Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MATEI O TESÃO DA COMADRE

Click to Download this video!

sempre tive uma queda por mulheres, entre elas elas duas amigas minhas super safadas desde de nova. rnO conto que vou descrever aqui é verdadeiro!rnrnA minha comadre é uma morena com cabelões, que vive de shortinho mostrando as pernas e a barriga sarada, um espetáculo de mulher!!rnrnEsses dias ela me ligou, perguntou se eu estava fazendo nada e se queria ir pra lá, mais que se fosse levasse umas cervejas, como era de costume agente beber no portão, nem liguei, comprei 5 garrafas de litro e fui chegando lá, ela estava arrumando casa com um vestidinho ernsem calcinha, fez questão que eu visse, fiquei quieta, começamos a beber e as crianças (ela tem 3) no quintal brincando com a mangueira d'agua, começamos a ficar ''alegres'' por causa da bebida e ela toda hora se insinuava pra mim e eu quieta, até a hora que ela pediu pra mim fazer uns aperitivos pra gente, fui até a cozinha cortar a calabresa e imaginando loucuras já. Até que ela veio e começou a falar da linguiça que era grossa e eu rindo, mais ai ela foi e falou ''quer ver uma coisa mais grossa?'' eu fiquei curiosa com o que poderia ser e aceitei ver. veio ela com um consolo de borracha a aparência era de pênis de verdade, eu olhei ''que isso minha amiga? sabe que quando bebo fico mais atiçada'' ela é mesmo lambeando o beiço, aquilo já subiu um tesão louco, ela foi e mandou eu encostar no balcão da cozinha que ela ia me botar em mim, a principio fiquei preocupada por causa das crianças aparecerem, mais logo me rendi ao pedido dela no pé no meu ouvido, encostei no balcão e abri as pernas pra ela, meu short era de tecido mole e a minha calcinha de elástico, ela botou eles pros lado, cuspiu no consolo e penetrou bem devagar na minha xota que a essa altura estava lambuzadíssima... ela olhando nos meus olhos com cara de puta já, eu louca de tesão naquela vagabunda! até que uma das crianças veio chorando, imediatamente ela parou e eu voltei pra pia escorrendo todo aquele mel quentinho pelas pernas, foi ai que ela teve a ideia de mandar a mais velha pra casa da bisavá, colocou o caçula pra dormir e o do meio ficou lá fora. foi aí que começou a putaria gostosaaaa!!! Ela me botou no sofá e começou a me chupar e enfiar o seu consolo em mim eu gemiaaaa loucaaa de tesãããooo, foi quando não aguentei e dei um urro estava gozando no consolo e na boquinha maravilhosa dela, foi uma delicia!! aí eu falei ''minha vez'' botei ela no sofá com a xota bem na pontinha e comecei a passar a linguiça lentamente no grelinho dela que nessa hora estava durinho mostrando que ela estava morta de tesão, foi ai que fui aumentando a intensidade das linguadas naquele grelo, na xota e no cú ela super puta ficou gemendo e puxando meu cabelo, me xingando de piranha, vagabunda... eu escorrendo de tão molhada que estava. rnContinuei alucinada a chupar aquela xota carnuda, coloquei o consolo na xota e fui lentamente dedando o cú dela fazendo a piranha gritar de tesão! Até que ela não aguentou e avisou que ia gozar pra mim colocar devarzinho o consolo, ela foi dando pro pau como se tivesse quicando num pau de verdade e eu chupando aquele grelo dela e ela começou a ficar mole gozando... Eu fiquei louca com aquilo! esperei ela se recuperar, olhei no fundo dos olhos dela ''POSSO CONTINUAR??'' ela lambendo os beiços afirmou com a cabeça, então eu coloquei ela de pé, sá com uma perna no sofá e comecei tudo lentamente... aí veio o filho e paramos, ela colocou ele pra dormir, mais me olhando, ele dormiu ela colocou na cama, quando ela voltou já estava me tocando e chupando aquele consolo sentada no chão, ela veio e jogou a buceta toda enlambuzada na minha cara, fui lambendo e chupando aquele liquido sem deixar nadinha pra traz e ela rebolava na minha cara com aquela xota maravilhosa... foi uma tarde incrível, nunca imaginei fuder aquela xotinha dela daquele jeito! rnrnNa práxima eu conto como foi a segunda vez, sendo que a segunda incluiu um homem!! outra historia maravilhosa!!rnrnespero que tenham gostado e aproveitando pra tocar bastante!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


novinho da pica gigante atolando no mulequeinhocontos eroticos estuprada pelo clienteSou casada fodida contocunhada timidacontosn aguatei a piroca do meu padrinho no cu eu de saia contostio vaqueiro conto gayContos eroticos menstruadanoite maravilhosa com a cunhada casada contosconto erótico viajei e trai meu maridocontos eroticos esposa fumanteso os melhores contos de gay sendo aronbado varias vezescontos eróticos eu meu melhor amigominha primeira transa lesbica com minha irmazinhaconto porno mulher gosta pau 25cmcontos pai e mãe nudista fala com os filhos como e bom chupa uma rolacontos erotico sou corno do meu sogroconto eroticos a buceta da minha esposa so cheirava porraContoseroticos minha mulher na passagem no anoconto erotico loira casada aprendendo a trairgozando na boca da irma casada contocontos erotico fui concertar s torneira da vizinhacontos eróticos na cada de um casal de amigos contos de cú de ladracontos eróticos meu padrasto lambia minha buceta como loucocomendo o cu da sogra contocontos eroticos com roberta putinhagarota pauzerafodemos eu o meu marido e caocontos eroticos de enteadascontos eroticos de advogadas coroashomens delirando de tesão com um pau enterrado no rabocalçinhas meladinhas nelasso putao dando o cu e gozando e gritandoPirno gratis xvideos. real meu.marido tava.com 28cm gayscomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticoscontoseroticosdeincesto/irmaoeirmacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoele implorou e eu engoli sua porracontos delícia de cacetaode calcinha na frente do meu pai contoscontos erot co dando a buceta pro cavalo e p ca grandeler historia de sexo entre cunhada e subrinhas com tioa massagista negao contoscontos erotico com mim colega sem calcinhacontos eroticos de mulheres coroas fodedeirasMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,conto viciei em chupar paucontos meu pai fudeu minha esposaconto real dw uma casada que virou puta de outro maes evangwlicas contos incestoscontos eroticos vizinho me pegou shortinhoconto ele ficou sabendo do tamanho da bucetacontos porno esposas estuprados submissosTennis zelenograd contomulher crente traindo o marido conto eróticoconto erotico: inocenciacontopaugrandeAiii primo mete contosconto erótico minha prima grávidaConto sexo em grupo quatro caralhosconto eróticos esposa fas marido virar mulher dela e do outros machosContos erótico pombinha inchadacontos gays de escoteirosesposa gosta de menino confesso contoscontos gay menino hormonio virou mulhercontos eroticos Minha namorada me contou como perdeu a virgindade com seu ex e fiquei exitadocontos eroticos com dedadas violentss e chupadas brutasarrombado; contos gayConto acho que minha mulher deu pra outro chegou em casa com a buceta machucadacontos de cú de madrinhaeu engravidei minha vizinha casada conto eróticocolo do velho. contocontos eroticos de incesto selvagemcontos eróticos minha esposa recatada choroucontos casadas enrabadas com chantagemcontos eroticos de como eu perdi minha virgindade aos 16pai da minha amiguinha mostrou o pau