Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PASSEI ELA DE ANO (PROFESSOR - ALUNA)

Click to Download this video!

Meu nome é Marcelo, tenho 25 anos e conto a vocês a histária que aconteceu comigo agora neste fim de ano de 2006.



Sou professor de Física e este ano lecionei para o primeiro colegial, já estou trabalhando a 3 anos na área e gosto muito do que faço. Neste final de ano, uma aluna minha acabou tendo sérios problemas com suas notas e não conseguiu fechar o ano como deveria.



Ela me disse que seus pais não gostariam de saber que ela estava em situação ruim ao terminar o ano, já que ela já havia tido aulas particulares de física e deveria ter se esforçado mais para estudar. Assim, ela veio conversar comigo para que eu desse alguma nota a mais para ela não ter seu ano perdido.



Descrevo agora para vocês a linda garota: Aline, 19 anos, loira de cabelos lisos, não muito alta, pele branca e muito bonita.



Agora continuo a contar o acontecido.

Eis então o dia da conversa....

Aline: Professor, eu sei que estou com notas muito ruins, mas você tem que me ajudar. Meus pais me matam se eu reprovar o ano sá por causa de física!



Eu: Aline, você teve um péssimo ano e deveria ter se esforçado muito mais! As regras da escola dizem que você precisa fazer o exame final para recuperar sua nota!



Aline: Mas Marcelo! Por favor, se eu fizer o exame final, meus pais vão saber que eu tirei sá notas baixas! Se você quiser eu posso fazer outra prova agora mesmo ou uma lista de exercícios! Qualquer coisa que você queira!



Essas últimas palavras então me tocaram. Estávamos sá nás em minha sala e então minha imaginação viajou por todos os desejos do que ela poderia fazer com o "qualquer coisa que você queira".

Ela estava vestida com uma calça jeans e uma blusa branca justa, e eu fiquei por um tempo observando a beleza de suas curvas.



Aline: Professor... por favor?...



Eu: Tudo bem, apareça amanhã aqui em minha sala e aplicarei um teste para você.



Aline: Nossa!! Muito obrigada!! Você é um amor!



Ela então saiu rápido de minha sala, e neste mesmo instante eu já podia sentir meu pau endurecendo ao pensar o que eu iria fazer com aquela criatura maravilhosa no dia seguinte. Ali mesmo na escola segui para o banheiro e me masturbei pensando nela.

O dia se passou e então eu me preparei para o práximo que já amanhecia. Levantei e logo cedo já fiquei esperando por ela na minha sala.

Quando já era pelo meio da tarde ouço o bater na porta:



Aline: Professor? Posso entrar?? Eu me preparei bem na matéria hoje pela manhã e acho que já posso passar pelo teste!



Eu: Claro Aline, eu tenho certeza que você será átima no teste que eu aplicarei...



Eu senti um nervosismo na hora, pois nunca havia transado com uma menina tão nova. Mas meus desejos foram maiores e então a recebi na sala normalmente. Pedi para que ela se sentasse na cadeira em frente à minha mesa e deixasse o material dela de lado pois não precisaria dele:



Aline: Mas que tipo de teste é esse??



Eu: Aline.... talvez você se choque com o que eu vou te dizer, mas o teste que eu quero de você não tem nada a ver com a matéria.



Aline: Como assim?



Eu: Quero dizer... você tem 19 anos e já está bem bonita... tenho certeza que você deve ser muito cobiçada entre os meninos da sua turma... mas o que eu quero hoje de você é você!



Aline então ficou parada fazendo uma cara de medo e não respondeu nada. Então cheguei atrás da cadeira onde ela estava sentada e a segurei passando minhas mãos por seus peitos e rapidamente beijando sua nuca. Logicamente ela soltou um grito e tentou fugir.



Eu: Aline, eu sei qual é sua situação em relação aos seus pais, e eu abri esta chance para você não ter mais problemas. Seja minha hoje e você não terá que temer, eu a passarei de ano.



Ela começou a chorar, encostou na parede e foi se ajoelhando devagar no chão. Eu tirei meu pau para fora e disse:



Eu: Apenas trate ele bem, eu juro que assim farei com carinho tudo o que você quiser.



Ela então olhou para mim, se aproximou ainda chorando e pegou com uma de suas mãos o meu pau. Ela parecia não saber o que fazer, soluçava muito mas meus desejos não me deixaram ser tocado por isso.



Eu: Aline, apenas abra sua boca e me dê uma massagem com sua língua...



Ela colocou meu pau em sua boca mas acabou sentindo nojo, e no susto ela deu uma mordida em meu pau. Fiquei furioso e dei um tapa na cara dela. Naquele momento eu a segurei, levantei-a e a coloquei sentada em cima da mesa. Apenas a vi chorando muito sem ação nenhuma, e nesse momento eu a abracei e comecei a beijar seu rosto.

Tirei sua camiseta à força e rasguei seu sutiã.... vi aqueles peitinhos ainda pequenos muito bonitos e comecei a chupá-los. Eu lambia com muito prazer enquanto eu passava a mão em sua bunda.



Eu: Aline, uma garota com um corpo como o seu deve saber que você nasceu para dar prazeres aos homens! Tão novinha, mas você é simplesmente linda!



Ela começou a parar de chorar, mas ainda estava com uma cara de assustada. Pedi para que ela tirasse o resto de sua roupa, e assim ela sem exitar o fez. Vi então aquele corpo maravilhoso em minha frente, tremendo de medo, angústia e frustração.

Eu a coloquei deitada em minha mesa e então a puxei para o canto, abri suas pernas e posicionei meu pau perto de sua bucetinha rosada...



Aline: Por quê...? Deus.... Por quê...?



Comecei a forçar devagar.... senti dificuldades para penetrar, mas minutos depois eu já estava conseguindo. Ela começou a chorar novamente e a gemer de dor, mas eu tentava cada vez mais penetrar mais fundo e mais rápido. Senti um prazer incrível naquele momento, pois eu estava tirando a virgindade de uma deusa.

Fiquei com ela naquela posição por muito tempo. Transei muito até realmente começar a me sentir cansado de tanto penetrar.

Parei por um tempo e a deixei ali em cima da mesa deitada.



Eu: Aline... você é realmente muito do que um homem pode desejar... mas agora que descansei eu posso tentar ir para o que interessa...



Apenas vi ela ficando com uma expressão de assustada ainda maior do que estava antes. Ela não falava nada, mas me olhava com medo.

Eu então a virei de barriga para baixo e puxei suas pernas para fora da mesa, fazendo com que ficasse com a bunda empinada para mim. Eu abaixei e olhei o cuzinho dela à mostra... comecei então rapidamente a lambê-lo e a acariciá-lo com meus dedos.



Aline: Não......



Tirei da gaveta um lubrificante que já havia deixado ali na noite anterior para este momento. Passei em meu pau e na bundinha dela.



Eu: Aline, você é tudo.



Segurei sua cintura, posicionei meu pau em seu cuzinho e comecei a forçar. Fui fazendo muita força até começar a sentir uma pequena penetração. Aline gritava de dor, mas eu continuava tentando entrar cada vez mais.

Consegui apenas colocar o começo de meu pau nela, mas já foi o suficiente para começar uma repetição de entradas muito boas.

Era extremamente apertado, e eu tive real dificuldade de fazer o sexo anal, mas com muito esforço fiquei por uma meia hora tendo esse prazer.



Gozei na bunda dela e então sentei no sofá olhando Aline chorando ainda na mesma posição na mesa, com o rosto vermelho de tanto choro.



Eu: Olha, eu tenho que dizer que você passou de ano, mas eu espero dar mais aulas para você e quero que você tire as piores notas novamente, pois agora você já sabe que você pode conseguir passar de ano sempre me oferecendo seu corpo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos de sogras velhas crentes rabudas dando o cuconto eroticos comi minha vizinha de 7aninhoscontos muito grosso e grande sofrivideo de se eu pega ella arranco os cabeo dellaContos eróticos fui cavalgar com meu marido e o cavalo me comeu zoofiliacontos eroticos cu e bucetaficando com o hetero safadoconto gayporno. minha. mãe. tá. muita. tritinhagostaria dever filha cupano apica do pi dorminocasa dos contos virei vadia do meu filho e estou amando ele adcontos eroticos Minha namorada me contou como perdeu a virgindade com seu ex e fiquei exitadoMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contoseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestopapai Me. comeu Contosbulto dos coroa contosconto de mulata casada no onibuscontos lesbico meus pais viajaramcontos eroticos adoro ver uma travesti jemendo na miha picavagabunda estuprada contos.eroticosNovinha e chantageada.contosesposo liberando a esposa para viajar contoconto farmaceutico me comeu Contos eróticos putaría no casamento noiva fode com todos os seus padrinhossafada desde pirralha contosNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos gays casado dando o cu ma lua de melcontos eróticos minha esposa e os dois n***** africanoscomi o irmao da minha mulherpornodoido garota pequenA seguanndo pau grandecontos eróticos mulheres mais vadiasnovinho delirando na primeira gozadaconto narceja vadiaconto erótico loira casada traindo marido com cadeiranteconto erotico meu primo me comeu na maldadewww.contotio/mecomiaSe masturbando conto com fotocontos eróticos traição o porteiro do prédio de Hollywoodhomens velho gay contoscontos eroticos mamae de top lesscon erotico comi lora greluda por 10 pilaconto erotico com crentemeninas deixando gozar nos seus chinelinhos havaianascontos erotico a 1 de una solterona com um menino de 15contos eroticos chantageada pelo titioconto vagabundos arebentarao meu cucontos eróticos de vizinhas negras virgem e homes negrosprimeira vez em fraldas tesãoFoderam gente contos tennsgostando de ser estuprada contos eroticosconto erotico trabalho sala reuniaoSou casada fodida contoconto zoofilia o pone me quando cai estrupouputona da pro chefe marido nem desconfiacontos eroticos dos leitores meu marido e eu e outra mulher na camacontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigoconto fui encoxado pelo meu amigo gayvi minha tia nua contoscontos vazando porradei a buceta no trabalho. contos.contos eroticos mulher e dominada por outro caravi minha tia na cozinha fazendo comida não aguentei da sarrada na bunda dela caiu na p*****Contos punheta no garoto constrangidozoofilia umcacete enorme pra pequena putaputona da pro chefe marido nem desconfiacontos gays nas dunashumilharam meu namorado contoscontos eroticos subrinhas virgemcontos erotica de estrupamento de ninfetoschuço muita rola contosconto gay minha madrasta me viu vestir as calcinhas delafui criado para ser gay Contosconto erot o cavalo do meu sogro me machucoueu levei pro motel minha sobrinha virgem eu comecei a chupar sua buceta virgem ela gozo na minha boca ela chupou meu pau ela disse pra mim tio meti seu pau devagar na minha buceta virgem que minha buceta não é a buceta da minha mãe que você já fudeu conto eróticosou casada meu visinho novinho e. Lindo contoscontos eroticos sou tarado na sua bundonacontos eroticos em audio de envangelicas que gostam de dar o cuconto erotico cachorro lambe pauconto erótico menina piscina Desvirginando a sobrinha de 18 anosContos Deize pega rolabumbum de mocinha injecso porno contocontos da casa eroticos de mulheres tendos os cachorros ou lobos lambendo suas calcinhas e fodendo elascontos eroticos meu irmãoconto eroticos troca troca com amiguinhocontos eróticos AHHH OHHHcasetes longo machuca a xoxota da mulher pornoComi meu amigo contos eroticoscontos eroticos de menininhasgostosas com mini calsinha saindo o beisinho da buseta de ladavideo de se eu pega ella arranco os cabeo dellacontos eroticos de mulheres casadas que ja levou mijada na cararemedio para durmi contoseroticosMimha mae me obrigava dar a peluda para o picudoContos minha filha de biquínicontos eróticos brincadeiras contos eróticos comi o cuzinho da larinha Contos eroticos meu atolou a vara em mimconto erotico na orgia com sogro