Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TENTEI A SORTE COM UM MENDIGO... DEI PRA DOIS!

Click to Download this video!

Tenho 28 anos, branco, 1,78, 78kgs e moro em Campinas. O que irei relatar aconteceu na semana passada, e apesar de diferente me deu o maior tesão que senti na vida.

Tinha acordado com o maior tesão, louco de vontade de chupar uma pica e não tinha nenhuma em vista. Acabei batendo uma punheta, tomei meu banho e fui tomar café, fiquei puto quando fui na cozinha e vi que tava sem leite em casa, me troquei e decidi ir na padaria. Perto da padoca estava um mendigo sentadão de pernas abertas, com o shorts rasgado dando uma visão completa da sua pica... Pirei... eu querendo pica e o cara lá deixando sua cobra de fora... e que cobra! Esqueci do leite, fui na padoca, comprei uma cerva e saí. Ofereci a latinha pro mendigo, que na mesma hora aceitou e fui tentando fazer amizade. Disse a ele que eu estava fazendo um trabalho de faculdade sobre moradores de rua, e se ele poderia me ajudar. Ele se prontificou e eu perguntei onde eu poderia encontrá-lo para começar com a entrevista. Ele me disse que poderia ser lá mesmo, mas eu retruquei dizendo que na hora eu não poderia, pois estava sem meu gravador.

Então ele me disse para ir na hora do almoço na casa onde ele morava, que era uma construção abandonada práximo de onde estavamos. Voltei pra casa me contendo, porque estava louco para bater mais uma. Na hora do almoço fui ao lugar que ele me indicou, e para meu desagrado descobri que ele morava com outro mendigo. Fiquei meio desanimado, achando que nada rolaria. Levei comida pra ele, e mais cerveja. Como tinha outro cara, acabei saindo para comprar mais comida e cerveja.

Depois que eles comeram e bebiam a vontade comecei com a "entrevista" inventei algumas perguntas, tipo há quanto tempo eles eram moradores de rua, o que os levou a tal,etc... Até que cheguei no assunto sexo. Perguntei se eles faziam sexo, com quem e o assunto fluiu. Ambos responderam que raramente trepavam, que vez ou outra aparecia uma vagabunda querendo dar pra eles, e que vez ou outra algum viadinho os chupava. Porra... quase tive um treco quando eles falaram isso... Fiquei nesse papo dos viadinhos, e percebi claramente que o primeiro mendigo com quem conversei estava pra lá de excitado, ele até brincou dizendo que esse papo tinha deixado sua vara estourando de vontade de uma boquinha nela... não tive dúvida, passei a mão e disse que eu poderia fazer isso por ele. O cara se animou e já foi tirando o que restava do shorts e pondo aquela maravilha preta pra fora. E puts, era do jeitinho que eu gostava, pele na cabeça, grossa, grande, linda... Caí de boca sem pudor nenhum. O cheiro não era do mais agradável, mas no tesão que eu tava o que era um cheiro. O amigo dele sá de olho, mexendo no pau, e eu sem dúvida o chamei para perto. Sua pica era pequena, mas bem grossa e com a pele cobrindo todo a cabeça do pau.

Era bom demais, duas rolas gostosas a minha disposição. Chupei bastante cada um deles, até que um foi atrás de mim e começou a enfiar o dedo no meu rabo. Liberei geral, do dedo a práxima coisa que entrou no meu cu foi uma pica grossa... potente. Enquanto chupava um, dava pro outro. Levei uma gozada no cu e continuei chupando, o que me comeu se levantou e foi embora, e eu ainda mamando no cacetão do meu primeiro. O cara não gozava de jeito nenhum. Me perguntou se eu dava pra ele também, não recusei... Doeu muito, mas sentei gostoso naquela rola. Depois de um tempinho ele me disse que iria gozar e me pediu pra gozar na minha boca, eu deixei... era todo daquele homem. Ele gozou muito na minha cara, eu colocava sua porra na boca, cuspia-a no seu pau e voltava a chupar. De uma hora pra outra ele saiu de perto de mim e foi pro canto mijar, sempre tive vontade de experimentar a chuva dourada, e num tive dúvida, fui pra perto dele, abri a boca perto da sua rola e direcionei os jatos de seu mijo quente pra minha boca, deixava a boca encher e cuspia, e o mendigo num parava de mijar, efeito das cervejas... Assim que ele parou de mijar, voltei a chupar seu pau, que logo ficou duro de novo, e dessa vez chupei até ele gozar de novo na minha cara.

Me recompus, e fui embora. Doido pra voltar a sentir esse prazer.

Não sei o que aconteceu com esse mendigo, pois desde então não mais o vi. Acabei encontrando com o amigo dele, mas geralmente ele tá bêbado e num fala coisa com coisa.

Adoraria conhecer caras que curtam sacanagens desse tipo, com direito a chuva dourada e porra na cara. Sou ativo e passivo, e curto muito caras rústicos, com barriga, peludo, fora do padrão de beleza convencional. Prefiro os caras acima de 45...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico transei com uma velha deficiente especialcache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contos eróticos enormes nadegasContos erótico cunhada morando na mesma casacontos gay negrinhocoroa me rasgou contoContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindoa doida conto erótico eu fudi minha sogra japonesaconto erotico gay coroa dominador faz orgia em casa com viados de madrugadacontos de sexo conheci no.onibuscontos erotico na prisãocontoseroticos comi minha mae dopada por mimmulheres dismaian dando ocucontos fodendo senhora negracontos eroticos surpreendeu a esposaamiga coloca a cabeça dela ensima da xana delacunhada com previlegios pornsHistórias eróticas sobre estuproscastico de minha sogra com eu e minha esposa contos eroticoscontos mulher coloca silicone no peito e na bunda para ficar gostosacontos eroticos peguei minha namorada com outro e participei chupandoconto gay ganhei a aposta e ele teve que me comer Contos erotico uma cadela para toda matilhamulher amarrada no curral para o pone com elacontos eroticos possuida por dois padresconto erotico minha mulher nua na frente do paiprimeira gozada na boca contospintinho durinho filho bumbum amiguinhoCaso canto erotico pau grossoyahoo contos erótico incesto depois que casei meu pai virou me amantewww.conto eu vi o pedreiro mijandonoiva putinha titio caralhudo contoscontos de maeconto eurotico namorada chupeteiracoroas defloração relatonoite maravilhosa com a cunhada casada contoshttp://transei com filho do professor gay contos eroticos gayComtos mae fodida pelo filho e amigos deleconto erotico chantageada pelo deficienteMeu pai tava em casa comigo e com a minha esposa eu e meu pai fundemos juntos minha esposa conto eroticoconto erótico pepinoeu fundendo a buceta da minha mae viuva ela disse filho goza dentro da minha buceta eu sou operada eu não engravidou conto eróticocontos eroticos gays meninos cuidando do amigo bebadoContos gay de professor de musculação dando o cu para dois alunos dotadosconto cavala loca por sexoconto minha esposa devoradora de garotinhosmeus sobrinhos conto erotico gaycontos eroticos minhas filhinhasaluguei minha buceta contos eroticosconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos sobre voyeur de esposaContos eroticos com animaismenina centaba no colo do pai conto eroticoContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes de primas dormindomeu priminho, meu putinh na infânciavídeo de professora dando a pombinhaadoro minisaia sem calcinha no busao contoscontos ela gozou no meu dedo no metrôcontos porno velhorasgando um cu virgem da freira- contoscontos de boquete bom de primos e primas novinhoscontos eróticos de mestre domadorContos adoro vercontos eróticos com pezinhos da chefecontos eróticos - madrugada no clube de águas quentes Contos curtos de coroa sendo humilhada e gostandocontos uso fio dental e shortinho e o consolo de minha irma conttossalto alto conto eroticocontos eroticod de gordinhas q gosta de dar o cumulheres loira amazonense traindo fazendosexoTenho 60 anos e minha bunda ta se mais contosContos eróticos: menininha da a buceta pro camioneiro bem dotadobuceta gegadecontos eroticos pai e tio me estupravam quando meninaconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboufingi dormi e ... me comeu contos eróticoscontos de coroa com novinhoContos picantes de rapidinha no acampamento (traição)Sexo anal "nunca mais fui a mesma"peladas com cu e a bunda melada de manteigacontos chupou meus peitinhos levantou meu vestido e puxou a minha calcinha e me rasgou e eu gritava de dorContos eroticos gosto de estupro seiosxoxota e picas contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casasocando muita manteiga no cu e na bunda todanovinhos fodeno apremira veizfui fudida ainda de calcinhaCONTOS EROTICOS MARIDO BEBADO FOI ENRABADO