Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A VETERINARIA ESNOBE!

Click to Download this video!

Esse conto que lhes escrevo ocorreu tem uns meses, um belo dia meu cachorro adoeceu e tive de leva-lo ao veterinário, quando a conheci, seu nome Debora, baixinha cabelos castanhos com luzes, bunda grande e pouco peito, nada demais, mas com um ar de esnobe, consultou meu cachorro sem maior atenção, até uma certa ma vontade, qdo comecei a tentar puxar papo, perguntie se ela atendia apenas animais de pequeno porte, ela riu sem graça e sem responder apenas pediu que saísse pois havia terminado a consulta. Dias depois estou no mercado, eis que a veja entrando no corredor central, não tive duvidas fui até ela, ela nem se lembrava de mim, com seu ar esnobe apenas disse oi e continuou suas compras, comprei o que precisava e fiquei esperando na saída do mercado, ela veio descendo a esteira toda esnobe empinando o rabo gostosa que ela, no estacionamento tem uma lanchonete, a cerquei enfrente a mesma, convidei pra tomar um suco, ela recusou e ainda me xingou pedindo que a parasse de seguir, não me dei por satisfeito, a segui até o carro, nessa hora passava um segurança, disse que se ela fizesse algo seria bem pior para ela, ela nada fez, tomei as chaves de sua mae jogando as coisas no porta malas, ela tentou resmungar, mandei que cala-se a boca e entrasse no carro, ao entrar do lado do passageiro já começou a chorar dizendo que levasse o carro e o dinheiro mas deixasse ela ir, saímos e fui até um motel que tem práximo, motel precário, pedi um quarto entramos, ela chorando, mandei que sentasse e cala-se a boca, abri o zíper e a mandei chupar, ela começou a gritar pedindo que não fizesse isso, tomou um tapa na cara que ficou marcado os 5 dedos, ela comçou a chupar e tentar morder, disse que se machucasse seria pior a ela, tomou outro tapa no rosto, nisso peguei um lençol e a amarrei com as mãos pra cima, e tirei toda sua roupa como deu, vi que usava uma calcinha grande, dessas com desenhos, comecei a rir perguntando se ela ainda era tao nova ou se era tao velha pra usar esse tipo de lingerie, tirei a calcinha e enfiei na sua boca, comecei a acariciar seu corpo, ela se arrepiou, tentou se soltar, qdo dei um tapa nos seios, e apertei os mamilos, ela tentou gritar e chorar novamente, nisso já estava enfiando 2 dedos no cuzinho que estava seco, entrou forçando, ela chorava ainda mais, enfiava e tirava num ritmo frenético, ela começou a aparentar estar gostando, quando fui até sua bucetinha vi que eta molhada, que ela tinha gozado, chamei de vagabunda, bisteca, que ela estava chorando, mas não deixava de gozar, tirei a calcinha de sua boca enfiando meu pau ateh sua garganta até senti-la engasgando, tirava e enfiava não deixando nem que tomasse ar, ela começou a chupar com gosto e vontade, feito uma biscatinha no cio, chupava até as bolas, enqto chupava comecei a masturba-la ordenando que não gozasse seria iria ser punida, ela apenas assentiu com a cabeça, disse que tb não me fizesse gozar tb, a viria de costas e sem pensar enfiei meu pau em seu cuzinho, ela urrava de dor e prazer, gozou umas 3 vezes, apanhou por isso. A cada estocada do meu pau ela empinava ainda mais o rabo, nesse vai e vem, tirei e enfiei em sua bucetinha peluda que estava toda babada de tesao e gozo, metemos por uns 5 minutos até que tirei e a fiz me chupar novamente, ela não quis dizendo que não o fazia depois que transava, tomou outro tapa no rosto e voltou a chupar sentindo náuseas, devido ao cheiro, disse quem manda ser uma vagabunda porca, da práxima vez se cuida, disse que iria gozar que ela não deveria deixar cair uma gotinha que fosse, ela obedeceu e chupou com toda vontade.rnrnA mandei que tomasse um bom banho que teria uma segunda rodada de foda, ela apenas sorriu...rnrnrnBom essa segunda parte fica pro práximo conto.rnrnrnSe vc também qr virar minha escrava sexual, me escreva meu email é: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos encoxei mae no tremeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos eróticos cunhado retardadoEDNA safada de são paulo irmãzinha nascendo peitinho contos eróticoshistorias eróticas a menininha no coloMelhores contos eroticos sobre bem.dotadojogadora de pau pau de borracha na bucetinha da noracontos eroticos:marido da minha tiaconto erótico olha quem cresceuConto Erótico ninfeta Fio Dentalhistorias eroticas titio safado me dava roupas curtas de presentecontos.eroticos.de muleres bem.velhas.transando.cm legumescontos eroticos de humilhaçãogorda gozando contosContos erocticos dei comprimido ao velhocontos eroticos no carromeu irmão me comeu conto gaycontos sexo estorando cu virgemsContos eroticos gay olixeirovi meu filho na punhetacontos eroticos de pintorconto erotico de casada e mae de familia tenho 56 anos morena enxuta fico sozinha em casavelhas gordas de 90kg nuasfotos.e.contos.de.homem.cazado.que.ama.chetar.pau.pintochupando o clitoris da minha cunhadaRelato minha mulher no shopping sem calcinhaconto erotico princesa aronbada na favelachupando o professor de portugues enquanto ele dava aula contocontos comeu meu cu adolecenciaconto erotico fraldario do mercadoContos eroticos com tapas na bunda e castigosconto erotico a gorda pagabdo a apostacontos eroticos comi meu cunhadoEsposa seu saciando com negrão contoscontos eróticoseu sou bem dotadoconto irma dormindoContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas balancando os pescontos porno peguei o menino de ruacontos de coroa com novinhoContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteicontos erotico a calcinha da vodei o cu no campig homoxesuaisconto moreno heterocontos de rasguei o cuzinho da minha avóConto erotico tirou o cabaco da casadinhacontos eróticos incesto férias com mamãeler contos pornos eletrecista mi comeo no hotelcontos trazei com a amiguinha da minha filha dormindocontos minha sogra me vendeu seu cuzinhoenpurou no cu so para ve o gritocontos eroticos dando pro jumentosexo e esganaçaoex cunhada putaela gritou dizendo q seu cu tava doendo contosconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagrouconto aos oito aninhos a filha da minha namorada sentou sem calcinha no meu pauxvideo porno gay amigos bateno punheta na casa abondonadacomo é q faz pra uma mulher bater uma ciririca sozinh pensando em outra mulher???contos gay footjob forcadoconto erotico viadinho usa calcinha na borrachariaeu meu primo e minha mulher contoscontos eroticos com cavalo zoofiliacontos travesti mulata que me arromboucontos eroticos meniniha do tioSou casada fodida contoSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos gay meu amigo me ensinou a darContos eroticos putinhasreais conto de incesto mamae mi deu pro pai e irmao mi comerIncesto com meu irmao casado eu confessoContos erotico sofrimento de inocentes