tesão que ela estava. Nõa demorou e ela tirou meu pau da boca e deu um berro, anunciando o gozo. Ela apertou o minha pica que ficou até doendo. Quando aprou de gozar, ela mandou eu tirar o pau de perto dela que ela queria era uma pica diferente, nisso agarrou o Carlos e foi tirando a calça dele e quando colocou o pau dele para fora ela arregalou os olhos e falou:rnnossa, ganhei na Megasena. Olha amor, o tamanho dessa piroca, e apontou a mesma para mim. Dei uma curvada apra ver e realmente era uma piroca e tanto, no tamanho e grossura. Fiquei até intimidado e falei: É.... se deu bem hoje heim.rnNisso Ana ja estava com a pica pede na boca e chupava hora com carinho e outra como força. Estava muito tarada...rnEla chupou por um tempo e parou falando:rnEsta gostoso demais chupar esta pica mas eu quero ela e arregaçando a minha boceta.rnFicou de 4 e pediu... vem Carlos, mete aqui, vem.rnCarlos olhou para mim, e eu falei:rnSá começa devagar para ela acostumar, mas sei que ela vai pedir para você socar essa piroca toda dentro dela mesmo. entao mete bronca.rnCarlos apontou a piroca na boceta da Ana, e sá colocou a cabeça devagar. Assim que a cabeça entrou o Carlos deu uma socada sá da piroca na boceta da Ana, enterrando até o talo nela. Ana deu berro e pulos para frente, mas Carlos segurou ela pelas ancas e não deixou ela sair. Ele segurou ela firme e ela se contorcia tentando tirar, e Carlos segurando ela firme disse:rnNão adianta se debater. Você não queria, agora aguenta ela que ja entrou todinha. Relaxa porra.rnAchei abusado da parte dele mas ao mesmo tempo sei que ele estava certo e não falei nada.rnAna me olhou e falei. rnEle esta certo. agora aguenta. Foi vc quem começou com isso.rnEla ficou um pouco parada e Carlos ainda segurando ela firme, até que depois de quase 1 minuto parados, ela virou a carinha pra trás e falou olhando para o Carlos.rnAgora vai... começa a socar essa piroca na minha boceta seu puto. Me rasga com essa piroca que ja to toda arrebentada mesmo...rnCarlos começou um vai e vem socando a piroca toda na boceta da Ana, que gemia e falava tudo quanto era de palavrão. Não demorou muito e os 3 gozaram. Ana gozou aos berros, logo depois Carlos tirou a piroca da boceta dela e derramou suaa porra abundante em cima da bunda dela e eu vendo aquela piroca enorme gozando em cima da bunda da minha mulher, não aguentei e gozei na boca da ana, que se esparramos no sofa, dizendo que iria ficar parada para se recompor.rnCarlos colocou sua roupa e se despediu. Fui leva-lo até a porta e perguntei o que daria para fazer e o puto em disse para eu nõa em preocupar pois não tem gravação, apenas as cameras para o porteiro ver o que esta acontecendo.Sá que registra as coisas são os olhos de quem esta vendo o monitor. rnDei uma risada, e falei a ele que estava de parabéns pela estratégia e pela piroca e perguntei se havia algum problema se Ana quisesse mais algum dia, depois que ela se recomposse, pois imagino que iria dicar assada por alguns dias.rnEle falou que uma mulher como a Dona Ana, não tem como se negar um favor desse. Ainda mais com um amrido gente boa como eu.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html menininha contos eroticosconvencimeu marido a ser cornocontos vizinha dona de casa tetuda caidacontos de coroa com novinhoaec porno videos bhcomi minha enganado contos eroticosConto porno ui ui ui meteContos inserto com as subriascontos gay bdsm minha castracao realhttps://googleweblight.com/?lite_url=https://idlestates.ru/conto_26340_estupro-da-madame-pelo-seu-funcionario.html&ei=E_WimWma&lc=pt-BR&s=1&m=800&host=www.google.com.br&ts=1494280466&sig=AJsQQ1DZ_YRUE-wcRdaFd_Iqz-LQ-hyz5Achantageada e humilhada pela empregada negracontos eróticos minha mãe no esconde escondeSEQUESTRO. E BIG PAU. COM GOZO NO CUPorno conto ponheta da casada buzmarido chupa rola do ricardao apos sua mulher dar o. cu pornodoido.comcontos eroticos fui comida pelo meu chefe e chingada feito uma puta vadiaamiga lésbica tira a calcinha da amiga com Stateconto erótico sobrinha. bem novinha fica esfrgando no colo do tio sem calcinhaaquele pau era quase o dobro do de meu maridocontos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiaminha mulher me fez corno e viado ao mesmo tempo eu adoreiConto erotico meu cachorro taradocontos eróticos crueldade com cornovelhas gordas de 90kg nuasContos eroticos encontreia uma calcinha da minha filha babadinhaconto sobrinho engravida tia casadacontos gays adoro cheirar uma rolacomtos de travesty petdedo o cabasso do cuzinhoconto irma casadacontos eroticos mulheres casadas cometendo insestocontos eroticos ajudando uma amiga e suas duas filhas adolecentezofilia homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorcontos de gay passivo dando pro machocontos consolei a mulher do meu amigohttps://idlestates.ru/conto_29032_espiada-no-natal.htmlhomen dotado arronba cu rapaz de programavideos de motoristasbatendo punhetasConto erotico gay rasgaran meu cuContos era feio mas tinha um pênis descomunalconto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de conto meu tio morre de ciumes e amor por mimcontos de putaria em familiacontos eroticos eu feia e gordaprimeira vez difícil contos eróticosconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cuvideos dos cara que tem ho pau enorme arrebentando bucetas de branquinhassempre fui safadinha contos colocando no cu dela bem devagar dormindosendo possuida pelo servente do colegio parte 1!!!contos eroticoscontos eróticos minha tia virou p*** do seu sobrinhocu delicioaoler relatos de garotas que gosta de "loirinhas greludasconto de comi o cuzinho da minha prima novinha que chorou com a pica grandecontos de mulher metendo  Minha vontade era de explodir de tesão quando ela me perguntou isso. Mas me controlei e falei só que sim, que pensava muito nela!! Aí foi meio automático, a gente já estava bem próxima mesmo. Ela se aproximou, eu me aproximei. Não sei bem quem tomou a iniciativa, mas o nosso primeiro beijo rolou ali mesmo. Foi maravilhoso. A lí  ele ela conto erotico japonesa casada e a reforma da casaMinha noiva exibida e gostosa na academia - Contos Eróticosvidios pornô com sogra e esposade uma ves so tudo doidocilindro meloso gostosoContos eróticos boca maciavideoo porno da bundona de chorte de burmichorou na pica/contobuceta inchada da cunhada...contosContos sempre incentivo meu marido a comer outra putinhaconto: crente safada da ccb em swingcontos eroticos, casada nova surpreende marido em cine pornoconto de meu irmão comeu meu cu com uma grande pica e eu não aguentei de dorconto minha calcinhavi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticoscontos eróticos de lésbicas masoquistasgarotos safadinhos picas e bundas videosConto erotico entalouContos eroticos familia sem preconceitocontos eroticos mim arreganhei pra papai e ele caiu de boca na minha bucetaeu gordinha arregacada por um roludo contos