Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ABUSADA POR DOIS GAROTOS NA CASA DA PRAIA

Click to this video!

Sempre tive várias fantasias sexuais mas uma das minhas maiores taras são os garotos. Podem falar que é crime coisa e tal, mas qual o garoto que em plena puberdade não gostaria de comer uma mulher mais velha e ainda por cima gostosa? Acho que todo homem em sua infância desejou possuir uma mulher mais velha, seja a professora da escola, uma tia, uma vizinha, uma amiga da mãe, entre outras. A minha tara por garotos é que além de poder ensiná-los tudo sobre sexo, posso também realizar um sonho e uma fantasia deles. Ver a reação deles quando passo com minha bunda bem empinada me deixa super excitada.



Meu marido trabalha em uma grande empresa, e em função de sua profissão passa muito tempo viajando pelo Brasil afora. Este fato, entre outros, me levaram a ter algumas aventuras sexuais dentre as quais vou relatar a mais picante delas.



Há alguns anos atrás, durante as férias de verão, alugamos uma casa na praia do litoral norte de SP. Pretendíamos ficar por lá cerca de duas semanas. Mas como meu marido tirou férias no meio de um projeto importante, havia a possibilidade dele ter de antecipar sua volta, o que de fato ocorreu. Depois de uma semana ele teve que voltar para SP e como já tínhamos pago o aluguel da casa decidi que iria ficar até o último dia e aproveitar a praia mesmo sem ele. Decidido isso um carro da empresa foi buscá-lo e eu ficaria com o nosso carro e depois retornaria sozinha para casa.



Tudo aconteceu alguns dias depois do meu marido ter voltado. Logo pela manhã ia eu para a praia carregada com minhas tralhas: guarda-sol, cadeira, bolsa de praia. Na rua práxima à praia sempre haviam 2 garotos tomando conta dos carros estacionados e sempre que eu passava, eles faziam uma gracinha e é claro ficavam secando meu traseiro. Coisa de muleque safado, mas aquilo ia me deixando louquinha de tesão.



Depois de algumas horas de sol queimando meu popozão, resolvi voltar. E lá vai eu colocando a canga, recolhendo e carregando tudo novamente de volta para casa.



Parece que na volta tudo fica mais pesado. Saindo da praia, um dos garotos resolveu se oferecer para carregar minhas tralhas e eu topei. Logo o outro veio de encontro e também ofereceu ajuda. No caminho de volta, viemos os três conversando e notei que eles olhavam com malícia para o meu corpo. Aquilo me deu um tesão incontrolável. Comecei a perguntar onde moravam, o que faziam, e a idade deles. Tinham por volta dos 19 anos e moravam perto do mangue que era bem práximo dali. Eles tinham algo em torno de 1,60 e como tenho 1,70m era um mulherão perto deles.



Chegando em casa pedi para que eles me esperassem na garagem para que eu fosse pegar a gorjeta e uma bebida para matar a sede pois aquele dia estava muito quente. Trouxe a gorjeta e algumas bebidas e ficamos conversando um pouco, quando um deles perguntou se eu estava sozinha. Respondi que meu marido voltaria a noite. Era mentira mas como não sabia as intenções dos garotos é melhor não facilitar. Perguntaram então se na casa tinha piscina e respondi que ficava na parte de trás da casa. Perguntaram se poderiam dar um mergulho. É claro que minha resposta imediata seria não, mas aquele dia eu estava com um tesão incontrolável (já estava a alguns dias sem sexo), e o fato de serem dois garotos tarados, fizeram com que eu concordasse. Eu estava curiosa em saber até onde eles iriam, sendo que eu ficaria na minha, mas dando um pouquinho de corda, é claro, hehe...



Fui na frente em direção à piscina e pude perceber que eles não tiravam os olhos cheios de malícia da minha bunda, apesar de estar com a canga. Chegando na piscina eles deram um mergulho e cheios de alegria ficaram brincando. Resolvi dar um mergulho também e chegando na borda da piscina tirei a canga revelando para eles meu popozão.



Eles ficaram pasmos. Fiquei de costas para eles passando o protetor solar e um silencio pairava na piscina. Mergulhei. Brincando, comecei a jogar água neles e eles entraram na brincadeira. Logo foram ficando mais a vontade e mais abusados. Na brincadeira eles se aproximavam de mim e se atiravam, sempre tentanto me agarrar. Eu desviava e os deixava com mais apetite. Percebi que estavam super excitados com seus cacetes eretos e prontos para me agarrar. Mas eu queria provocá-los mais para ver até onde iriam de fato.



Depois de algumas brincadeiras e sempre me desviando de suas mãos bobas um deles chegou bem perto e falou: "Aí tia, com todo o respeito mas que bunda gostosa a senhora tem". Fiquei sem graça na hora mas agradeci o elogio. Foi quando o outro garoto chegou e agarrando minha cintura falou: "A gente pode dar um beijinho nela?". Respondi prontamente que não, quando eles se atracaram em mim e começaram a passar a mão na minha bunda. Me desviei deles e pedi para que saissem da casa. Daí um deles falou: "Tia na boa, fica aqui com a gente, senão a gente vai chamar uns camaradas e a coisa vai ficar feia pro seu lado". Aquela ameaça me causou indignação mas me obrigava a fazer o que eles queriam, que era tudo o que eu queria. "Tá bom, sá um beijinho e depois vcs vão embora". Eles concordaram, mas eu sabia que não seria sá um beijinho. Fui para a parte mais rasa da piscina e fiquei de pé. Os dois vieram com os cacetes estalando de duros por sob as bermudas e começaram a acariciar minha bunda e meus peitos. Já estava ficando toda molhada de tesão. Foi quando um deles se agaixou e enfiou a cara no meio da minha bunda. Delícia!!! Ele delirava... O safado abaixou a parte de baixo do meu biquini, tentei segurar mas o outro me impediu. Com as mãos ele apertava minhas nádegas e as abriu para dar uma lambida deliciosa no meu cú.



Soltei um gemido de prazer, e ele contiuava a lamber passando também na minha buceta extremamente molhada. O outro garoto aproveitava e se deleitava nos meus peitos, mamava como um bezerro.



Depois de um bom banho de língua, eles mandaram que eu os chupasse. Tiraram as bermudas e como uma escrava comecei a chupar aqueles cacetinhos em ponto de bala. Eles gemiam e se deliciavam com a minha lingua e a minha boca. Um deles quase gozou na minha boca e acabou gozando na minha cara. Limpei o gozo e continuei chupando o outro, quando ele falou: "Vem cá Tia que agora quero te fode. Deixa eu enfiar meu cacete na sua buceta gostosa". Falei que eles sá poderiam me comer com camisinha. Eles falaram que não tinham e que iam me comer assim mesmo. Lembrei que eu tinha na mala de viagem (afinal sempre estou preparada para uma foda) e pedi para ir pegar. Ele foi comigo até o quarto para pegar as camisinhas, enquanto o outro garoto se recuperava do gozo. Perto da cama, me abaixei para pegar as camisinhas e ele não resistiu a visão do meu rabo e enfiou a cara novamente no meu rabo.



Ele lambeu meu rabo até não aguentar mais e depois pediu para que eu colocasse a camisinha no seu cacete. Obedeci. Me deitei na cama e ele veio por cima, estilo papai-mamãe. Ficamos assim alguns minutos até ele quase gozar. Pediu então para que eu ficasse de quatro e enfiou seu cacete novamente. Foi quando o outro garoto chegou no quarto e vendo aquela cena, seu cacetinho se ergueu novamente.



O garoto que estava me fudendo não aguentou muito tempo e logo gozou. Foi quando o outro veio, colocou a camisinha e apontou para o meu cú. Falei que não podia comer meu cú, mas ele me mandou calar a boca e ficar de quatro. Na verdade meu cú estava pronto para ser fodido pois adoro sexo anal. Antes dele colocar pedi para passar um creme (KY para os entendidos) que carregava comigo, a fim de facilitar a penetração. Passei o creme e logo em seguida o safado foi enfiando seu cacetinho delicioso. Como já aguentei cacetes bem maiores, aquilo estava tranquilo, aliás estava delicioso. Ele fodia meu cú, sem muito sincronismo (eram meio inexperientes ainda), e dizia: "Nossa tia que cuzão gostoso, sempre tive vontade de come um cú". Depois de alguns minutos o outro garoto que já estava em ponto de bala novamente, enfiou uma nova camisinha e deu um chega pra lá no amigo. "Agora é minha vez de fude esse cuzão". Enfiou sem dá e começou as pistoladas. Depois de alguns minutos o outro garoto deitou-se na cama bem ao meu lado e pediu para que eu deitasse sobre ele. Enfiou seu cacete na minha buceta e falou: "Aí mané, continua fodendo o cú da tia, vamo fode os dois buracos que nem a gente viu no filme porno". Ai que delícia estava aquilo, sendo fodida por dois garotos. Ficamos na dupla penetração durante muito tempo sendo que eles se revezavam de posição. Gozaram como loucos e eu também.



Tomaram uma ducha e depois de se vestirem pedi para que fossem embora. Antes de ir, um deles me deu um beijo na bochecha e me agradeceu. Saíram porta afora com um sorriso de orelha a orelha. Logo que saíram, arrumei minhas coisas e parti de volta para casa, pois não sabia o que eles poderiam fazer depois. Mas até hoje me lembro do ocorrido e me fico arrepiada de tanto tesão.



Quem quiser ver minhas fotos reais e saber mais sobre mim acesse meu blog http:casadapopozuda.blogspot.com

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos gay encarado na escolafudendonosicontos eroticos de incesto inversão com mãe e filhinhocontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo realFui corno e gostei muitoContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3contos erotico fui concertar s torneira da vizinhacdzinha dedos no cu esposa contogozou nela e espirrou porra em mimvoyeur de esposa conto eroticocontos eróticos vi meu vizinho transandofazer sexo anal com cachorro pequeno e possivel ficar engatadocontos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primaContos eróticos japonesaconto erotico com coroa empregadacontos esposa nua frente familiaValeria contos de zoofilia pornocontos eroticos sou casada o velho da chacara sozinhocontos tava batando uma derrepente minha prima me pegaesposa e meu pai contominha cunhada mim chamo pra trnzarcontos eróticos de mães e filho de pau grandeconto engravidei a cunhada rabudapeguei no pauzao do primo que durnia sou tarada contoajudando a netinha com dever de casa ninfetavidiod etoticos madrata dominando a esteadacontoseroticos sogra e genro na agua da praiacontos eroticos ousados com muita excitacaogozei na minha sobrinha conto eroticorelatos eroticis minha esposa eu e nossa amiga Lucontos assistindo minha mae com neguinho novinhofui comida e chingada feito puta pelo meu primocontos eróticos a primeira vez nem doeucontos eróticos gay eu e mais um amigo brincamos com novinhoenrrabada por um velho no onibus lotado, contos eroticospaguei para fuder minha tia contosConto erotico cuidando de minha enteada1Chupa minha piroca ingridminha primeira traição na academia contos eróticoscusudalesbicaeu quero a mulher da b******* grande de fio dental na regata do c* da bundonacontos duas putinhas chorando na varaxvidios mulherfidendo com cavaloscontos safados mae casada filhas traem com homens dotados juntas conto peguei meu irmao assistindo filme pornocontos inserto fatos reais gayconto erotico meu marido tem tesao de imaginaconto erotico comendo a massatorepeutacontos eroticos de enteadascontos eroticos chantagiei e gozei na boca da menininharelato erótico real- a visitacontos cuidando da minha irma casadaContos eroticosm comendo a prima de calcinha amarelacontos de xoxutuda dandopassando lápis na bucetacontos gay transformado em putacontos eroticosensinando o virgem de como meterprimeira vez que fui chupada por um homem casado eu virgemContos eróticos boca maciacomo enfiar caralho na conametendoo con vpontadi pornoconto praia de nudismo com a esposa continuacontos gay sentou no colocontos erotico.esfrequei minha pica ne outraContos eróticos mae do meu amigoporno agiota estouranda a buceta da mulher do devedocontos eroticos zt i: blackmailconto de gozei gostoso naquela bucetafazer sexo sem amor gostoso meterolacontos eróticos virei cdzinha do vizinhoconto gay bebado fui fodidoenfiando a.pica..comdificuldadecontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhosconto erotico mihna mulher disse que o meu negocio exupa piçadepois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?contos eróticos corno no acampamentosenti jatos de porra no fundo da/minha bucetacontos de coroa com novinhocontos eroticos com absorventeas molhadinhad mas. gostozas com vidios porno com voz altacontos eróticos com estrupo rola ggg