Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ARROMBEI MINHA SOBRINHA DO INTERIOR

Click to Download this video!

Meu nome é Alex tenho 40 anose esse é meu primeiro conto.



Vamos lá !!!

No carnaval desse ano, resolvi viajar para Araçatuba com minha esposa para visitar sua irmã Paula, a irmã da minha esposa e uma mulher linda com aprox. 38 anos e casada com um criador de gado da região e o casal tem apenas uma filha chamada Angélica de 19 anos,que foi a protagonista dessa louca e verídica histária.



Descrever Angélica para vcs é muito difícil pois a menina parace ter sido pintada por um artista, tamanho sua sua beleza e perfeiçao.morena cabelos no ombros, com 1,65 aprox, cheias de curvas e um rosto lindo, Angel como gosta de ser chamada é um verdadeiro tesão, com os hormonios fervilhando no auge da sua juventude faz qualquer homem por mais sério que seja perder a cabeça e correrriscos como foi o que ocorreu comigo :



Chegamos na sexta de madrugada, depois de hrs de viagem sá queriamos dormir o mais rápido possível.Paula e MOisés muito cordiais fizeram um delicioso café e Paula nos disse que Angel estava na cidade em um baile de carnaval com as amigas, e nos disse que estava tendo grandes problemas para educar a menina,devido a precocidade da mesma e dos namorados que Angel insistia em trocar a cada 19 dias, contou a minha esposa em particular que havia vendido o computador pois havia pego a menina se mostrando apenas de calcinha e sutiã para um amigo. Como sou psicálogo minha esposa quando deitamos resolveu me contar esses detalhes sobre sua sobrinha e conversou com sua irmã dizendo que pediria para que eu falasse com Angel para vêr em que poderia ajudar. NO dia seguinte acordei cedo e encontrei com Moisés na cozinha, conversamos um poiuco tomamos café e resolvemos dar uma volta na fazenda antes que nossas mulheres acordassem...Voltamos depois de aproximadamente 2 horas e foi quando descobri que o carnaval desse ano seria um verdadeiro inferno... na casa e encontrei minha esposa, Paula e Angel sentadas a mesa de café, Angel levantou-se da mesa e veio ao meu encontro me dar um grande e caloroso abraço seguidos de um beijo carinhoso, ela vestia um shortinho branco e transparente que deixava ver toda sua mini- calcinha enterrada em sua bunda deliciosa...tentei nao olhar mas nao sei se tive sucesso,pois tive a sensação que todos notaram o quanto fiquei desconsertadoao ver aquela delícia de menina. Conversei com Paula e Moisés e pedi a eles que sempre que pudessem me deixassem livre para conversar com Angel e depois poder orientá-los apás um diagnástico da personalidade da menina,...almoçamos e fomos ao sítio vizinho de amigos do casal para curtirmos a piscina e aproveitar o sol, Angel colocu um minúsculo biquini que mal cobria seus peitos que eram enormes ....na piscina ficava mergulhando e enpinando a bunda deixando eu e o dono do Sítio (Alvaro simplemente loucos), por vários momentos tive que entrar na agua devido ao tamanho que ficava meu pau, e numa desses mergulhos foi que Angel chegou proxima e notei suas reais intençoes...ela chegou pela minhas costas e me abraçou me chamando de titio querido, colou todo seu corpo em minhas costas e me deu um beijo no rosto...me virei de frente e a abracei rapidamente e lhe dei um beijo fraternal na testa mas nao sem antes colar meu pau duríssimo em seu corpo e deixar claro para aquela piveta que se me provocasse com certeza seria comida por um homem e nao por um moleque... Sai da aguá achando que ela recuaria, pois nao verbalmente o recado estava dado..esperta como Angel era, nao teria como nao notar ]que estava mexendo em área proibida..voltamos para casa e a tarde acabou



CAP II - a noite:



Estavamos sentados na varanda os quatro, quando Angel chegou e disse que havia decidido nao sair com as amigas, disse que o baile da noiite passada havia deixadoela cansada e com dor no corpo e que estava cansada da cara dos mesmos amigos. Sentou-se proxima de nás, tinha acabado de tomar banho estava com os cabelos molhados, cheirosa e com uma enorme camiseta de alguma Banda de Micareta ....quando se mexia eu de onde estava conseguia ver sua calcinha branca e o volume de sua xoxotinha de menina-mulher...fiquei excitado na imediatamente e mudei até de posiçao para esconder o tamanho que meu pau estava..ficamos conversando e fiquei lhe perguntandos coisas sobre seus amigos e suas atitudes, os adultos notaram onde eu queria chegar com minha pesquisa psicologica e decidiram me deixar a sás com ela...e foram para sala de TV ao lado da varanda para assistir os desfiles das escolas de samba, Angel sem a presença dos pais começou a falar sobre sua vida, me confidenciou coisas que nao esperava ouvir dela, desde sua primeira releçao sexual muito cedo, com 19 anos até sua ultima aventura sexual com uma amiga e um vibrador que amabas compraram pela Net...aquela narrativa me deixou louco e insano, nao via a mais como minha sobrinha e sim como uma putinha qualquer e na verdade era o que relamente Angel era....a unica diferença e que nao cobrava para ter e dra prazer a quem fosse...antes de irmos dormir Angel deu sua cartada final disse que mais tarde levantaria para assistir os desfiles das escolas, mas que dormiria primeiro um pouco...para repor as energias...



Fui dormir e minha esposa já na cama me perguntou sobre sua sobrinha, eu diplomaticamente e com muita ética disse apenas que ela na verdade estava tentando achar sua identidade e que era uma garota normal como qualquer adolescente de sua idade e que esse tipo de atitude de querer se exibir e cetc..etc. era uma maneira de tentar se posocionar na sociedade...que a garota e seus atos eram absolutamente normais....o que deixou minha esposa muito ttranquila ....começamos a nos beijar e comi minha esposa fogosamente e meu unico pensamento era que Angel seria minha.....com Patricia(minha esposa dormindo apos ter sido devidamente comida) fiquei rolando na cama esperando a hora que pudesse levantar e ir com Angel na sala, mesmo com medo de ser mal-interpretado se fossemos vistos na sala asssitindo TV, por volta de 3 da manha levantei e fui na sala . Angel realmente estava lá. mas dormia profundamente deitada no sofá, e com a TV ligada...estava com a camiseta levantada acima dos joelhos e quase que dava para ver sua calcinha, fiquei parado no corredor nao sabia o que fazer....mas a cena me excitava e muito.....fui até a TV e baixei um pouco o volume para que eu pudesse ouivir os ruidos da casa....fui até a porta do quarto de meus cunhados e ouvi Moises roncando alto e profundamente, volto para sala e sento a beira do sofá onde Angel esta, nenhum movimento dela, ela relamente estava apagada....levantei sua camiseta um pouco e pude ver o formato de toda sua bucetinha, otecido da calcinha era bem fino e deixavas aquele volume delicioso que tanto que queria meter meu pau..fiquei ali sentado ao seu lado mas o medo estava me tomando por inteiro, era risco demais tentar qualquer coisa, qualquer ruido na casa me fazai congelar e decidi que nao faria nada..ou quase nada....pois fui até a cpozinha acendi a luz e deixei que o corpo de Angel se iluminasse um pouco mais, dai dali da cozinha e olhando fixamante para emu objeto de deseja ..bati uma punheta e gozei como a muito nao gozava, lavando o chao da cozinha todo....ví que toinha feito o certo ppois meu desejo diminuiu e pude ir para cama, os riscos eram grandes demais para eu ousar desta forma...antes de deitar passei pela sala e baixei sua camiseta mas nao sem antes tocar de leve na sua calcinha....fui para cama e dormi....



Cap III- o Jogo continua..



no dia seguinte pela manhã acordei e fui com Moises dar uma volta..conversei com ele sobre Angel e repeti o que havia dito para Patricia(minha esposa) e Moises ficou muito contente e aliviado, me senti o piro dos homens mas assim que teria que ser... falei pra ele que ela estava lentamente se abrindo comigo mas que ja tinha dado para notar que ela era uma garota absolutamente normal e que muitas das coisas que ela dizia ou insinuava nao tinha coragem de fazer...o que deixou meu cunhado muito tranquilo, mas disse que continuaria a conversar com ela e tentar orientá-la e sabendo de algo mais falaria para eles... Neste dia na hora do almoço Angel sentou se ao meu lado na mesa e me pediu para que apás o almoço fosse de carro levá-lá buscar a amiga que passariaa tarde e noite conosco . DFisse a ela que se seus pais nao importasse levaria sim....e tive o total consentimento de todos que imaginavam que eu poderria saber mais sobre minha doce sobrinha.....saímos de carro e no caminho ela me disse se eu seria capaz de imaginar qual a qmiga que iriamos buscar..eu imediatamete matei a charada era a sua amiga intima com qual Angel esta experimentando as delicias do mesmo sexo....no caminho ela me perguntou se eu a achava bonita e se eu jua ahavia traido sua Tia...entendi prontamente onde ela queria chegar e disse que sim.mas que seria um segredo nosso assim como tudo que ela hjavia me dito até agora.....e assim selamos nosso pacto de fidelidade.



Cap IV- ficou fácil demais



sua maiga era uma garota interessante, mas muito magra e sem metade da beleza de Angel....notei que pelas conversinhas das duas Angel havia contado a amiga que havia me falado sobe as duas....e sempre que podiam, sem dar bandeira mostravam pra mim o quanto estavam apaixxonadas..pelas delicias que estava experimentando....notei isso quando Angel deixou a amiga passar protetor solar em seu corpo e Fê passou a maão por dentro da polpa da bunda de minha sobrinha qe tenho certeza que tocou sua bocetinha com as pontas dos dedos....



Por volta de 8 da noite Fê decidiuq nao dormiria em nosso sítio e pediu para que a levasse embora pois queria ir no baile de carnaval da cidade e Angel se recusava acompanhar a " amiga" ...fomos eu minha esposa e Angel levar a amiga em casa e na volta Angel começou discretamente a passar a mão no meus cabelos do banco de trás do carro onde estava....senti que daquela noite nao passava e foi o que aconteceu....



Cap V - correndo riscos



tive um plano maravilhoso, decidi que faria uma caipirinnha para acompanhar as iscas de picanha que minha cunhada havia feito para o jantar....fiz caipirinha de limão de abacaxi,de vádka de pinga..enfim deixei todos muito alegres ebêbados e me contive na minha vez apenas bebericando um pouquinho da bebida de minha esposa, finalmente por perto da meia-noite estavam todos bêbasdoa literalmente, menos eu e Angel que seu pai havia a proibido de beber pois a menina havia tomado um porre a meses atras e chegou em estad deplorável em casa... fomos todos dormir e falei para Angel que ela nao dormisse e me esperasse para que asssitirmos TV....ela na hora entendeu e ficou visivelmente excitada com a ideia....deitamos todos e apás minutos minha esposa ja estava dormindo tentei mexer com ela, mas estava mesmo em outra dimensão.....levantei estava apenas com um short desses de jogador de futebol e fui até a porta do quarto de meus cunhados o silencio sera interrompido pelo ronco de Moises e a respirção pesada de minha cunhada... chego mna sala e Angel nao está....com muto medo chego a porta de seu quarto e entro vagarosamente.....Angel esta sentada na sua cama com apenas o abajourt acesso e disse que estava com medo ...perguntei a ela que medo ela tinha e ela disse que sabia bem o que estava prestees a acontecer....e que queria pedir desculpas e recuar....Sentei na sua cama e lhe dei umabraço carinhoso, disse a ela que nada aconteceria se ela nao quisessemas no meu abraço levemente tocava seus enormes peitos deixando seus bicos duros .... dei lhe um beijo no rosto e deixei minha mao escorregar até o comecinho de sua bunda......passei levemente a mão e elogiei a beleza de seu corpo e disse a ela que estava louco de sdesejo por ela....e peguei sua mao e coloquei sobre meu pau...ainda sobre o shorts....nesse momento ela se entregou, me deu um beijo delicioso levantou e fechou sua porta do quarto com a chave....voltou para cama e sentou no meu colo levanntando a camiseta e colocando meu pau sob sua enorme bunda.....nos beijamos como loucos e amantes....tirei sua camiseta e comeei a chupar seu peitos, cheguei a rancar um aiiii de dor da coitiadinha tamanho a volupia que suguei.....abaixei meu shiorts com ela ainda no meu colo, e a ví tremer de medo quando olhou o tamanho do meu pau....(com certeza maior do que qualquer garoto que ela havia dado) mesmo assim Angel quis seguir beijava minha boca enquanto eu tocava sua bucetinha melada com meus dedos....coloquei um dedo lá dentro e tirei e levei a boca para mostrar aquela menina o quanto ela me dava de prazer...sem soltá-la a coloquei deitada na cama na posiçao papai e mamae e afastei suia calcinha com as maos...a situação exigia rapidez e os riscos eram enormes....me coloqueipor cima de seu cropo e abri sua pernas....de leve passei a esfregar a cabeça do apu em toda sua xaninha....e brincava de colocar umpouquinhopara dentro o que a deixava louquinha...Angel gemia baixinho e pedi para eu ir devagar pois estava machucando....as poiucos coloquei a cabveça do pau, como ela era apertada...tive que colocar força para que entrasse ... Angel pediu que parasse poois estava ardendo mujito, apenas parei de forçar mas deixei lá dentro para que ela se acostumasse...e fuii beijando a e chupando seus peitos deliciosos...ela gemia e dava gritinhos de dor misturados com prazer....e cada gemido eu colocava mais um pouqwuinh para dentro daquela bucetinha enxarcada....forçei um poiuco mais e minjha sobrinha soltou um ai de dor....foi quando decidi que ela agora seria comida como nunca fora.....meti com força e calei seu grito com minha boca....fui até o fundo de sua buceta...uma, duas e tres vezes....Angel começou a chorar baixinho.....mas nao sentia dá dela .....soquei novamente.....e ela me unhou as minhas costas num reflexo de pura dor....fiquei bombando em sua buceta....que estava alargada ao receber um pau do tamanho do meu...Angel nao se mexia..apenasdeixava escapar uns gemidinhos agora parecendo que sentia algum prazer...eu louco e inconsequente metia mais e mais....estava e nem mais lembrava onde estava e que aquela menina era minha sobrinha.....apenas metia em sua bucetinha toda minha rola.....Angel voltou a me beijar e dizer que estava gostando..e que a dor estava agora diminuindo.....mudei a de posiçao e deitei de costas e a pus sobre mim calvalgando...ela nessa posiçao se sentia mas confiante pois achou que podia controlar a penetraçao..sentava vagarosamente sobre meu apu po fazendo sumir em sua xotinha de menina....a visao que eu tinha era linda.....punha minas maos em seus peitos que estavam duros de tesão, e deixei ela se deliciar na rola do seu tio....quando senti que iria gozar...comecei a descer seu corpo com a mao.a forçar seu quadril sobre mim o que novamente causou desconforto a minha pobre sobrinha

, mas estava louco e a sentei várias vezes com força entrerrado tudo na sua bucetinha...e meu gozo veio chegando ví estrelas ví cometas e gozei tirando de sua bocetinha e gozando tudo sobre minha barriga, era muita porra, Angel passou a mão mas ví que tinha nojo, dai esfreguei porra nos dedos e tentei colocar em sua boca, mas elça recusou....peguei sua calcinha limpei toda porracom ela....a deitei na cama e chupei sua buceta com força e precisão e ví quando Angel começou a gemer mais alto e seu corpo todo a se contorcer revelou que ela teria o mair e mais delicioso gozo de sua vida......e gozou..gozou, gemeu..chorou..riu....tudo ao mesmo..tempo pronto ali estava uma garotinha realizada...cointinuei com a libgua dentro de sua bocetinha até ela me puxar na sua direçao e me beijar apaixonadamente....Angel estava linda...e feliz.....pegav no meu pau que ainda estava mole e dizia no meu ouvido rindo na inocencia de uma adolescente que aquele pinto agora era dela. e realmente era...somente dela....pois as loucuras que fizemos nos demais dias dariam um livro Best seller......volto para contar para vcs sobre as demais noites e dias do meu caranaval inesquecível





abraços Alex.......

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos esposas e garotos caronaO amante de minha mulher e um garoto dotado contosViciada em siririca contoscomi o cu do meu irmao e da minha irma brincando de pique esconde contoscontos erotico trepei com meu padrasto ver fotosporno pesado arrombando relatoscontos eróticos chantagem cunhadaconto erotico real meu marido me liberou dar o meu rabocontos eroticos timidas coroaschantagiei minha irma casada contosfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos eroticos. io velho tinha uma rola descomunal do velhoContos eroticos-Empregada se vingando da filha do patraocontos de cú de primacontos meu marido que chupa meu grelo enfia calabresa na munha bucetacontos abusadas em grupovendo a cunhada depilando a buceta contoscontos eroticos menino de calcinhachupei o grelo da minha amante contos eroticosConto erotico vizinha bobinhacontos eróticos de professor GayConto erótico calcinha fedidaconto erotico sogra nao querMe comeram ao lado do meu namoradoaos 60 anos dei a buceta pro menino de 15 contoscontos coroas primas do interiortravesti gemendo a ponta da pistolacontos eroticos minha sogra mamou no meu pau e depoi choroulconto erotica no carro idosacontosincestofilhacontos eroticos incesto gay novinho tv a cabocontos eroticos comeu meu cu no onibus e da cobradoraconto erotico na orgia com sogrocontos eróticos de sobrinhas com tiaslotação filhinha sentou no meu colo contos de sexocontos erotico a 1 de una solterona com um menino de 15contos eroticos minha mulher gosta de apertar minhas bolascontos eroticos o filho do pastormeu padrasto tirou meu cabaco conto erotico fotosafada pediu pro tio pauzudo gosa dentrocontos eróticos dando pro enteadocontos erotico comendo a filha do meu socioconto erotico chantagiei a esposa do meu funcionáriorealizei meu sonho comi minha tia perdi a virgindade conto eroticogozanodeto familha ponocontos erótico paizão enrabar filho gayUm bucetao iniciada por um negão roludo casadoscontoscontos eroticos mae filho filhaconfeceu a amiga a tomar banho com ela pornocontos de noiva putinha corninho safado titío caralhudoconto erotico eu minha mulher e meu primoconto erotico traindo a namorada debaixo das cobertas no escurocontos veridicos por garotas teenscontos fudendo minhas primas peitudasBoquetinho da cunhada recatada contoseroticoscontos erotic quarto empregadaconto erótico eu tentei resistirconto erotico real meu marido me liberou dar o meu rabominha filha piranha foi me visitar contoO dia que sequestrei minha neta conto eroticocontos eroticos a1. vez da bichinhacontoerotico putacontos eroticos de comendo os meninos do orfanatoenterrei tudonabucetinhaContos de casadas e lesbiscascontos porno obrigada engolir porra com muito nojoContos eroticos, meu filho E meu raboesposas depiladas na picina contoscheirando os sapatos da minha irman podolatria contos eroticosmulher leva enrabado de cachorrocontocasadacarentecontos erticos eu dexei papai de pau duroconto erotico transei com a sogracomeu aputa da crenticontos eróticos,ai ai fode metepapai me ensinado mamar contosconto mulher do amigocolocando a prizilha na bucetagožano na buceta da irmanContos eróticos genrochupei meu filho contos eroticoscontos minha mulher me pediu pra comer a irma delacontos eróticos meninas de 25 anos transando cachorro Calcinha Preta com as unhas vermelhascontos eroticos eu minha esposa e Lu nossa melhor amigahistória canto erocito meu marido trouxe um cachorro e ele comeu minha bucetinhaTennis zelenograd contocontos cheiro de rolacontos traidora