Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

RICAS E LÉSBICAS

Click to this video!

Patrícia era uma garota rica, linda, morava na cobertura do maior prédio da cidade. Tinha tudo o que queria, carros, homens, roupas. Certa noite estava sozinha tomando uma champagne ao som de Pink Floyd, até que a campainha toca. Ao abrir a porta, teve uma grande surpresa. Suas duas melhores amigas do tempo do colégio, das quais fazia muito tempo que não via. As duas estavam namorando, e isso acontecia desde os tempos antigos, mas na época ninguém sabia. Lá pelas 3h da manhã depois de duas garrafas de champagne e algumas doses de Whiski, Marina e Mel começaram a trocar carícias na frente de Patrícia. Ambas começaram a se beijar. Marina estava de saia, e esta tinha umas pernas de dar inveja a qualquer um. Abriu-a devagar, e Mel escorregou sua mão até sua vagina. Os suspiros já haviam começado, e a excitação já tomava conta das duas. Patrícia levantou-se, demorou uns 10min, e retornou somente com uma blusa branca, quase transparente e uma calcinha branca, de algodão, bem pequena, com mais uma champagne. Apagou as luzes do apartamento e, primeiramente ajoelhou-se na frente das duas, beijou bem devagar a boca de Marina, depois a de Mel. Como Mel era a mais ativa, entrelaçou Patrícia e a beijou com toda a saliva que havia em sua boca. Durou um minuto mais ou menos e o beijo não excitou somente Patrícia, mas também Marina, que adorava olhar. Marina tirou sua saia, e aproveitou e tirou a calça de Mel também. Estavam as três, lindas, somente de blusa e calcinha. A cabeça já não pensava mais nada além de sexo, sexo e sexo. O corpo transpirava desejo e tesão. Marina deitou-se, Mel e Patrícia beijavam-na sem parar. Quando Mel beijou sua boca, ela sussurrou bem baixinho: -“Faz oral.” Então Mel foi diretamente para baixo, e com toda a voracidade, tirou sua calcinha. Patrícia mordia tanto a Mel quanto a Marina, e quando Mel começou a chupar Marina, esta apertou sua cabeça com bastante firmeza, e gemia, mas Patrícia não deixava ela gemer alto, pois beijava, e muito sua boca, que era muito carnuda. Marina estava a ponto de explodir, a sensação que ela tinha não era apenas de quatro mãos em seu corpo, mas sim de dez, vinte, várias, foi quando a sentiu o corpo tremer, sentiu uma sensação nunca sentida antes, seu corpo tremia, e as duas que estavam fazendo isto acontecer estavam com ainda mais vontade, até que o orgasmo veio, seus olhos viraram, pode-se dizer que ela viu o céu e a Terra em um orgasmo triplo. Relaxou, suspirou profundo e gozou. Mel e Patrícia não estavam satisfeitas, porém estavam a ponto de explodir. Como Mel havia feito oral em Marina, ela foi ao banheiro, ao sair, Patrícia, que estava mais quente que vulcão em erupção, apagou luz, e começou a beijar o seu pescoço, lambendo-a, como se fosse um gato. Mel estava com os dois braços abertos, se apoiando na porta, somente observando os movimentos que Patrícia fazia. Patrícia tomou mais uma dose de champagne, e empurrou Mel para a banheira. As duas caíram na água, Mel embaixo e Patrícia sentada em cima. Patrícia beijou tanto a boca de Mel que ela já estava quase sem fôlego. Mel arranhava sua coxa, e Patrícia pedia mais, parecia que não estava satisfeita. Mel, mordendo-a, pegou em seus cabelos e a virou, ficou de costas. Mel apertava sua bunda, e delirava ao ouvir seus gemidos e a palavra “enfia”. Nossa, Mel estava louca, mas não fazia o que Patrícia tanto queria, sá para deixa-la mais louca e excitada. Patrícia não aguentou, virou-se, e começou a se masturbar. Colocava o dedo na boca, e ia descendo pelo seu corpo, sua blusa branca, estava mais transparente do que nunca, e o bico de seu seio estava arrebitado. Desceu sua mão, e pediu para Mel tirar sua roupa. Primeiro Mel tirou a blusa dela, e por ultimo, a única peça que restou, e também a mais esperada, a calcinha branca, e de algodão. Patrícia estava simplesmente nua em pelos, então sua mão foi até a vagina, acariciando-a, fazendo movimentos deliciosos, fechando seus olhos, se torcendo. Mel pediu para que Patrícia sentasse na borda da banheira. Nuazinha, sentou-se e abriu as pernas bem devagar, puxou a cabeça de Mel até sua boca, foi empurrando para baixo deixando ela sentir cada parte o seu corpo. Mel lambeu sua vagina, e com suas mãos acariciava seu seio. Foi então que mais um orgasmo aconteceu, Mel não sabia dizer se era melhor do que o de Marina, pois os dois foram incríveis. Patrícia suspirava muito, parecia que sua alma estava saindo de seu corpo. Escorregou, e sentou-se novamente dentro da banheira, também exausta. Mel levantou-se, trocou de roupa e deitou-se ao lado de Marina, que estava deitada no chão da sala. Logicamente que já pegou no sono. Patrícia fez a mesma coisa, saiu da banheira e foi dormir em seu quarto, quase sem energias. Isso já eram quase 6h da manhã. Lá pelas 9h, Mel e Marina acordaram, deixam um bilhete em cima da mesa com a seguinte frase: - “Faz parte do meu show, meu amor” e foram embora, sem ao menos deixar telefone para algum contato que Patrícia quisesse fazer. Mas também, com dinheiro que Patrícia tinha, não iria ser nada difícil conseguir isto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dei minha filha p meu amante pauzudo desvirginar contoscomendo a cunhada nojenta contocontos eróticos caminhoneiro safadoPau gigante.arrombando o cu da inocência. Jcontos eroticos fui com meu sobrinhoincesto filho comeu mao no dia fertil contos eroticodei sonifero pra minha avò e transei com elamorena mais paquerada transandopornodoido provando da minha melhor amiga continuaçãocontos eróticos casadas safadasConto erotico numa festa de anos todos a foderem a que fez anos Conto erotico meu cachorro taradocontos eroticos novinha coroa ricomulheres gemendo metendo em baixo do cobertorroupa de couro esposa contosconto ru e minhas filhasa bumda que sempre sonhei come3negros-_contos eróticoscontos picantes de lambida na chanaolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeuTuco e nene buceta da grande familiAcontos tia preferidaEntro na bucetinha da minha sobrinha pequena todas as noites e encho a bucetinha dela de porraConto carona de trabalho leva amiga da minha mulherminha sogra foi estuprada e gostou contosContos eroticos peguei a manavídeo pornô dois cara comendo a mulher do cara do homem assaltando a por lágrima é como o c* do homemeu meu caseiro e minha filha e suas amigas contoscontos sexo família biContos erocticos dei comprimido ao velhopunheta na infancia com amigoContos eroticos minha mulher nao resistiu caiu de boca no pau de meu primoslindasapertadasconto comi o cu da minhamaecontos eroticos comendo a sogra da minha irma e socando a banana no cu delacu de bebado não tem dono contos eróticos gayconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cusai com um casal contoscontos de machos que experimentou um boquetevídeo porno mulhercoloca um vibrado na buceta antes de ir trabalharcontos eroticos o filho do pastorConto erotico cuidando de minha enteada1contos eróticos relatados por mulherescontos eroticos gay vestido rosahetero resolveu da a bundarelato homem chorou com a tora no raboContos eróticos comi minha imagina sem camizinha e ela engravidoucorno na minha propria casa contos eroticoGarotinho lisinho e comido pelo amiguinhocontos eroticos depois daquela pica a buceta da minha esposa nunca mais foi a mesmaeu subi no ônibus foi encoxada' no ônibusver contos erótico mãe gordinha concebido gostosa s*****contos eróticos putinha na madrugada na ruavideos para deixar o namoradoexitadocontos eróticos de professoras gostosas transando gostosocontos vendo o meu cunhado a fode minha irma betinhacontos eroticos de enteadasconto maridoviadotravesti arrombou meu marido contotravesti gozando no próprio sutiãLambie o cu da minha esposaconto minha titia popozuda tomou banho comigo contos de pura putaria entre pais e fcontos eroticos me exibi nua pra elacontos porno mulhe de vaqueirovídeos de********* pornô da mulher morena que tem os peito grande para batata chupa a goza na cara melada cara tôcontos eroticos de afilhadas novinhas.eu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoconto erótico O Despertar de uma casadameu chefe comeu meu cu a força contoscontos eróticos mulatacontos eroticos eu minha esposa e Lu nossa melhor amigacontos de chupadascomi minha cunhada fabiana - contos eroticossou puta e pratico zoofiliacache:AQRime9uCcEJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria_9_5_zoofilia.html contos de i****** aprendemos a fazer sexo em casacontos eróticos com gordasconto marido convido amigo para engravidar mulherMulheres solteira salvdorcontos de padrinhos com afilhadasme puxou pra sentar no colo dele - contos eroticosconto erotico de sera que meu marido não desconfia que chego com a buceta cheia de porra e ele lambe?conto comi meu amigocontos eróticosprimoscontos com fotos de zóofilia de casadas que curte sexo com animaiscontos.eroticos.co.com a professora detalgadocontos de coroa com novinhominha vizinha de calcinha me chama em sua casa contos eroticosfudi a bundinha da juju com minha rola grande contoscontos aluguei minha mulherconto mulher casada rabuda dei pedreiropeito bicodu sexcontos virei escrava por chantagemhistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva bimadrinhas branca da bunda empinadahomens com pau instigantewww.sexo com cunhadss.com.br