Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA FODA NO PRÉDIO, E COM PLATÉIA

Click to Download this video!

Ola. Moro em uma pequena cidade do interior. Tenho 1,73, corpo tipo magro forte, pele branca, cabelos negros, olhos verdes e uma ferramenta abençoada pela natureza. O fato que vou contar é mais uma de minha aventuras no mundo do sexo e ocorreu há pouco mais de um ano. Um dia vi uma linda ninfeta numa loja de roupas aqui perto de onde moro; uma gata, loira, um pouco baixa, seios pequenos e apontados para frente, bunda grande e empinada que sá de olhar fiquei de pau duro. Me aproximei e conhecia a garota. Ficamos varias vezes e o négocio tava começando ficar quente. Ela era tão gostosa que sá de encostar nela meu pau subia que parecia que ia sair da calça de tanto tesão, as vezes até ficava com vergonha porque as pessoas em volta percebiam o volume do bitelo. Ela também sá de me tocar já ficava com a bucetinha toda encharcada. Certa dia fomos a uma festa num clube e nos esfregamos a noite toda. Levei ela para um canto do salão e torava a mão na bucetinha molhada dela por de baixo da saia; merdia o pescoço; ela pegando no meu pau; me espremendo na pareda na maior putaria gostosa, tanto que gosei dentro da cueca em pé ali mesmo. Doido pra meter minha pica na bucetinha daquela lorinha caliente, ja no fim da festa, tive uma idéia. Logo em frente onde estavamos tinha um prédio onde um primo meu morava e como peguei amizade com os porteiros nunca tive problemas pra entrar lá. Peguei aquela delicia de mulher e pra la rumamos. Como o predio era em frente à festa, a galera que morava lá tava toda no hall fazendo a maior bagunça. Entrei com a gata e a arrastei direito para o banheiro que havia ali no hall. Fechei a porta mas num tinha chave. Até ai beleza. Agarrei a gata e começei a lamber seu pescoço, descendo para seus peitinhos durinhos como pedra. Levantei a sainda curta daquele tesão de menina e vi uma calcinha minuscula, fio dental. Mais q depressa virei ela de costa e passei a lamber sua bunda com todo meu tesão, passando a lingua no meio do seu cuzinho. Ela já gemia de tesão, toda molhada, eu chupando seu cuzinho e metendo dois dedos na sua bocetinha de pelinhos lorinhos. De repente, quando olho, a porta do banheiro tava meio que aberta, pois eu nao tinha visto que além de nao ter chaves ela tambem nao estava fechando. Foi aí que a adrenalina subiu ao topo do tesão. O hall do predio cheio de gente que com certeza ja tinha percebido e talvez até visto minha festinha particular. Com um pé passei a segurar a porta encontada e sentado na pia a gata passou a me pagar uma chupeta fantástica. Chupavas das bolas até a cabeça do pau com maestria. E eu segurando a porta com o pé e doido de tesão que as vezes até esquecia da porta e quando via ela tava meia aberta. Novamente mandei o pé na porta, coloquei aquela deliciosa sentada na pia, meus braços arreganhado suas pernas, puxei aquela calcinha minuscula de lado e mandei meu mastro no coro pra dentro daquela bucetinha que tava tão encharcada de tesão e adrenalina que escorria aquele leitinho gostoso. E comecei a mandar a pica com gosto mesmo, vendo meu mastro devassar aquela bucetinha bem depiladinha e com pelinhos lorinhos. Enquanto mandava o pau pra dentro chupava seus petinhos, ela mordia meu pesçoco me chamando de cachorro, tesudo, gostoso e gemendo de tesão. Eu ja louco, não aguentei de tesão quando ela gozou no meu pau. Na mesma hora que tirei ela da bucetinha dela mandei um jato na parede do banheiro segurando meu mastro com uma mão e com a outra continuei na bucetinha dela, que descia tanto tesão que nessa altura eu ja tinha esquecido da porta, que ja tava um pouco aberta ha tempo. Ela tambem perdeu a noção do perigo o quase que gritava de tesão gozando no meu pau. Depois que gozamos eu novamento fechei porta, lavei o rosto, nos recompomos, ela penteou o cabelo e saimos do banheiro. Eu todo molhado, pingando suor e ela com a roupa toda amarrotada. Quando o pessoal do hall olhou percebi que todos ficaram quietos, as meninas com a boca aberta e alguns carinhas com um volume na calça, todos sem dizer uma palavra. Foi ai que eu tive certeza que nosso foda foi assisistida de camarote. Saimos do prédio e fomos embora em extase! Depois dessa ainda fizemos varias outras loucuras, que talvez eu conte em outra oportunidade. Até a proxima aventura.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Eu na pica do vovo contoscontos sex fui tratada como putaComi minha filha dopada conto eroticopornor contos e videos liberei o cu virgem para meu irmaoContos enteada inocente sentada sofaconto novinha devendoPorno contos avo's maes lesbicas iniciando suas novinhas em orgiascontos exoticos comi minh minha irma detalhdepois de dar pro ricardao dei pro meu marido contoporno desmarcada do funkContos gay studio fotograficoContos eroticos tarado por seioscontos eróticos sou homem mas dei muito o cu gosto muitocontos eroticos o senhor roludo do baile da terceira idadeContos de casadas gravidas fudendo com dois ao mesmo tempoporn pros.comdp grandecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de safadas que trabalham em frigorificocontos tia preferidahistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva bicontos eróticos do tio malvadocontos gay eroticos infanciaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de amigas dormindo econtos eroticos ajudando uma amiga e suas duas filhas adolecentenoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos eroticos inseto padrinho molestando afilhadachupando buceta soltando fumaçacontos eroticos maduras eu e minha amiga gostamos daquela piça pretacoroa louraca enxuta bocetao inchada inchadadando para um desconhecido conto gayconto efotico minha cunhada e eu nos apaixonamosnegoes picudos/contosContos eroticos eu e minha fonos estrupa na festaconto novinha devendoContos eroticos... Minha doçe titiamulher crente traindo o marido conto eróticoconto erótico estrupada no cinema porno sadomasoquismo http://porno videos xx muhheres coroas dando os peitâo para chupalosconto com tio no aniversáriotransando com a namorada mais perfeitapprn contos eroticos casada se prostintuindocomo fazer para sua vizinha casada gostosa safada seder o raboum bode fudendo variss cabritinha vigemCasada viajando contoscontos eroticos minha esposa e nosso casal de amigoswww.xconto.com/encestodei minha buceta pro traficantemenina brinca de papai e mamae conto eroticoContos eroticos cunhada safada jeovafotos de novinhas mechendo na bucetinhaj"muito aberto" gay contonegão arrebentando a tchequinha Rosinha da loiraContos eróticos:meu querido professorconto morador de rua roludo comei gpstos minha esposafodi com velho por dinheiro conto eroticoresguardando a namorada contoconto erotico gay com vovomarido esposa e travesti enquanto marido dormir travesseiro na lava na bunda da esposa deleminha esposa me contando os detalhescontos erotico encoxaram mulher do gordinho na frente delecomendo minha sogra ruiva de 52 anos coroa mais gostosa do brasilcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaConto erotico tirou o cabaco da casadinhamae pede pro filho ajudar escolher a lingerie incestoContos eroticos incesto casos reais pag 170minha,sogra carinhosa contosmorena assustada com pau grande do encanadordei a buceta pra não me entregarem contos reaiscontos eroticos gordinha feranterelatos eróticos de incesto sogra cheirando minhas calcinha usadascontos aempregada nordestinaconto erótico meu tio gosou dentro da minha bucetinha guando eu tinha sete anoscache:ZlVInsUtxOIJ:https://idlestates.ru/conto_16496_o-flagra-de-papai.html conto herético gay iniciação com meu amigo nerdsegurou a filha para tirar cabaço