Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MULHER DE MEU CUNHADO

Click to this video!

Tenho 40 anos e sou casado. Minha mulher tem um irmão mais novo e a mulher dele é simeplesmente um delicia. Luci é morena, alta, seios volumosos, 35 anos.

Aconteceu que certa ocasião viajamos toda a nossa família e a de meu cunhado para umas férias em um cidade litoranea. Ficamos todos num apart-hotel práximo à praia que sairia mais barato.

No penultimo dia antes de voltarmos para nossa cidade Luci subiu ao apartamento para pegar algo. Minha mulher e o irmão dela ficaram na praia. Eu não tinha descido pois estava com uma ressaca e preferi descansar. Havia tomado banho e fiquei pelado em frente a TV olhando algo enquanto enxugava o meu cabelo. Neste momento Luci entrou de repente. Sem qualquer reação ela ficou me olhando, parada na minha frente. Eu não me mexi, mas meu cacete começou a ficar duro. E ela parada sem nada dizer, olhando.

Então perguntei:

- Então, gostou do que viu?- Enquanto isso fui me aproximando dela.

-Gostei. É grande.

Toquei-lhe no rosto e disse:

-Se quiser pode pegar um pouco.

Então peguei a sua mão e coloquei no meu pau.

Ela tocou de leve no meu cacete e eu fui me aproximando, ao mesmo tempo que beijava-lhe o seu pescoço.

Peguei-a pela mão e conduzi até a cama. Sentamos na cama e coloquei-a para massgear a minha pica. Ela vestia um biquini que tirei rapidamente e chupei os seus peitos. Deitamos na cama, tirei a parte de baixo do biquini e comecei a enfiar na sua buceta.

Luci gemia e falava:

-Ai, Bob, que gostoooso. vai, mais, que loucura e se alguém chega... mete ... mete ... tô gozando, vem goza, goza.



Foi um foda rápida. Gozei em Luci e ela rapidamene se lavou se recompôs e desceu. Não dava para ser de outro jeito.



Voltamos para as nossas casas e Luci tinha ficado um pouco distante de mim. Mesmo assim tentei manter um certo clima para não perder a trepada. Mas Luci escapava.



Certo dia Luci me ligou me pedindo para ir a sua casa pois queria falar comigo. Fui à noite em sua casa. Seu marido havia viajado a trabalho e as crianças dormiam.

Ela me disse que queria que eu esquecesse tudo o que havia acontecido naquela manhã, pois aquilo não poderia ter ocorrido.

Ela encontrava-se visivelmente nervosa. Procurei acalma-la dizendo que aquilo era segredo sá nosso. Conversamos um pouco e ela me disse que eu a tranquilizava.

Olhei bem nos seus olhos, aproximei a minha boca e comecei a beijá-la.

Ela tentou resistir e disse que era melhor paramos ali. Sussurei no seu ouvido:

- Quero comer você na sua cama. Você é muito gostosa para transarmos aqui no sofá.

Luci parou, ficou de pé e me conduziu para o seu quarto.

Trancou a porta, me beijou, tirou minha camisa, minha calça minha cueca e me deu um banho de língua.

fiquei deitado e Luci me beijou a boca, os mamilos, o abdomen, e caiu de boca no meu cacete. Fez um boquete sensacional, com a sua língua percorreu meu pau, meus culhões e deu um chupada na cabeça que foi demais.

Retribuí-lhe beijando aqueles peitos maravilhosos. de biquinhos rosadinhos, fui lambendo ela todinha. Até que cheguei na xoxotinha rosadinha ed cabelinhos aparadinhos da mulher de meu cunhado. Da primeira vez não deu para ver direito, foi muito rápido. Agora podia me deliciar, chupei do jeito que podia enquanto ela gozava.

Fui me colocando na posição de penetrá-la, ela pegou meu cacete, colocou na entrada da sua xotinha molhada e pediu:

- Mete, mete logo, quero pica, vai, vai.

Enquanto eu bombava Luci arreganhava mais ainda as pernas. Ela apertava as minhas costas enquanto sussurava:

- Vai, mete, mete que eu estou gozando.

Beijei a sua boca enquanto eu gozava inundando a sua buceta de porra.



Deitamos lado a lado e ela me perguntou:

- Isto é muita loucura nossa.

- Estamos sá começando. - Respondi.



Convidei- ao banho, entramos na ducha e começamos novamente a nos beijar em pouco tempo estva de novo de pau duro.

Falei para Luci:

- Quero fuder voce de novo.

Coloquei-a sentada na bancada da pia do banheiro, abri-lhe as pernas e meti agoa de maneira mais cadenciada, fui excitando-a progressivamente, e Luci foi entrando no clima e foi pedindo mais e teve orgasmos multiplos, até que eu acelerei o ritmo e Gozei mais uma vez.

Voltamos a cama, transamos mais duas vezes foi um noite inesquecivel.

Pedi o seu cuzinho e ela deu. Não era virgem mais muito gostoso

Atá hoje dou 'assistencia' a deliciosa mulher do meu cunhado.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto gay me comeram dormindoconto erptico na mesaMinha esposa é muito gostosa mais eu entreguei ela para outro homemcontos eróticos relatados por mulheresContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadortranso com meu cachorro todos os diasconto dei minha xoxotinha para o meu padrasto quando tinha oito anos doeu mais foi gostosocontos eróticos eu como minha sobrinha na frente da minha esposacontos minha cunhada de shortinhos bem curtinhoconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos eroticos pego gostoso o meu filho gueiler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada e dando cuzinho pra dotadosfudendo a boca da namorada/contos eróticosmeu aluno bate punheta olhando minha bundaDesvirginando a sobrinha de 18 anosgozo na bucetinha dá cunhadinha com jeitinhoconto trocando as filhascontos observando os peitinhos da filhinhacontos eroticos de enteadasconto erptico na mesanosso primeiro ménage com um colega de trabalho - relatoscontos calcinha da minha tia coroacontos sou baiana e adoro paus grandesler contos pornos eletrecista mi comeo no hotelconto erotico puxou o cobertor e viu minha pica grossacontos eroticos entre maes raspadinhas e filhos taradoscontos porno travestis estupros sadomazoquismocontos eroticos cunhadinhoscontos eroticos pratiquei zoofilia porke meu marido me deixo na vontadegozaram em minha boca durante a viagemcontos fui brincar amoite de esconde esconde e dei o cu pra todos mulequesJá botei ela para transar eu não vai botar o vídeo dela transando gemendo táencoxando minha filha na viagemhistorias eroticas de onibus lotadoscontos consolei a mulher do meu amigoEu e minha Mãe Cabaço contoscontos eroticos pego gostoso o meu filho gueitaboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contosgay e travesti.momentos novo punhetacontos trazei com a amiguinha da minha filha dormindohomem de calcinha enrabadocontos eróticos brincando na piscinaconto porno gay cinemavisão dos sonhos dos cornoschupando o pau e.lambendo o cinema caraconvencir minha mulher zoofiliaconto erotico gay casado drogadocontos eroticos o muleque comeu meu rabohistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva bicontos eroticos enchi minha filhinha de porraContos her¨¦ticos incesto comi minha m0Š0e conto gay muleke do cuzinho raspadinhoContos excitantes sou gaúchamelequei a bucetaqueria saber mulher realista metendo muito morena peitudacontos casada fode com amigo do mundocontos calcinha da minha tia coroaconto adoro cu de casadaContos porno a biscati da minha esposa tevi corajecontos eroticos consegui comer aquela bundacontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojacontos eroticos cornos que nao desconfiaContos eroticos menstruadamenina você já passou o dedo no cu e cheirouentão abri as pernas dela e peguei naqueles peitinhos pequenos e gostosocontos eroticos marido foi trabalhar e meu sobrinho me pegou no banhomeu padrasto fica excitado comigocontos eróticosminha esposa deu para os molequesconto eroticos comi minha vizinha de 7aninhosamiga da buceta e bunda grandes contos eroticosvoyeur de esposa conto eroticoconto flagrei minha mãe dando para um bem dotadocontos eroticos caguei no pau do meu padrinhocontos eróticos de bebados e drogados gaysa patroa e a filha. conto eroticocontos de coroa com novinhovoyeur de esposa conto eroticooque falar quando um menino fala pra voce "quero lhe fuder"??contos eroticos cegaconto punheta depois futebolesposa seria bebada de biquini com o sogroquero no rabo amor eroticosconto o borracheiro fudei minha esposavem ver meu corninho contocontos bolinadas no parqueesposa no motel com amigos contovidiomuher com camizocontos travestis praiamamae titia meu primo e eu na praia de nudismo contos eroticosx vídeo mulher da cu virgema outro antes de da marido conto eróticos