Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESVIRGINANDO MINHA QUERIDA IRMAZINHA

Click to this video!

Olá amigos deste site, há algum tempo que leio seus relatos, no qual, abaram me motivando a conta-los algo que acontece comigo. Meu nome é Pedro tenho 32 anos, não tenho corpo atletico, mas tenho meu charme. Sou um publicitário, diretor comercial de uma importante revista aqui de minha cidade, o que vou lhes contar acontece a cinco anos entre eu e minha irmã, uma linda mulher de 19 anos, um corpo maravilhoso, seios fartos, bunda redondinha e grande, afinal uma mulheraça. Bom, vamos aos fatos tudo começou por acaso quando, tive que ir a um coquetel de lançamento da revista num hotel da serra gaúcha, a cinco anos atrás, como era inverno e véspera de feriadão, minha irmã casula que na época tinha 19 anos, mas seu corpo mostrara uma mulher aparentando 17, 19 anos, afinal, ela era alta para sua idade, seu corpo já estava lindo todos admiravam seu corpo, como nossos pais eram separados, desde quando ela era pequena e meu pai não se fazia presente, sempre fui eu que tive que fazer as vezes dele. Voltando. Nesta semana ela queria q eu a leva-se comigo para o evento, pois nossa mãe tinha um congresso e ela não queria passar o feriado sozinha, então deixei ela ir com a condição que no dia do evento ela não sai-se do hotel, ela aceito. Quando chegamos no hotel tenho uma surpresa desagradável, minha secretaria não informara ao hotel que no quarto teria que ter uma cama extra para minha irmã, e devido a temporada não tinha como dispor de tal opcional naquele dia, e o pior o quarto era de casal, bem, chegando ao quarto mandei ela se trocar enquanto eu iria tomar um banho para jantarmos, no banho eu de leve dei uma massageada enquanto lavava meu pau, como sempre faço, e ele estava meio duro devido a isso. Minha irmã entra no banheiro sá de camiseta e calcinha para fazer xixi, nisso eu falo o que ela estava fazendo que ainda não tinha se trocado, ela disse que estava passando o vestido que tinha amassado, quando me dou conta que estava de pau duro, ela se assusta com o tamanho do pênis, 23x7cm, pois o sanitário era colado no vidro do box que era transparente, nossa mano não sabia que seu tico fosse deste tamanho, eu nada falei sá mandei ela sair. No restaurante encontro uma colega da revista que pergunta quem era a modelo que eu estava, pois ela ainda não tinha visto na revista, quando eu disse que ela era minha irmã. No jantar correu tudo normal e deixei-a no quarto e fui para o coquetel.

Cheguei no quarto por volta das 2horas da manhã tiro minha roupa e vou me deitar com minha irmã, pois a cama era de casal como eu falei, quando levanto as coberta para me deitar tenho uma linda visão, minha querida irmã de conchinha sá com uma camiseta longa sem nada por baixo, bom isso é de família porque eu também durmo sem cuecas, aquela visão da bunda da minha irmã toda exposta me atiçou, mas tirei da cabeça, pois era minha irmã. Quando me deitei e encostei-me a ela devido à posição em que ela estava ela se meche virando para mim, colocou o braço por cima do meu peito ronronando algo que não identifiquei, repentinamente ela coloca sua perna sobre a minha encostando sua xoxota linda e quase sem pêlos na minha coxa fazendo meu pau ficar duríssimo, quando tento mecher-me para sair daquela situação ela meche o braço e acaba colocando-o- sobre o meu pau nisso meu tesão fica mais aguçado ainda ela se acorda e sente o volume se meu short e era bem solto e como eu não durmo de cueca era evidente. Ela olha e diz mano você ainda esta com ele duro, nesta hora eu vejo que ela não era nada boba, quando pergunto assim como, ela diz: duro hora desde o seu banho que vejo que ele esta assim, eu pergunto o que ela sabia disso e comecei a conversar ela disse que sá tinha visto em umas revista minhas e que viu na tv no canal a cabo, mas ela disse que nenhum era do tamanho do meu nem o do Vitor um namoradinho que ela tinha, aí eu pergunto se ela já tinha transado com ele, ela disse que não ele sá tinha um dia tirado para fora da bermuda, pois queria que ela fizesse um boquete. Nisso ela disse que sá tinha punhetado ele e pega no meu pau e pergunta se ela pode ver melhor, pois nunca tinha pegado na mão um pau tão grande, digo a ela que é minha irmã e que aquilo era errado, então ela diz: se é errado porque você ficou mais excitado quando eu peguei nele e se quiser posso bater uma punheta para você também e sentando na cama de pernas abertas mostrando sua xoxota linda e quase sem pelos e punhetando de leve o tesão valou mais alto e toquei naquela xoxota maravilhosa fazendo ela soltar um suspiro e digo mas não quero sá ficar na punheta, ela não fala nada apenas sorri e começo a beija-la na boca com sofreguidão e vou descendo até sua maravilhosa xoxota quando ela diz que isso era o paraíso e começa a gemer e empurrar minha cabeça contra sua xota neste instante eu já sentia os líquidos de seu gozo e viro ela de bruços lambendo e chupando ora seu cuzinho e ora sua xoxotinha ela já rebolava feito uma puta na minha boca quando peço para ela chupar meu pau ela meio sem jeito o coloca na boca onde quase ela não consegue chupa-lo, aos poucos ela vai pegando o jeito e aviso que vou gozar ela não para e gozo em sua boca, meu gozo foi tanto que ela chegou a se engasgar. Ela continua chupando até que ele fica limpinho e duro novamente aquilo era bom demais, começamos a fazer um delicioso 69 onde me dedico a chupar seu cuzinho deixando-a zonza de tanto tesão, ela começa a gozar novamente e coloco ela de quatro e digo que vou penetra-la no cuzinho ela pergunta se vai doer, eu digo que de leve pois ela nunca deu então pego um creme de rosto dela e besunto seu cu e meu pau para facilitar a penetração, eu vendo ela de quatro com a cara no travesseiro, como eu havia pedido para ela ficar, com aquela xota toda esposta para mim pego meu pau duríssimo e dou uma passada em sua xoxota para pegar um pouco de seu gozo, ela suspira de tesão, ela manda eu enviar logo pois não aguenta mais, então começo a penetra-la com dificuldade e vou forçando ela gemendo um misto de dor e tesão quando entra quase tudo dou uma parada para ela se acostumar com a grossura então começo a bombear com mais ritimo e força ela começa dar contrações com o anus em meu pau fazendo eu gozar mais uma fez dentro dela, nessa hora ela anuncia mais um gozo, se atirando na cama, tiro meu pau e começo a passar na sua xota fazendo-a ficar com mais tesão, comecei a forçar a entrada e com uma certa dificuldade, passando o hímen ela sentiu uma ardência onde ela disse que parecida com a que tinha sentido quando estava comendo seu cuzinho comi ela em diversas posições já estava amanhecendo quando fomos dormir exaustos, pela manhã como havia me esquecido de colocar na porta o aviso de não perturbe a camareira entrou no quarto achando que não havia ninguém pois já era quase meio dia, acordando eu e minha irmã que estávamos dormindo nus sobre as cobertas, mas isso fica para outra historia onde contarei como nás transamos com a camareira, e depois comi minha irmã e o namorado dela participou e acabou dando para mim, vazem cinco anos que transamos eu e ela, estamos viciados um no outro, já transamos em diversos lugares e sempre que estamos namorando damos um jeito de fazermos uma suruba com nossos amantes, ela sempre procura namorados que gostem de aventuras novas na cama, ela se tornou uma verdadeira puta, esta semana ela me falou que estava preocupada com nossa mãe pois ela anda sem namorado e com cara de triste, ela acha que eu poço fazer algo para alegra-la aí eu disse que ela teria que me ajudar, mas quando acontecer eu conto para você.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos minha esposa e choronacontos eróticos travesti dando o cu para homem do pau grandeprimeira vez com travesti contos eroticosporno mamei tanto o peitinho q inchoupôrno pima maveliaContos de putas safadastrepafa de caronacontos eroticos porteirocontos hentaicomi minha finhinhaesposinha submissa apanhando na bundaMeninas virgem estuprads pela zeladorcontos meu marido ajudou amigo dele me comerContos eroticos minha mulher e o policialMeu primo que chupa no meu pauConto erotico gay sr.juvenalmorena dano a boceta po cavelecontos veridicos por garotas teenshora e lugar errado/contos pkrnovídeos de porno primeira vez dando cu ela chora fico Duda ora tirando pau do cu fica porno a mauminha irma só de calcinhacontos excitantesde sexomeu cunhado tirou o cabaço do cú da minha esposacontos ainda menina dei pro meu irmaozinhocontos eroticos de enteadasContos punheta no garoto constrangidocontos gay menino bundudoMinha cona molhada relatosContos eróticos jogo de seduçãoloira cris casada fode com negao contos eroticosa puta mulher do meu irmão contos eróticosConto erotico tia 60ano safadacontos eróticos de Pouminha mulher e travesti contos eroticosrealisando sonho eu emas duas mulher contoscontos eroticos minha sogra mamou no meu pau e depoi choroulcontos eroticos cdzinha virei menina pra agradar meu donoconto novinha devendocontos de casadas o negro desconhecido me arromboueu minha irma e meu padrasto na camaContos eroticosComi minha irma na cozinhaContos pornos novinhas em gang bang c negros dotados de penis grande e grossoconto gay o primo do meu amigo Conto morena 37 anoscontos eróticos comi minha sogra num domingocasa dos contos eroticos novinhas delicias cedusindo o tiocontos com fotos tia e sobrinho baixinho realgoogleweblight/buceta virgem/ fotoscontos eroticos anal iniciando minha filhinhacontos eroticos "cadela" "sem comida" "fome"Contos e fotos de gozadas nas calcinhasminha mulher pediu pra fuder minha enteada contoscontos de pura putaria entre pais e fme puxou pra sentar no colo dele - contos eroticoscontos sado marido violentosconto casa de praia estouro cabaçomedico podolatria contos eroticosnegra estuprada na frente so marido contos contos comi o cu da mamãefui comida peloamigo transexual contospeitinhos feito pera chupada pela amigaconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogrocontos sacsnagencontos eroticos: fui comido pelo meu inimigo safadinhobuceta cabeluda bunda inchadinha Pintadinha da Moniquinhacontos eróticos fui Penha a força por doiscontos eroticos de primos q ficaram com primasgay seduzindo hetero abaixando preso da casa so pra transarbelas picas brancas rosinha gozando gaysxxvidios defisieticontos estrupei minha vizinhacontos inserto fatos reais gayvídeos e contos eróticos de gays novinhos bonitos afeminados perdendo a virgindadecontos eróticos fudeu meu cuzinhopornô doido a tia convencia sobrinha a chupalatravesti gozando no próprio sutiãxvidio travesti ta duendoconto meu marido deixou o negao do baralho me comercomi a novinha dormindo ela fico brabacontocontos eroticos dando ao sobrinho pivetecontos eroticos: me incentivou a usar calcinhas minusculasvisinhalesbicaContos eroticos comido por um caoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto tia pelada em casaNamorada boqueteira contos cabonecontos eritico acustumou da o cu com tudo mundo dormindocontos eroticos meteram em mim e fiquei muito abertasexo com vizinha muito rabuda vigiadocontos eróticos minhas afilhadinhas da bocetinha bem novinhacontos com teens sentando na ro do pri com doze anosconto gay meu sobrinho virou amanteconto erotico meu genro comeu meu rabo na marrative dar para um dotadocontos eróticos em cima do carrohetero chavecando o cunhado xvideFiquei com minha sobrinha no colo a viagem toda contos