Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO COMECEI NO INCESTO II (CASO VERÍDICO)

Click to Download this video!

Como contei anteriormente, eu e meu filho Cello ficamos mais de dois meses, transando escondidos de meus outros dois filhos, ou seja, minha filha Pat e meu filho Lipe. Eu e Cello fodíamos todos os dias e muitas vezes, durante a madrugada em que estávamos com muito tesão, íamos para uma casinha que tenho nos fundos de nossa casa e fodíamos lá até quase o dia amanhecer...fazíamos de tudo, nos chupávamos muito, ele comia demais minha bucetinha e meu cuzinho que estava muito viciado com aquele pau delicioso que ele tem.

Como eu trabalho fora e sá volto para casa depois das 19 hs, um belo dia quando eu chegava em casa escutei gemidos...como eu tinha entrado pela cozinha, fiquei parada para escutar de onde vinha os gemidos...fui entrando pela casa e percebí que os gemidos vinham do quarto da minha filha, Pat...como a porta estava entreaberta, espiei para dentro e pude ver, ela trepando muito gostoso com o irmão mais velho...sim, minha filha estava fodendo com o Cello. Meu coração ficou aos pulos e continuei atrás da porta espiando eles...minha filha tinha 19 anos e pelo que ela sempre tinha me contado ainda era virgem...Pat é uma morena clara muito linda, com os cabelos bem pretos e lisos até quase a cintura, tem uns seios médios mas bem cheinhos, coxas grossas, uma bucetinha depiladinha bem carnudinha, com um grelinho um pouco grande e uma bundinha deliciosa que já está ficando como a minha, redondinha e grande.

Com muito tesão e já sentindo minha buceta todinha melada, fui olhando o que os dois faziam...o Cello estava deitado na cama e Pat sentada com o pau dele inteiro dentro da sua bucetinha e ela pulava feito uma égua, ele segurando seus seios, apertando-os...Pat parecia estar fora de si, ela pulava demais naquele pau gostoso, se contorcia toda, gemia alto e dizia: ME COME, SEU PUTO...COME A TUA ÉGUA...

ME ENCHE DE PORRA...COME ESSA BUCETINHA...AIIII, QUE GOSTOSO!

Foi quando eu não aguentei mais, tirei toda minha roupa ficando nua e entrei no quarto, supreendendo-os...Por um momento, Pat parou de se mexer, eu logo fui acalmando eles e dizendo que também queria participar de tudo. Cheguei bem perto de minha filha e fui acariciando ela toda, mesmo vendo que ela estava espantada em ver sua mãe completamente nua e dizendo que também iria participar da foda deles...não demorou muito ela e Cello gozaram...ela saiu de cima do irmão e eu vendo o gozo dela misturado com o dele escorrendo pelas pernas delas não resistí, e caí de boca na bucetinha dela, chupando-a com muito tesão...nossaaa, que bucetinha deliciosa e como ela é doce, eu passava a língua pelo grelinho dela e ia até a sua grutinha todinha meladinha, tentava meter a língua lá dentro...Pat gemia, apertava seus seios e Cello sá assitindo eu chupando sua irmã...mudamos de posição, eu disse que iria ensinar ela a fazer 69...e deliciosamente ela me chupava a buceta e eu devorava a dela, gozamos juntas...Cello estava batendo uma punheta e eu bem esfomeada, disse que queria ele me fodendo o cuzinho para que Pat visse o seu irmão comendo sua mãe.

Pat ficou doida de tanto tesão...Cello deitado na cama, eu fui abaixando meu cuzinho no pau dele...Pat segurou o pau do irmão e foi encostando o pau no meu cuzinho até ele entrar inteiro...a putinha da minha filha ficou bem pertinho de nás sá para olhar bem o pau entrando no meu cuzinho...eu bem aberta em cima do Cello, ia subindo e descendo naquele pau delicioso...eu gemia feito louca e Pat se masturbava mas não resistiu e caiu de boca na minha buceta...simplesmente eu enlouquecí...meu filho me comia o cuzinho e minha filha devorava minha buceta com sua língua tarada...eu estava sendo devorada pelos meus dois queridos filhos e assim, gozamos os três. Logo depois eu e Pat, caímos de boca no pau do Cello...recompensando ele por ter nos fodidos deliciosamente...mas não parou por aí, Cello ainda queria comer o cuzinho da irmã e o cuzinho dela era virgem...peguei o KY, besuntei bem aquele buraquinho apertadinho e o pau do meu filho, mandei Pat ficar de quatro....segurei ele nas minhas mãos e fui direcionando aquele pau para o cuzinho de Pat, ele encostou bem e ficava sá roçando o pau enorme no buraquinho apertadinho...Pat foi relaxando ao máximo e eu acariciando ela toda para que sá sentisse prazer e assim foi, Cello foi metendo gostoso até aquele cuzinho acomodar todo aquele pau...eu por baixo de Pat ia lambendo sua bucetinha meladinha e ela começou a gemer de tanto tesão...nossaaa, Pat é muito escandalosa quando está sendo fodida...ela berra, geme, grita, chora...e é uma delícia escutar ela numa foda e ela dizia: ME FODEM...ME COME O CUZINHO, MEU PUTO...AI, QUE DELÍCIA SER FODIDA PELO IRMÃO E TER A MÃE CHUPANDO MINHA BUCETA...PUTA MERDA, QUE LÍNGUA GOSTOSA!...

E Pat ia enlouquecendo a gente com seus gritos e como ela rebolava gostoso naquele cacete enorme, Cello estava muito doido e ia aumentando as estocadas no cuzinho de Pat...ficamos assim nessa foda por quase meia hora...minha querida putinha gozava demais, uma atrás da outra e Cello aumentando cada vez mais o ritmo das estocadas no cuzinho dela...eu me deliciando com o gozo que Pat escorria na minha boca e enquanto isso eu ia me masturbando, metendo os dedos na minha buceta toda ensopada...era uma loucura aquilo tudo...Cello esporrou todo o gozo no cuzinho de Pat...eu saí debaixo dela e fui para perto do Cello, puxei aquele pau delicioso ainda com a porra saindo...caí de boca naquele pau e Pat também queria ainda tomar o restinho do leite que escorria...e assim nás duas devoramos o pau gostoso do nosso garanhão. E nás três ficamos ainda por um tempo sá assim, nos chupando até quase o meu filho mais novo chegar em casa.



Nás três com umas caras bem safadas que o Lipe perguntou o que tinha acontecido ali, e eu disfarçando dizia que não tinha nada...até que uma semana depois......mas essa eu conto na práxima e sei que vocês irão adorar muito....beijooooos muito molhados em todas as bucetinhas que irão ler e para os cacetes gostosos também!!!







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Namorada puta conto eróticominha mulir me traiu com o cachoro de pau crosocontos eroticos gay o namorado da minha irmajogo de puta buçetadacontos de siririca de mulher acima dos 60 anosvídeos e contos eróticos de gays novinhos bonitos afeminados perdendo a virgindadeconto gay nasci pra ser putaContos erotico de garotinha estupradas.contos eroticos dainfanciaconto conto erótico e história comendo a mulher do meu amigo analxnxx de imtiado estrupa a sua sobrinha rasgamdo a ropa delaconto erotico mulher gostosa trai marido com um delegadocontos eroticos - isto e real - parte 3contos mordidinha na bucetapiscina com amigos contos okinawan gélico pornôContos erótico lutinhacontos eroticos depessoas normais reaisContos eroticos negra entiada comi mae filhaprimas contos eróticoestrupamendocamila da o cu ao pedreiro contosconto eróticos mana so de calcinhameu pai me comeu contos eroticosconto.eurotico.homem.ttazando.com.travetisconto eonico de sexo analcontos eróticos de filho com sua mãecontos erotico transai com uma negona vizinhacontoseroticoscomirmaocontos eróticos teen apostacontos eroticos era virgemcontos herticos eu i meu pai ele me chupou enquanto dormiacontos eroticos exibindopezinhos da amiga da minha mae contos eroticoconto erotico construcao estupradaconto porno peoes no ciomeu tio me comeu com o primo.contoIrma putinha Contos eroticoscontos erot co dando a buceta pro cavalo e p ca grandeSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos de filhos chera causinhasconto erotico provoquei e fui estrupadaContos eroticos com mendigocontos gay cuzinho frouxoContos de sexo virgem dor extrema membro grosso teen incestoconto traição sobrinha recém casadacalcinha usada contos eroticosdei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocontossado de submissao realvideos de sexo com cintirinhas finas e bundonacontos de rasguei o cuzinho da minha avóContos porno meu amigo pintudo arrombo minha esposaconto de sexo ele e ela me comendo muita tapacontos sadomasoquista mais uma gorda dominada parte 2minha mulher estava com a buceta toda aberta contowww.xconto.com/encestoconto eroticoeu pai me estuprou gaycontos eroticos - isto e real. parte 1o cavalo hunano, contos erótico reaisconto eroticos minha mae o pedreiroConto erotico suruba loucahistoria erotica casadas puta dos negros no trabalhocontos aempregada nordestinasurprendida pela minha amiga lesbica contos eroticossogra pernas aberta eu vi a caucinha comtos contos eróticos eu comi a secretária do meu paiconto minha mulher hemafroditaconto erotico com o velho padrinhovideo de porno o cara foi concerta o icanamento e comel elacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico velha gorda desesperada por pirocacontos de cú de madrinhaminha amiga me flagrou batendo punheta cheirando os sapato dela podolatria contos eroticostrai meu marido bebado com seu amigo bebado na sala contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico noiva deu para morador de ruaconto d patricinha c o borrscheiroviajando no colo do motorista, acabamos transando contos eroticosconto erotico incesto sonifero filhaconto erotico 6 aninhosSou um corno mansoconto erotico sobrinha bebadaDotado arronbando garota 19 aninhoscontomeu pitbol mim rabouContos eroticos com esposas que foram arrombadas pelo tio do maridoContos eróticos- guarda florestal de pau gigante me arrombou