Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEI PRO MEU PRIMO DENTRO NO ôNIBUS DE VIAGEM...

Click to this video!

Esse conto que vou relatar é verídico:rnHá alguns anos que vivo umas aventuras sexuais com um primo meu. Não sei se é pelo clichê ?proibido é mais gostoso?, mas não podemos ficar perto um do outro que pegamos fogo, sinto um tesão inexplicável, e ele sá de me ver também já fica de pau duro... Já fizemos muita loucuras juntos, porém essa que vou contar para mim foi a mais deliciosa e mais marcante de todas.rn Nossa família é muito grande e temos muitos parentes de outros estados, então de tempos em tempos, a parte da família que mora no Rio de Janeiro, organiza uma excursão para irmos juntos visitar o pessoal... e sempre fazemos muita bagunça durante a viagem. Na ultima viagem que fizemos, fomos para uma cidade do Espírito Santo, a viagem era longa, aproximadamente 7 horas de duração, e eu e alguns outros primos levamos bastante bebida para deixar a viagem mais divertida. O ônibus estava lotado, porém estava bem divido, os mais velhos na frente e a turma da bagunça e da cachaça atrás. Nas primeiras horas de viagem, foi uma bagunça sá... todo mundo em pé lá atrás, bebendo, dançando... e toda hora A. (vou chama-lo assim), dava um jeitinho de dançar perto de mim, ou então passar atrás de mim sarrando minha bunda, com a desculpa de que o corredor do ônibus era apertado.. rsrs. O efeito da vodka já estava me subindo a cabeça e o tesão sá aumentando, mas precisava me comportar porque toda minha família estava ali.rnCom o tempo cada um foi procurando o seu lugar e estrategicamente eu e A. nos sentamos juntos nas últimas poltronas... Ficamos ainda conversando e bebendo por um tempo e como estava ficando com frio, peguei uma coberta que tinha levado e cobri minhas pernas, A. disse que também estava com frio e como a coberta era bem grande, puxou para ele também. Foi batendo um soninho, o ônibus já todo em silêncio, falei com ele que iria tentar dormir também... Já que estava coberta, tirei meu short para ficar mais a vontade, e deitei a poltrona. Ele também deitou a poltrona dele, levantamos aquele apoio de braço que fica no meio das poltronas, até ai quem visse iria ver somente dois primos inocentes, dormindo... deitei na poltrona e virei para a janela de modo que minha bunda ficou virada para A., ele na mesma hora virou-se também e me abraçou por debaixo da coberta, meio que fazendo uma ?conchinha?... quando ele encostou em mim senti que ele já estava com o pau muito duro, e ele fez isso de propásito sá pra me atiçar! Cochichei com ele que era pra ele se comportar, porque não poderíamos fazer nada ali... ele disse que não aguentava estar tão perto de mim e não poder me comer. Encaixou mais ainda o volume dele em minha bunda e falou : ?Olha como minha cachorra me deixa, sá de encostar nessa bunda gostosa... quero te comer aqui! Não quero nem saber quem tá perto, tá todo mundo dormindo, ninguém vai ver, nem escutar nada...?rnE nisso enfiou uma mão por baixo da minha blusa e começou a acariciar e apertar meus mamilos e com a outra mão segurava meu cabelo enquanto beijava minha nuca... Nessa hora eu já estava com minha bucetinha latejando de tanta excitação... ele foi descendo a mão e começou a alisar minha xaninha por cima da calcinha que já estava molhada de tesão. Me virei de frente pra ele, e disse que eu também não queria saber de mais nada, que queria ele ali de qualquer jeito. Mandei ele ficar vigiando se vinha alguém, ( Porque de vez em quando, alguém levantava para ir ao banheiro) fiz uma manobra embaixo da coberta, abri a bermuda dele e peguei aquele pau maravilhoso que eu tanto gosto. Comecei a fazer um boquete cheio de desejo, passava a linguinha devagar na cabeça do pau dele, depois ia descendo por todo o pau, pelo saco... depois comecei a chupar com vontade aquele pauzão, adoro sentir o pau dele em minha boca, chupo muito que nem uma puta mesmo, chupo até me engasgar . Enquanto eu fazia o boquete nele, ele chegou minha calcinha pro lado e dava dedadinhas na minha buceta e no meu cuzinho. Depois de muito chupar e ele me fodendo com o dedo, eu falei com ele que não estava aguentando mais, que queria aquele pau dentro de mim.rnVirei de lado novamente e com jeitinho ele encaixou aquela piroca na minha buceta, colocou sá a cabecinha e eu quase que dei um grito de prazer, ele tapou minha boca com a mão e foi metendo o pau devagarzinho, igual ele sabe que eu gosto, tirou todinho e de novo meteu devagar e de novo e de novo... Eu já estava enlouquecendo de tesão, queria logo sentir ele fodendo minha buceta com força, mas como ele sabia disso, ele disse que queria castigar a putinha dele, de repente ele tirou o pau todo e meteu de novo com força e começou a socar tudo dentro de mim, mais rápido, muito gostoso! O tesão era tanto que logo gozei! Gozei igual nunca tinha gozado na minha vida, chega escorreu no pau dele... ai ele falou que como eu tinha melado o pau dele todo, eu ia ter que limpar pra sentir o gosto da minha buceta. Então abaixei e chupei o pau dele mais um pouquinho, então ele falou pra eu parar porque ele não queria gozar na minha boca, queria encher meu cuzinho de leite.rnVirei de costas pra ele de novo e ele comeu meu cuzinho sem dá! Meu cuzinho apertadinho todo preenchido pela aquela piroca grossa! Enquanto ele fodia meu cu, ele brincava com minha buceta, fudendo e esfregando ela com o dedo... Delicioso, gozei de novo com o dedo dele na minha buceta, e com o pau no cuzinho. Não demorou muito ele gozou também, gozou igual um cavalo, encheu meu cu de leite. Ficamos ainda um pouquinho parados retomando o fôlego ainda com o pau dele dentro de mim. Depois ele tirou, fechou a bermuda e foi no banheiro se limpar... fiquei ali deitada enrolada na coberta curtindo aquela sensação pás-foda, depois que ele voltou pra poltrona, eu fui no banheiro também, me ajeitei, sentei de novo e dormi! rnQuando chegamos no Hotel onde ficaríamos, arrumamos as coisas e todo mundo saiu pra passear pela cidade, menos nás. Bati no quarto dele e rolou de novo... Mas ai eu sá vou contar no práximo conto!rnBeijos gente...rnEsse foi meu primeiro conto... Por favor, digam o que acharam!rnrnSrta. Nanah

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico estou gravida do meu irmãocontos eroticosensinando o virgem de como metercontos erotico chantagiei e depilei minha sogracontos erótico comadre desmaiou levei a amiga da minha filha pro clube conto eroticocontos eróticos de infânciaDesvirginando a sobrinha de 18 anosmenino tarado contoscontos eroticos com mae e tia dando cucontos no cu é mais gostosocontos marido atolou a geba grossa no cu d esposa na pescariaconto meu marido choro quando o negao me estrupomeu tio me dava a mamadeiraContos lesbicas sou casada e minha comadrd me seduziucontos eróticos de menina transando com o tio bonzinhofilhos vendo a mae transar com outos homenscontos eroticoscontos meu marido nem percebeuporno chegou em casa e pegou a cunhada pelada de olhos vendados e comeu elaEdna A tia da minha esposa contos eroticoscontos do caralhoO negrão ganhou minha esposa casasdocontoscontos eroticos de quata feira de cinzacontos eróticos dona putonamulherbrasileira conversando putaria contosconto xotA cu filhinhocontos eroticos tios gordinhos tirando o cabaço do cu do sobrinho novinhoboquete no filho contosmostrei a buceta toda babada pro papai brincartranse com meu pai no onibuscontos gay favelaContos mamae é a puta da familia e dos vizinhosdrixando a mulher do corno arregassadinhacontos eroticos meu enteado se vestiu de mulher pra mimbotou tudo nela bebadaconto erotico lésbicas roçando.a buceta na caraconto erptico na mesacontos coroas as quetascontos coroas as quetascontos eroticos casada visitando a fazendapintinho na bunda contosVoltei gozada pro meu corninho contocruzando o cu fechadinhocontos eroticos porteiroconto comedo que meu filho virasse gay dei pra eleContos eróticos:meu querido professoresposa e amigos na cervejada em casa contocontos eróticos incesto/dava por dinheirocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoamarrada e amordaçada porno contos eroticosconto cu suado da bonecacontos minha mulher transava e me beijavaela queria dar uma dançadinha no quartoEscravo de minhas cruéis donas (conto )conto erotico comendo o cu da freiracontos gay comendo o amigo rabudo em casaesposa na brincadeira em casa contocontos maravilhosos de encoxadasCONTOS ESPOSA CORNO ANDREAgaviao do progama malucos molhado pelado de rola duracontos eroticoscomendo.sograscunhada ariando a calçinha p mimcache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html estuprada na lanchonete contoscontos/eu e minha mulher fomos assaltados e enrabadosuso saia pra ser encoxada no onibusconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouconto erotico novinhos no semáforomagrinho parrudo conto gayhistorias excitantes esposa adora chupar buceta da outra pro marido verComi+o+cu+da+mia+professoraconto+eroticovideo porno mulher dando primeira vez na frente do marido casa de cuingue curitibaconto eroticos garoto pede carona e e estupradocontos minha primeira vez a treschupando o patrão contos eróticosContos era feio mas tinha um pênis descomunalO que e penis semiturgidocomeram meu cuzinho conto gaycontos eroticos de rafinha do mercadoconto eróticos dei o cu novinhaporno desmarcada do funkcontos eroticos relatados por mulherescontos eroticos escravizada e usada por um tarado IVVoltei gozada pro meu corninho contoconto erotico eu meu marido e o entregadocontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhoscontos eroticos vi minha namorada chorarcontos eroticos gay o inicio de tudo