Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ALMOÇO DEPRAVADO COM A FILHINHA PUTA!

Click to this video!

Há aproximadamente dois anos, eu e minha esposa, Leila,

transamos com nossa filha, Sabrina.

A Sabrina se mostrou desde cedo muito safada, o que

logo despertou os desejos de sua mãe, que já foi dançarina

de boate (para não dizer que ela era puta)! A partir

daí, foi esperar a oportunidade certa para começarmos

nossa "farra".

Numa outra oportunidade, escreverei contando como começamos

a transar com a Sabrina, hj quero contar a última surpresa

que essa putinha por natureza nos aprontou.

Há uns dois fins de semana atrás, eu estava navegando

na internet, enquanto a Leila, minha esposa, estava

preparando

o almoço. A Sabrina estava impossível naquela manhã!

Apesar de termos transado logo cedo, ela não se satisfez.

Depois do banho não quis se vestir, passou a manhã inteira

andando pelada

pela casa e se masturbando. De vez em quando ela vinha

chupar meu pau um pouco, depois ia brincar com a Leila,

voltava a se masturbar, até que ela foi à cozinha dizendo

que estava com fome. Sua mãe lhe disse que estava fazendo

macarrão para o almoço e que não demoraria. Mesmo assim

ela pegou um pequeno copo no armário, colocou um pouco

de

leite condensado e saiu comendo. Veio até meu quarto,

onde eu ainda estava navegando, vendo fotos pornôs.

Ela começou a lambuzar seu consolo com o

leite condensado e enfiá-lo em sua xaninha. Depois de

tirá-lo, todo melado, ela o chupava e cuspia, deixando

seu brinquedo bem lambuzado... Eu já estava excitado

devido às fotos e ao chat que estava, aproveitei a deixa

para me virar de frente para Sabrina, tirei meu pau

e

comecei um suave e lento vai-e-vem, esperando que ela

viesse me chupar, mas, com um sorriso maroto, ela se



aproximou, deu um beijinho sapeca na cabeça vermelha

da minha pica e disse: "vamos papai, mamãe já preparou

o almoço!". Sorriu e saiu rebolando para a cozinha.

Confesso que fiquei desapontado, mas, tudo bem. Me

despedi

da garota da sala de bate-papo, terminei de salvar os

filmes e fotos que

estava baixando da net e também segui para a cozinha.

Foi, no mínimo inusitada, a cena que vi ao chegar...

Minha esposa estava com a blusa levantada e o sutiã

abaixado, deixando seus seios à mostra. Tinha os biquinhos

durinhos e estava toda suja de molho do macarrão; a

Sabrina,

tinha o rosto também sujo de molho e muito macarrão

espalhado

pelo corpo. Pude perceber que com uma mão pegava a comida

com o garfo, sempre deixando cair um pouco para fora

da boca, e com a outra mão se mastubava. Minha esposa

apenas sorria para mim, achando graça de toda aquela

cena.

Minha filinha então, olha para mim e diz, ainda de

boca

cheia: "vem cá papai, almoce conosco também". Ela me

puxou pela bermuda e me

colocou de pé ao seu lado, tirou meu pau da bermuda

e

começou a chupá-lo, ainda com muita comida na boca.

Vi

minha rola ficando vermelha

de tesão e molho de macarrão. Minha esposa apenas ria,

esfregando um cubo de gelo nos bicos dos seios.

Eu tinha o pau dolorido de tanto tesão. Ela chupava,

cuspia na cabeça do pau, massageava meu saco, chupava

minhas bola e salivava muito, fiquei todo melado de

uma

mistura de baba com molho... Minhas pernas já estavam

ficando bambas, eu apertava sua cabeça contra meu pau,

querendo ir até o fundo de sua garganta, a puxava pelo

cabelo e dizia: "isso filhinha, mostra para

mim que tua mãe te ensinou direitinho a ser puta! Chupa!

Chupa vadia!"

Ela percebeu que eu estava para gozar e parou.

- Esse macarrão está tão gostoso mamãe - disse Sabrina.

Mas acho que ainda falta um toque especial!

Aí, ela direcionou meu pau para seu prato de macarrão

e esfregou a ponta na comida. O calor da comida, que

cobria minha pica, era delicioso. Sabrina continuou

a

massagear meu saco, segurando meu pau com a outra mão.

Então, não aguentei mais, e comecei a gozar. Em cima

do prato! Cobri seu macarrão de porra, muita porra.

Eu

estava com muito tesão.

Quase cai para trás, estava sem forças. Meu pau começou

a amolecer, então arrastei uma cadeira e me sentei.

Sabrina

misturou o macarrão no prato e começou a comer. Devora

a comida, e

dizia, com a boca cheia, deixando sempre cair um pouco

de macarrão que escorria pelo corpo: "agora sim, mamãe,

está uma delícia!".

Terminamos de almoçar e pedi para descansar um pouco.

Minha filha falou: "então vá para a sala com a mamãe,

porque EU vou preparar

a sobremesa, mas não quero ninguém cansado, porque vai

ser BEM melhor que o almoço!".

Peguei minha esposa pelo braço e fomos para o sofá

tomando

um copo de suco.

Ouvimos Sabrina arrumando a bagunça que fizera na cozinha

e depois de uns vinte minutos ela apareceu na sala para

a sobremesa...



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Meu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,conto chantagem afilhadaconto minha cunhada me surpreendeuru e a amiga da minha esposa contoconto erotico tarado comendo buceta da cabrita no.zoofiliacontos eroticos com a princesinha do bairroconto erótico gay taxista manausContos de sexo... A mini saia mal cobria a bunda delaConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoorelato erotico cheirei a calcinha da sogracontos eróticos gay meu meio irmãocomo supa a boceta ligada tonadoLora dismaiando no cu no anal em tres minutoscontos eroticos comeram minha noiva e transformaram ela emcontos eroticos gay recem casadoconto guei fingi dormi emeu primo enfiou o pau na minha bocaContos erocticos dei comprimido ao velhodepois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?conto erotico rosadinho troca trocasocando na minha irmã compressão sexecontos sexo minha esposa nossa vizinha travesti novinhacontos eroticos minha maefez um boquete em mimmua mulhes supano amiga abuseta pigano galaconto erótico vestir roupa de menina sair na ruacontos eroticos nane descomunalconto ajudando meu filhocontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eróticos de tirando o cabaço das cunhadasirma feiz sexo comigo eu gozei na boca delaconto erotico esposa olhava por marido e gemia com cara safadaconto sem calcinha a troco de docecontos eróticos professora com garotinhoscontos eróticos gay lambendo rabo peludo de machocontos primeiro analas meninas brincaram com meu pau contosEu Bêbado e Ela Se Aproveitou Contos Eróticosaluninha dando cuzinho virgem para o professor pirocudo contos eroticoscontos eroticos - esposa - massagista - pintudoconto com cunhada chantagistaMenina q ta tezao encosta no irmao ddespistadomeu buraquinho guloso no teu pauvideo di japonesas e travestis dorminoas busetao.mas abertos e mas gostozas do mundo porno ater das eguasvoyeur de esposa conto eroticocontos escravizada por chantagensVideo porno de duas coroas de 45anoa saindo juntas pelaprimeira vezcontos eroticos padastro com indiadaminha tia batendo um punheta para sobrinho contoscontos eróticos namorada safadacontos caseiros reais eu seduzir meu irmão no baile funkContos eróticos gostosa na praia com o maridocontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos de rasgando o cu da babaconto travesti com menina virgemcontos eroticos bv e virgindadecontos feminino vacilei e me entregueipornodoido transando na frente dos outros discretamentefoi buscar a cunhada para a festa e meteu gostoso nelacontos eroticos minha sogra mamou no meu pau e depoi choroulminha cadelinha zoofilia contoscontosconto erótico terminando a reforma com esposagozando dentro do tamanco contoscontos eroticosAdoro leitinho na bucetabucetas e bundas gigantes da capital sao paulo em cima do sofacdzinha esposa corno contopeguei minha sobrinha do interior matutinhacontos eróticos esperava o meus dormir eia na cama do papaicontos de sogra gravida transandoconto. a sugadora de. porracontos eroticos enrabada pelo professor de academiacontos saia sem calcinha escada engoli porracontos eroticos traindo o marido com pivetesconto comedo que meu filho virasse gay dei pra eleBebada me bulinaram contos eroticoscontos de marido bem dotado querendo ver a mulher com duas picas no cu e bucetaContos eróticos padrastocontos eroticos gang bang com os molequesgay magrinhos estampando na pica grande e grossa do n****mulhe dane a buseta a primeira vezcasa dos contos virei vadia do meu filho e estou amando ele adconto estagiaria chefecontos eróticos;abusaram dd mim na festa da faculdadepapai encheu minha boca de porraduas mulher do Jordão baixo chupando b*****amei ser estuprada