Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O NASCIMENTO DE LUNA

Click to Download this video!

NASCIMENTO DE LUNA

A campainha toca, vou atender. Um homem muito bem aparentado, pedindo algum dinheiro para o jantar. Fico com do e faço um prato de comida para ele. Abro o portão para entregar. Ele pega e agradece, deixando cair o garfo. Abaixo para pegar e sinto um lenço ser colocado no meu nariz e boca....Adormeço profundamente!

Acordo num lugar escuro e frio, cheirando a umidade. Tento levantar, mas não consigo...Estou amarrada. Não sei ha quanto tempo estou aqui, nem se e dia ou noite...O lugar onde estou não tem janelas. Quero chamar alguém, mas estou amordaçada, um gosto horrível na boca, de borracha. A mordaça parece uma bola. Mas o que esta me incomodando mesmo e um objeto que foi colocado no meu cuzinho: super estranho, com um rabo longo.

Estou com fome e sede....Mas não aparece ninguém...Acho que me esqueceram tento me livrar, afrouxar as cordas que me prendem, mas não consigo. É inútil! Cansada, com fome e sede, acabo adormecendo.

Quando acordo, estou num quarto, em uma cama deitada e amarrada em forma de x. Um homem numa poltrona me observa...Não vejo seu rosto...Mas sinto que ele me observa.

De repente, sinto algo diferente...gostoso...um vibrador em minha xana e ligado em forca total. Em pouco tempo gozo...delicia!!!

Em seguida...um outro vibro e ligado esse esta no meu cuzinho. Alguns instantes depois...gozo...delicioso!!!

Desamarram-me, os corpos doloridos das posições em que fiquei. Antes que eu possa me refazer, ouço uma voz:

- DE QUATRO!!

Atônita e não me mexo.

- VADIA! QUER APANHAR? EU DISSE DE QUATRO!!

Obedeço e fico de quatro na cama. Sou vendada nesse momento. Sinto algo sendo colocado no meu pescoço...uma coleira...e ouço um click de um cadeado sendo fechado. Em seguida, uma guia na coleira e sou puxada ate a beirada da cama.

Retiram minha mordaça e me fazem descer da cama.

- SENTA, CADELA!!

Sentei.

- ESTA COM FOME? COM SEDE? QUER COMER E BEBER?

- sim, eu agradeço, respondo.

- FICA DE quatro...

Obedeço e uma mão abaixa minha cabeça ate uma tigela com ração...

- COME!!!

Começo a comer e paro...e ração!

- COME, CADELA!!!!

- Mas eu não gosto, falo.

- TSHAPPPPPPP!!! um tapa na minha cara...forte e ardido!

- CADELA SO COME RACAO!!!!

- COME !



Como um pouco e paro.

- COME TUDO!!!!

- Mas eu não quero.

- TSHAPPPPPPPPP!!!! CALADA!!! COME TUDO!!!

- TSHAPPPPPPP!!!

- TSHAPPPPP!!!

- COME, VADIA!!!!

Como tudo, limpo a tigela. Em seguida, bebo um pouco de água.

- BEBE TUDO!!!!

Dessa vez obedeço e bebo tudo.

Sou puxada novamente para a cama, de quatro sobre ela. Sinto dois prendedores sendo colocados nos bicos dos meus seios e uma dor imensa....mas me esforço para não gritar.

Sinto uma mão acariciando meu corpo, seios...barriga, bunda.... e um dedo sendo enfiado na minha xana, a seco sem do. Dou um grito e sinto um tapa na bunda.

- QUIETINHA!!! SEI QUE VC TA COM TESAO!!!

E antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, ele me penetra a xana de uma vez com seu pau grande, grosso e duro. Entrando e saindo com violência. Entrando e saindo...entrando e saindo. E, rapidamente, ele goza na minha xana. Fico toda melada, a porra escorre pelas minhas coxas.

A seguir, duas mãos seguram minha cintura. Sinto a cabeça de um pau na portinha do meu cuzinho.

- Não...por favor...não!

- Ele abre minha bunda e se encaixa um pouco mais. Depois segurando firme minha cintura, mete o pau todo de uma vez no meu cuzinho. Dou um grito muito alto. Mas ele finge não me ouvir e continua metendo fundo sem do e logo esta fodendo meu cuzinho.

Sinto muita dor....estou sendo arrombada!!!! E como o primeiro, rapidamente ele goza dentro do meu cuzinho. Agora estou toda melada e lavada de porra...escorrendo pelas minhas coxas e pernas.

Um terceiro cara segura minha cara...

- ABRE A BOCA, VAGABUNDA!!!

- TSHAPPPPPPP!!!!

- TSHAPPPPPPP!!!

Tapas no meu rosto...

Abro a boca e no mesmo instante um pau duro, grande e bem grosso e enfiado nela.

- CHUPA, CADELA!!!

- TSHAPPPPPP!!! um tapa ardido na minha bunda

Começo a chupar e a lamber. Lambo ele todinho. Dou beijinhos e volto a chupar..dentro e fora da boca. Dentro...fora. Dentro...fora. E chupo novamente com vontade. Agora sugo ele forte como se quisesse puxar seu gozo....Chupo mais um pouco e ele explode num gozo na minha boca.

- ENGOLE TUDO, PUTA!!!

Engulo o que consigo...e muita porra. Um pouco escorre pelo meu pescoço e seios, as gotas pingando dos bicos.

E assim foi a noite toda. Fui enrabada mais umas 19 vezes. Minha xana foi comida não sei quantas vezes e chupei mais de oito paus diferentes. No final eu estava toda esporrada, os cabelos desgrenhados e grudados de porra.

Me puxam pela guia e me colocam numa jaula pequena, apertada.

- FICA AI CADELA ATE RESOLVER O QUE FAZER COM VC.

Eu estava exausta, toda dolorida, meu cuzinho arrombado, arreganhado de tanto ser enrabada, a xana esfolada, ardida e inchada, e a boca com gosto da porra de todos. Mas mesmo assim, adormeço.

Acordo um tempo depois com a jaula balançando e sendo colocada num porta malas de um carro. Me deixam numa casa, onde tiram da jaula, dão banho e o que comer e beber. Tiram, também, a coleira. Algemam minhas mãos para trás

e colocam algemas nos meus tornozelos, unidas por uma corrente curta.

Ordenam que não fale, em hipátese alguma e me deixam ali, num quarto que mais parece uma sala de tortura, de pe, com a ordem de não me mexer.

Muito tempo depois, entra um homem e diz:

- MUITO BEM CADELA, OBEDECEU DIREITINHO!

- LEVANTA A CABECA....ABRE A BOCA

Ele enfia um dedo na minha boca e passa por todos os meus dentes e diz:

- HUMMMMMM BONS DENTES...

Depois examina meu corpo todo, enfiando os dedos em todos os meus buracos

- OTIMO !

A porta se abre e dois rapazes entram com algumas coisas nas mãos. Um deles chega perto de mim e empurra com cuidado meu corpo um pouco para frente, fazendo com que eu abaixe um pouco a cabeça. Em seguida, o homem pega uma coleira larga, preta em camurça e a coloca no meu pescoço, fechando-a com dois cadeados grandes.

O rapaz então, me empurra para baixo, me fazendo ajoelhar.

-DE AGORA EM DIANTE VC E MINHA ESCRAVA, MINHA CADELA E VAI ME OBEDECER E VIVER PARA ME SERVIR.

- DE HJ EM DIANTE A ROSE NAO EXISTE MAIS PARA O MUNDO

- SEU NOME AGORA E LUNA

- MINHA CADELA LUNA

Abaixo minha cabeça, beijo os pés de meu senhor e agradeço por fazer de mim sua escrava, sua cadela e prometo servi-lo para sempre com obediência e submissão.

E assim nasceu a CADELA LUNA

FIM



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comi minha sograegozei na bocar delaconto erotico funkeiro chupando novinha no funkContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto gay clube dos cuecascontos a filha do meu primoo dia em que passei a amar zoofiliacontos fodi a gostosa dentro do metro lotadotestos eroticoscomi a buceta da minha alunaContos eroticos de solteiras rabudaschute no saco contos pornoconto erotico de crente com pastorConto erotico socando rolacontos cdzin passiva cu dorminha amiga sapa e eu chupando contocaminhando e disfarçadamente batendo uma ounhetinha pro namoradomeu padrasto viu minha buceta contos eroticosconto vilma bety decimo parteconto gay camisolinhacriola no cuinho nao e nao guentocontos eroticos meu sobrinho na casa de swingpretinha choradomuito pornolcomo tira pedra da teta sem para de tanto se matusbarContos erotico visinha na,area de lazedfiz sexo pra passar de semestre contoscontos erótico estuprada po bardidowww.xconto.com/encestocontosfudi a mae da minha mulhercontos minha sogra me vendeu seu cuzinhocontos elas gostam de chupar e punhetatravesti comemorando o aniversari da priminha de 17 aninhoscontofudi minha cunhadaContos zoofilia traicoes caninagostei de ser enrabadoporno.pai.padado.jeu.nabuseta.dafilihacontos flagrei minha irmã e seu filhocasa dos contos eroticos meu marido trabalha eu meu filho rodulo me fodecontos eroticosproibidorevista em quadrinho de babas eroticascontos fui passear com minha esposa na casa de um amigo e virei cornocontos irma mais velhaMeu ginecologista me fez gosaz contoeroticocontos eroticos comi meu amigomeu namorado e meu irmao contoscontos minha esposa eu e mais 2 travestisCont erot irmanzinhaconto minha tia chupo minha bucetacontos eroticos meu chefecleide chupou ate gozarler contos eroticos incesto mae transa com filho e pai esta desconfiandocontos erótico pai ficou muito bravo ao saber que seu filho é gayConto incesto minha mae me ensinou a fuderComtos erotico 6 com a casada.Jamanta comeu meu cuzinho a forçacontos gozada da maeContos eróticos irmã peludaContos minha doce sobrinha melMinha esposa adora um homem negro contos eroticoscontos erotico de travesti no bairro campo limpocontos erotis orgia bileitinho piruzinho bucetinha contowww.contos erocticos viciada em ser masturbadaconto porno tempos de senzala gayporno quente doido cara lasca buceta com cucontos eroticos gretei quando minha bbuceta edtava sendo arregassadacontos eroticos de pai e filhinha novinhaContos de gang bang com dotados novinhaa chamada cadela incestocontos eroticos fudendo a mae travesticavalonas de casa disse apertadacontos eróticos a crente peituda de vestido leveonto de encesto meu filho mora sosinhocontos eróticos branquinha casada dp vibrador Contos de novinhas perdendo a virgindadecontos de sexo com animais rasgando com forçaMeu amigo chupou uma mendiga