Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRIMEIRO CHIFRE, ESPOSA VIAGEM DE ONIBUS RJ-SP

Click to this video!

Minha querida esposa, viagem de ônibus



O que vou relatar aqui me foi contado por minha esposa Vera (victicio), o que aconteceu na viagem entre Rio e São Paulo, agora no inicio de fevereiro de 2007, fiquei muito excitado e gostei com o que ela me contou pelo email e vou repassar para vocês...

Bom, sempre que transamos temos uma fantasia dela estar com outro e eu escondido vendo a transa, inventamos nomes (tipo antigos namorados, caras da internet), pois eu como bom voyeur, adoro. Até tenho um MSN com fotos dela, onde fico mostrando ela e até liberando ela para transar no virtual com outros machos, tudo isto eu conto para ela nas nossas fodas e ela fica muito molhadinha e tarada, mas até esta experiência que vou contar aqui, nunca tinha acontecido na real.

No inicio de janeiro fui para os Estados Unidos a trabalho e sá retornarei ao Brasil no final de mês (fevereiro) e minha esposa ficou sozinha no Brasil, pois nossos filhos também estão viajando. Daí ela resolveu passear na casa de uma tia no Rio de Janeiro o que concordei, pois não seria justo deixar ela presa em casa.

Ela é uma morena de 45 anos, muito gostosa, malha muito na academia, tem uma bunda maravilhosa. Me contou que recebeu várias cantadas dos cariocas, que ficou assanhada e com tesão, mas aguentou firme, mas sempre lembrando das nossas transas onde ela transava com outro. Passado os dias no Rio, resolveu voltar para São Paulo de ônibus, e pegou o das 24 horas, pois daí chegaria em São Paulo pela manhã. Para ficar mais a vontade e com o calor que esta fazendo, colocou uma calcinha fio dental, uma calça de academia (mostrando bem seu corpo e principalmente sua bunda), uma camiseta (sem sutien), e um agasalho de academia. O ônibus estava quase vazio e a Vera foi sentar bem no final do ônibus no lado da janela. Começando a viagem um mulato carioca que mora em São Paulo veio sentou-se ao lado dela, sendo que quase todas as poltronas estavam vazias, ela deu um leve sorriso e ficou quieta, ele de olho nela é ábvio, daí veio na mente dela nossas fodas. Como já esta fazendo quase um mês que viajei, ela também estava a ponto de estourar de tanto tesão, mas mesmo assim se fez de difícil para o Guto. Passado uma hora de viagem tava muito calor e ela tirou o agasalho e foi colocar na parte encima do ônibus, nisso sua bunda ficou na cara do Guto, que ai não resistiu e deu um tapinha, o que Vera já ficou molhadinha, imagina o tesão que estava. Quando sentou novamente Guto já tascou um beijo de língua e foi passando a mão nas suas coxas, o que ela correspondeu e já foi pegando no seu pau que já tava duro que nem pedra e ela falou que era muito maior e mais grosso que o meu. Como não tinha ninguém ao redor começaram ali mesmo a maior foda dentro de um ônibus e eu aqui nos states levando um grande chifre. Nesta hora eu tinha passado um radio pra ela pelo Nextel, e senti sua voz de tesão, ela falou:

- amor ta acontecendo nossa fantasia, depois te conto pelo email, e desligou, eu fiquei muito agitado e excitando também imaginando o que deveria estar acontecendo naquele ônibus, tentei novamente no Nextel e não obtive resposta, mas tinha certeza que estava sendo chifrado. Vou continuar contando do jeito que ela me relatou pelo email.

Guto começou a me beijar loucamente na boca, orelha, pescoço, sempre passando a mão nas minhas coxas, bunda e quando chegou na buceta, teve a maior surpresa de quanto ela estava molhada, eu quase desmaiando sá pedia mais e segurava firme aquele pau maravilhoso, até que desci a cabeça, tirei pra fora do agasalho (ele também estava de agasalho) e comecei a chupar como nunca tinha feito antes, hum que delicia, depois foi a vez dele colocar a língua maravilhosa na minha gruta encharcada, ai que delicia, lambeu meu cuzinho com maestria, quase desmaiei de tesão. Como o ônibus era leito deu para deitar bem a poltrona e também tinha cobertas o que foi muito bom. Guto tirou minha calça me deixando so de calcinha e a blusa, que ele ergueu e chupou meus peitos. Nesta hora já tinha perdido o controle e Guto soube aproveitar muito bem, me chupava, lambia toda, passava a mão na minha buceta, e foi colocando um dedo no meu cuzinho, acho que até o motorista percebeu o que estava acontecendo, tava muito doida, acho que foi mais de uma hora sendo chupada, nossa que maravilha. Como não aguentava mais subi naquela pica enorme e dura, foram uns 19 minutos de puro tesão, meti muito gostoso e gozei loucamente e Guto também gozou. Me deixou no banco e foi no banheiro jogar a camisinha. Eu fiquei ali querendo mais. Quando ele voltou para a poltrona o ônibus parou num restaurante e eu fiquei ali mesmo e o Guto desceu. Quando ele voltou perguntei o que ele foi fazer, disse que foi comprar outra camisinha, oh que alegria pois sabia que levaria mais uma fodida. Nesta hora toca o Nextel novamente, consegui atender e falei:

-amorzinho ta muito bom aqui.... e desliguei, deixando meu corninho na expectativa.

Retornando a viagem começamos novamente a nos beijar, foi quando o Guto falou no meu ouvido:

-amorzinho agora vou comer seu cuzinho....

Quase estremeci pois nunca tinha dado o cuzinho pro Luiz (fictício) meu marido e o pau do Guto era ainda maior e mais grosso, daí não falei nada, mas continuamos os amassos e comecei a chupar o Guto novamente e ele colocando um dedo no meu cuzinho, daí falei:

- amor vai doer e sou virgem....

O cara quase ficou doido quando falei que nunca tinha dado o cuzinho, daí beijou muito e ate enfiava a língua no meu cú. Ele falou vou fazer com carinho não tenha medo e pegou uma pomada na sua bolsa (KY) e passou no meu cuzinho e começou a lamber minha buceta, passado uns 20 minutos lambuzou meu cuzinho todo, tava adorando e pedia mais, daí ele já tinha sacado que era hoje que o cabaço do meu cú ia pro espaço, logo colocou um dedo, depois dois e foi remexendo, tava muito gostoso, pedia mais e mais, daí ele me colocou de quatro na poltrona e veio com muito carinho colocando aquela maravilha no meu cú, hum tava muito bom, fui rebolando e ele foi entrando, tava doidinha, minha buceta gozava direto, rebolei mais e entrou os 20 cm., daí ele começou a meter, primeiro devagar, depois pedi mais forte e ele foi um maestro, foram uns 19 minutos levando no cú, (muito bom meninas que estão lendo este relato), na hora de gozar ele tirou a camisinha e colocou tudo na minha boca, hum tomei toda a porra dele, maravilha. Daí coloquei minha calça e fui no banheiro me levar, para minha surpresa já estava clareando e estávamos chegando em São Paulo, foi quando notei que estava sem a calcinha, quando voltei para a poltrona Guto já tinha descido do ônibus pois devia morar numa cidade práxima de São Paulo, e levou minha calcinha fio dental de recordação.

Sentei e fiquei pensando, foi muito bom, daí passei um rádio para o Ari:

- a ai amor conseguiu dormir, eu não....

- nossa fantasia foi realizada, e vc vai ter uma surpresa quando ler o email....

ele falou:

- qual surpresa....

- não vou dizer, você sá vai saber quando ler o email...

-tchau, um beijo

Bom daí quando li este relado, quase cai para traz, sabia que tinha uma putinha em casa, mas desse jeito foi demais, a surpresa vocês já devem ter desconfiado....o cuzinho que não consegui comer em 20 anos de casado.

Quando chegar no Brasil, deveremos ter outros encontros como este...

Nosso email : [email protected], quem mandar email, sá será lido e passaremos o msn (que é outro email) depois de análise, caso tenham mandado fotos e relatos também.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


a calcinha toda travada no rabovideos de porno sogro cardando a moranoite maravilhosa com a cunhada casada contosnuas tomando banho de manteiga gostosoputinhos seduzidos contossexo Sátão garotas da noite prazer Contoerotico descabaçando meninas de seis a doze anosMeu genro quer me comer e agoravoyeur de esposa conto eroticodepois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?Contos eroticos ajudando meu tiu acudentado e vi o pau deleMeus ex primo viuvo rico sou sua mulher conto eroticocontos eroticos de cdzinhacontos eróticos vi ele com pau inchado falou que tinha machucado sobrinho dopa sua tia historia eroticaquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandomarido de marleni vendo ela transarswing tio com sobrinhas flagrante historias contoscontos eroticos ajudando uma amiga e suas duas filhas adolecenteSeduzi cleide a esposa do meu amigo contos eroticosgordinho nerd gay contosconto erotico confessei para o meu maridocontos eroticos a filhinha da empregadacontos eroticos era enormeconto de travesti comendo bucetacontos eróticos de bebados e drogados gaysenrabada no intercambio contoscontos minha filha viciada em porracomi ela na pia da cozinha/contowww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadeContos eroticos com faxineiraConto Erotico Sou Morena A Gostosona Da Favela E Dei Minha Xana Pra Um Branco Do Pau Grandecontos eróticos fio dental debaixo do ternobundinha cobiçado conto erótico gayProfessora de shortinho partindo a bucetacontos eroticos droguei minha priminha ninfeta e comiconto erotico amigas chupei cunhadacutuquei a buceta da mamae contoscolocando no cu dela bem devagar dormindocomi minha prima velhinha contominha esposa ela levou sua amiga solteira pro nosso quarto pra eu fuder elas duas juntas conto eróticocontos eróticos Patrick amiga comeueu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoGoiânia conto local cu borracharia gayContos eróticos de gay comi o filho do amigo do meu paijogadora de pau pau de borracha na bucetinha da noraconto comeram minha mulher bebadacontos eroticos - perdido na trilha com minha amigamalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contomeu cunhado tirou o cabaço do cú da minha esposaconto comi meu amigotrai meu marido com um moto taxi contoporno com primas branca de olhos verdes de cabelos ruivos bunda redonda e peito pequeno redondinho / anal/contos casada vira festa em faculdade e trai maridocontos eróticos minha mãe no esconde escondecontos eroticos amigas ci pegandocontos eroticos. traicoleguinha liberal gay contoscontos eroticos paulo e bruna parte 2contos dei minha buceta para o novinho pauzudo na pescariaconto incesto mestruavacontos eroticos- paguei minha filha pra cheirar sua calcinhaconto erotico paraense en salinas parao lekinho putinha da turma conto eroticoo que sua esposa achou do menage femininorelatos eróticos sexo com aluno especialcontos ela queria e eu queria comercontos casadas enrabadas com chantagemconto gay dei para meu filhoela queria dar uma dançadinha no quartominha mulher de fio dental num posto de gasolina eu confessocontos eroticos meu padrasto e eu no ranchoconto erotico peguei meu marido trepando cõm minha irma na camacontos chera calcinha de trans