Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O DOG GOSTA DE LAMBER UM PAU GROSSO

Click to this video!

Uma cidade pequena, a uns 40 minutos da cidade grande. O terreno era grande, quase um sítio, com muitas árvores e protegido por um muro de 2 metros de altura. Ali havia apenas uma cobertura onde ficavam uns suínos de raça e uma casa, na verdade uma cabana simples, com cozinha, quarto e banheiro e uma pequena área coberta, apás a cozinha. Ali ficava, de dia, o cão do sítio que, à noite ficava como garantia de segurança, vigiando a propriedade. Era um cão vira-lata, de porte médio, branco encardido com algumas poucas manchas achocolatadas. O rapaz preferiu ficar ali no sítio da família do que na casa da cidade. Achava mais sossegado, tranquilo, além do mais, poderia levar alguma moça pra lá se surgisse oportunidade. Um sábado, já se preparando pra dormir, pelas 19 da noite, foi trocar a água do dog. Já ia tomar banho e por isso enrolou-se em uma toalha pois dali iria ao chuveiro e do chuveiro pra cama. Aproximou-se do cão e agachou-se pra soltá-lo e toda vez que fazia isso o animal pulava de alegria e corria sitio adentro, feliz. Sem querer o bicho bateu com o focinho bem naquele lugar e aí a coisa começou a esquentar. O pau ficou duro. Quase sem ação, levantou-se da posição em que estava. Foi aí que o pau se revelou na abertura da toalha e, num segundo, o dog o lambeu. Passou a língua com sofreguidão. Foi como uma corrente elétrica passasse pelo corpo do rapaz. Então foi que lhe veio à mente trazer o vira-lata pra dentro da cabana. Por que não? Tava sozinho e já fazia bem um mês que não transava. Trouxe o cão pela corrente pra dentro da cabana, soltou-o na casa e fechou a porta. Apagou as luzes e deixou sá a luz do banheiro acesa, a porta entreaberta. Sentou-se à cama, o membro duro, chamou o cão pra ver o que acontecia. Tava desejando gozar no focinho desse animal. Mas não contava com a ânsia de sexo do cachorro. Cada passada de língua do cão aumentava o tesão do rapaz e o pau ficava cada vez mais duro e lubrificado. O bicho também lambia as bolas e, numa dessas linguadas, outras surpresas iriam acontecer. Não aguentando mais, a pica ejaculou esperma em abundância e, outra surpresa, não sabia que esse cachorro gostava tanto de comer a porra que lhe saía do caralho. Depois dessa gozada, pôs o bicho pra fora, tomou banho e foi dormir, aliviado.



No dia seguinte, à noite, trouxe novamente o dog e lhe ofereceu o pau duro. O bicho não se fez de rogado: lambia a cabeça da pica, as bolas e – surpresa! – passou-lhe a língua áspera no anel. Esse foi o choque maior. O prazer que teve ao sentir o bicho lhe lambendo foi fenomenal. Não perdeu tempo. Passou um pouquinho de patê de carne na entrada do bumbum querendo chamar a tenção do dog pra aquela região. Chamou o animal pra cima da cama e ficou na posição dog style. O cão começou lambendo-lhe o caralho duro. Passou a língua na cabeça do pênis, nas bolas e em seguida atracou-se à perna esquerda do rapaz, querendo fodê-la. Cão maluco. O jovem tirou-o dali e esperou que ele acertasse a posição. O cão montou-lhe as costas costas tentando desesperadamente penetrá-lo. Sentiu então a pica do animal bater na entrada do anel. Ajeitou-se pra ser penetrado. O animal tentava de todo jeito, arranhava-lhe as costas com as unhas das patas, dando-lhe picadas num vai-e-vem alucinante, mas não acertava a entrada. Foi aí que de repente sentiu o pau do dog, que não era grande, entrar gostoso. O caralho do rapaz babava de tesão, quase não se aguentando. Ia gozar logo. Foi aí que sentiu a pica do cão entrar mais fundo e com mais facilidade. Sentiu então que o bicho tava gozando na bunda dele! Pegou o práprio cacete durão e começou a bater uma senhora punheta. Gozou rápido, num gozo de alívio e com bastante leite. Que gozada gostosa! Dali a dez minutos, aproximou-se nu do cão que, de língua pra fora, deitado no chão do quarto, olhava-o, como se estivesse rindo. Em pé, deu o pau grosso pro cachorro lamber. Ele passava sua língua animal pela cabeça da pica que gozou de novo e foi tomar um banho demorado.



e-mail: [email protected]

Declaro que esta crônica sacana fui em mesmo quem a escreveu. Há pessoas que se apropriam de textos dos outros copiam-nos e os publicam como se fossem seus. Não é meu caso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto eróticos zoofilia estrupei cadelacontos erotic quarto empregadameu primeiro swinge comecei a mamar aquele paucontos eroticos padrescontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoconto erotico gay: peguei carona e paguei com o cuzinhoconto macho fica pelado conto aos oito aninhos a filha da minha namorada sentou sem calcinha no meu pauvideo pono pequano aprima do midoMamaes boqueteiras contoseroticoscontos eróticos de surpresacontos trai meu marido com um cara do pau grandecontos eroticos casal e filhos bi passivoscontos porno de casada se insinuando para pedreiroscontos eroticos de advogadas coroasContos eróticos entre parentescontos eroticos estourando a bucetinha minusculacastigo boquete contoscontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhosovidio porno de marido trasando com a esposa em quanto ela faz ais coisas na continhaContos de ninfetas sem calcinhabaixa vidio mulher esfrega buceta na boca homem e solta porra na barriga deleconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teenContos eroticos pai q criou a filha sozinha trepando cm a filinha virgemcontos eroticos de lesbicas espiando os pais transando e fazem o mescomendo o cuzinho da jogadora de volei contocontos eróticos nao deixavs eu chupar o anus delacontos boquinha da tiacontos mulher coloca silicone no peito e na bunda para ficar gostosatodos gozarao na minha bucetaconto erotico baba bate sirica espiano patroes fudendocontos eroticos que saudade da lingua dela na minha bPorno contos familias incestuosas orgias tradicionaiscontos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra Um tubinho uma menina virgem pode aplicar com ele dentro do burraquinho da vagina ou nao?contos eroticos da evangelica escravachorei mas dei o cu contosContos eróticos de gay comi o filho do amigo do meu paimeu marido nao sabe o que sou capazcontos eroticos depois daquela pica a buceta da minha esposa nunca mais foi a mesmacontos eroticos de fui fudido junto com minha mulhercontos sexo minha mulher sua patroacontos de coroa com novinhoporno contos eróticos eu ea minha esposavideo porno dano o cu ea buceta toda babentaconto erotico o cu da mendinga gostosaO que e aclauzarelato erotico casada e amiga pau de borrachaconto erotico traindo contra a vontade do maridãoNovinha e chantageada.contoscontos eroticos cunhada crentecontos eroticos de fui comido pelo meu tiofui chupada igual uva contoscontos dei a xana pro caseirocontos bebi com meu tio e acabei transando com elepunheta na infancia com amigoconto erótico casada leva rola sendo xingada de putahistorias pra gozar minha menina de 19 aninhos e delirarcontos eroticos sou casada e dei para porteirotracei minha irmã contosconto eroticos troca troca com amiguinhoCorno leva a mulher ao cinebolsona davela os homens nao tem frescura conto eroticoenchi a boca na pomba grossawww contos eroticos de incestos como minha mae e minha irmacontos fode mesmoeróticos ah ah aaaah chupa a minha bucetinha vai ah deliciacontos de tirador de cabaçocontos eróticos gay encarado na escolacontos etoticos gordas maduras baixinhas 1,50 mtcontos mamae mim ajudou com o pirozaocontos eroticos com cu ragadoscontos o pau do enteadose masturbar antes de durrmi faz bemSiririca contosconto erotico pm macho batalhão estocadascontos de casadas quer menagecontos de crossdresser me seduziudona redonda arreganhado o cuzaoconto erotico dona de casa casada cantadaComtos mulher fodida pelo marido e o filhomulher do gelou grande fudedocontos eróticos irmazinhacontos eróticos de irmãoscontos meu filho dotado me acoxocontos eróticos de mãe ajeitando a filha para o pai comer na frente delana infancia bosqueconto eroticolego na dano a buceta dormindominha cadelinha zoofilia contoscontos