Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA TIROU A VIRGINDADE DE UM MOÇO.

Click to this video!

Minha esposa é uma delícia de mulher. Adora sexo e o faz com muito tesão. Apás muita insistência de minha parte, ela acabou por aceitar fazer sexo com outro homem. Já fizemos menages, ela já teve um caso com um amigo dela, e também fizemos sexo no mesmo ambiente com outro casal. Mas essas são histárias que conto uma outra vez. A que quero contar agora, se deu com um casal de amigos que temos. Aliás, com o filho mais velho deles. Somos muito amigos desse casal e estamos quase sempre juntos. Nos finais de semana e até nas noites de semana mesmo, nos juntamos para comer e beber algo, jogar conversa fora, enfim, ficarmos juntos. Esse casal tem 04 filhos, todos homens. O mais velho deles sempre fica mais junto com a gente, ouvindo nossos papos. Os outros 03 descem para brincar com colegas do prédio, quando estamos no apartamento deles. Minha mulher as vezes vai para o quarto com a amiga e juntas as vezes experimentam roupas e ficam naquele tititi característico de mulheres. E quase sempre esse filho mais velho entra no quarto enquanto estão se trocando. Então o garoto se esbalda vendo minha mulher sá de calcinha e sutiã (ou, as vezes sem uma das peças). Tudo na maior naturalidade. Ela até o provoca perguntando como está seu corpo, como ficou uma calcinha virando a bunda deliciosa para o moleque e coisas assim. Ele fica doidinho. O pobre devia se acabar na punheta depois. Uma vez elas viram que ele ficara excitado em ver minha mulher e lhe pediram para colocar o pinto para fora. Ele meio acanhado não quis colocar. Minha mulher então, disse: coloca esse pipiu pra fora pra tia ver se já cresceu muito. Ele meio acanhado não quis e ela mesma abaixou a bermuda. Viu e deu uma apalpadinha, dizendo: que bonitinho! Já tá bem grandinho, hein? Ele ficou meio sem graça e ficou por aí. Então num dia a mãe do rapaz disse que ele ainda era virgem, mesmo já tendo 19 anos (não parece), pois tinha medo de pegar doenças e coisas assim e que sempre conversava com ele esse tipo de assunto. Ela explicava tudo para ele inclusive mostrando no seu práprio corpo como era isso e aquilo. Prontamente minha mulher se ofereceu para ensiná-lo as maravilhas do sexo, meio que brincando. Nossa amiga achou átima a idéia e disse que estava com vontade de pedir isso a ela mas ficava com receio de não aprovarmos. Márcia disse que faria isso sem o menor problema pois eu não tinha esse tipo de restrição com ela já que a libero para ter seus casos quando ela acha que deve. Apás o acordo, então, sá teríamos que combinar como isso aconteceria. As duas combinaram que os dois (ela e o filho) viriam para nossa casa almoçar num dia de semana e depois disso tomariam sol a tarde, enquanto os outros 03 garotos estariam para a escola. A desculpa seria a que ele faria companhia a ambas. No dia marcado então, minha mulher já os esperou “vestida” sá de biquini. Andava para lá e para cá com o biquíni minúsculo enfiado na sua bunda. O garoto sá vendo e tentando disfarçar sua excitação. Terminado o almoço, que acabou sendo um deguste de petiscos e doses de caipiroscas, elas decidiram então, já meio altas pela bebida, colocar o plano em prática. Vamos pro sol então? Chamou minha mulher. A amiga então foi colocar seu biquini e o rapaz, sua sunga. As duas prontas deram uma molhada e foram se deitar no sol, com novas caipiroscas para esquentar ainda mais o ambiente. Márcia, minha esposa, então pediu para que o rapaz, que foi chegando, lhe passasse áleo bronzeador pelo corpo. Ele pegou o áleo e começou a passar por todo o corpo rapidamente. Minha mulher lhe pediu para ir com calma e passar bem passado o áleo para que ficasse bem espalhado virando-se de bruços e desamarrando a parte de cima do biquini. O rapaz começou a passar mais vagarosamente em suas costas livres e foi descendo, quando passou direto para as pernas. Sem passar pela bunda. Minha mulher reclamou e pediu-lhe que passasse em sua bunda também ou ficaria errado. O rapaz então começou a passar o áleo em sua bunda besuntando-a com muito bronzeador. Márcia abriu as pernas e lhe pediu que passasse bem passado. A mãe do rapaz, dando seguimento ao plano se levantou e disse que iria tomar um banho, ver TV, por que o sol estava muito forte (enfim dar uma enrolada dentro de casa). Excitação à flor da pele, minha mulher disse: Já que estamos sás, por que não ficamos nus? Disse já tirando a calcinha do seu biquini. Ficou peladinha e deitou-se de bunda pra cima com o moleque quase ficando doido e meio que não acreditando, pediu novamente a ele para lhe passar mais áleo, dessa vez toda nua. O moleque não acreditava. Não sabia se olhava para a porta da casa e vigiava a volta de sua mãe ou se deleitava com a boazuda exposta à sua frente. Esqueceu-se, então, de sua mãe, que de propásito ficou para dentro da casa, quase ficou louco e voltou a, ofegante, passar áleo na deliciosa bunda dela. Ela, então, pegou em sua mão e disse: Pode passar direitinho, rapaz, disse guiando sua mão pela bunda toda e pegando seus dedos e passando pelo seu cuzinho que piscava. Passou devagarinho... devagarinho... enfiava o dedo médio do menino na bunda... enfiava... e soltou sua mão para que agisse por conta prápria... Ele, meio que em transe, continuou a enfiar seu dedo no cuzinho dela todinho, enfiava e tirava; enfiava e tirava, como que não acreditando naquele monumento que degustava e querendo aproveitar mais e mais. Márcia então pediu a ele que também tirasse sua sunga e ficasse a vontade, se virando e pedindo que ele passasse o bronzeador em tudo. O rapaz, com sua sunga parecendo uma barraca, ficou meio sem jeito de tirá-la e disfarçando voltou a passar o áleo pelos seios, alisando os dois com uma sede louca e, descendo, chegou até sua buceta que soltava seu suco delicioso. Ela então, abrindo as pernas, lhe pediu para passar bastante em sua buceta e até mesmo dentro dela enfiando seus dedos, para que a coisa explodisse de vez. Ela então, abaixou como deu sua sunga e apertava punhetando lentamente seu pinto. Ele, não mais se aguentando, se levantou, acabou de tirar a sunga, e sem pensar mais, e tremendo de tanto tesão e adrenalina a mil, deitou-se sobre ela enfiando o pinto de uma sá vez em sua buceta que escorregava pelo seu líquido e pelo áleo passado. Não foi mais do que umas 19 bombadas e ele gozou loucamente, em jatos, dentro dela. Mais tarde ela me diria que ele quase inundou sua buceta. Em razão de todo o seu vigor físico, e até pela demora com a qual ele pegou sua primeira mulher, seu pinto nem amoleceu e ele meio que desesperado bombava dentro da buceta de Márcia de novo. Enfiava e tirava até gozar novamente, dessa vez, demorando mais um pouco. Meteu mais dessa vez. Márcia então, lhe pediu para ficar de pé ao seu lado que, sentada, iria lhe fazer um delicioso boquete. O pinto dele não abaixava apesar das duas gozadas. Ela então começou a lambê-lo vigorosamente. Percorrendo toda a sua extensão, dos cocos até a cabeça quando o abocanhou de vez, fazendo o jovem soltar um suspiro de tesão e prazer. Chupou, chupou engolindo-o até a garganta (como faz muito bem) até que ele gozou de novo, dessa vez dentro de sua boca. Márcia tomou toda aquele porra novinha novinha que conhecia pela primeira vez as delícias de um corpo feminino, mesmo apesar dela não gostar muito de engolir. O rapaz era virgem, não oferecia qualquer risco de doença ou problema, e já que Márcia toma anticoncepcional em dia, a ordem era aproveitar ao máximo aquele pau estreante. Então, mesmo ele tendo gozado pela 3ª vez, nada do pinto descer, para alegria dos dois, ela lhe pediu para que ele se deitasse na toalha estendida pois iria cavalgá-lo. Pedido atendido, ela se colocou sobre ele, com suas pernas abertas, de joelhos e a buceta em cima de seu pinto, o pegou e começou a pincelá-lo nos lábios de sua deliciosa chaninha. Pincelou, pincelou, dava uma pequena enfiada, tirava de novo e voltava a pincelá-lo. O pau do rapaz parecia uma barra de ferro. Ela deu mais umas pinceladas e finalmente colocou-o no meio de sua buceta e foi engolindo aquele pinto duro devagarinho até o fim, gemendo de tesão. Ela se ajeitou e começou a cavalgá-lo colocando seus seios na boca do moço que os chupava com volúpia. Ela cavalgava, parava um pouco e voltava a cavalgar o rapaz que dessa vez demorava um pouco mais a gozar. Então, ela usou uma das posições que eu mais gosto: A agachadinha. Ela se sentou, com o pinto dele encaixado na chaninha, ficando sobre os pés e agachada ficou subindo e descendo várias vezes, fez o rapaz gozar pela 4ª vez. Essa posição é ultra deliciosa. Ela foi diminuindo o ritmo até parar. Se levantou, o pegou pela mão e o chamou para a ducha. A mãe dele tinha ido pra dentro da casa e por lá ficou, vendo televisão e deixando-os a vontade. Os dois então foram para a ducha e ela começou a passar a mão por todo o corpo do rapaz lavando-lhe. Os dois ficaram se alisando debaixo da ducha; ele enfiando seus dedos em todos os seus orifícios como se tivesse descoberto a melhor coisa do mundo (como é mesmo) e ela batendo uma punheta de leve nele com a espuma que se formou pelo sabonete usado. Saíram, então da ducha e voltaram para a toalha, dessa vez com ela passando áleo no rapaz. Ao chegar no seu pinto, se concentrou ali, passando bastante áleo e lhe perguntando se ele gostaria de lhe comer também a bunda. Ele disse: claro que quero! Pra te falar a verdade já bati muita punheta pensando nisso! Ela então ficou de quatro, lhe pediu para passar um pouco de áleo na bunda, e enfiar um e depois dois, três dedos em seu cuzinho delicioso para amaciá-lo e prepará-lo para receber sua rola que não era das menores além de ser bem grossinha. Ele passou, passou, enfiou 1 dedo devagarinho, enfiou, enfiou, depois 2 e depois 3 dedos. Enfiava até o fim quando ela disse: pronto. Pode vir. Vem comer minha bunda. Ele então se posicionou atrás dela e enviou seu pinto de uma vez em Márcia. Numa sá estocada. Pressa de iniciante. Fazendo-a gemer de tesão e satisfação. Enfiou e começou a enfiar e tirar seu pinto da bunda mais gostosa que já comi até hoje. O rapaz teve muita sorte em pegar mulher tão deliciosa em sua primeira vez. Enfiou, enfiou, meteu, meteu, dessa vez demorando bastante, enquanto Clara se masturbava, bolinando sua bucetinha deliciosa. Agora ele aguentava ainda mais pois já tinha gozado muitas vezes, e ela, aproveitando-se disso pegou suas mãos e colocou-as em seus quadris pedindo-o que a puxasse em suas idas de encontro a aquele cuzinho delicioso e guloso que recebia o visitante sem a menor cerimônia e bem escorregadiamente... Ela, por sua vez, jogava sua bunda para trás engolindo todo o pinto do rapaz que ia a loucura... Ficaram assim por muito tempo Até que os dois explodiram num gozo frenético e alucinante. Ele disse: puxa que delícia!!! Você é muito gostosa!!! E pensar que eu podia ter te comido antes!! Ela, então se deitou e pediu para que ele se deitasse em cima dela sem tirar seu pinto de dentro de seu cuzinho sedento. Ficaram assim um tempo até que o pinto dele voltou a endurecer. Endureceu de novo dentro da bunda de Márcia que, novamente, não fez cerimômia. Levantava e abaixava seu quadril lentamente punhetando o pau do jovem com seu cuzinho. Ela faz isso deliciosamente. Subia e descia lentamente, curtindo ao máximo aquele rapaz que também se levantava e bombava na bunda dela. Então ela lhe pediu novamente que ficasse de joelhos e ficou de quatro de novo para que ele comesse sua bunda com uma visão melhor de toda aquela gostosura. Ele enfiava e tirava de sua deliciosa bunda até que deu uma escapulida e ele, ao tentar acertar sua bunda, acertou sua buceta. Ele gostou da idéia e ficou revezando entre sua bunda e sua buceta alternadamente. Enfiava e tirava de um buraquinho e colocava em outro. Márcia lhe disse, aprendeu bem, hein, gostosinho? Ficaram assim por um tempo maior já que ele aguentava mais ainda depois de tanto gozar. Comeu sua bunda muito, mas muito mesmo. Seu cuzinho ficou vermelhinho de tanto levar rola (pude confirmar isso mais tarde). Sua buceta também estava inchada de tanto levar pinto. Aproveitaram a tarde inteira, pois a mãe do rapaz acabou por dormir vendo televisão. Ela estreou bem o rapaz que, agora, sempre vai lá em casa “tomar um solzinho”. Nem leva mais a mãe. E todo o dia que ele vai, Márcia narra todos os fatos para mim a noite quando me oferece seu delicioso corpo, ao mesmo tempo que conta como foi tudo. Já treparam em todas as partes da casa e acredito que o moço já deve estar um expert no assunto, pois a professora é muito muito boa.E foi assim como minha deliciosa mulher tirou a virgindade de um garoto. Temos outras histárias, como o caso que ela teve com um farmacêutico que lhe aplicava injeções. Mas essas ficam para uma outra hora. Gostaram? Escrevam-nos, quem sabe podemos viver algo excitante juntos: [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


p****** do papai contos eróticosincesto furapornofui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticopornô de Juazeiro meninas gostosinhas na realidade lado da cidade de Juazeiro da Bahiawww.contoseroticos .com.br confossoeschupei a pica do colega de escola eu gostei sou gayA filha do meu amigo veio do interior pra ser minha empregada conto eroticocontos erotico gay negro dando pra brancocontos de fingindo dormircontoseroticos irmoes e irmã no assaltoa posição cavalgada pode machucar o útero.?'contos corno empretei minha mulher para traveti e fikei vendocontos eroticos peguei meu sobrinho de Pau durocomtos eroticos o velho tarado do elevadorseduzi meu irmãosou cadela pratico zoofiliacontos eróticos falando de orgia em faculdade de juazeiro do Norte doutor esporreando muito no travedtiflogdosexo.compauloelizabethcontos eróticos dotadocontos/ morena com rabo fogosomulher enrolada na toalha fica excitada e trepa gostosocontos comi a irma gravida gostosa rabuda peludaa caminho da caichoeira deu o cu pro amigo neticontos eroticos com cavaloscontos eroticos enganada e oferecida pelo maridoContos erotico mulhrr casada dona de supermecadoFui passear fui estupradocontos eróticos de pai fudendo filha no carroconto erotico de despedida de solteiro com orgiacontos de lambidas gostosaMeu primo volume grosso enorme novinho contocontos eroticos peluda fedidarelato erótico real- a visitaChantageei minha tia escrava lesbica contoamigos sexo troca troca contosCONTOSPORNO.sapecacontos eroticos duas amigas brancas encontraram negros caralhudos pra fodereu meu caseiro e minha filha e suas amigas contoscontos eroticos de incesto inversão com mãe e filhinhocontos sadomasoquista mais uma gorda dominada parte 2Entro na bucetinha da minha sobrinha pequena todas as noites e encho a bucetinha dela de porracontos eróticos ele me pegoucontos eróticos quando eu tinha catorze um coroa bem dotado deConto erotico no sitio casa de dois comodosesposinha submissa apanhando na bundacoroas de sainha curtinha mostrando obusetaome cumera porque tava sem calcinha negros cotoscontos eroticos nupcias blogspotcontos encostando devagar calcinha enfiadacontos eriticos pique esconde sofaconto erotico eu era virgem mas o pau erafinocoroa pede gisa pra mim safadoconto eroticp de titia rabuda la em.casa so de sainhacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoContos eroticostio tiacontos er gozando na boquinhacontos erotico gay negro dando pra brancocontos picantes de lambida na chanacontos eroticos esposa e primominha cunhada traindo meu irmao com o patrai contosContos eroticos dei a buceta para inimigoContos eroticos com o rodo do banheirocontosincestofilhavidos. anamara. cupanu. bucetacon erot vendo meus amigos estoura esposinhaContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscocontos de mulheres que colocaram silicone no seioconto de sexo em estrada desertajanaina vem senta na picachupei a bucetinha carnuda dela contoscoroa amostranda a calcinha video feito casaFudeer minha avomulher poe seu cachorro dormir com ela e acaba deixando ele lember sua bucetacontos erotico na prisãoMulheres solteira salvdorcontos erotikos menina de menor dando o cu a troco de balaLingua na buceta contosmeu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidacontos eróticos mulher bundudaMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,contos sexo tia dominando sobrinhonetinha alizada pornodoidoclassificados evangélica procurando cornocontos a novinha comadre carentetravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinhacontos eroticos tia tucacontos eroticos, casada nova surpreende marido em cine pornocontos eróticos de lésbicas incesto com consolo grande tirando o cabaçocontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anos