Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

JÁ TRAI MEU MARIDO E ADOREI

Click to this video!

JÁ TRAI MEU MARIDO E GOSTEI





Ola meu nome e Lucimara moro em Osasco SP tenho 28 sou morena tenho 167 de altura bem do tipo que chama a atensão dos Homens sou casada a seis anos.assim que casamos nos morávamos em outra cidade bem meu marido sempre teve muitos amigos ate por que ele jogava bola em um time de vila e era muitos de seus amigos que frequentava nossa casa e dois deles que sempre me chamaram a atenção era o Custodio e o Celinho muito amigos de meu marido e sempre andavam juntos e ao passar do tempo eu comecei a ter uns desejos meio malucos eu e meu marido assistíamos filmes pornô constantemente e ao ver filmes de sexo de penetração dupla. Nossa quando eu via uma mulher dar para dois Homens eu me imaginava no lugar dela eu ficava muito ixitada alem de dar minha buceta bem gostoso para meu marido e ao mesmo tempo eu queria ser penetrada com o dedo dele no meu cuzinho nossa eu viajava eu fechava os olhos e imaginava dois deliciosos Homens me comendo.

Meu marido e claro nunca pode saber disso mas ao passar do tempo esse tesão aumento e quando o Celinho e o custodio ou qual quer amigo dele ia em casa eu ia para o banheiro e me masturbava muito isso começou a me transformar em uma safadinha mesmo para ter uma idéia quando não saia de carro e tinha que tomar condução eu ia de saia e sempre que em minha frente sentava homens eu dava um jeitinho de abrir minhas pernas e mostrar minha calcinha para eles.

Bem ao passar do tempo para contribuir Celinho e Custodio começaram a ir em casa mesmo sem que meu marido estivesse. Um meu desejo me torturava Aida mais que o Custodio era do tipo bem safadinho começou a fazer insinuações de minhas pernas meu bumbum ate que eles veriam em um sábado de manhã e meu marido tinha ido trabalhar pois era plantão dele e eu estava na ária de serviço estendendo umas roupas que tinha posto para bater na maquina a noite passada bem e isso era bem sedo e eu estava com uma camisetinha e uma sainha que uso para dormir que é bem curtinha que se eu levantar meus braços ou me abaixar muito da pra ver minha calcinha e eu estava usando uma Bege clara.

Bem enquanto eu estendia eu escutei alguém chamar e fui ate a janela da sala e vi que era os dois Celinho e o Custodio ai eu mandei esperar um pouco eu ia tirar a saia, mas no caminho do quarto um tesão tomou conta de mim e eu não tirei a saia e fui abrir o portão e eles disseram em tom de riso te tiramos da cama eu vi que olharão diretamente para minhas pernas.Eu disse que não. Perguntara por Lê meu marido eu disse tinha ido trabalhar pois era plantão dele eles perguntaram se tinha café pronto eu disse que sim eles dissera que não ia perder viagem que queriam um café ai eu abri o portão para os dois eu disse que não me atrapalhasse que eu estava estendendo roupas no varal.

Nossa eu estava com uma sensação gostosa cheiro de sacanagem no ar eu sentia minha xaninha pulsado dentro da calcinha era uma sensação de tesão tão grande que dava vontade de deitar encima da mesa e abrir as pernas e mandar os dois chupar minha buceta. Bem tentei agrada-los da melhor forma possível então os chamei para lavanderia para que eu terminasse de estender as roupas no varal

Já na lavanderia eles levaram um cadeira pêra sentar e quando eu levantava os braços para estender as roupas minha saia subia quase mostrando minha calcinha e o Celinho rindo me disse que minha saia e muito pequena e quase viu o capu do fusca eu ri e respondi quem não quiser ver não olhe eles riram e disseram que se pudesse e eu não mulher de seu amigo queria ver é mais mas Custodio já estava doido de tesão já não se contia alisou seu pau umas duas vezes então o Celinho começou a disser que eu era uma mulher muito bonita e que chama a atensão dos homens e que meu marido era um homem de sorte em ter um monumento desse em casa bem ai eu comecei a provocar abaixei de frente para eles de forma que ele viram minha calcinha então o Custodio falou. Que visão deliciosa!

Eu fiquei sem graça mas eu estava com muito tesão para ter vergonha então o Custodio levantou da cadeira e veio em minha direção eu fiquei parada no mesmo lugar ele pegou em minha mão e me levantou e me abraçou me apertando eu perguntei o que esta fazendo? Ele me respondeu que estava loco de tesão por mim e que queria me der muito prazer vi que o Celinho focou meio tímido mas logo se levantou e veio ate mim e me abraçou por trás e me deu umas enconchadas nossa eu fui ao espaço já não tinha mais palavras enquanto eu beijava o Custodio na boca eu passava a mão em seu enorme volume que fazia em seu calção Celinho beijava meu pescoço e com uma das mão colocou por entre minhas pernas e alisava minha xaninha. Eu comecei a suspirar mais forte eu fui ao delírio mas ainda um pouco acusada mas não queria parar. Então o Custodio abaixou seu calção e liberou sua vara eu olhei minha nossaaa!!! Estava muito duro e grosso ele pegou em minha mão fez que eu pegasse nele eu comecei a massage=alo freneticamente eu me sentia uma putona nas mão deles então eles me levaram ate a sala de casa e me puseram sentada no sofá e uma de cada lado e eu no meio deles abriram minhas pernas e não paravam de me beijar e massageavam minha buceta por cima da calcinha e o Celinho levantou minha camiseta e começou a lamber os bicos de meus peitos e eu com as mãos segurava em seus pintos deliciosamente duros e me chamavam de cadelinha, putinha deliciosa e safada bucetuda e suspirava em meu ouvido. Você quer pica que? Eu respondia bem baixinho eu quero rola quero pica quero cassete na minha buceta ai o Custodio se deitou no chão que me pediu que ficasse de joelhos com seu rosto entre minhas pernas ai que delicia eu sentei em sua cara ele cheirava e lábia minha calcinha eu imaginei que ia ter uma overdose ate que colocou minha calcinha de ladinho e senti sua língua e sua boca chupando minha chavasca e enquanto isso Eu me divertia com a pica de Celinho em minha boca ele esfregava por todo meu rosto nossa aquele cheiro de cassete me deixava loca chupei como nunca fiz antes em minha vida ele quase gozou duas vezes ai o Custodio me puxou para seu colo e com a calcinha ainda de ladinho encaixou seu pau na minha buceta que estava tão molhada e bem lubrificada que senti sendo invadida e entrou na primeira mesmo sendo desproporcional ao tamanho que eu era acostumada eu dei um grito de tesão e comecei a sentar na que la piroca grossa ai eu queria gritar mas não podia para não chamar a atenção dos vizinhos então eu engolia o cassete de Celinho eu estava vivendo a maior experiência da minha vida o momento era único sá quem vive que sabe.

Depois de uns vinte minutos cavalgando o Celinho me pois de quatro no sofá e colocando novamente a calcinha de lado me deu umas batidinhas com seu pinto na minha xana ate enterra lo todo nela eu não podia gritar mas suspirava alto e pedia vai enfia essa pica vai,vai,vai seu puto come a buceta da mulher do Lê come a mulher do seu amigo e o Custodio batia punheta e olhava o seu amigo me comendo com força e batia com seu pinto duríssimo em minha poupinha da minha bunda e depois começou a passar em meus seios ate por em minha boca já estava com gosto de porra pois já tinha quase gozado em mim então começam a revezar um pouco de cada metia comigo mas eu queria mais ate que o Custodio começou a alisar meu cuzinho com o dedo e logo eu estava com a pica na buceta e com o dedo dele no meu cu eu gemia muito enquanto masturbava o Celinho depois de algum tempo de quatro me puseram de lado ali mesmo no sofá o Custodio deitou atrás de mim e levantando minhas pernas encaixou seu pau no meu cuzinho e com pequenas estocadas foi enfiando seu pau eu me segurava para não gritar aprincipio saiu ate lagrima de meus olhos embora eu pratico sexo anal com meu marido mas a pica do Custodio era bem mais grasso dava impressão que estava me rasgando ate que se acostumou e ficou mais gostoso e o Celinho passou a me penetrar com seus dedos na buceta ai que delicia sendo fodida no cu e sendo masturbada por Celinho na xana e depois foi a vês do Celinho que sentou no sofá e me pois de costas para ele colocou sua pica no meu cu e me fez sentar em seu caralho era uma posição deliciosa pois eu podia subir e descer em seu pinto e rebolar muito Custodio encostou seu pau na minha boca e deu uns gritos de prazer e gozou em meu rosto nossa! Saia cada jato de porra que eu so tinha visto em filmes pornô e logo senti o pau do Celinho latejando em minhas nádegas ai eu sentei com mais força e logo senti meu cu se enchendo de porra ai eu não aquentei e dei um grito e gozei parecia uma enxurrada nunca tinha sentido algo assim antes estávamos exaustos e muito soados por entre meus peitos escorria suor com porra que pingava de meu rosto que Custodio me lambuzou então ficamos ali no chão da sala deitados e depois comecemos a rir do que tinha acontecido e ver a loucura que fizemos eu ainda não totalmente satisfeita agarrei o pinto dos dois e comecei a massagear ate ficarem duros de novo e pedi para realizarem uma coisa que fazia parte de minhas fantasias eu ainda deitada no chão coloquei minha calcinha e de pernas abertas pedi que se masturba sem e gozassem entre minhas pernas por cima da calcinha e bateram punheta enquanto eu alisava minha buceta ate que o Celinho não aquentou e espirrou porra na minha virilhas e logo depois o Custodio esporrou entre minhas pernas lambuzando toda minha calcinha então esfreguei minhas mão me melecando toda déb rorra quente eu gozei de novo com a buceta encharcada de porra nossa foi uma delicia depois fomos para o chuveiro tomar um banho juntos os três.

Bem tudo que aconteceu foi verdade foi a melhor experiência da minha vida depois dessa vez tivemos mais duas vezes essa festinha na ausência de meu marido depois o Custodio casou e não veio mas em casa eu e Celinho continuamos a transar como loucos meu marido nunca desconfiou de nada se desconfiou nunca comentou nada pois a amizade dele com o Celinho continua a mesma e entre eu e Celinho e sá trepada pois ele vive com a namorada dele normalmente e meu marido tem novos amigos e são interessantes e para variar meu fogo na buceta continua queimando



Coloquei meu mail caso queira fazer contato : [email protected]





























VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos fio dental debaixo do ternocontos de tirador de cabaçocontoseroticosdemeninasconto erotico incesto sonifero filhaPorno contos incesto pais e maes e suas meninas iniciando o melho sexo familharcontos eroticos mae filhacontos eroticos brincando escondido infanciacontos eroticos nylher do meu patrao carentecoroa 46 anos cabelo curto enroladinho dando a buceta grandeConto Erótico Primas putasfamílias se encontram em praia de nudismo contos eróticocontos eroticod minha esposa deeu para o vizinho pausudacontos eróticos de n********** dando para pau gigantescontodeputaContos eroticos chupando peito casais amigosporno filadaputa faz devagar o teu pau é muito grande as rola de pratigo na bucetaconto eróticos sabrinaconto porra. do amante ocorrendo das coxaxvidio transas arrecei casadossou casado mas fui dominado gayvesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gaysou puta do meu enteado contocontos eróticos funcionáriacontos de menina crentecontos eróticos com comadrevideos de peladas e meladas de manteiga no cusexo com vizinha muito rabuda vigiadoa tão sonhada dupla penetração contoconto erótico da b******** Doeu muitocontos de estupro nao resiste minha enteadacontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frenteVelhos na farmácia chupando seios contos eróticoscontos eróticos sogra pega mulher metendo na camacontos eroticos gays e mendigoContoseroticos cavaloComtos tia e sobrinha fodidas pelos amigos do tiocontos erotico chantagiei e depilei minha sogracasado chupa travesti contocontos sexo minha mulher sua patroacdzinhas contos reaiso pinto do meu pai nao cobe na minha bucetinhacontos eroticos de madame cm entregadogostaria dever filha cupano apica do pi dorminoestuprada na lanchonete contosMinhacoleguinhagostosase um homem excita uma mulher e demora muito para penetra-la ela pode sentir uma dorzinhacontos eróticos casadas safadasfoto de travestis arreganhadas de frenteComtoerotico cherinho de bebeConto eritico meu pau n cabia na minha irma entrou e deixo td arrombadaTravesti que dá de graça em bhtracei a minha patroa coroacontos eroticos/ á mulher do meu cunhadoconto mae e filha bebadaslevando meninos gay no colo pra come seu bubum contosa minha prima rabuda me deu seu cu conto eróticosputaria todos diss contoContos eroticos gay dando pro maconheiro safadoContos eroticos seios machucadosprimeira vez difícil contos eróticosconto erótico a manicure lesbicameu marido me flagrou fodendo contoscontos eróticos escrava é putonaContos eroticos perdendo a virgindadeconto erotico minha irma fedorentahetero batendo punheta conto gaycontos eroticos violentadas ao extremoprofessor nao aguenta e transa com o aluno gay-contoeroticogayconto erotico mulher do meu sonho seios ggincesto conto dia de trovoadaconto erotico lésbicas roçando.a buceta na carahistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva bicontos eroticos homens cavalos e mulheres fogosas