Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TODAS AS DEGLORAÇõES DE JULIANA II

Click to Download this video!

Juliana está suando um pouco menos agora, já que se acostumou com toda a rolona de Olavo dentro de seu cusinho! Exatamente como viu seu pai fazendo com sua tia Gisele anteriormente! Ao medo inicial, ela foi sucumbindo e seguindo sem pestanejar as orientações do seu sodomisador!! Primeiro timidamente e gradualmente com mais fervor, Juliana agora esfrega suas nádegas de encontro a virilha de Olavo com tal frenesi que não parecia que estava dando o cusinho pela primeira vez!!



Vinte minutos atrás ela prápria pegou Olavo pela mão e o guiou até o quarto e ofereceu seus lábios para os dele! Sem descolar os lábios dela, Olavo conseguiu abrir o ziper da saia e baixar-lhe as calcinhas. Em seguida expôs seu imenso caralho para fora das calças e como uma cobra cega encaixou entre as roliças coxas, por baixo da bucetinha de Juliana! Ela, ao ter esse primeiro contato lúbrico, deu um grito satisfação e quase extase!! Olavo a mantinha grudada ao seu baixo ventre com as duas mãos cheias dos glúteos dela, pressionando-os contra si, enquanto sua boca era sugada pela boca de Juliana, que na ponta dos pés se esforçava o máximo para aprisionar a manjubona de Olavo entre as coxas!! Nesse aperta-aperta Ju teve seu primeiro orgasmo com um homem! E desfaleceu!!



Juliana sonhava com prazeres nunca sentidos antes por ela. Não conseguia visualisar em seu sonho o que lhe dava tanto prazer! E súbito, ela abriu os olhos. Nãso reconheceu onde estava nos primeiros segundos para logo em seguida se recordar que estava no quarto de sua tia junto com o pai do marido morto dela, Olavo! As sensações que estava sentido no sonho continuavam mesmo com ela acordada!! Então ela notou que Olavo semi-deitado ao seu lado com o corpo invertido ao seu e com a cabeça entre suas pernas!! De lá vinha todas as luxurioas sensações que ela estava sentido desde do sonho!!



- Aaaahhh!!... é muiito...muuuiito...gostooso!! - Olavo escuta a vozinha tremula de Juliana, enquanto suga seu virgem grelinho sem antes ter-lhe lambido toda a extensão dos lábios vaginais desta virgem criança!



Juliana vira a cabeça para o lado do corpo de Olavo e vê pela primeira vez toda a plenitude da rola dele com mais da metade pra fora da mão que a segura!! Fascinada pela engenharia anatomica de veia e músculos, Juliana sabe que ali ela sá tem uma coisa a fazer pra celebrar a beleza daquela obra de arte!! Chupar!!



Olavo sente a boca inexperiente de Juliana tentando engolir toda sua rolona por inteiro!! É lágico que os dentinhos dela lhe arranham a imensa e rosada glande!!



- Isso...minha bezerrinha...mama gostoso!! Mas... devagar...com calma...Sá deixe os lábios tocar em volta da minha cabeçona...Isso! Isso..meeesmo! agora chupe!! Assim...assim...Com mais força...agora...Boa garota!! `tá indo...muito bem!! Muito...bem mesmo!! Agora engula...um...pouco...maaaiiis!!! Assiiiiiim bezerrinha!!



Juliana sente-se entalada com a bola esponjosa que lhe enche a boca e começa a soltar fluídos, mesmo assim ela sente gosto, um gosto indefinido que a faz chupar e chupar cada vez mais, pois seu cerebro funciona ao comando das sensações em sua xaninha!! Saliva e pre-semem escapam por entre os lábios, e ela agora respira somente pelas narinas!! Olavo está com o rosto brilhando de tanta humidade que solta a vagina de Juliana! Ao abrir por segundos os olhos, ele vê, meio desfocado, o virginal e lindo cusinho dela que devido ao estremecer das coxas e dos glúteos, parece que lhe pisca, convidando-o a explorá-lo!



- Queridinha...quero lhe fazer...uma coisa...Uma coisa que...nunca ...fiz!



Ju, um pouco fora de si, escuta as palavras de Olavo sem entender o que ele quer dizer. Ele, gentilmente, desliza sua torona para fora dos lábios dela e ajoelha a seu lado.



- Amorzinho... vire...se vire e mostre essa bundinha pra mim!!



Ju obdeceu sem tirar os olhos da picona de Olavo. Ele, simplesmente ficou onde estava enquanto a boquinha sedenta dela encaçapava denoco a cabeçorra do seu caralho! Ju estava apoiada nos cotovelos e a cabeça, num angulo esquisito, se infiltrava na virilha de Olavo. Carinhosamente ele elevou as ancas dela e fazendo com que sua cintura desse uma curva para que boa parte da xaninha e todo o cusinho dela ficasse a mercê de sua boca!! Então, ele com as mãos segura cada banda da lisa e polpuda bunda de Juliana, abrindo-a para expor mais ainda o rosado anelzinho pregueado!! Com a visão do virgem cu de Juliana e com seu caralhão embebido de saliva dentro da boquinha dela, Olavo sente uma tezão de adolescente! Finalmente ele se rende aos encantos do rosado anus da sensual adolescente e beija com avidez tudo a que cerca e se refere ao cuzinho de Juliana!!



Juliana se deixa levar pelos movimentos que Olavo lhe induz sem reclamar, mesmo quando numa posição pouco usual e mesmo assim não deixa de abocanhar aquela que é o motivo de toda sua satisfação, a rola de Olavo! Sá quando ela sente algo rombundo a pressionar-lhe o anus é que perde por instantes a concentração de chupar o pau de Olavo! Aquela coisa rombunda lhe traz outros tipos de sensações que faz conecção com o sabor do pau dentro de sua boca!! Juliana sente um dedo de Olavo a penetrar-lhe o anus e depois mais um, para em seguida parecer que ele com as pontas dos dois dedos enfiados em seu cuzinho tente dilatá-lo o suficiente para que ela não sinta e dor e em seguida enfiar sua linguona o mais fundo que puder dentro do cusinho da virgem adolescente!!



Todo este procedimento estava trazendo Olavo para o inevitável gozo! Juliana nota que a rola de Olavo começa a estremecer e de repente uma avalanche de esperma lhe enche tanto a boca que ela é obrigada a engolir quase tudo, pois uma parte consegue lhe escapar por entre os lábios, derramando-se pelo seu queixinho!! O gozo é tão intenso que Olavo tomba enquanto sua pica escapa da boquinha de Juliana, espirrando o resto de esperma no ar!!



Juliana está de novo quase desfalecendo de tanto gozo e, encostando o rosto e o busto no colchão, leva a mãozinha até a xaninha e dá os toques finais para chegar ao seu climax!! Seu trazeiro ainda está elevado quando ela atinge o climax fazendo suas nádegas apertarem-se uma contra outra formando uma bela montanha de músculos tremulos!!



Ambos tem consciencia do que vai acontecer em seguida. Então cada faz seu papel o mais excelente possível para que a sodomização dela seja perfeita!! O restante de esperma que derramou e lambuzou o rosto de Ju e coletado pelo dedo de Olavo que o usa como lubrificante, espalhando em volta de sua glande! Por seu lado, Ju leva as duas mãos até seus glúteos e os separa dando oportunidade para que Olavo beije, chupe e molhe com mais saliva, o seu ainda virgem cu!



A penetração se deu com todas suas dores e alívios até Ju se acostumar com a coluna de músculo atolada inteirinha em seu tubo anal!! Ela agora dança, se balança, se esfrega, sentado em cima da pica do cinquentão, que poderia ser seu avô!!



Ao chegarem na casa do pai de Ju, encontraram todos os envolvidos neste episádio naquela calma peculiar de parentes quando um ente querido morreu. Juliana e Olavo se juntaram a eles no mesmo tom de aparente tristeza, mas ambos sabendo que sá eles sabiam que duas mulheres tinham sido sodomizadas em menos de uma hora atrás naquele velário ceremonial!



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de como eu gritei quando me foram ao cucontos eroticos menino curiosoContos eroticosComi minha irma na cozinhawww.contotio/mecomiaqueria saber mulher realista metendo muito morena peitudaConto erótico Sempre fui mas ele descobriuconto de mulher bebada na festahistoria erotica conto uma estoria verdadeira como meu sogro me comeu gritei ele era cavalo me comeuminha esposa tem 1.60cm d bunda enorme contoscontoseroticossexogayConto erotico depois que gozei ela gostouquero ver travesti transando no abdômencontos: sentei no colo do velhoContos eróticos de gay comi a bunda do meu tioconto erotico com meu sogro peladoSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos eroticos de quata feira de cinzaContos eroticos recem nascido (a)contos eróticos fictício de ginecologista e grávidaXvideo aguentando paenormeNeguin caipira comeu gay conto eroticochantagiei minha irmã parte 2enrabada no intercambio contosContos eroticos ninfomaniacacontos de esposas traindo por dinheiroxvideo mobile meu pai me castigouContos eroticos novinha desmaia de tanto gosaConto minha mulher pegou eu dando o cuconto erotico encoxando menininhaa crente virgem e o borracheiro conto eroticocasei a força contoscontos eróticos esposa trai maridocontos incesto me fuderam na construcaoodiava o marido da minha prima parte2 contos gaycontos eróticos gay EMMO o maconheirocontos pornos irmas naturistaswww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliaporno minha vizinha safada mim chama para segurar a escada para elaconto banhando a filhinhareboladas da titia contos eróticosporno contos pintando a cssa da casadaconto erotico eu esculto minha mae gemendo com meu padrasrodando uns amasso na minha sublinha e acabei gozando nas pernas delaContos eroticos novinha estuprada amarrada na árvore pelo primocontos eróticos gay lambendo rabo peludo de macholekinho pau contosmeu priminho estava batendo punheta para mim contos eroticosnovinha torda linda e toniada pirnocontos eróticos afim do papai contosvoyeurconto erotico meu aluno rasgou meu cu contos de casadas o negro desconhecido me arromboucontos eroticos fio dendal da esposa com tesaoBrincando de casinha conto realcontos eroticos pauzudocontos esposa deu pro sobrinhoMeu corno cherador de cu.conto eróticocontos eroticos gay.treinadorconto erotico reais troca de casaiscontos eroticos encestoconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeupodolatria entre famililia contos eroticocontos eroticos comendo cu da mamae a mando do papaicontos eróticos menininhas para frentecondos erodicos vizinho lindocontos eróticoseu sou bem dotadogozei nas calcinhas da minha mae contosconto erotico travestis o traveco preto rasgou meu cubrinco com tio levou no cuzinhocontos erotico comi cu da tia no conventocontos eróticos de n********** dando para pau gigantescomi a lesbica contoconto erotico na frentecontos eroticos de cdzinhacontos incesto comendo minha maeChupando o peito da priminha gostosa:*Contos me bateu e comeu minhacontos gay fetiche em gordinhotia gritando "me come sobrinho"contos eroticos baba do filhopau buceta dormia contoscontos eu tomando sol peladinha