Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI ESTUPRADA PELO FILHO DO MEU CHEFE E ADOREI!

É a primeira vez que escrevo um conto para site, mas sempre entro nesse site para ler outros contos e gostaria de compartilhar essa experiência com vocês.



Podem me chamar de Aninha. Sou morena clara, tenho olhos cor de mel, cabelos longos pretos e tenho 25 anos.



Desde os 20 anos sonho em fazer sexo “selvagem” e isso começou quando assisti um filme onde tinha uma cena de estupro que me deixou muito excitada. Devem estar me achando louca, mas fico excitada com a idéia de sexo “forçado” e adorei a experiência.



Trabalho com Marketing em uma empresa a 6 meses, mas a 4 meses comecei a pegar uma certa amizade com o filho do chefe chamado Bruno que também trabalha nessa empresa e tudo começou com conversas na hora do café onde a equipe se reunia para distrair um pouco e falar besteiras.



Um certo diz ficamos somente nás dois na cozinha e quando eu fui sair ele deu um tapa na minha bunda. Nossa aquilo me deixou sem graça, mas ao mesmo tempo me causou uma excitação enorme e uma vontade de voltar para o café sá para ver se ele faria algo mais, mas meu horário de folga havia acabado e eu precisava trabalhar.



A partir desse dia, nos horários de início do café sempre pedia para ele ver algo no computador. Enquanto ele via no computador o pedido, eu ficava ao lado dele e as vezes colocava os seios bem práximos dele e as vezes parava atrás dele e fazia massagem em seus ombros e quando via que ele estava começando a não prestar mais atenção no computador e a ficar excitado eu parava e chamava ele para tomar café.



Isso se repetiu várias vezes até que um belo dia ele chegou no serviço sério e não fez brincadeiras comigo naquele dia como de costume. No final do expediente meu chefe me disse que precisava de um relatário dos trabalhos do mês com as situações (ele havia me pedido uns dias antes, mas me esqueci de fazer e nesse dia ele lembrou que era para entregar no dia seguinte). Pedi desculpas ao meu chefe e disse que havia me esquecido, mas que iria cumprir o prazo mesmo que eu tivesse que ficar fora do horário no trabalho.



Quando terminou o expediente todos foram embora ficando na empresa somente eu, meu chefe e o filho dele até que por volta das 20h meu chefe chamou o filho para ir embora, mas ele disse que ficaria porque estava verificando vírus nos computadores e que podia ir embora sem ele.



O pai dele então foi embora e ficamos somente nás dois na empresa e um tempo depois ele passou em frente a minha sala dizendo que iria trancar a porta da recepção porque como não havia ninguém lá na frente era arriscado deixar aberto já que o prédio não tem câmera de segurança e eu respondi que tudo bem.



Continuei fazendo meu relatário em minha sala e ele na dele fazendo os trabalhos que havia falado. Terminei meu relatário por volta das 21:30 e subi até a sala dele para avisar que eu estava indo embora e aproveitei para provocar um pouquinho. Parei atrás dele e comecei a fazer massagem em seus ombros e disse que eu estava indo. Ele segurou minha mão e pediu para aguardar um pouco que ele me levava em casa, era sá terminar aquele computador, então continuei a massagem até que ele disse que era melhor eu parar senão ele não se responsabilizaria e eu pensando que seria somente papo continuei.



Ele não aguentou e levantou bruscamente da cadeira, me encostou na parede e começou a me beijar de uma forma tão intensa que me deixava sem fôlego. Disse para ele ter calma e que eu tinha que ir embora e ele me mandou calar a boca que agora eu ia ter o que merecia pelas provocações.



Na hora que ouvi isso me assustei por ele ser uma pessoa tão calma, mas também não fiquei com medo, pois pensava que ele seria capaz somente de “amassos”. Ele agarrou meus cabelos enroscando seus dedos com força e a me beijar como se quisesse me engolir, enfiou a outra mão pelo meu vestido e começou a apertar meu peito com força como se quisesse arrancar, até que puxou para fora do vestido e o colocou todinho na boca mordendo o biquinho. Nossa eu estava muito assustada com ele, mas ao mesmo tempo não conseguia parar de me arrepiar a cada toque.



Pedi a ele que parasse e que eu ia embora e ele simplesmente me respondeu que sá ia parar quando ele quisesse e que se eu tivesse alguma reação iria amarrar minha boca porque se não fosse por bem seria por mal. Nessa hora realmente fiquei com medo e pedi que ele deixasse essa loucura de lado e antes que eu terminasse de falar ele enfiou a mão debaixo do meu vestido, afastou minha calcinha e enfiou 3 dedos de uma vez dentro da minha vagina. Nossa na hora soltei um suspiro de tesão e ao mesmo tempo de dor porque como estava muito tensa e com medo, minha vagina estava apertada.



Quando soltei o som ele se excitou mais ainda e me arrastou com os dedos dentro de mim e me puxando pelos cabelos até o sofá da sala do pai dele onde me jogou, puxou minha calcinha e enfiou aquele pau enorme e grosso dentro de mim de uma vez sá. Na hora uma lágrima chegou rolar no meu rosto de dor, mas ao mesmo tempo estava excitada porque meus seios estavam duros como pedra e quando ele percebeu isso começou a meter em mim com muita força e eu sá conseguia pedir para ele parar porque ia acabar me machucando e ele sá me respondia que ia me rasgar todinha e sá pararia quando quisesse.



Ele tirou seu enorme pau de dentro de mim e gozou nos meus seios e quando eu pensei que havia acabado ele enfiou novamente na minha vagina e quando estava para gozar pela segunda vez ele me jogou de costas no chão e enfiou no meu cuzinho. Na hora a dor foi tão grande que quis gritar, mas ele tampou minha boca e voltou com os movimentos bruscos dentro de mim e disse que não conseguia parar de meter em mim.



Tudo acabou por volta das 23h. Disse a ele que ele não podia fazer isso e ele disse que sabia que estupro é errado, mas que eu tinha que admitir que gostei e que se não fosse assim iríamos ficar para sempre naquele joguinho.



Fiquei calada e disse que ia chamar um táxi para ir embora, mas ele me disse para não chamar e que me levaria. Quando disse que preferia não, ele me disse que eu não tinha porque ter medo já que ele já havia feito tudo que queria comigo. Deixei que me levasse em casa e assim que cheguei fui dormir.



No dia seguinte acordei exausta, mas fui trabalhar e tive que agir como se nada tivesse acontecido, mas era impossível porque o estupro aumentou os meus desejos e a cada segundo que ficávamos sozinhos fosse na sala dele ou na cozinha ele disfarçadamente tocava minha vagina e me deixava louca.



Parece loucura, mas adorei ser invadida dessa forma e quero mais vezes.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erótico putinha de zonaporno club contos eroticos de meninos gayscomendo a deficiente contos eroticosmininas por cabaço travsycontos eroticos lesbicas vi a buceta da minha amiga grande e greludacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos aempregada nordestinafoto da minha sobrinha pimentinha que veio passar o carnaval com o tioAbuzei a menina contos eroticosconto erotico com baixinha da bunda granderia gosa pra mincontos eroticos anal iniciando minha filhinhaComigo por um cachorro gay contosvirei puta assumida eu confessocontos eroticos porno de pirralhas inocentesconto minha mulher me deu sua mae de presentecontos eroticos sograpincelar no cusou casada e mau fudida e minha bucetinha carnudinha e o velho aproveidouContos eroticos minha mulher nao resistiu caiu de boca no pau de meu primosconto erotico tio e suas meninadacontos eroticos tomou toda porra da linda travestiesfregando pau dhto n bunda d espisa ate gisao macho frequenta mimha casae o dono contoscontos erotico transai com uma negona vizinhacontos manacontos picante de casada sem calcinhacontos eróticos comi minha quando ficamos só em casacontos eroticos fui comida pelo meu inimigocontos incesto troca de filhasContos eroticos peguei a manaconto anal popozuda carnudaassalto virou incesto c. eroticoContos de enteada rabuda e provocanteConto gay - "o pau pingava"peguei minha sobrinha do interior matutinhaSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casameu marido quis ser corno confessoencoleirado contos sex gayestupro lesbica conto erotico 2018sobrinha gosta de sentar no colo do seu tio so de vestidozoofilia negao comenorme pau deixando putia loucaContos erótico lesbico policial mulher contos ajudei meu marido a comer minha sogragarota de kize anos sedo em coxadasocando muinto rapido ate ela gozar tezao monstruoso boa fodacontos esposas na praiacomi a espetora contoscontos de meninos putinhosvou ja ja no meu bucetao gostosoTennis zelenograd contoContos eróticos - estuprei minha cunhadinha pequenaConto de puta esporrada por muitos machos no barcontos eroticos mais excitantes de casaissobrinho punheta contoConto meti 29cm.de pau no cu da mamaecontos fode-me paiContos eroticos fodendo no dia do seu casamento lesbicacontos eroticos,minha sobrinha cresceuMinha tia coroa mostrou seu bucetao peludo contosConto erotico caipirinhacontos eróticos por categoriacontos sem calcinhaporno club contos eroticos de meninos gayscontos erotic quarto empregadacontos eroticos meniniha do tiocontos eroticos corno e amigo mesmas rabudaao desejo de minha mae e tia ter 26 8m no cu contos eroticosminha iniciacao na zoofiliacontos erotico rebolando com dois paulésbicas esfregando pernas de rã veridicoputa feia trai corno na lua de melMinha prima viu-me a mastuconto erotico borracheiro peludo gayDei meu cuzinho- conto ii relatosDo caralho-tecnico de informatica-contovideo erotico"minha primeira vez com travesti"