Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ALEX - APRENDENDO COM A TITIA

Meu nome é Alex, tenho 20 anos, 1,78 de altura, cabelos castanhos e olhos castanhos claros. Ah já um tempo venho acompanhando esse site e apreciando muitos contos e resolvi escrever contando sobre meu caso. Bom na época que aconteceu, eu tinha uns 19 anos e morava numa cidade no interior do PR, eu estava de férias do colégio e iria viajar com meus pais para São Paulo na formatura de um primo mais velho que eu. Porém na semana que iríamos viajar eu fiquei doente, febril e meus pais estavam pensando em cancelar a viagem, porém nessa mesma semana uma tia minha havia chegado na cidade, Lúcia, uma mulher nos seus 30 anos, peito farto, 1,65 de altura, pele bronzeada pelo sol e dona de bunda de causar inveja. Era uma tia que eu não conhecia direito, pois a família de minha mãe decente do nordeste e eu nem lembrava dessa minha tia. Quando vi ela chegar em casa, quase babei, olhadno para aquele corpo de mulher madura e o seu rebolado e seu jeito denunciavam qeu ela era uma daquelas mulheres que adoravam festas, porém assim que ela soube do problema de eu estar doente e meus pais não poderem viajar ela se propôs a cuidar de mim pelos 4 dias que meus pais passariam fora e eles aceitaram, e nessa hora eu imaginei ficar sozinho com aquela mulher que dizia minha tia mas que eu mal conhecia, gostosa, "pena eu estar doente", pensava e logo corri pro banheiro bater uma punheta, pois eu estava nauqela fase de descobertas e batia punheta direto, apesar do meu pau na época ter somente 12,5 cm... Bom apás a partida dos meus pais eu fiquei sozinho com ela em casa, e no primeiro dia ocorreu tudo normal, nào fiquei muito febril e ela cuidou de mim como um anjo foi muito legal mas eu nào deixava de reparar sua bundinha carnuda e gostosa toda vez qeu ela virava de costas, às vezes parecia que ela me pegava olhando. No segundo dia, eu acordei no meio da noite passando muito mal, febril, e minha tia Lúcia mediu a temperatura e me deu remédio e me levou pra tomar banho, eu estava realmente mal e ela resolveu dar banho em mim, tirou minha roupa com cuidado, encheu a banheira de água morna e me colocou com jeitinho lah dentro, apesar do meu estado febril eu via que ela olhava insistantemente para o meu pau e ao passar o sabonete em meu corpo ela dava mais atenção a parte inferior, passando sua mãozinha no meu abdomêm e no meu pau mas q por causa da febre nem se levantou, depios do banho já me sentia um pouco melhor e ela começou a enxugar meu corpo com a toalha, passando a toalha bastantes vezes no meu pau e no meu saco, apertando e esfrgando com a toalha e ela olhava bastante pro meu pau, nessa hora, já um pouco melhor da febre, nõa pude evitar uma ereção, ela percebeu, à principio se espantou e depois olhou nos meus olhos e eu me enchi de vergonha ficando quieto disfarçadno, ela falou calmamente "Alex vc é um garoto bem saudavel hein? Mesmo com a febre, consegue ficar exitadinho?".. eu novamente fiquei envergonhado e nào disse nada... Ela me vestiu e me deitou na cama, eu adormeci... No outro dia aocrdei era mais ou menos 19 horas eu acho e vi ela ajeitando o café da manhã, pois do meu quarto podia se ver uma parte da cozinha e eu a vi usando um daquele shortinhos curtos que realçavam ainda mais a beleza da sua bunda e suas coxas, usava tbm uma camiseta larga sem sutien. Ela me viu acordado, sorriu e me disse "Oi sobrinho, está melhor?".. eu disse "Estou sim. muito bem.." ainda meio envergonahdo pelo oq eu aconteceu na noite passada, mas ela se aproximou de mim e disse "Olha vc nào sabe como me deixou preocupada.. acho que meu coração da acelerado até agora!". e pegou minha mÃe e colocou sobre seu seio, e eu senti aquele seio farto e apertei de levinho nào resistindo e meu pau ficou duro feito pedra novamente e aos pouscos eu tirei minha mão dali meio envergonhado pois isso nunca tinah acontecido comigo antes. A tarde eu tomei um pouco de remédio porque tava com pouquinho de febre, que apesar de nào me afetar muito encomodava, ela me viu tomando um pouco do remédio ep eruntou "Alex.. vc tah se sentindo mal?" eu disse "Ñao tia.. soh um pouquinho de febre.. mas estou muito bem.!".. ela disse "Vc Não quer que a Titia te dê um outro banhinho nào?".. disse isso me olhadno com carinha de sapeca.. e eu meio tímido disse "hum.. se vc quiser..."..Então ela me pegou na mão... e me levou até o banheiro.. tirou minha roupa e viu meu pau extremamente duro sorridno pra mim.. Disse "Hum.. que pipizinho lindo meu sobrinho tem!... poso dar um beijinho?".. sem esperar minha resposta ela pegou no meu pau com jeitinho puxou a pelinha pra aparecer a cabeça e deu um beijo na cabecinha do meu pau passando a linguinha em seguida... depois eu entrei na banheira e ela começou a passar sabonete em mim, passava e decia começou a passar no meu pau, deixou o sabonete de lado, agora com a mão, começou a me masturbar e eu dando gemidos tímidos e via ela olhando com tesao pra mim, depois ela disse "venha sobrinho querido, quero te secar lah na cama..." e me puxou me leovu até a cama... tirou a roupa dela e eu pude ver aqueles seios grandes e carnudos balançando com o biquinho na minha idreção e aquela xaninha dela, lisinha, podia ver a xana dlea brilhadno porcausa da lubrificação e logo que deitei na cama minha tia veio por cima de mim e disse "deixa a titia limpar direitinho o seu pau.. tah bom??".. e ela foi colocando meu pau aos poucos na boca dela e eu pude sentir ele todinho dentro da boca dela, sentir a lingua dela passar avidamente pela cabecinha do meu pau e me fazer soltar gemidos de prazer, ela deu um beijinho nele e foi a'te minha boca me beijando de tal forma qeu nào me esqueço até hoje... então ela colocou o biquinho do seio dela na direção da minha boca e disse "sobrinho mama no peito da sua titia.. mama sobrinho... eu sou toda sua"... e eu abocanhei aquele seio, chupando o biquinho avidamente.. qurendo cada vez mais.. apertando com a mão e chupando ele todinho.. e eu ouvia ela gemendo feito uma cadelinha no cio... nesse momento ela subiu por cima de mim e segurou meu pau com a mào dela direcionando na entradinha da xaninha dela...e foi descendo aos pouquinhos.. e eu gemi baixinho e sentia meu pau entrar naquela grutinha melada, quente... e a xana nela engoliu meu pau todinho entaum ela começou a cavalgar em mim... gemendo e falando "Aiii.. sobrinho .. que pau gostoso vc tem!!.. Que pica gostosa!!.. invade sua titia. invade ela todinha..!!"... e cavalga em mim e eu jah quase gozando.... apertava os seios dela com a mão, sentidno toca aquela carne em meu poder e eu gozei tudo da minha porra dentro dela... ela fraquinha por causa da minha boca idade e lgoo que ela percebeu que eu gozei ela saiu de cima de mim e começoua chupar meu pau querendo tirar dele todo o leitinho.. e eu via o rosto dela enquanto me chupava.. querendo meu leite.. engolindo tudo.. e depois ela lambeu o biquinho do meu pau, chupou minahs bolas, colocou uma dentro da boquiha dela e depois a outra.. pasasdno a linguinha.. e subiu por cima de mim de novo.. começando a se esfregar todinha no meu corpo e logo meu pau ficou ereto porque eu sentia aqueles enormes mamilos tocando no meu torax e ela gemendo no meu ouvido falando "vai alex.. sobrinho lindo.. fica durinho pra mim fica??"... e meu pau ergueu-se novamente como rocha e logo que lea percebeu ela me beijou e novamente começou a cavalgar em mim.. que nem louca.. comendo meu pau com a bucetinha dela... que estava toda melada soltando um aroma muito bom de sexo no ar... e ela começoua pular feito louca... sobre meu corpo e eu percebi que ela ia gozar.. enTãa agarrei os seios dela apertando o biquinho e ela gritou gozadno "ahhhh Alex!! Ahhh Goza em mim meu sobrinho tesudo!! Goza tudo em mim".. e ela deitou de lado e eu comecei a punhetar meu pau gozando um pouquinho de porra sobre o corpo dela.. e deitou com tudo na cama... ela me puxou pra mim abraça-la e colocou minha cabeça práxima aos seios dela e falou "Foi Maravilhoso meu sobrinho... Fique assim comigo... Fique tranquilo não vou contar nada pros seus pais e esse será nosso segredo para sempre... E sempre que vc precisar de mim.. vou estr lah soh vc.."...E Assim termina o meu relato... se alguem quiser se corresponder comigo... trocar experiências ou me conhecer.. me madne um emial ... [email protected] e eu com certeza responderei... votem no meu conto se gostarem.. obrigado..

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos gay EMMO o maconheiroContos eroticos louco por seios procadominha professora me deu carona e pegou mo meu caceteContos : namorada dando pra passarvoyeur de esposa conto eroticosenti o pauzao dele no fundo da minha buceta/derramando muita porraContos eroticos: Eu dei o cu na frente do meu portãoconto erotico mano pauzusdocontos eroticos gay quando eu tinha oito anos esperei meu pai ficar bebado e dei o cu pra elecontos incesto de cumadredespedida de solteira com noiva pegando no pau dos stripscontos eróticos de enteadadeflorando bucetinhas com pepinosfui violentada por um travesti que deixou minha buceta toda meladapeguei minja mae e irma de calcinha contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaa doida contos eroticoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casamamando na velha contoscontos eroticos comi duas professorasminha irmã fica possuída nua XVídeosconto picante incesto gay discretamente passivo e ativos incesto gayrapidinhas com enteadas contos pornos contos eróticos tio f****** sobrinha casadaMeu sobrinho me fez gozar no rio contos eroticos de gaysme comeram contos teenconto erótico mulher é domada e faz marido assistir ela traindocontorelatoeroticoscontos eróticos mulatacontos eroticos eu e minha namorada com amigos na prai bebadoscontos sem pudor com a menininhavoyeur de esposa conto eroticosurra vaginal amordaçada contonovinha p****** dando para o bodãocontos coxudas de saialembranças contos eroticoscontos: safadezas de um velholevei a amiga da minha filha pro clube conto eroticoquero sentir sua porra quente dentro no cucasada se vendendo pro caminhoneiro-contoscontos eróticos comi minha cunhada que tinha raiva de mesenti aquele pauzao derramando varios jatos no fundo da minha bucetacontos pornos pesados de arrombamento anal de novinhos a forcaCasa dos contos zoofilia o cao que gostava de ser cadelaconto esposa viu amigo nucontos eróticos comi minha amiga skatistanetinha virge de sainha estruooFlagrei minha esposa me traiu com negros de programa conto eroticocontos gay irmao mais velho bebado CONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA EScanto erótico com amiguinho do meu filho vir para casa e amiguinha delecasada desfilado de calcinha contos eroticocontos eroticos a calcinha mijada da ermacontos sado marido violentoscontos eróticosgaysmeu primo de menorrelato de donas de casa cavaladei minha buceta pro traficanteconto erotico incestofilha sobrinha enteadasuco de uma magrela trepando em pornô famíliaesposinha submissa apanhando na bundacontos com minha irma e amigacontos eroticos padastro com indiadaMulher trepano so com caralhudossentei no colo do meu colega no onivus e ele ficou muito excitado contos de mulhercontos de cú por medoensinei meu sobrinho a bater punhetapagando conta cartonsex familiaconto erotico raquel morena deliciosaa gostosa d aobrinha pertubando o tio kovem no quarto cheio d teaaocontoseróticossobrinha menininhacontos dando pra um sessentãoMinha esposa virou puta do meu chefe conto erótico xoxxota da magrinha nao aqutou a tora todacontos eroticos fui estuprada por um cara quando eu viajava e gostei eu gemia como uma puta safadaFoderam gente contos tennscontos eróticos caminhoneiros animaiscontos minha mulher transava e me beijavaa vovo gostosa conto eroticosou hetero mas n resisti e chupei a rola gostosa contos eroticoscontos de sentadinha com o cuzinhoconto titio me fudendocontos eróticos gay foi au delírio na rola dos meus primos.comesposa e meu pai contoSou casada fodida contofazendo gozar mulher casada darlene contosescravas contocontos eroticos de parentescontos comi a vendedora de da avonconto gay virei mocinhacontos eroticos gays viagem de ferias para fazenda com dotadoDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos q lambidinha deliciosa papaiporno mamei micregritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacoconvidando o amigo hetero para assistir um filme porno e ele me comeu conto gayfui fudida ainda de calcinha