Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA SOBRINHA, MINHA MULHER

Click to Download this video!

O relato que hoje conto é fato real, aconteceu no ano de 2004, meu nome é Paulo tenho hoje 44 anos e moro sozinho, minha sobrinha Patrícia (nome fictício) na época com 19 aninhos, veio conversar comigo sobre sexo uma vez que meu irmão é do tipo durão, e eu sou mais liberal, ela disse que era virgem e que gostaria de saber como teria que fazer quando chegasse o momento que ela tinha muito medo de não corresponder os desejos de seu suposto parceiro, eu calmamente expliquei que ela não deveria se preocupar com isso pois quando fosse a hora ela apenas deveria relaxar e aproveitar da melhor forma possível. Ela insistia em dizer que tinha medo, então chamei-a para sentar no sofá de minha casa e comecei a explicar como seria o momento, para minha surpresa Patrícia que vestia uma roupa bem a vontade, dessas tipo short e camiseta de malha começou a transpirar e a ficar inquieta, fazendo movimentos de abrir e fechar as pernas o que me deu um tremendo tesão, logo o volume apareceu na minha bermuda e pra meu espanto ela foi se aproximando e passou a mão em meu caralho, diga-se de passagem que sou bem dotado (23cm). Eu disse que ela não deveria fazer isto, pois afinal era seu tio e ela falou de imediato: -Tio se tenho que dar para alguém pela primeira vez, porque não pra você. Aquilo me deixou doido e sem pensar mais que era minha sobrinha, abracei-a e senti seu coração bater aceleradamente. Comecei a acariciar seu corpo de nifeta, que por sinal era perfeito, fui despindo cada peça de sua roupa e para minha surpresa me deparei com uma mulher linda, seus seios eram perfeitos, sua bunda empinada, coxas grossas e roliças, sua bocetinha era linda, comecei a mamar seus peitinhos, fui descendo até sua bocetinha e comecei a passar a língua em movimentos circulares e a lamber seu grelinho, minha sobrinha ficou enlouquecida, gemia e gozava como animal no cio. Apás eu dar o famoso banho de língua naquele corpinho maravilhoso, minha sobrinha começou a fazer um boquete que por sinal foi um dos melhores que senti até hoje. Ela pediu então para que eu enfiasse meu pau em sua bocetinha, mas pediu que eu fosse com carinho, pois ela não sabia se iria aguentar ele todo, então eu falei: pode deixar que o titio vai enfiar bem devagar, e comecei a penetração naquela bocetinha novinha e virgem, primeiramente enfiava sá a cabeça e tirava, fiquei fazendo isso por uns dez minutos, depois comecei a ir mais fundo, enfiei até a metade, ela se contraiu um pouco e eu parei, mas para minha surpresa ela me abraçou bem forte e me puxou de uma vez, fazendo todos os 23cm entrar em sua boceta de uma sá vez, foi uma loucura ela rebolava feito uma louca, logo ela pediu para ficar por cima, eu deitei e ela sentou em cima do meu pau, cavalgava feito uma perfeita amazonas, ela gozou várias vezes até que em um determinado momento eu gozei, gozei como nunca, enchi a xaninha dela de porra, quando ela sentiu que eu gozei ela saiu de cima do meu pau e começou um novo boquete, não deixando meu pau amolecer, foi então que ela falou: tio mete no meu cuzinho, eu sem pensar levei ela para o meu quarto e lambuzei seu cuzinho com KY, passei também em meus dedos e comecei a fazer a preparação para arrombar o cuzinho virgem da minha sobrinha, comecei a pincelar o cuzinho dela com a cabeça do meu pau e acada vez que passava na portinha do seu cuzinho ela fazia força para trás, então comecei a enfiar, primeiramente a cabeça, fazia movimentos suaves, depois fui até a metade e finalmente enfiei tudo ela gemeu, se contorceu, e eu comecei a tirar achando que ela estava sentido dor, ela percebeu e falou: não tira, começa a bombar no meu cuzinho, quero sentir ele entrando e saindo com toda força, e eu como bom tio atendi sua vontade, comecei a bombar naquele cuzinho de uma forma selvagem, quanto mais eu bombava mais ela gritava, fode meu cu titio, fode o cu da sua sobrinha putinha, e eu socava cada vez mais, até que explodimos em um gozo perfeito, fiquei deitado por cima dela mais um tempo até tirar meu pau daquele cuzinho. Fomos tomar um banho juntos e ela deu mais uma mamada em meu pau, me fazendo gozar pela terceira vez. Hoje ela tem 19 aninhos e tem um namorado, mas quando pensa em fazer sexo ela arruma um jeito de me visitar para poder provar o pau do titio.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos estuprada por piveteslésbicas ninfetas comendo peitorais de travestiscontos eroticos no acampamentocontos eroticos cunhadaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas novinhas lindas provocandometendoo con vpontadi pornocontos eroticos minha filha de fio dentalcontos erroticos garroto comeu minha mulher dormindocuzao frouxo da mamae contos fotocontos eroticos sou uma coroa vagabunda levei o muleke na minha casa e fiz ele comer meu cu e minha bucetacoroas safadas depilando as axilasconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhacontos eroticos seios grandes de leiteconto gay ele descobriu sobre mim conto+foi+arebentado+grupo+travestescontos gay peguei meu amigo comendo um outrocontos pornos na padariacontos eroticos mae e filhoChat Amo sexoavivomulheres agachada com blusa folgada aparecendo o bico do peito vídeocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaroberta close da a buceta para o pauzudocontos porno professora e a tiaconto erótico comendo o passivo de calcinhacontos gays picantes o filho da vizinhavideos e contos sexuais de casais esposas timidas primeira transa com estranhoscontos sem calcinhameu marido me flagrou conto eroticocontos eróticos corno leva muhger BA mo suco grupalvoyeur de esposa conto eroticocontos porno de casadas no cinemacontos minha sogra me vendeu seu cuzinhocontos eróticos comendo o c****** da freirinha taradaContos eroticos fui corno na festadando pro cunhado contos eroticosputa entra em desepero ao gozar esegerada menteconto mandei fazer fila pra mim chuparconto erotico gayzinho se vestiu de putinha pra dar o cuzinhocontos esposa e a visinha fodem com cãoconto gay na academiaconto novinha gravida do tioconto erótico, "leva ele"contos eroticos dei pa paga dividaContos eroticos casadas sendo encoxadarelato de corno que deu a esposa para o cunhadocolo do velho. contoconto gay paguei enfiei pregascontos eroticos meu filho levantou minha saiaconto - ela acha que a bucetinha era so para mijarcontos com fotos tia e sobrinho baixinho realconto porno medico aplicandco injecao na mocbicomendo meu cunhadinho contoscontos porno na praçasafada desde pirralha contostravesti bem dotado chupando o c****** da mulher do cumolicescunhado pauzudo fudendo a sogra e a cunhada,contos e relatos eroticoscontos eroticos cuidando da sogra com a perna quebradaconto minha madrinha feis eu dar a buceta virgem pro padrinhohttp://contos eroticos mulher pega carona e estrupadasogro pelado e norinha imprecionada/contoseroticoscontos casada estrupada pelo sindicoconto erotico paraense en salinas paracontos eroticos violadacontos reais mulher casada no cine porno arouchecontos dei pro meu pai e meu irmaonovinha que queira trocar msg e gozar muitodei massagem na madrinha casada contoai meu neto rasga a buceta da vovo conto eroticpcomtos de sexocontos eu e meu marido adoramos ir no cinema ver pornocontos coroas primas do interiormeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machocontos eroticos muler do conhadoContos eroticos comido por um caoConto porno vi mamae sendo ssarrada no busaocontos eroticor viadinho no cocheiracontos eróticos gays metrocontos eroticos esposas arrependidascontos eroticos pobre e virgemcontos eroticos decornos amigos