Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PAU ACIMENTADO

Click to this video!

Olá para todos, meu nome é Janete.

Eu tenho um vizinho que se chama Pedro, o seu apelido é Pedrocão. Um dia meu fogão intupiu, eu estava solteira e estava sozinha em casa, resolvi ir na casa dele pedir para ele desentupir o fogão para mim. Toquei a campainha mais ninguém abriu a porta, esperei uns 2 minutos, achei então que ele não estava em casa, quando estava saindo da porta de sua casa ele abriu a porta com sá a cabeça para fora pedindo desculpas, disse que estava tomando banho e não ouviu a campainha, eu cheguei mais perto e percebi que ele estava sem roupa porisso estava sá com a cabeça para fora, ele perguntou oque eu estava querendo, eu disse que meu fogão tinha intupido e para ele vir dar uma "olhada" para mim e ver se consegue arruma-lo, ele me disse para esperar um pouco que ele iria colocar uma roupa, assim que ele deu uma afastada para fechar a porta eu consegui ver uma coisa muito grande, parecia um pinto, mas era muito grande intão deduzi que eu tinha visto errado, era apenas o braço dele.

Logo ele saiu de sua casa todo bem vestido e foi comigo até em casa, chegando lá, apresentei o fogão para ele, ele olhou e pegou um palito de dente e começou a limpar os buraquinhos intupidos do fogão. Enquanto ele arrumava o fogão eu ficava olhando para a bunda enorme dele, e logo percebi que ele olhava para meus peitões disfarçadamente, para provoca-lo resolvi falar que estava calor e que iria trocar de roupa, fui para o quarto e coloquei o meu top mais decotado. Quando cheguei na cozinha, ele viu o top e ficou até atordoado de tanto tesão, ele virou para mim e disse que belos seios você tem e soltou um rosnado grrrrr...

Eu fiquei louca de tesão, para retribuir o favor, disse que ele tinha uma bela bunda. Ele chegou perto de mim e disse para mim que se eu queria ver mais da bela bunda dele, eu fiquei meio envergonhada mais disse que sim. No mesmo momento ele tirou meu top, fazendo saltar meus belos seios, e começou a chupalos e mamalos, eu gemia cada veiz mais alto. Eu achei melhor irmos para a cama e ele concordou, chegando lá ele abaixou a calça e a cueca, eu não acreditei no tamanho do pinto dele, parecia um braço, estava com manchas de tintas e tinha umas pedras de cimento. Eu perguntei porque estava com manchas de tintas e pedras de cimento, ele me disse que era porque ele estava fazendo uma reforma na casa dele e que gostava de pintar e rebocar nú, eu fiquei surpreso, sá ai que fui descubrir porque do apelido Pedroção. Eu cai na cama e tirei minha calça e minha calcinha, porque eu estava louca para testar aquele "braço" (pinto) sujo de tinta e com pedras de cimento em minha buceta e meu cú. Ele colocou a camisinha que estava em seu bolso da calça que estava no chão, e ele subiu na cama e enfiou o "braço" (pinto) dele em minha buceta, não sei como ela comportou aquele negácio estrondoso, e logo ele começou a meter muito depressa, cada veiz mais rápido e estava entrando cada veiz mais aquele negácio gigante dentro de mim, eu estava ficando toda arrebentada estava até sentido muita dor, mais quando eu olhava para aquilo entrando em mim a dor se saciava, eu não acreditava que aquilo tudo estava dentro de mim, logo ele deu uma gozada que lavou toda a camisinha, sentia uma coisa quente dentro de mim e eu começei a gozar também, nunca tinha gozado tanto, estava gozando e sentido dor, logo ele tirou tudo aquilo de dentro de mim, minha buceta estava com um buraco enorme, ai ele virou-se e disse agora é a vez do cuzinho, eu fiquei disisperada, pois nunca tinha feito sexo anal, mas resisti e dexei ele começar a enfiar aquilo dentro de mim, com os dedos ele abriu bem meu cúm, e com o espaço que deu para abrir, ele enfiou sá a pontinha do pau dele e logo foi enfiando tudo, eu sentia meu cú sendo dilacerado, nunca tinha feito sexo anal, eu estava sem lubrificante, começei a sentir muita dor e começei a chorar, mas não parei, e ele disse agora você vai chorar de verdade, com um movimento brusco ele foi enfiando rápidamente o pau dele dentro de mim e eu gritando e chorando, ele sá parou quando o saco dele encostou em meu cú, eu jah estava sentido tonturas, ele teve dá de mim e tirou o pau dele, saiu muito sangue, o pau dele estava todo ensanguentado a cama também. Logo ele se dispidiu, vestiu sua roupa e foi embora, e eu fiquei toda dilacerada na cama, mas ainda vou repitir muito a experiência.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos irmã peludacontos erotico ela trai o maridocontos eróticos minha sobrinha de babydollcontos de menino bem novinho usando calcinhacontos eroticos maes de amigoscontoseroticos negaocontos fodi menininha por docescontos de coroa com novinhoeu e minha filha no baile funk contos eroticosela pediu pra parar mas continuei fudendocontos eroticos decornos amigosesposa torcendo de biquini em casa conto eroticotem homem on line dar telefne pra foda com mulher casada chupa seu pau deixa chup bucetaContos eroticos peitudaconto pernas fechadascontos de mulheres viuvas sendo pelo penis grandecontosdesexopicantescontos de crosdresserescontos erotico incesto virei a cadela do titiocontos eróticos mulecadaporni contos mae da namorada na picinaContos pornos-esporrei na comida da cegawww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadecontos porno de casada se insinuando para pedreirosconto erotico cornocontos de sexo com velhos babõescontos eroticos exendo a buceta da tia de poreaContos pornos novinhas em gang bang c negros dotados de penis grande e grossoconto erotico minha mulher se produziu para ir na despedida de solteira da amigatitio viu minha bucetinha e achou linda contoscontos enrabada no chuveirotomando banho de rio com titio contos gaycontos eróticos esposa de 60anos com farra na camacontos gay chorei no pau do coroacache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"nega dançando agachadinho com a mão na periquita em cima da camamulher amarrada no curral para o pone com elauma dp muita dor mais deliciosa conto.Eu fudi toda a familia do meu amigo fudi a filha dele fudia a esposa dele fudi a cunhada dele contos eroticoscontos clara minha putiacontos porno dei boa noite cinderela para meus pais e comi minha maecontos eroticos de esposa fazendo o marido limpar sua bucwta goAdaminha esposa nega mas eu sei que sou cornov¨ªdeo porno lambendo o saco do cara?meu cuzinho desvirginadodepois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?contos eróticos debaixo da varavídeo de bocado de mulher dançando de fio dentalcontos amor gaymae de causinha melada quado da de mama profilhoquero assistir você para minha mulher rapadinha pau entrandotravesti do pau vermelho cabeça g****** jato sexoConto mete tudo papaiContos porno minha noiva bebadacontos eróticos velhacontos eroticoscalcinha algodaofui pego de calcinha pela minha irmavideo de sexo fetiche mastubaram a buceta dela com varios consodos grandestoquei uma punheta pro cara enquanto ele dormi relatosreais Contos de sogras velhas crentes rabudas dando o cucomeu cu da coroade 30anossconto erótico comendo o passivo de calcinhaConto mana onibuseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoFoto nega por cenoura no cu e gozou gostosocontos dormi de fio dental e me ferreicontos eroticos casei com um velhoempregada gostosa transando de bruço com patrãoHistória porno cumi a cachorameteu o dedo na minha bundinha contopau expulsa pau do corno da buceta contoso padre ecoroinha no conto erotico gaycoroas defloração relatoconto erotic pirocudo na praia de nudismo